terça-feira, 17 de julho de 2018

Agora, pois, nenhuma condenação há......


Quando nós lemos a palavra de Deus, e ela nos diz que (todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus (Rom. 5. 12), ou seja, o homem no seu estado  natural ele está perdido e precisa urgentemente de reconciliar com Deus, para que ele seja salvo. Essa condição de condenado eternamente é algo que para aquele que pensa no futuro da sua vida após a morte, é uma coisa terrível, assustadora, que apavora, que trás inquietação e intranquilidade.  Entretanto, Quando nós lemos esta afirmação tremenda que o apostolo S. Paulo escreveu em (Romanos 8. 1) Agora pois nenhuma condenação há para  os que estão em Cristo Jesus. A nossa dívida foi paga, o nosso pecado foi lavado, purificado, branqueado no sangue do cordeiro e assim, podemos ser recebido por Deus na glória dos céus, como filhos amado do seu reino.

Então, verificamos que consolação gloriosa em saber, que para nós não há nenhuma condenação. Estamos salvos, livres de qualquer julgamento, de qualquer condenação, mas quando voltamos aqui  para (Romanos. 7) vemos que nós somos humanos, que somos revestidos desta corrupta e pecadora carne, e que o bem que queremos fazer não conseguimos, mas o mal que não queremos isso fazemos. É o que diz Paulo no (V.19).  Desventurado homem que sou! Quem me livrará do corpo dessa morte? Ou seja; da morte eterna, da perdição do inferno.  Por isso o Salmista Davi escreveu (Salmo 19. 12) Absolve-me dos pecados ocultos. Daqueles que eu faço e que não tenho consciência. Então,  vejo quanto sou indigno perante a Santidade de Deus. Mas, quando deixo de olhar para mim, para essa carne corrompida e pecadora que eu tenho e, volto meu olhar  para Jesus, e sua palavra, então; com que alegria eu posso ver o maior de todos os milagres se tornar real, patente a minha vista. “Que pra mim não há mais condenação nenhuma”!, estou livre,  estou morto para tudo o que sou humanamente como descendente de Adão: Estou morto para o pecado, e para a lei, mas vivo para com Deus em Cristo Jesus.

O que significa estar em Cristo? Estar em Cristo é deixar de viver a nossa vida para que, Cristo viva em nós. O apostolo Paulo no final do sua tão preciosa vida disse:  já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim....(Gálatas 2.20) (Eu acho que Paulo estava olhando para o espelho e via):  O rosto é de Paulo, o cabelo é de Paulo, os olhos são de Paulo, o corpo é de Paulo, MAS, não é o Paulo quem está vivendo aqui neste corpo, mas é Cristo. Esse é o nosso tão profundo envolvimento que temos que ter com Cristo. O Senhor Jesus disse: Aquele que não nascer de novo não pode entrar no reino de Deus. É uma mudança tão radical que Jesus usou  essa figura,  e Ele disse: tem que ser nova criatura. Mas Ele disse mais: Se alguém quiser vir após mim, a si mesmo se negue tome a sua cruz e siga-me. (Mateus 16. 24)
Pertencer a Jesus; significa viver a vida de acordo com os seus mandamentos, ser fiel a sua palavra Bíblia Sagrada, vivendo em novidade de vida transformada, renascida em uma nova criatura. Isso, então, significa que pra mim, (Não tem mais nenhuma condenação!)  

Será que nós temos compreendido perfeitamente esta gloriosa mensagem? E realmente temos gozado no descanso desta promessa?. Que verdade gloriosa nos envolve como mortos e ressuscitados com Cristo espiritualmente. Estamos diante de Deus desfrutando de tudo o que Deus tem, sem  nenhuma condenação. Isso é glorioso, é divino, é o amor sobrenatural do Pai, no qual fomos graciosamente revestidos.  Não há nada que nos perturbe que nos condene como filhos de Deus. Porque a mensagem da sua palavra nos dá o  “veredicto”: Nenhuma Condenação!. (Romanos 8. 33) “Quem intentará acusação contra os eleitos de Deus? É Deus quem os justifica.
 CONTUDO: Paulo continua em (Romanos. 8. 1) ele diz: “Nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus. (Ver. 9) Aqui ele explica o que significa estar em Cristo Jesus: Que não andam segundo a carne, mais segundo o Espírito”
Preste atenção meu irmão! Nós fomos comprados, salvos por graça, e passamos a ser filhos de Deus através do sacrifício de Cristo Jesus naquela sangrenta e maldita cruz. Vejam o tamanho dessa responsabilidade que temos em sermos filhos do Deus eterno. Temos que honrar o nosso Pai.  Todo filho amoroso, sensato defende seu Pai, (com unhas e dentes) Tem orgulho em ser igual a seu Pai, fica feliz quando alguém diz: Você parece com o seu Pai, tem os traços de seu Pai, tem a dignidade de seu Pai, tem a honradez de seu Pai em tudo o que você faz.
Deus de tal modo como Pai Celestial, exige reciprocidade de postura, conduta, e caráter. Veja o que diz: (1 Pedro 1. 16) Palavra de Deus: “SEDE SANTO PORQUE EU SOU SANTO”.  Ou seja; (Eu entendo que Deus está dizendo): Você que foi escolhido, salvo, justificado, buscado, trazido, e agora faz parte da minha natureza Santa, procure assemelhar-se à Mim, procure parecer Comigo, procure ter a minha Santidade, procure viver de tal forma que os homens olhando pra você glorifiquem o meu Nome. Em suma, o que eu entendo é Deus dizendo:  Não me desonre no meio deste mundo corrupto, no meio de homens assassinos, violentos, promiscuo, injustos, mas, estando no meio deles; seja Luz do mundo, e seja sal da terra. É por isso que Paulo termina dizendo: Não há  nenhuma condenação”; para aqueles que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito”.  Porque estes, são aqueles que nasceram de novo, que vivem em novidade de vida, que não vivem mais para si próprio, mas vive para glorificar o nome do seu Deus. É para estes que a promessa foi feita: (Não há mais condenação! (João 4. 23) Disse Jesus: Mais vem a hora e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque são estes que o Pai procura para seus adoradores. Deus é Espírito; e importa que seus adoradores o adorem em Espírito e em verdade.

Que Deus te abençoe, meu querido leitor dessa mensagem, em nome de Jesus!

Enéas Cândido de Lara



segunda-feira, 9 de julho de 2018

Escolhendo viver o melhor do nosso tempo!


  
  Texto básico: Lucas 10. 42

# O texto nos diz que o Senhor Jesus ao chegar na cidade de Betânia, Ele foi se hospedar na casa de Marta e Maria. Jesus conhecia e amava muito  essa família. E quando chegou lá, Marta tendo aquela preocupação com o bem estar de Jesus, procurou de imediato providenciar uma refeição, afinal de contas as viagens eram cansativas, desgastantes. Precisava providenciar água para lavar os pés. Era o costume daquela época ao receber um visitante em casa, oferecer água para se lavar, e não era um simples visitante qualquer, era o Senhor Jesus!. (Porém, há o que se ressaltar aqui; que não era só Jesus, mas todos os seus discípulos juntos, o que no mínimo era umas 13 pessoas).
Já pensaram na correria para atender toda essa gente?
 Eu fico pensando na correria da hospitaleira  Marta, (enquanto ela tirava água do poço, para todas aquelas pessoas tomarem banho, arrumar toalha para se enxugarem, quem sabe; tinha que temperar a carne do carneiro, providenciar a lenha pra acender o fogão, amassar a farinha pra fazer o pão, lavar as caçarolas).....  e, quantas preocupações mais inquietava o coração de Marta? E, naquele corre-corre, ela passa enfrente da sala e vê sua irmã Maria tranquilamente, despreocupa sentada aos pés de Jesus ouvindo seus ensinamentos.
Eu acho que Marta pensou; (eu não acredito no que eu estou vendo!......) eu aqui me matando de trabalhar, e olha lá a Maria  sossegada sem fazer nada! Ao que parece Marta era uma dessas mulheres que chamamos de Pavio curto porém, inegavelmente  objetiva, pratica, racional, hospitaleira que demonstrava amor botando a mão na “massa,” através de atitudes e de ações. Então, ela não se segurando vai até e sala e faz uma observação até um tanto indelicada ao ilustre e divino visitante. (Lucas 10. 40) Senhor, Não te importas de que minha irmã tenha deixado a servir sozinha? Ordena-lhe para que venha ajudar-me!.
Então, (penso eu) ela começou a descrever para Jesus todas as suas tarefas, (Olha Senhor; o pão ainda não foi amassado, a carne do carneiro precisa ser temperada, precisa ir lá fora buscar lenha pra acender o fogão, precisa tirar mais água do poço, a caçarola precisa ser lavada, a batata não foi descascada......, eu acho, que ai Jesus vendo a aflição de Marta, ele interrompe-a, e no (V. 41) disse: “Marta!, Marta ! andas inquieta e te preocupas com muitas cousas. Entretanto, pouco é necessário ou, mesmo uma só cousa; Maria, pois escolheu a boa parte, e esta não lhe será tirada.
Jesus é o maravilhoso  Mestre dos mestres, e Ele aproveitava todas as oportunidades para ensinar, e esta aqui, foi uma  preciosa oportunidade para reafirmar aquele seu ensinamento do “Sermão do monte”(quanto a ansiosa solicitude pela vida).(Mateus 6. 33) Buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas as demais coisas vos serão acrescentadas”
Veja a ordem de Jesus; primeiro é o reino de Deus e sua justiça. Será que hoje nós temos cumprido essa determinação do Senhor Jesus, buscando em primeiro lugar o seu reino? 
Que em nossas vidas prioritariamente possamos agirmos como Maria, contudo; sem deixarmos  de sermos também Marta! 
Pense nisso!
Que Deus te abençoe em nome de Jesus!
Enéas Cândido de Lara

domingo, 8 de julho de 2018

Uma urgentíssima e inadiável realidade !



{...} Que é a vossa vida? Sois, apenas, como neblina que aparece por instantes e logo se dissipa  (Tiago 4. 14)

O ser humano está caminhando a largos passos para uma inevitável realidade que terá que enfrentar. A nossa vida é instável, passageira e finita. Os nossos dias passam rapidamente como um breve pensamento, então chegará o momento de enfrentarmos a hora tão decisiva e fatal; que é a hora da morte!.
O grande profeta Moisés escrevendo o (Salmo 90.10) disse: Os dias da nossa vida sobem a setenta anos ou, havendo vigor, a oitenta; neste caso, o melhor deles é canseira e enfado, porque tudo passa rapidamente, e nós voamos.

A despeito da vida passar rapidamente, como é que estamos encarando esse momento? Eu e você, não vamos escapar  dessa hora de jeito nenhum!. Ter a atitude da Avestruz que, diante do perigo enfia a cabeça na areia para não ver a morte, é insensatez. Mesmo, porque, essa hora tem conseqüências definitivas e acima de tudo, eternas. Depois da morte, não há como retroceder, voltar atrás, refazer caminhos, porque a morte ocorre  na rapidez de um piscar de olhos, o nosso espírito deixará  a carne e estaremos diante do Supremo Senhor, Criador de todas as coisas o Deus todo poderoso.(Hebreus 9. 27) E, assim como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disto, o juízo.

Veja bem o que disse Jesus: "VIGIAI" (Mateus 25.13) ou seja; esteja atento, precavido, preparado para enfrentar essa hora, porque, quando ela chegar não haverá lugar para arrependimento, mas sim, o ser recebido por Deus, ou ser eternamente rejeitado.  Isso, depende de você tomar a decisão certa. Deus por te amar tanto, com amor tão grandioso e eterno, Ele preparou uma saída graciosa e gloriosa, através da vida do Seu amado Filho Jesus Cristo. (João 3. 16) Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
Veja ainda a segurança que Jesus prometeu: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim. (João 14. 6) Se você pensa que vai chegar no descanso eterno sem Jesus, esqueça. Porque, a salvação, o descanso eterno nas moradas  da gloria dos céus, só é possível  através da fé no unigênito Filho de Deus, Jesus Cristo o salvador. Se você ainda não crê nessa promessa, não deixe para amanhã, esta tão importante e urgente decisão, porque amanhã pode ser muito tarde.

Que Deus grandemente te abençoe a tomar a mais sábia decisão, em nome de Jesus!
Enéas Cândido de Lara

terça-feira, 3 de julho de 2018

O QUE ACONTECERÁ DEPOIS ?


No final de mais um ano letivo, um aluno muito esforçado esse que tira nota 10 em quase todas as matérias, foi chamado a sala do seu velho professor ao terminar seus estudos para ser cumprimentado por ele. Então, o sábio professor tendo por seu exemplar aluno uma afeição especial e, possuindo a melhor de todas as sabedorias, quis ensinar a seu pupilo algo que ele nunca aprenderia num banco de escola. Após os cumprimentos e felicitações de praxe por seu diploma nota 10, o professor perguntou:

---  Bem Pedrinho, você esta recebendo o seu tão sonhado diploma, não é mesmo?----Sim respondeu o aluno, hoje vou recebê-lo----Que vais fazer daqui pra frente?---- vou começar a trabalhar, e também quero achar alguém que me ame e casar, talvez até consiga ganhar muito dinheiro, e até seja no futuro um homem famoso----E depois?---Bem, depois quem sabe eu me aposente e viva feliz por muito tempo---E depois de tudo isso? ---Depois? bem, depois (..............) houve um silencio e, então o aluno disse: isso professor, não sei responder.

Quem sabe você também meu amigo leitor, esteja na mesma condição deste aluno, não sabendo como explicar o inevitável Depois” (Provérbios. 16. 1)O coração do homem pode fazer planos, mas a resposta certa dos lábios vem do Senhor. Quando estamos diante de tomar uma grande decisão na vida, é normal ficarmos indeciso qual caminho a ser seguido, e muitas vezes o conselho de um grande amigo nos ajuda tomar a decisão certa.
Qual é o teu melhor amigo? Aquele que você pode confiar até a sua própria vida?
(João 15. 13) Diz: “Que Jesus é o nosso melhor amigo, tanto o é, que Ele deu a sua própria vida para que nós pudéssemos ser salvos. No conselho Dele você pode confiar, e Ele disse: Vós sois meus amigos, se fazeis o que eu vos mando. Bem, o que Ele nos mandou fazer? Jesus o Mestre dos Mestres durante três longos anos todos os dias não fez outra coisa, senão nos dar conselhos e, eu vou deixar com você algumas das mais importantes mensagens do Senhor Jesus:


01- (João 5. 39) Disse Jesus: Examinai as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testificam de mim.
02- (Mateus 16. 26) Disse Jesus: Pois que aproveitará o homem se ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma ?
03- (João 5. 24) Disse Jesus: “ Em verdade, em verdade vos digo: quem ouve a minha palavra e Crê naquele que me enviou tem Vida Eterna, não entra em juízo, mas passou da morte para a vida.
04- (João 3. 16) Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, tenha a vida eterna.

Que o amor gracioso de Cristo Jesus, o faça entender seu precioso conselho.

Enéas Cândido de Lara

quinta-feira, 28 de junho de 2018

O imensurável e gracioso amor de Deus!

A OVELHA PERDIDA !

Texto básico: (Lucas 15. 3-7) 

 (João 3. 16) Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu o seu Filho unigênito, para que todo  o nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

Este é o imensurável,  grandessíssimo  presente que Deus nos deu . Realmente o cristão que pela graça de Deus foi escolhido, eleito para participar da mais linda, emocionante, história de amor, que precedeu a própria história, o tempo, e a criação do mundo, é uma pessoa diferenciada, especial, iluminada que, somente pode entender a grandeza dessa divina  revelação, aqueles para a qual ela foi destinada.
Jesus veio ao nosso encontro de forma tão simples, porém maravilhosa  assumindo a figura de um humilde e simples pastor que ama e cuida das Suas ovelhas. E para isso, Ele contou a parábola da ovelha perdida.
(Lucas 15. 3-7). Qual, dentre vós, é o homem que, possuindo cem ovelhas e perdendo um delas, não deixa no deserto as noventa e nove e vai em busca da que se perdeu, até encontrá-la? Achando-a, põe-na  sobre os ombros, cheio de júbilo. E, indo para sua casa, reúne os amigos e vizinhos, dizendo-lhe: Alegrai-vos comigo, porque já achei a minha ovelha perdida. Digo-vos que, assim, haverá maior júbilo no céu por um pecador que se arrepende do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento.
Você já parou para pensar nisso? Que por causa de mim e de você, o Céu um dia fez festa, que os anjos entoaram louvores se alegraram, porque um dia fomos buscados procurados e achados, trazidos pelo bom pastor ao aconchego do Seu redil. Se nós perguntássemos para os crentes, qual foi a sua experiência de salvação? Muitas seriam as respostas, mas uma só seria a verdadeira. Eu fui buscado, achado e trazido por Jesus. O mérito não foi nosso, a escolha não foi nossa, e nem estamos aqui porque nós decidimos, mas porque Deus decidiu. Disse Jesus:"Não fostes vós que me escolhestes a mim; pelo contrário, eu vos escolhi a vós outros e vos designei para que vades e deis frutos"(João 15.16)  A nossa escolha foi um propósito de Deus, uma decisão misericordiosa tomada antes mesmo da fundação do mundo.(Efésios 1.4)
Nós muitas vezes esquecemos de quem somos, do privilégio tremendo em que estamos vivendo neste mundo hoje, a fantástica experiência humana da concessão da graça de Deus. Somos forasteiros em terra estranha, aqui não é nosso lugar, fomos misericordiosamente escolhidos, chamados, buscados, adotados como filhos de Deus, através de Cristo Jesus para sermos, profetas, mensageiros, pregadores, luz do mundo e sal da terra, para que o mundo veja em nós o resplender do amor do nosso tão grande Deus, que transforma vidas mortas, inúteis para glória do Seu reino. 
Há...se você ainda não descobriu quem é? O que está fazendo aqui? E para onde vai? Comece Orar, buscar, insistir, bater porque Jesus disse: Por isso, vos digo: Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á. Pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e a quem bate, abrir-se-lhe-á. (Lucas 11. 9).

Por isso, a  nossa alma anseia o final do nosso exílio aqui, para voltarmos a nossa casa paterna. Esse deve ser o sentimento de todo aquele que vive pela esperança da vida eterna.  Aqui neste mundo, viemos por uma sagrada missão, de sermos filhos do Deus Eterno para vivermos em testemunho do Seu grande amor manifestado em Cristo Jesus. Muito embora, estejamos passando temporariamente pelo vale sofrível, tenebroso deste mundo, o certo é que estamos caminhando para a glória, para o descanso eterno, para as delicias das moradas do altíssimo, e isso não tem nada que se possa comparar. O apostolo Paulo disse:"Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam"( 1 Coríntios 2. 9).
E o interessante dessa história toda, foi que Deus providenciou tudo, antes mesmo da fundação do mundo. E que nós possamos reconhecer todas essas bênçãos que cerca nossa vida e glorificar o Nome Santo de nosso Deus. 

Que Deus te abençoe, em Nome de Jesus!
Enéas Cândido de Lara

segunda-feira, 25 de junho de 2018

O DEUS QUE SE DEIXA CONHECER!



Os céus proclamam a gloria de Deus, e o firmamento anunciam as obras de suas mãos( Salmo 19. 1) 
Deus é o Criador de todas as coisas, mesmo porque o Seu poder e amor estão implícito nas maravilhas de suas criações. Assim, também, como o homem tem deixado para sua posteridade as suas grandes descobertas científicas, tecnológicas e tantas outras, escrevendo livros. 
Também o Deus  Criador de todas as coisas  deixou  gloriosamente visíveis, palpáveis duas grandiosíssimas obras, que nós chamamos   de  dois grandes “Livros”.

 Primeiro: A Criação do mundo
 Segundo: A Bíblia sagrada.

A inteligência humana na pessoa de seus pesquisadores, cientistas, astrônomos as vezes ficam embaraçados, perplexos diante da perfeição do Universo, e do poder Criador e organizador que se verifica na origem do mundo. Somente estes mistérios são compreendidos   através da fé. Diante de tão grande complexidade e, da exatidão acrescida das belezas naturais, o crente discerne a grandeza e a perfeita sabedoria do Criador dos Céus e da terra nas maravilhas de suas obras.
A beleza da natureza transmite a bondade e a misericórdia de Deus, quando por exemplo; os Céus abrem as suas comportas trazendo a benção das chuvas nas estações próprias, fazendo a fertilização do solo em abundantes colheitas para alimentação do povo.
 Porque são muitos os homens que se recusam crer em Deus? Pela simples razão que se o fizerem, isso implicará forçosamente em se submeterem a Ele, pois como Criador de todas as coisas, tem Ele o direito sobre todas as obras de suas mãos. Contudo, o homem natural é dominado pelo orgulho do pecado, que o faz cego impedindo-o de que o veja com seus olhos o grande Deus de amor que se faz conhecer através das obras de suas mãos.

Graças a Deus, que o povo de Deus jamais se deixará influenciar pelos argumentos insanos do mundo caracterizados pela falta de respeito aos direitos do Criador, porque a loucura dessa insubordinação levará o homem a destruição e a ruína em todas as áreas de sua vida.
 A palavra de Deus, a Bíblia Sagrada, nela Deus nos revela Seus segredos, e se deixa conhecer aos homens que o honram, e que o servem com temor e tremor.
O mistério mais grandioso, imensurável é quando por nos amar com um amor até incompreensível se fez carne, nascendo em Belém da Judeia em uma humilhante e desconfortável estrebaria. Aqui, sujeitando as limitações naturais da nossa existência, viveu entre nós, passou fome, sede, tristeza, foi abandonado, desprezado, perseguido, chorou o nosso choro, morreu a nossa morte, mas ao terceiro dia RESSUSCITOU EM GLORIA, vencendo os grilhões da morte para nos garantir a vida e a vitória da nossa tão grande salvação.
Que antiga e tão grande  história de amor é a nossa!  Pois fomos escolhidos por Deus antes da fundação do mundo como está escrito em (Efésios 1. 4) Assim como nos escolheu, nele, antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis perante ele; e em amor nos PREDESTINOU para ele, para a adoção de Filhos, por meio de Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua vontade”.
Se por acaso você ainda não crê nesse tão grande Deus de amor, que se revela tão enfaticamente através da visível natureza, eu te peço olhe para a beleza e o mistério de um Céu estrelado, para a beleza das flores, do mar, florestas, animais enfim para toda a criação que nos fascina e encanta. E, se não puder ver Deus em tudo isso, então ore e peça que Ele abras os seus olhos para que veja, e te conceda a maior de todas as conquistas que um ser humano poderá ganhar nesta vida, a salvação de sua alma.
 Que o Deus de toda graça e misericórdia te abençoe, em nome de Jesus Amém!

 Enéas Cândido Lara