segunda-feira, 20 de março de 2017

quinta-feira, 16 de março de 2017

Disse Jesus:"IDE POR TODO O MUNDO E PREGAI O EVANGELHO A TODA A CRIATURA"(Marcos 16. 15). Mas o que é evangelho? Evangelho é a boa nova de salvação. Então, Jesus mandou que nós pregássemos exclusivamente Salvação, porque a Sua vinda ao mundo foi por um único objetivo; pagar no suplicio daquela maldita Cruz o preço do pecado daquele que crendo no Seu sacrifício, seja salvo da condenação eterna.(Jesus não morreu numa maldita cruz pagando o maior de todos os preços, para te dar vitória financeira,riqueza,conquistas, boa vida, isso Não! foi por imensurável e grandioso amor manifestado, que te escolhendo antes dos tempos eternos, veio para pagar o preço do teu pecado, comprando-te para Deus.(Apocalipse 5.9) 
É muito triste ver que muitos pregadores hoje, estejam esquecendo disso, em vez de pregarem a Cruz, o arrependimento, novo nascimento, a renuncia estejam mais interessados na prosperidade, na cura divina, nos bens materiais........e mais precisamente, na glória do aqui e agora. É.....os falsos profetas que  infelizmente continuam por ai.  Ouçam o conselho do seu melhor amigo, que disse:"Examinai as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testificam de mim"(João 5. 39) Não se deixe enganar por uma falsa mensagem que, ao invés de confrontar o nosso pecado, procura massagear o nosso "Ego" com palavras de falsas promessas. Esteja precavido. Que Deus te abençoe, em nome de Jesus!

Enéas Cândido de Lara

quarta-feira, 15 de março de 2017

(I Corintios 6. 20) Porque fostes comprados por preço. Agora, pois, glorificai a Deus no vosso corpo!

Nisto é glorificado meu Pai, em que deis muito fruto; e assim vos tornareis meus discípulos. (João 15. 8)

Todos nós que um dia recebemos Jesus Cristo como nosso salvador, temos a grande alegria de estarmos navegando por águas tranquilas, na esperança segura da nossa salvação, que nos foi conferida antes da fundação do mundo. É isso que o apostolo Paulo nos diz em (Efésios 1. 4). Que grande conforto espiritual, é termos esta certeza que o nosso relacionamento com Deus  precedeu o tempo, a historia e, a própria criação do mundo.
Entretanto, nós não fomos chamados, escolhidos, eleitos, só para ficarmos desfrutando dessa maravilhosa graça, comodamente de braços cruzados, a sombra de uma frondosa arvore, olhando o descortinar do horizonte. NÃO!, este descanso é prometido a nós por Jesus, quando deixarmos este vale de lágrimas e, formos para sempre com Ele morar. Ai então, teremos o prometido descanso. No entanto, enquanto aqui estivermos neste mundo, o que Jesus nos ordenou a fazer  foi; muito trabalho, muita luta, muita semeadura, ininterrupto labor na sua seara .
Mateus 9- 37. Jesus disse: “Os campos estão brancos para seiva, mais são poucos os trabalhadores”. Se você meu irmão, sente-se um vitorioso em Cristo Jesus, na (eleição do seu chamamento).  Então, fique sabendo de uma coisa; que nesta seara não tem espaço para aqueles acomodados, e desafeiçoados ao trabalho. Deus não aceita em suas trincheiras homens e mulheres que não estejam engajadas por um objetivo único, que é servir ao Senhor, nem que isto lhe custe a própria vida. Porque, não há convencimento maior para nós enfrentarmos essa batalha, do que um amor maior, entranhado no mais profundo do coração, que seja a alegria de estarmos servindo a causa de Cristo Jesus, nosso Senhor e Mestre, certos do glorioso galardão que vamos receber naquele  dia.
Qual foi a missão que Jesus nos incumbiu a fazer? (João 15. 8) NISTO È GLORIFICADO MEU PAI, EM QUE DEIS MUITO FRUTO, E ASSIM VÓS SEREIS MEUS DISCÍPULOS” O que Jesus esta dizendo aqui é, que não tem outro jeito, não tem outra alternativa, outra possibilidade de agradarmos a Deus, se não for através da nossa dedicação, do nosso esforço pessoal no trabalho incansável do Seu reino. E o imperativo desta missão nossa, é produzir frutos, porque foi exatamente para isso que nós fomos chamados. (João 15-16) disse Jesus; Não foste vós que me escolhestes a mim, PELO CONTRARIO, eu vos escolhi a vós outros e vos (designei para que vades e deis frutos.) Jesus foi muito claro e objetivo; tem que produzir frutos! (João 15- 1) disse Jesus; Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o agricultor. Todo ramo que, estando em mim, não der fruto, ele corta; e todo o que dá fruto limpa, para que produza mais fruto ainda. Na matemática de Jesus, frutos tem que ser abundantes!
A chamada de Jesus tem implicitamente a obrigação de uma resposta que se traduz em um resultado de um esforço, de incansável trabalho que Ele chama aqui de FRUTO!.
Após Jesus ter dito que o Pai  é exaltado glorificado, quando nós produzirmos muito fruto, Ele disse colocando num condicional  a exigência do Pai. E ASSIM...  tornareis meus discípulos. O ensinamento de Jesus aqui é, que para sermos seus discípulos TEMOS que produzirmos muitos FRUTOS. Como está a sua aljava? Está repleta de frutos? Ou ainda não produziu fruto nenhum?
Pense nisso!
E, que Deus  te abençoe em nome de Jesus!


Enéas Cândido de Lara

sábado, 11 de março de 2017

O mandamento requerido por Jesus:Crer e Observar!



A fé tem sido apregoada por muitos, como algo essencial que nos possibilita comunhão com Deus. Mas, só o ter fé sem que essa não o leve a desfrutar da intimidade, da comunhão, do gozo da presença de Deus na sua vida, é uma fé inócua, subjetiva como aquele que carrega um crucifixo no pescoço, tendo fé que ele vai o proteger. Entretanto, crê no crucifixo, mas não no crucificado. Isso  é uma tremenda contradição.  É preciso ter envolvimento, compromisso, transformação de vida e sobretudo; viver em obediência as leis do Senhor. Foi isso que Jesus Cristo nos ensinou, segundo (João 15.14) Vós sois meus amigos, se fazeis o que eu vos mando.
A nossa fé tem de ser vivida, demonstrada, através de atitudes, comportamentos, que comprovem a nossa real transformação de uma vida renascida, em uma nova criatura. Pois foi essa a pré-determinada condição que o Senhor Jesus Cristo estabeleceu: ...Em verdade, em verdade te digo que, se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus (João 3.3). O homem natural que ainda não passou pelo processo do Novo Nascimento, ele é um indigno pecador que Deus não se relaciona com ele. Porque o pecado o afasta de Deus. Veja o ensinamento do apostolo Pedro: (I Pedro 1. 14-17) Como filhos da obediência, não vos amoldeis às paixões que tínheis anteriormente na vossa ignorância; pelo contrário, segundo é santo aquele que vos chamou, tornai-vos santos também vós mesmos em tudo o vosso procedimento, porque escrito está: Sede santos, porque eu sou santo. Ora, se invocais como Pai aquele que, sem acepção de pessoas, julga segundo as obras de cada um, portai-vos com temor durante o tempo da vossa peregrinação. 

Em contrapartida, lembramos que o diabo tem muito mais fé, do que qualquer um de nós, porque ele conhece o poder e a glória de Deus de vivida experiência antes de pecar. Contudo, o seu terrível pecado tirou-lhe a capacidade de arrependimento e submissão, sendo assim;condenado a perdição eterna.
Convido à que ouçam este vídeo e, a bela mensagem deste hino (110-A do hinário Novo Cântico)
Que Deus te abençoe, em nome de Jesus!


Enéas Cândido de Lara

quarta-feira, 8 de março de 2017

O pré-estabelecido Condicional de Jesus!



“Em verdade, em verdade vos digo que, se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus”.(João 3. 3)

O nascer de novo é um processo divino,  irrevogável, imprescindível para alguém que almeja ganhar o reino dos céus. Como conseguir isso? Esse milagre é obra exclusiva da graça de Deus, não é algo conquistável por mérito humano, e nem tão pouco por nossas boas obras. É escolha de Deus, decisão da Sua graça e, isso independe da vontade do homem. Não confundir "suposta Conversão", com a mudança de natureza.

Na suposta “conversão” o homem continua sendo o mesmo com as mesmas inclinações e desejos carnais, mas o nascido de novo é nova criatura. Isto é; tem que haver mudança radical. O nascido de novo tem nojo, aversão do pecado mesmo porque a velha natureza já não existe mais. O que habita nele é o Espírito Santo de Deus que por concessão graciosa lhe foi outorgado.  Isso não quer dizer que o nascido de novo não peca, mas que ao pecar; arrependido chora aos pés do Senhor e pede perdão!  Essa é toda a diferença 


Quando alguém nasce de novo, ou, como Senhor Jesus disse; nasce do Espírito”, ninguém consegue observar como isso acontece. O processo de transformação escapa ao escrutínio humano. Apesar de todo o progresso da ciência, e da engenharia genética ainda não é possível explicar exatamente como surge a vida natural na criação visível. O que dizer então da tentativa de explicar o milagre do novo nascimento.
Contudo, a incapacidade de compreender os processos espirituais não significa que eles não sejam reais. Não são mera imaginação. O novo homem, pode ser conhecido através da mudança na forma com que a nova vida os conduz, em seus atos e atitudes .Saulo de Tarso, conhecido como o apostolo Paulo, é um excelente exemplo. Após ter encontrado com o poder irresistível de Cristo glorificado no caminho de Damasco, ele cai por terra, vencido, humilhado, prostrado, beija o pó da terra, e então pergunta: Quem és tu Senhor”? E a resposta foi : Eu sou Jesus a quem tu persegues.
Naquele exato momento o milagre acontecia. Morria a natureza humana do homem perseguidor Saulo, para nascer um novo homem o grande apostolo dos gentios. (Atos 9. 6)  Aquele que antes perseguia os Cristãos, agora era um deles e os amava profundamente. De perseguidor passou a ser perseguido.
O novo nascimento provocou uma completa revolução na maneira de viver de Paulo, Ele era um novo homem, e todos, tanto amigos como inimigos, testificavam essa verdade.
Querido irmão e amigo leitor, você de igual modo já teve um encontro verdadeiramente com Cristo? No que esse encontro mudou a sua vida ? As pessoas que vivem ao seu lado tem notado essa transformação?
Veja, o pré-julgamento que o Senhor estabeleceu: Se não nascer de novo não entra no reino dos céus”.
 Pense nisso!......E que a misericórdia e a graça do Senhor Jesus te abençoes!
Enéas Candido Lara

domingo, 5 de março de 2017

Deus é Onisciente, Onipotente e Onipresente e que; Se deixa conhecer !


Para onde me ausentarei do teu Espírito? Para onde fugirei da tua face?.
( Salmo 139. 7)
Quando o homem descobre o imensurável da grandeza de Deus, e seu olhar que perscruta o recôndito mais entranhado de nossas vidas, é algo desconcertante saber que tudo Ele sabe a nosso respeito, acima de tudo, até aquilo que ainda nem  pensamos, e nem fizemos. Então, isso poderá trazer a consciência de alguém um peso que lhe tira a paz, até que essa culpa seja confessada, e assim, encontre descanso e alegria do Seu perdão.
Mesmo porque, como escapar deste penetrante olhar? Para onde fugir do teu Espírito, ou para onde me esconder da tua face? Diz o Salmista Davi. Se dia e noite, em cima e embaixo, “nas extremidades da terra”, em todas as partes, a mesma presença invisível nos cerca. Para não pensar nisso, muitas são as tentativas que os homens procuram como: multiplicar as atividades, os argumentos, as viagens, distrações, sem, contudo poder  encontrar nelas a paz para suas  consciências.
 Entretanto, quando o homem se rende ao poder irresistível, divino, do olhar de Deus, e percebe que a ação de Deus não é condenar, reprimir os descaminhos e pecados, que não está nos céus com o dedo em riste para apontar teus defeitos, mas é amor manifestado de um Deus que nos amou antes mesmo da fundação do mundo. Então, podemos compreender e aceitar alegremente o Seu agir em nós. O (V. 14)Maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem”. Assim, o homem reconhecendo a sua insignificância, e total dependência que tem Dele, escuta a Sua  palavra e admira os Seus pensamentos. Quando olhamos para o milagre da gestação, e a formação no ventre materno, então podemos fazer “coro” com o Salmista Davi (v.13-14) Pois tu formaste o meu interior, tu me teceste no seio de minha mãe. Graças te dou, visto que por modo assombrosamente maravilhoso me formaste; as tuas obras são admiráveis”. Se o nascer de uma vida humana nos surpreende, quanto mais o nascer da nova vida recebida por graça e fé através de Cristo Jesus! Aquele que antes fugia temendo o olhar divino, agora vivendo em novidade de vida, se aproxima com profunda reverência e gratidão.
Então, pode pedir que Deus o sonde, esquadrinhe, vasculhe todo o seu ser, afim de que nada possa alterar a paz e a alegria da comunhão com Ele. É justamente isso que Davi pediu:Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração”(v.23) Viver na comunhão com Deus, e tendo a doce paz e a  liberdade de filhos Seus, não tendo nada o que esconder, pois o sangue de Cristo Jesus já nos lavou de todas as nossas injustiças e pecados. Então, isso, é a maior de todas as conquistas humanas que o homem poderá ganhar nesta vida.
Que a graça de Cristo Jesus o Senhor, abençoe a tua vida!

Enéas Cândido de Lara

quinta-feira, 2 de março de 2017

QUEM É O TEU REI ?

Texto básicoTem no seu manto e na sua coxa um nome escrito: REI DOS REIS E SENHOR DOS SENHORES.
(Apocalipse 19. 16)

Estamos vivendo na modernidade de uma sociedade humana, em que poucos são os países em que existem o regime monárquico. Ou seja; com palácios, reis, rainhas, príncipes, princesas, e toda a pompa dos cerimoniais etc. A Inglaterra é um país que mantém essa conservadora tradição. Os súditos sentem afeto, carinho por sua rainha, contudo apesar de toda a sua majestade real, a rainha não tem o poder de decisão, é um honroso posto que se mantém tradicional, porém figurativo. Pois, todo o poder é delegado ao primeiro ministro. A rainha reina, mas não governa! É respeitada, mas não tem autoridade, faz discursos, mas não determina leis.

 A despeito dos regimes governamentais, todo o ser humano quer queira, ou não, é súdito de um reino. De qual reino você é súdito? Do reino deste mundo, ou do reino dos céus? O Senhor Jesus disse: “Quem não é por mim é contra mim; e quem comigo não ajunta espalha”. Ou seja; ou está comigo, ou contra mim” (Mateus 12. 30) Se você é súdito do reino dos céus, tem que obedecer as leis desse reino cujo Rei é o Senhor Jesus. O qual tem todo o poder na terra e céu, e assim, estabeleceu as suas diretrizes:  Vós sois meus amigos, se fazeis o que eu vos mando. (João 15. 14). No reino dos céus as bênçãos são indescritíveis e eternas e, o gozo é para sempre vivendo não simplesmente como um agregado celestial, mas como filho do amor adotivo na casa do Pai.
Agora se você escolher o reino deste mundo, e a sua gloria e prazeres, saiba que este reino está nas mãos do diabo, foi isso que ele disse a Jesus quando da tentação no deserto: “Tudo isso te darei se, prostrado, me adorares(Mateus 4. 9) A despeito da beleza, do fascínio sedutor aos nossos olhos carnais; essa gloria do mundo é ilusória, instável, passageira e finita, assim como; um conto que se conta depressa, ou como o desabrochar de uma linda flor no amanhecer, mas a tarde murcha e cai. 
Não é preciso ser um matemático para saber que é melhor a estabilidade da eterna vida na gloria dos céus junto a Deus, do que a instabilidade de poucos anos vividos neste mundo e, passar a eternidade na condenação do inferno.
Jesus Cristo é Rei, Senhor absoluto de todo o poder na terra e céu, mesmo porque Ele é o seu criador“Pois nele foram criadas todas as cousas, nos céu e sobre a terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam soberanias, quer principados, quer potestades, tudo foi criado por meio dEle e para Ele.(Colossenses 1. 16) Ouça a segurança do amável convite que Ele te faz:” Em verdade, em verdade vos digo: quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou tem vida eterna, não entra em juízo, mas passou da morte para a vida”(João 5. 24). E disse mais: "Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim(João 14. 6).

 De qual reino você é súdito? Se é desse mundo, então está livre e solto, descompromissado para viver a vida aproveitando os prazeres e as alegrias enquanto elas durarem...... Mas, se é do verdadeiro e eterno reino do qual Jesus é Senhor e Rei, então a obediência aos ditames da sua santa lei são imprescindíveis. Porque, quem diz que o ama, mas não obedece, estará zombando do Seu Senhorio e desprezando a Sua oferta sacrificial na cruz do calvário.
 Pense nisso, e decida-se pelo verdadeiro e eterno reino o do Senhor Jesus Cristo. Que Deus te abençoe, em nome de Jesus!
 Enéas Candido Lara
Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger