segunda-feira, 27 de setembro de 2010

O QUE FAZER QUANDO NÃO SE TEM O QUE FAZER















TEXTO BÁSICO: (2 Crônicas 20. 12).




Josafá aqui em sua oração faz uma confissão dramática a Deus. Quando ele fica sabendo do imenso exercito inimigo que se aproximava de Judá e, pode sentir que não tinha nenhuma possibilidade de se defender, no (Ver. 12) ele em sua oração diz a Deus: “Em nós não há forças para resistirmos”. Ou seja; estamos perdidos!.

Eu conheci um casal que tinha um filho único. Ele era universitário tinha 20 anos, era o orgulho daquele casal. Um dia ao atravessar uma avenida movimentada ele foi atropelado por um ônibus, levado ao hospital, e ali, o pai e a mãe aguardavam o boletim médico sair. De repente a porta é aberta e o médico com um papel na mão chega olha para aquele pai, para aquela mãe e, com aquele gesto terrível ao balançar a cabeça, querendo dizer; não há mais nada que possamos fazer.

Que noticia desconcertante, que sentimento de impotência, de nulidade abarca nossas vidas numa hora dessas, quando descobrimos a nossa vulnerabilidade e limitação. Josafá se encontrava num momento crucial, sem nenhuma alternativa e em oração ele dizia isso a Deus; “NÓS NÃO SABEMOS O QUE FAZER”.

O QUE FAZER QUANDO NÃO SE TEM O QUE FAZER?......

Quantas pessoas tem deparado diante de situações adversas, que as forças humanas, a tecnologia, a ciência, o dinheiro, religiosidade, nada pode resolver o problema e, então, essas pessoas entram em desespero diante do inevitável. Como é diferente para o homem que tem por defesa o Deus dos exércitos, o Senhor dos Senhores e, que na sua misericórdia se refugia e a sombra das suas asas procura abrigo.

Deus é um Deus de grande explicitude de misericórdia e amor, que esta disposto a interferir nas leis naturais da vida e, fazer que o impossível venha acontecer. Como por exemplo aconteceu com o povo de Israel a margem do mar vermelho.
(Êxodo 14. 15)
humanamente não existia nenhuma possibilidade de escaparem, Deus sobrenaturalmente abre mar vermelho e o povo passa a pés enxutos.

(Daniel 6.16) Semelhantemente Deus agiu, fechando a boca dos famintos leões da cova do rei Dario, e quando Daniel foi jogado ali, não sofreu nenhum mal.

(Daniel 3. 20) Deus faz de uma fornalha de fogo ardente, aquecida sete vezes mais, em um lugar aprazível onde Sadraque, Mesaque e Abede-nego passeavam lá dentro, tendo por companhia a presença do anjo do Senhor.

(Isaías -43 -13) diz o Senhor;” Ninguém há que possa livrar alguém das minhas mãos, agindo eu, quem impedirá ?.

Que grande diferença é do homem que teme ao Senhor e nele deposita a sua confiança. (2Crônicas 20- 3) diz que Josafá, ao saber do cerco que os seus inimigos faziam contra ele e que não tinha como se defender, o (Ver. 3)diz que “JOSAFÁ TEVE MEDO”. O ter medo não é pecado, o pecado é deixar-se vencer por ele. (1 João 4 -18) diz; “No amor não existe medo, o medo produz tormento, logo aquele que teme não é aperfeiçoado no amor”.

Em contrapartida, todos nós humanos que somos, temos o privilégio de ter nossos medos e, por causa deles, nós escapamos de muitos perigos, assaltos, seqüestros e coisas assim que existe por ai, porque pelo medo nós tomamos as devidas precauções. O medo é uma reação espontânea de defesa que protege a vida. Isso acontece com todo ser vivo, mas, existe o medo que demonstra falta de fé, de confiança na provisão divina. É aquela insegurança que provoca tormento, angustia, aflição da alma, perturbação da mente, (isso é pecado).

Deus não gosta de gente covarde, medrosa.( Juizes 6 .11) Nós vemos que o povo de Israel estava subjugado pelos Midianitas e, Deus resolve escolher um homem que liderasse a libertação do seu povo. Então, este versículo diz que o anjo do Senhor foi enviado a um homem chamado Gideão e, quando o anjo chegou, veja que saudação ele fez: “O Senhor é contigo homem valente!”.E quando Gideão já tinha escolhido seu exército, Deus disse a ele; Mande voltar para casa todos os que forem tímidos e medrosos.

Há irmãos!, para entrarmos no exército de Deus, temos que ser valentes, destemidos, porque a batalha mais difícil, a mais cruel, o inimigo mais persistente, incansável que temos que enfrentar,“SOMOS NÓS MESMOS (Gálatas 5- 17) diz; “Porque a carne milita contra o espírito, e o espírito contra a carne”, é uma luta incessante e nessa BATALHA só é vencedor aquele que tem destemor, certeza da vitória por uma fé alicerçada no General Cristo Jesus.

Disse Jesus: “Aquele que quiser vir após mim, negue-se a si mesmo tome cada dia a sua cruz e siga-me”. Josafá foi sim um homem valente. Mesmo a despeito de ter sentido medo, ele demonstrou valentia, porque no momento em que não se tinha mais o que fazer, ele recorreu ao senhor dos exércitos, o Deus poderoso nas batalhas aquém ele confiava e, por causa dessa esperança, dessa fé, não foi permitido que sua oração terminasse aqui. Mas, ele continuou orando e disse: “
NÓS NÃO TEMOS O QUE FAZER, POREM OS NOSSOS OLHOS ESTÃO POSTOS EM TI”

Este é o grande segredo, o diferencial que o homem de Deus tem. Pois quando não existir mais nenhuma esperança, nenhuma solução e, que tudo parecer perdido, o homem de Deus pode contar com o sobrenatural do Senhor.
(Salmo 37 -5) diz: “Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele, e o mais ele fará”. Não é só dizer Senhor toma conta de mim, da minha vida quando tudo estiver correndo bem, o que Davi esta dizendo aqui, é que quando as tempestades e maremotos da vida atingir a nossa vulnerável embarcação, quando as ameaças de impolutas ondas de enfermidades, dores, angustias e até a morte chegar, Davi manda-nos confiar, isto é, aprender a descansar no Senhor. Ainda que abundantes sejam as lágrimas, o medo, e o temor tentem-nos desestabilizar, o Senhor Jesus nos diz; Que nós já somos mais do que vencedores por sua imensurável graça!..

domingo, 19 de setembro de 2010

SALVAÇÃO: EXCLUSIVIDADE DOS ELEITOS!

TEXTO BÁSICO. (João 10. 27) “As minhas ovelhas ouvem a minha voz eu as conheço; e elas me seguem”.


Nós conhecemos a conseqüência desastrosa do pecado de Adão e Eva no paraíso. Nós sentimos hoje os influxos na própria pele, o resultado desta tremenda tragédia . Adão e Eva, foram criados sem pecado e a semelhança dos anjos viviam no paraíso sendo Santos. Entretanto, após o pecado cometido, foram expulsos do jardim, porque agora eram pecadores, indignos, infiéis trazendo para toda a raça humana a conseqüência desastrosa da sua infidelidade. Mas, isso, não é todo o mal que aconteceu!. O pecado trouxe a existência de uma nova criatura, (O filho do diabo). Do ventre agora pecaminoso de Eva, nasceram duas sementes.----Isto é; duas gerações. Os filhos de Deus, e os filhos do diabo.


Será isso verdade?. (1 João 3. 12) diz: “Não segundo Caim, que era do Maligno e assassinou a seu irmão” Veja!... ele não tornou-se do maligno por ter assassinado seu irmão, mas, por já ser do maligno desde o ventre é que matou a seu irmão.

Aqui, começou a existir dois tipos de homens no mundo.----OS FILHOS DE DEUS.---- e os FILHOS DO DIABO. Os inscritos no livro da vida para salvação e, que tiveram a sua eleição antes da fundação do mundo. (Efésios 1. 4) diz Paulo; “Assim como nos escolheu Nele antes da fundação do mundo, para sermos Santos irrepreensíveis perante ele, para adoção de filhos, por meio de Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua vontade”.
Como também, depois do pecado Deus ter criado aquele homem procedente da malignidade do ímpio Caim. Os quais, não foram eleitos para salvação, muito pelo contrario, são frutos da resultante desobediência dos nossos primeiros pais.


Como vamos entender isso?.....


(Romanos 9. 22) diz Paulo:” Que diremos, pois, se Deus querendo mostrar a sua ira e dar a conhecer o seu poder, suportou com muita longanimidade os vasos de ira (PREPARADOS PARA A PERDIÇÃO). ou seja; eles não tem nenhuma chance, por que foram criados para esse fim . Todo Ser humano é criatura de Deus. Mas, Filhos ! são só os eleitos que tiveram a sua escolha antes da fundação do mundo. (Efésios 1. 4)diz:. “Assim como nos escolheu, nele, antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis perante ele; e em amor nos predestinou para ele”. Assim, pois, não depende de quem quer, ou de quem corre, mas de usar Deus a sua misericórdia. (Rom. 9. 16). Aqui então fica muito claro, que Deus criou um homem para ser salvo e, outro para ser condenado.

Para pessoa que a primeira vista discorda deste posicionamento que aparentemente é tão drástico tomado por Deus, veja os versículos (20- 21) “ Quem és tu, ó homem para discutires com Deus?!. Porventura, pode o objeto perguntar a quem o fez: Por que me fizeste assim?. Ou não tem o oleiro direito sobre a massa, para do mesmo barro fazer um vaso para honra, e outro para desonra?. Para um homem Deus aplica tão somente a justiça que os seus atos merecem, ou seja; Condenação!. Mas, á outro Deus concede Misericórdia e graça, ou seja, favor imerecido. É a soberania do Pai nos seus divinos propósitos.

Nós temos convivido com as pessoas de raças e de continentes diferentes, de classes sociais também diferentes, num planeta terra que abriga hoje um pouco mais do que (6.5 Bilhões de pessoas) entretanto, andando pelas ruas muitas vezes não podemos identificar pela aparência, nenhuma anomalia exterior que indique que aquela pessoa é um inimigo, (Não nosso, mas, que é inimigo de Deus). Com exceções; dos homens que deixam extravasar a malignidade dos seus atos na pratica de crimes hediondos, como: impiedosos assassinos, seqüestradores, etc, etc.

No entanto, nós temos convivido com pessoas que são amáveis, caridosas, prestativas, de bom coração, pessoas que até fazem parte da nossa família, cresceram juntos de nós, e que temos estreito relacionamento com eles e, que embora não confesse a mesma fé nossa, é muito melhor relativamente em suas obras, do que muitos crentes que enchem muitas igrejas por ai. E as vezes a gente até diz;--- Essa pessoa só falta ser crente!.

(Mateus 25. 33)disse Jesus; Que no ultimo dia, o do julgamento, Ele como o pastor vai separar os cabritos, das ovelhas. Comece meu irmão a prestar a atenção no significado de cada expressão de Jesus a partir daqui.....
.
Primeiro. Jesus esta dizendo que no mundo tem homens que são completamente diferentes uns dos outros, muito embora, essa diferença não seja visível á olhos nus, (ou seja, á olhos humanos). Contudo, Jesus disse: Quando vier o filho do homem na sua gloria, ele vai Separar uns dos outros, como o pastor separa os cabritos das ovelhas. Porá as ovelhas a sua direita, mas os “cabritos”, a sua esquerda. Jesus usou a figura da ovelha para identificar o filho de Deus, como também usou o cabrito para identificar o filho do diabo.

(João 10. 27) disse Jesus: “As MINHAS ovelhas ouvem a minha voz”.

Primeira coisa relevante a observar é, que Jesus só chama ovelha que já lhe pertence.

Como explicar então a conversão de uma pessoa que pelos seus atos nefastos praticados, indicam ser ela um filho do diabo ? . E de repente, ela se converte, muda de vida, o que temos visto acontecer com ladrões, assassinos, seqüestradores etc.

“A VERDADE É, QUE NENHUM FILHO DO DIABO SE CONVERTE”!. O que converte é, aquela ovelha que nascendo no meio dos cabritos e, vivendo como cabritos, banqueteando dos manjares dos cabritos e, que tendo ainda que temporário prazer na sua infâmia, ela é ovelha, tem ouvidos de ovelha, tem sensibilidade de ovelha e que um dia a misericórdia graciosa do Senhor vai chamar, buscar, resgatar e quando ela ouvir a sua voz de amor, prontamente vai identificar, reconhecer e imediatamente vai deixar a vida nefasta de cabrito e, correr para os misericordiosos braços do bom pastor.---- Isso aconteceu na minha vida, na tua e de todos os que hoje vivem na graça de Cristo Jesus.


Veja Bem meu irmão!. Nunca Jesus disse que chamaria os cabritos do mundo, para os transformar em ovelhas. Mas, Jesus disse que”Chamaria as suas ovelhas”. Mesmo porque, se ele chamasse os cabritos com voz de pastor que ele é, diz nos a história dos grandes criadores de ovelhas, que jamais cabritos vão entender a voz do pastor, pode o pastor ficar o dia inteiro chamando que nenhum cabrito vai atendê-lo, porque, não há compreensão, identificação, entendimento. ----Mas, as ovelhas entendem porque tem sensibilidade, natureza, ouvidos de ovelhas. Porém, isso não acontece com os cabritos, porque não entendem o chamar de um pastor.

(João 10. 26) disse Jesus; “Mas vós não credes, porque não sois das minhas ovelhas”.


Graças a Deus, porque um dia nós ouvimos o chamar de amor do supremo pastor e, corremos para os seus braços. E espero que você também tenha tido esta mesma experiência, você que é ovelha que pertence a ele, você é aquele que Deus o amou antes da fundação do mundo, para que vivendo estes dias aqui nesta peregrinação terrestre, pudesse testemunhar que é filho do Deus eterno, ovelha do seu pastoreio, até aquele dia em que ele vier nos buscar para com ele irmos morar para todo o sempre na gloria eterna. Amém.

ESPAÇO ABERTO PARA SEU COMENTÁRIO: Se você concordou com a mensagem, Aleluia!. Porém, se discordar, registre aqui seu pensamento. Usando exclusivamente o contexto Bíblico.

terça-feira, 14 de setembro de 2010

UMA VIDA VIVIDA COM DEUS !

Você realmente já aceitou Jesus como seu Salvador? Sente-se em seu coração que os vossos pecados estão perdoados? Já sentiu a experiência de (Romanos 8. 16) “O próprio Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus”. Já teve a experiência do novo nascimento?, Já sentiu a inundante alegria de viver para Deus? Se a resposta for positiva, há cinco coisas que deve pautar a tua vida:


PRIMEIRO: Você tem certeza da vossa salvação?.

Como pode ter certeza que esta salvo?---- Pela palavra de Deus. (1João 5.13) “Estas coisas vos escrevi, a fim de saberdes que tendes a vida eterna, a vós outros que credes em o nome do Filho de Deus. Atente para expressão do verbo usado por Paulo. Para que “SAIBAIS” que tendes Vida Eterna. No começo Paulo diz: “Estas coisas vos escrevi”. Ou seja; esta escrito. O Senhor Jesus disse (João 6. 37) “O que vem a mim de modo nenhum lançarei fora”. Veja bem a promessa gloriosa de Jesus? ----“DE MODO NENHUM”. Também esta escrito (João 1. 12) Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que crêem no seu nome .Veja; isso é promessa da palavra de Deus. Os vossos sentimentos podem mudar. Hoje você pode sentir-se Salvo, amanhã, talvez perdido. Mas não deixe-se guiar pelos vossos sentimentos. Orientai-vos pela palavra de Deus. Creia no que esta escrito, a palavra de Deus nunca muda. “A fé vem pelo ouvir e o ouvir pela palavra de Deus” (Romanos 10. 17) Ao ter a ousadia do acreditar, do ter fé é que o Espírito de Deus testificará com o vosso espírito de que sois filhos de Deus. E, assim, é que tereis a certeza da vossa salvação.

SEGUNDO: Torne-se publica a vossa fé em Cristo.


Tome atitude de um verdadeiro filho de Deus. De maneira nenhuma viva uma vida apagada, sem brilho, sem entusiasmo, sem expressar a alegria do ser agora filho do Deus eterno. Desfraldai o vosso estandarte, e vinde a campo. Proclamai Cristo em todas as oportunidades que tiver. Falai aos outros sobre a graça do Senhor Jesus. Não escondais a vossa fé por medo, ou por vergonha, tenha regozijo, alegria em ser um embaixador de Deus num mundo corrupto e, mergulhado no maligno. (Marcos 8. 38) “Porque qualquer que, nesta geração adúltera e pecadora, se envergonhar de mim e das minhas palavras, também o Filho do homem se envergonhará dele, quando vier na gloria de seu Pai com os Santos anjos”. Se você quer ser reconhecido, reconheça-O, confesse-O, publique-O e fazei-O imediatamente sem tardar.


TERCEIRO: Abandone a velha vida.


Agora o espírito de Deus habita em vós, já estais libertados dos vossos pecados. (1João 4. 4)”Maior é o que esta em vós do que aquele que esta no mundo”. (2Corintios 5. 17) “E, assim se alguém esta em cristo, é nova criatura; as cousas antigas já passaram; eis que se fizeram novas”. Nós passamos a ter uma nova natureza, que ama a justiça e odeia a iniqüidade. E isso só pode acontecer com a ação misericordiosa do espírito Santo. (Rom. 6. 14) “O pecado não terá domínio sobre vós”. Você deve ficar com a justiça, e abandonar o pecado. Voltar-lhe as costas. Afastai dele. Faça suplantar a vossa vida regenerada, aborrecei o mal e apegai- vos ao bem. (Rom. 12. 9) Fuja daquele pecado habitual, daquela fraqueza da carne. Destrua todo Cananita que ainda persista viver em você. Não tenhais mais participação com o pecado.(Salmo 66. 18) Se eu no coração contemplara a vaidade, o Senhor não me teria ouvido”. (Rom. 6. 12) Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, de maneira que obedeçais as suas paixões.


QUARTO: Viva uma vida de oração e estudo da palavra de Deus.


Quanto mais você ler a Bíblia, mais vontade terá de ler. Se quiser crescer em graça e encontrar com Deus, diariamente, disponha de tempo para oração, e estudo da sua palavra. Seja um Cristão Bíblico. Não deixe passar um dia sem a comunhão com Deus através da leitura da sua palavra.(1Pedro 2.2) “Desejai ardentemente, como crianças recém-nascidas, o genuíno leite espiritual, para que, por ele, vos seja dado crescimento para salvação”. (Salmo 119. 9) “De que maneira poderá o jovem guardar puro o seu caminho? Observando-o segundo a tua palavra”. Não deixe que as aflições da vida faça-o negligenciar a palavra de Deus, para que não esfrie vindo a cair em tentações.


QUINTO: Permaneça em atividade no serviço de Deus.


Aos ociosos, Satanás proporciona a possibilidade de pecar. Portanto, procurai estar sempre ativo no trabalho do Senhor. Seja distribuindo um folheto, seja participando de alguma forma nos trabalhos da igreja, ainda que seja o mais simples, faça-o de coração alegre. Quando estiver vivendo a vida secular, no trabalho, na comunidade social, no prédio em que mora, no transito, deixe através dos seus atos, do seu comportamento, o exteriorizar a luz que você é. Jesus disse: (Mateus 5. 14) “Vós sois a luz do mundo”, faça resplandecer essa maravilhosa luz para que as pessoas vejam que você é diferente, que você é sal da terra tem sabor, que você é filho do Deus eterno, que você foi comprado pelo mais alto preço pago na Cruz do calvário. Redimido, lavado, justificado, e elevado ao patamar glorioso de, herdeiro da gloria celeste por Cristo Jesus nosso Senhor.


Assim agindo estará crescendo na graça e no conhecimento de Cristo Jesus. E acima de tudo, cumprindo um ministério que o Senhor Jesus delegou para que seja aqui na terra uma testemunha sua a proclamar o seu reino, até ao dia que for chamado a tomar posse da herança eterna na gloria celestial para todo o sempre.

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

È GRAÇA, OU LIVRE ARBITRIO ?

.
(Mateus 11. 27). “Ninguém conhece o filho senão o Pai: e ninguém conhece o Pai, senão o filho. “E AQUELE A QUEM O FILHO QUIZER REVELAR”.

Há dias atrás fui tomado por uma grande decepção, porque ao ligar a TV, deparei com um famoso pastor, que pregava sobre o “Livre arbítrio” E dizia ele: Nós temos a liberdade para fazermos escolha, quando vamos a um magazine comprar uma camisa, um sapato, nós podemos escolher a cor e o modelo que quisermos, assim também, temos o livre arbítrio para escolher servir a Deus, ou rejeitá-lo.

A minha tristeza foi constatar que o deus daquele pastor, não é o Deus que eu conheço. O Deus da Bíblia. Aquele ali pregado, era tão pequeno, manipulável, dependente da nossa boa vontade em querer aceitá-lo, um deus que esta dependente da minha decisão, que esta lá no céu torcendo para que eu o aceite, um deus que perdeu a soberania, o poder sobre a criatura que criou, e que agora quem decide sobre a coisa mais importante da vida, que é a salvação da nossa alma, somos nós mesmos.

A doutrina pregada por aquele pastor, se firma no conceito de que, somos independentes de Deus para fazermos escolha. Deus não interfere em nossas vidas. Para achegarmos a Ele, temos que tomar iniciativa. É partir de um pressuposto que eu é que escolho Deus, é por vontade minha, decisão exclusivamente do meu “LIVRE ARBITRIO.”

Veja bem!; O salvo por Cristo Jesus, ele é um beneficiário de um dádiva divina, sem nenhum mérito próprio, foi somente por graça. De outra sorte teríamos que admitir
que após Deus ter mandado Jesus ao mundo, ter morrido, ressuscitado Deus tenha lavado as mãos, e tenha dito:------“Bem, Eu já fiz a minha parte, agora homens! é com vocês, se não quiserem ir para o inferno,creiam em Jesus e então serão salvos.


Não!....Não!..... essa terrível teologia do livre arbítrio, que é muito pregada por ai é demoníaca, infernal que restringe, limita, condiciona o imensurável amor de Deus a minha vontade. Isso começou no coração de Lúcifer ao pensar que tinha poder para decidir sobre a sua vida, veja (Isaias 14. 12/14). O pecado que Deus mais condena, que Deus tem ojeriza, é o ORGULHO. E quando dizemos que temos poder para decidir sobre nosso destino eterno é querer dizer, Deus!......... O poder é todo meu agora, eu que decido se quero te aceitar, ou rejeitá-lo, o Senhor perdeu autoridade sobre mim, agora sou independente de ti, eu é quem decido sobre a minha vida.-----Isso é uma afronta doutrinária contra a mais clara mensagem Bíblica. Veja em (João 6. 44) Jesus dizendo;


“Ninguém pode vir a mim se o Pai que me enviou não trouxer.” Essa expressão (Trouxer) no grego tem um significado de impingir, aplicar força irresistível, como pegar algo e arrastar. È isso que a graça de Deus faz com o seu eleito. Pode até parecer estranho o que estou afirmando, mais não é nenhuma heresia doutrinária,


muito pelo contrario. È com o coração inundado de jubilo e alegria pela maravilhosa graça, porque é, exatamente o que Deus faz com seu eleito, ele vai ser salvo, mesmo que até ofereça resistência ao seu chamamento, porque o designo de Deus, jamais poderá ser frustrado. Veja em (Jó 42. 2) diz: “(Bem sei que tudo podes, e nenhum dos teus planos pode ser frustrado”).
------ Por isso, Deus não fica lá no céu lamentando, Há!..... Eu queria tanto salvar o José, Eu amo o José ,mas ele não quer me aceitar, o que é que eu posso fazer com a vida do José?(estou de mãos amarradas) ele tem o Livre Arbítrio pra decidir, e eu tenho que me submeter a sua vontade.

Há!....isso seria atitude de um deus limitado, dependente, submisso a vontade humana. O nosso Deus é Onipotente, Onisciente, Onipresente, Aleluia ! tudo pode, tudo sabe, tudo faz e não há impossíveis para ele, sua vontade sempre foi, e sempre será soberana sobre toda a sua criação, inclusive sobre a minha e a tua vida, entenda isso pelo amor de Deus meu irmão!.

(Romanos 9. 15) Veja o que esta escrito aqui?.

“Terei misericórdia de quem me aprouver ter misericórdia e compadecer-me ei de quem me aprouver ter compaixão. Assim pois não depende de quem quer ou de quem corre, mas de usar Deus a sua misericórdia”. O que o apostolo Paulo esta dizendo, é que a salvação do pecador não depende do seu querer, nem do seu esforço pessoal, muito menos das suas obras, e nem tão pouco do seu famigerado “Livre Arbítrio”.

No (Ver. 18) diz; “Logo, tem ele misericórdia de quem quer e também endurece a quem lhe apraz”. O que esta dizendo aqui é que Deus usa de misericórdia para uma pessoa, e não usa da mesma misericórdia para outra, porque tudo é feito por sua vontade, o homem não pode fazer absolutamente nada, mesmo porque, só os eleitos, os predestinados é que serão salvos, e essa decisão foi tomada por Deus antes mesmo do homem existir.

----(Efésios 1. 4) diz: ‘Assim como nos escolheu, nele, antes da fundação do mundo, Para sermos santos e irrepreensíveis perante ele; e em amor nos PREDESTINOU para ele, para adoção de filhos, por meio de Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua vontade’.

Você entendeu meu irmão? Que o eleito de Deus já nasce predestinado, escolhido, separado ainda que ao nascer esteja longe de Deus e, que viva nesta condição a vida toda, haverá o momento sublime, gracioso em que o supremo Pastor por excelência, irá buscá-lo, e talvez a encontre ferido machucado, sangrando. Então, o pastor colocará em seus ombros e gostosamente trará de volta para a segurança do aprisco.(Lucas 15.5).

O eleito de Deus já nasce predestinado, como também o perdido nasce sem nenhuma chance de se salvar, pode até parecer dura demais essa afirmação, mais é o que (Romanos 9. 20) diz: “Quem és tu ó homem para discutires com Deus ?! Porventura, pode o objeto perguntar a quem o fez: Por que me fizeste assim?. Ou não tem o oleiro direito sobre a massa, para do mesmo barro fazer um vaso para honra e outro, para desonra? Que diremos, pois, se Deus querendo mostrar a sua ira e dar a conhecer o seu poder, suportou com muita longanimidade os vasos de IRA PREPARADOS PARA PERDIÇÃO. Afim de que também desse a conhecer as riquezas da sua gloria em vasos de misericórdia, que para gloria PREPAROU DE ANTEMÃO.

Veja bem, o que Deus esta dizendo!; que ele criou um homem para ser salvo e, outro para ser condenado, á um homem Deus usou de misericórdia na sua eleição, a outro porem aplicou a justiça, que pela transgressão merece a justa condenação.
(João 15. 16) disse Jesus: “Não fostes vós que me escolhestes a mim, pelo contrario, eu escolhi a vós outros”.

Que coisa gloriosa é saber que um dia no coração de Deus, lá no infinito dos seus propósitos criativos, na sua imensurável graça e misericórdia, ele dava seqüência a divinal e gloriosa criação do mundo e, para concluir a sua obra ele do pó da terra criada, ele molda com seus dedos o corpo humano e, soprando nas suas narinas o espírito de vida, disse:
“Façamos o homem a nossa imagem e semelhança”.

Quanta responsabilidade temos nós, em sermos representantes do criador aqui na terra e, acima de tudo saber que nossa historia com Deus é antiguíssima, precede mesmo até a criação do mundo. É isso que revelou a Jó, (Cap. 38) quando Jó atravessava aquele terrível sofrimento, ele começava a questionar com Deus o porque de tanta dor, de tanta desgraça, de tanta perda ,de ter-se transformado num asqueroso, fétido, repugnante ser, era só isso que Jó podia ver e sentir na própria pele.
Deus então aparece para Jó e, não passa a mão na sua cabeça, mas, lhe faz uma dura censura, e diz: ”Quem é esse que escurece a gloria dos meus desígnios com reclamações sem conhecimento?.”

Então, Deus disse a Jó; Eu pergunto e você responde. E desse diálogo a maior de todas as revelações Deus faz a Jó, quando perguntou:”Onde estava tu quando eu lançava os fundamentos da terra?. Quando eu trabalhava na criação do mundo? Responde se você tem entendimento? E diz para Jó ; Quem lhe pôs as medidas, se é que sabes?Ou quem estendeu sobre ela o cordel?. como foi que eu medi a terra? Em que base de sustentação ela foi firmada,? e quando chega aqui no (Ver. 7), então vem a grande revelação, Deus dizendo:

Quando as estrelas Dalva juntas alegremente cantavam, e rejubilavam todos os filhos de Deus.-----Sabe o que Deus estava falando? É que enquanto ele trabalhava na criação do mundo, o céu fazia festa, o coral angelical cantavam.( O termo usado aqui para estrela Dalva) é uma referencia atribuída a anjos, mais a grande revelação é a seqüência do versículo quando Deus diz;

“E rejubilavam todos os filhos de Deus.” Preste atenção que Deus não esta falando de anjos, mais sim de homens criados a sua imagem e semelhança. Se você tem certeza que é um filho de Deus, saiba que você também esteve lá mesmo que em espírito, é isso que Deus esta falando para Jó.-----“Jó eu não te abandonei, a nossa relação é antiguíssima”, preste atenção no versículo 21, quando Deus diz ; “ TU SABES PORQUE NESSE TEMPO JÁ ERAS NASCIDO”, e porque é grande o numero de teus dias”.Deus esta dizendo aqui, que Jó já existia em espírito, quando o mundo estava sendo criado, quando nenhum ser humano ainda existia, é isso que o texto diz com clareza.
Que revelação gloriosa é saber que a nossa historia com Deus não começou quando nós nascemos, ou quando fomos convertidos, mais ela precedeu o tempo, a historia, e a própria criação do mundo. A nossa verdadeira identidade ela é espiritual. Veja (Jó 10. 11) que diz; De pele e carne me vestiste, e de ossos e tendões me entreteceste. Este corpo diz o texto; è só uma roupagem perecível, temporária, enquanto em peregrinação aqui neste mundo estivermos.
Que nós não somos só esta carne, MAIS NÓS SOMOS ESPIRITOS, REVESTIDOS DESTA CARNE e, se aqui neste mundo viemos foi por concessão graciosa do Pai, servindo a seus propósitos eternos. Por isso, eu não tenho (Livre Arbítrio) para fazer escolha, NENHUMA porque nós já fomos escolhidos, fomos criados Nele, somos propriedade exclusiva Dele, e a nossa maior alegria, é amar a Deus, porque Ele nos amou primeiro.

Quando alguém sem conhecimento, arrogante, orgulhoso se atreve a afrontar a Deus dizendo que tem poder até para rejeitá-lo, é porque tal qual a Jó, só vê o seu umbigo, sua miserável vida humana. (Jó 38. 2) diz assim Deus: “Quem é este que escurece os meus desígnios com palavras sem conhecimento?”. É preciso ficarmos atentos para não sermos levados por ventos de doutrinas perniciosas, arrogante que nos faça pecar contra a misericórdia graciosa de Deus nosso Pai.

Sabedores que a nossa historia com Deus, precede a grandeza da criação deste mundo, porque fazemos parte de um plano seu, que começou lá na eternidade, e que ao vencer a nossa peregrinação aqui na terra, nós voltaremos para casa, de onde saímos um dia, para ficar com Deus para sempre na gloria eterna.

A Ele toda a gloria, para sempre. Amém.

terça-feira, 7 de setembro de 2010

O QUE FAREI PARA HERDAR A VIDA ETERNA ?.

Texto Básico (Marcos 10. 17)

O grande Ateu imprevidente, insensato chamado Voltaire, que viveu a vida zombando de Deus, sem se preocupar com a sua hora de passar desta vida para outra, teve um fim sofrível, dramático e terrível. A enfermeira que o assistiu no leito de morte, disse: “Nem por todo o dinheiro da Europa, eu quero outra vez assistir um incrédulo morrer”. Durante toda a noite ele vislumbrando a morte e, em desesperada agonia gritava por perdão.

Se Voltaire foi um incrédulo, um ateu, não fez nada para agradar a Deus, muito pelo contrario, ele não cria em Deus, este fariseu cria em Deus e a seu modo de ver, fazia todo o possível e, o impossível para ganhar a vida eterna. Ele tinha a preocupação inquietante dos homens de todos os tempos, com a grande indagação: (O QUE FAREI PARA HERDAR A VIDA ETERNA?) Foi essa inquietude que levou este fariseu até Jesus. Ele era um homem extremamente religioso preocupado com a vida eterna e, por isso, ele guardava toda a lei desde a sua juventude.


Diz o texto; que ele chegou á Jesus e ajoelhando-se, perguntou: “BOM MESTRE QUE FAREI PARA HERDAR A VIDA ETERNA?”.

(Eu fico pensando no privilégio deste homem, de poder ouvir dos lábios do próprio salvador, exatamente tudo o que precisava fazer para ganhar a vida eterna). Este fariseu era um homem admirável e, que perseguia como ferrenha meta o alcançar a salvação. Entretanto, aqui no (ver. 19) Jesus faz um certo tipo de “sabatina”, um teste ao descrever os mandamentos. Então, este fariseu respondeu: “Tudo isso tenho guardado desde a minha juventude”. Então, Jesus olhando para ele o Amou, e disse: “Só te falta uma coisa, vai vende tudo o que tens da aos pobres, e terás um tesouro nos céus”.


Então, aquele moço sai da presença de Jesus triste, pesaroso, frustrado porque era possuidor de muitas propriedades. No entanto, não era as suas posses, sua riqueza, o grande obstáculo, era aquilo que o olhar de Jesus pode detectar nele , em ele amar mais os bens materiais, do que a Deus.-----Há!.......como estar diante do olhar Santo de Jesus é algo desconcertante, é algo devassável, penetrante que desvenda o recôndito mais incrustado e profundo das nossas almas, cujo olhar não vê simplesmente a nossa aparência exterior nossos atos até louváveis, mas, vê a âmago oculto que se abriga no fundo de nossos corações.

Este fariseu na verdade, tinha um grande desejo, uma vontade de ganhar a vida eterna e, estava preocupado com isso e para tanto, ele fazia até o impossível, como guardar toda a lei. Com toda essa determinação ele achava que, se fosse preciso fazer sacrifícios ainda maiores, como ir além da própria lei, ele estaria disposto a cumprir. O que ele não sabia, era o grande entrave que obstruía esta tão desejada conquista. A despeito de todo o seu esforço, de toda a sua vontade, nós vamos observar que para ganhar a vida eterna é preciso muito mais do que ter vontade própria e, muito mais do que fazer sacrifícios. Ou seja, não é por força e nem por vontade, mas é pela graça mediante a fé.

O apostolo Paulo escrevendo aos (Efesios 2. 8) diz: “Porque pela graça sois salvos mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus. Não de obras, para que ninguém se glorie.”
Que tremenda revelação é essa, ao sabermos que primeiramente é graça, é eleição,é escolha, é chamamento exclusivo que partiu da misericórdia graciosa do Pai. O apostolo Paulo escrevendo aos (Romanos 8. 16) diz: O próprio Espírito(Santo) testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus. Não pode haver gloria maior para um crente que entregou a sua vida aos pés benditos de Cristo Jesus, e que foi invadido por essa paz, por essa certeza absoluta que não é respaldado em obras da carne, mas no sangue precioso de Cristo Jesus. Nós não podemos fazer absolutamente nada para merecer salvação, porque graça é favor imerecido que partiu da misericórdia de Deus, da sua iniciativa graciosa, sem que nós tivéssemos nenhum mérito em nossas ações, por mais devotadas e sacrificiais que elas sejam. Como por exemplo, fazia este fariseu.

O apostolo Paulo nos diz que tanto graça, quanto fé não vem de nós, não é algo conquistável por méritos humanos, mas é doação espontânea da misericórdia de Deus, a qual Ele nos designou antes dos tempos eternos. Aquele fariseu por mais elogiáveis ações que praticava, ele não era digno por isso de ganhar a vida eterna e, Jesus conhecendo o entrave maior da sua vida colocou-o em “cheque mate” quando disse: “Vai vende tudo o que tens da aos pobres, e terás um tesouro no céu”.

(Ai estava desvendado o entrave, o impedimento que o fariseu desconhecia).

Porque ao ouvir isso de Jesus, ele foi surpreendido ao descobrir que além do tão sonhado céu, da vida eterna, obsessão tão almejada da sua vida, ele tinha um outro amor incrustado no seu coração, tão grande, maior do ele pensava e, que era o seu amor aos bens materiais. Era tanto, que ele diante do desafio de Jesus, ele preferiu desistir do seu sonho, da tão sonhada vida eterna que com tanto sacrifício desde a sua juventude ele o perseguia.

O (ver.22) diz o texto: “Ele porém contrariado, retirou-se triste, porque era dono de muitas propriedades”. Neste episódio é importante entender que não era porque ele era rico, que ele foi advertido por Jesus, mas sim, porque ele amava mais a sua riqueza do que a Deus.(Mateus. 6.24) “Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de aborrecer-se de um e amar ao outro, ou devotará a um e desprezará ao outro.---Não podeis amar a Deus, e as riquezas”.

O senhor Jesus nos advertiu com respeito ao perigo dos bens materiais e disse (Mateus. 6. 19) Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a terra, mas ajuntai para vos outros tesouro nos céus----E no( ver. 21) ele diz: “Porque onde esta o teu tesouro, ai estará o teu coração”. Quando Jesus fala de tesouro, isso não significa só dinheiro, bens materiais, mas, tudo o que nós temos amado mais e em primeiro lugar, colocando Deus em segundo plano.

Será que nós muitas vezes não temos agido também como esse fariseu ?. Que entre Deus e nossa esposa, e ou, entre Deus e nossos filhos, nós temos colocado Deus em segundo plano?. Amado mais a nossa esposa, as mulheres aos seus maridos, os nossos filhos, a nossa casa, nosso emprego, nosso carro e, com essa atitude nós também estaremos em igual condição deste fariseu. (Isaias 42. 8) disse Deus: “EU NÃO DIVIDO A MINHA GLORIA COM NINGUÉM”. Ou Deus é absoluto senhor das nossas vidas, ou não será absolutamente de nada.


(Mateus. 6. 33) disse Jesus; “Buscai em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas as demais coisas vos serão acrescentadas”. Quando fazemos isso com toda a nossa FÉ entregando a ele as nossas vidas, sem nenhuma restrição e poder dizer; (Senhor toma conta da minha vida, dirige Senhor os meus passos, segundo a tua vontade). E quando o Senhor nos der vitórias, que saibamos ser agradecidos, e dizer a ele Obrigado Senhor!. Mas, se entretanto vier a nós a correção do Senhor, a vara, o chicote, o dolorido açoite que saibamos com resignação saber suportar, porque o final do sofrido vale, sempre virá a vitória, é o que nos prometeu o Senhor. E se é promessa de Jesus, podemos estar seguros, porque sua promessa jamais falhará.

Que a graça de Deus e o amor gracioso de Cristo Jesus abençoes a tua vida, meu amigo e irmão. Amém
Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger