segunda-feira, 15 de novembro de 2010

E FOI POR ETERNA MISERICÓRDIA !

(Lamentações 3. 22) “As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos”.

Quando retrospectivamente olhamos para o agir de Deus e, das suas misericórdias, quando ele ainda lá na eternidade no principio de todas as coisas, diz-nos o texto de (Gênesis 1. 2) “A terra, porém, estava sem forma e vazia; havia trevas sobre a face do abismo, e o Espírito de Deus pairava sobre as águas”.-----Ali nascia no coração de Deus, (digamos o “PROJETO TERRA”. Ou seja a criação do mundo.

Começou Deus então, a criar as maravilhas que hoje os nossos olhos podem contemplar, e são testemunhas. E no ver. (10) diz: “E viu Deus que isso era bom”. Mas Deus deixou por ultimo a criação mais importante, e a essa, ele despendeu todo o seu amor, toda a sua afeição e o coroou com um imensurável galardão (ver. 26) disse Deus: “Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança”. A palavra de Deus nos diz que entre os seus atributos Deus é: ONISCIENTE—ONIPOTENTE—ONIPRESENTE. Ou seja; Ele tudo sabe, Ele tudo pode, Ele tudo vê.


Aqui que nós começamos compreender ainda que seja só, um lampejo do que significa a palavra “MISERICÓRDIA”. Um atributo natural que brota fundamentalmente do seu coração divino, que é Amor em essência ilimitada. Quando Deus olhando para as trevas que cobriam a face da terra e, ela estava vazia, e sem forma, ou seja, não tinha sentido nenhum, Deus propôs em seu coração, “Eu vou criar aqui o mundo”. Para que você possa entender a palavra MISERICÓRDIA atributo divino da graça de Deus, eu quero ti dizer que Deus sabia antecipadamente as conseqüências, e o preço altíssimo que teria que pagar criando este “Projeto terra”. Mas acima de tudo, criando o homem o “Agente” causador da tremenda tragédia que maculou a sua criação.


----Na “planilha” do projeto de Deus, (digamos assim), foi orçado o preço que teria que pagar, ao dar seqüência na criação do mundo. Quando a Bíblia nos diz que Deus é ONISCIENTE, quer dizer, que é um atributo inerente da sua natureza divina, que sempre foi, e sempre será ONISCIENTE,( tudo Ele sabe.) Ou seja, passado, presente, e futuro para ele são a mesma coisa. Nada lhe surpreende, como também não lhe foi surpresa a conseqüência irreversível, desastrada da infidelidade de nossos primeiros pais. Por isso, o foco do nosso pensamento aqui, é convergido para a expressão imensurável, divina, graciosa da natureza do nosso grande Deus, que apesar de todos os pesares, usou-nos de (Eterna Misericórdia) . A misericórdia de Deus, é algo inatingível, incompreensível frente a nossa limitação humana, de poder entender a profundidade do seu Amor e dos seus propósitos criativos. A despeito, de saber as conseqüências e o preço que essa criação haveria de lhe custar.


(Apocalipse 13. 8) diz: O final do versículo, “O Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo”.-----Preste atenção!. “foi morto desde a fundação do mundo”. Em nossa máxima, diz que toda ação, tem uma reação ou seja, uma conseqüência, e para Deus a criação do mundo tinha um preço que precisaria ser pago. E que este foi antecipadamente ajuizado por sua Misericórdia, frente a sua justiça.-----Parece difícil entender isso, mas foi o que aconteceu. O penhor do resgate, o altíssimo preço da restauração da indignidade humana configurada na sua queda por sua transgressão, custou para Deus a humilhante encarnação, a vergonha da cruz e tudo o mais que suportou aqui, para resgatar a sua criatura projeto glorioso nascente lá na eternidade. (Efesios 1. 14) “O qual é o penhor da nossa herança, até ao resgate da sua propriedade, em louvor da sua gloria”.

(1Corintios 6. 20) “Porque fostes comprados por preço. Agora, pois, glorificai a Deus no vosso corpo”.

Todo o crente que recebeu um dia a graça gloriosa de ter sido buscado por Jesus, comprado por Ele, de ter tido com Ele essa experiência do novo nascimento, tem experimentado em seu coração a grande alegria e exaltação de poder juntar ao Rei Davi e dizer (Salmo 23.6) “Bondade e MISERICÓRDIA me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do Senhor para todo o sempre”.


A esse Deus Misericordioso seja a gloria, o louvor, a exaltação pelo século dos séculos Amem.

3 comentários:

CORAÇÃO QUE PULSA disse...

Quem é o vaso! diante deste GRANDE OLEIRO??!!
Rendemos ao SENHOR toda à nossa adoração por este sacrifício de VIDA.
Linda palavra!
Fique com DEUS.

Saidy Lopes disse...

Agradecidos devemos ser a Deus por esse seu amor na nossa miséria.
Realmente isso é prova de que somos valorosos.
Um abraço,
www.saidylopes.blogspot.com

Vivendo pela Palavra de Deus!!! disse...

Muito lindo esse hino, muitos desses belos louvores ja não é cantado em algumas igrejas.

Postar um comentário

Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger