segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

A RAZÃO DA NOSSA MAIOR ALEGRIA !.

Lucas 10. 20= “Alegrai-vos não porque os espíritos se submetem; E sim, porque o vosso nome esta arrolado nos céus”.

O texto nos diz, que Jesus no inicio da sua missão terrena enviou os seus discípulos de dois em dois, e ele deu autoridade á eles para pregarem o reino dos céus, curarem enfermos, fazerem milagres, e para tanto aqui no versículo 19 disse Jesus:”Eis que ai vos dei autoridade para pisardes serpentes e escorpiões e sobre todo o poder do inimigo, e nada absolutamente vos causará dano”. E uma coisa interessante é notar que eles ficaram entusiasmados eufóricos, maravilhados, porque ao seu mandar usando o nome de Jesus, milagres começaram acontecer, curas maravilhosas e, acima de tudo os espíritos imundos saiam das pessoas e submetiam-se as suas ordens.


E quando eles voltaram diz aqui o (Versículo 17) “Regressaram possuídos de grande alegria, dizendo; “Senhor, os próprios demônios se nos submetem pelo teu nome”. Então, Jesus olhando para a alegria dos seus discípulos disse: (Ver.20)“Não obstante, alegrai-vos, não porque os espíritos se submetem, e sim, porque o vosso nome esta arrolado nos céus”. Hoje nós podemos entender perfeitamente o que dizia Jesus com respeito as maravilhas do reino celestial. Que não é o poder das nossas conquistas humanas, a gloria do mundo que deve ser a nossa maior alegria, mas sim, a recompensa que nos esta aguardando e que no caso aqui era para os seus discípulos. (1 Corintios 2. 9) “Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam”.

Por isso o nosso maior regozijo, a nossa maior alegria, é termos sido chamado, buscado, trazido pela misericórdia do Pai, e assim, como um presente querido entregue a Jesus seu filho amado, para que fossemos lavados, purificados, justificados pelo sangue da nova aliança vertido na cruz infamante do calvário. (João 6. 37) disse Jesus: “Todo aquele que o Pai me dá, esse virá a mim; e o que vem a mim, de modo nenhum o lançarei fora”.

Acho ser esta promessa de Jesus a mais linda, entre tantas outras que a palavra de Deus tem, a mais reconfortante, que pode botar em pé de novo, um crente que caiu, um crente que fracassou, pecou pode assim voltar a ter esperança de vida, de perdão, de reconciliação, um pecador que tirou os olhos de Jesus um dia por qualquer razão, talvez, fascinado quem sabe pela gloria do mundo, pela cobiça, pela fraqueza da carne, ou então, como fez o apostolo Pedro (Mateus 14. 30) quando no meio de uma terrível tempestade, ele tirou os olhos de Jesus para olhar para as ondas revoltas daquela tempestade que batiam em seu corpo e, assim, por ter tido mais medo da tempestade do que fé em Jesus, ele começou afundar, então ele volta a olhar pra Jesus e pede, socorre-me Senhor!. Jesus estendeu a sua mão e o salvou e fez uma advertência. “Porque duvidaste homem de pequena fé?...

Quantos crentes perderam a alegria! A visão da gloria! A fé, a esperança!. Quantos irmãos nossos que junto de nós corriam a carreira cristã e, que um dia abandonaram a igreja, abandonaram a fé, e o seu Deus. Eu conheço alguns casos de irmãos que eram oficiais da igreja e, que tinham um belo exemplo de vida religiosa e hoje vivem no mundo, longe de Deus e sem dor na consciência. Isso porque talvez como Pedro diante de um problema grave que aconteceu, eles preferiram valorizar mais o tamanho do seu sofrimento, do que a gloria da promessa da vida eterna com Cristo Jesus. Quando Jesus viu a euforia dos seus discípulos pelo poder que tinham para fazerem milagres, e expulsarem demônios, Jesus os advertiu dizendo;” Não ficai alegres porque os demônios se submetem, e em meu nome podeis fazer milagres, Mas sim, alegrai-vos porque os seus nomes estão arrolados no céu”. Essa sim, é a maior de todas as conquistas que um ser humano pode receber nesta vida, e o próprio Jesus disse: (Mateus 16. 26) “Pois que aproveitará o homem se ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma”?.

Sabe meu irmão, muitas vezes as tempestades da vida tem levantado contra nós ventos impetuosos, ondas tormentosas de enfermidades, dores, desilusão, desemprego, falta de dinheiro, desanimo, frustrações e isso muitas vezes nos induz a falta de confiança em nosso Deus e nos leva a olhar para a força da tempestade e, achar que ela é mais forte do que o poder do nosso Deus. Então ai, como Pedro começamos a afundar. Feliz daquele que em tempo pode gritar por socorro, em tempo de se poder redimir.


O apostolo Paulo sofreu muito em seu ministério e em (2 Corintios 11.2) ele narra uma lista terrível de sofrimento que ele passou; prisões, açoites, fome, sede, naufrágio, perseguição, frio, nudez. Mas, voltando um pouco no capitulo (6 . 10) ele diz uma coisa muito importante;----- “Entristecido sim, mais sempre alegre, pobre sim, mas enriquecendo a muitos, nada tendo, mas possuindo tudo”.-----E ainda em (Filipenses 3. 8) ele diz: Considero tudo isso como perda por causa por causa da sublimidade do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; por amor do qual perdi todas as coisas, e as considero como refugo para ganhar a Cristo.

Quando os discípulos de Jesus voltaram alegres, regozijando daquela missão por eles terem o poder de fazerem curas, operarem milagres, expulsarem demônios, Jesus os alerta dizendo que a gloria que os aguarda é infinitamente maior do que aquele poder que eles tinham recebido e, que se assegurava justamente pelo nome deles já estar escrito no livro do céu. Quando o Senhor prometeu segundo o relato de (João 6. 37) “Todo aquele que o Pai me dá, esse virá a mim, e o que vem á mim DE MODO NENHUM O LANÇAREI FORA”. Essa promessa é pra mim, e pra você meu irmão, nós que um dia entregamos as nossas vidas á Cristo Jesus, confiantes no seu sacrifício. Por isso, bote um sorriso no rosto, regozije-se, levante essa cabeça pendida, tire do seu coração tudo aquilo que te faz sofrer e glorifique o nosso Deus, porque o nosso nome também esta escrito no livro da vida, porque fomos buscados, comprados, resgatados, justificados, salvos por graça mediante a fé que inundou o nosso coração um dia. Aleluia!

3 comentários:

CORAÇÃO QUE PULSA disse...

Enéias amigo! Vivemos momentos difíceis, um mundo violento,sem paz, sem amor, sem perdão,sem compaixão.MAS...temos conseguido vencer,ultrapassar os grandes limites que o mundo tenta nos impor.A nossa FELICIDADE não vem de fora, vem de DEUS.
Clélia.

Vivendo pela Palavra de Deus!!! disse...

Acredito que hoje não tem mudado muito,A verdadeira alegria que é eterna tem sido trocada pela a alegria momentânea. Uma boa noite. Deixo para o sr meditar 2Ts 2:17 3:5,16

wangri oliveira da silva disse...

Que benção! Podemos ter a certeza que o Senhor já nos comprou por um alto preço, e nada, nada mesmo pode nos separar do seu imenso amor! Muito obrigado Senhor por tudo que fizeste por nós.... Deus abençoe irmão Enéias

Postar um comentário

Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger