sexta-feira, 20 de maio de 2011

UM SINGELO, MAIS GLORIOSO FEITO!



Texto básico: Marcos 14. 3

Aconteceu na casa de Simão, o leproso; ou melhor, aquele que era leproso, mas fora purificado pelo Senhor Jesus. Maria surpreendentemente apareceu com um vaso de precioso perfume de alto valor, e quebrando-o derramou sobre Jesus, então toda a casa encheu-se daquele rico perfume. É óbvio que tudo isso aconteceu na casa de Simão, porém ele certamente não à convidara, e nem considerava digna a sua presença ali. Simão como todos os demais, não entenderam a atitude de Maria, e por ser assim, o criticaram. O Senhor Jesus ainda não havia assumido Seu lugar como o majestoso Rei, pois o fará somente no milênio, quando os redimidos do mundo chegarão à Sua presença não precisando mais do precioso ungüento de Nardo Puro, mais da verdadeira adoração, para O glorificá-lo, e render-lhe graças.

(João 12. 1/8) Jesus ainda estava vivendo em humilde aparência humana, mais Maria especialmente o reconhecia como o verdadeiro filho de Deus. O Senhor Jesus recentemente tinha vivido momentos dramáticos, contudo; sem deixar de explicitar a sua gloriosa divindade, quando frente ao sepulcro de Lázaro, ele vivendo seu lado humano como homem, sentiu tristeza, dor, a grande impotência, e miserabilidade em que o pecado condicionou o homem transgressor . E ali, como homem Ele chora o nosso choro junto com Marta e Maria, partilhou as dores humanas, mais não ficou só olhando para o frio sepulcro de Lázaro, Ele agiu, e disse: “Lázaro sai para fora”! e o ressuscitou. Maria sabia que ali estava o Filho de Deus, o dono da vida e da morte, aquele que dissera que iria morrer e ressuscitar, pois nessa ocasião, Ele afirmou: “Esta fez o que podia; antecipou-se a ungir o meu corpo para sepultura”. (Marcos14. 8) A fé de Maria era convicta na declaração de Jesus, a qual se evidenciava maior do que os seus próprios discípulos, os quais nem sequer creram quando Jesus ressuscitou!.

O texto nos diz: “Encheu a casa do cheiro do ungüento”. Há!......que belo ensinamento, que bela figura do que deveria ser a verdadeira adoração na casa do Senhor. O valor tão grande e a preciosidade daquele ungüento, simboliza a adoração em espírito e em verdade, dos redimidos pelo Sangue de Cristo Jesus, em resposta ao Seu grande sacrifício na infamante Cruz do Calvário. (2Corint. 2. 15) diz: “Porque nós somos para com Deus o bom perfume de Cristo”. Temos que ser adoradores verdadeiros que o adorem em espírito e em verdade, porque são "Estes" que o Pai procura para seus adoradores. ( João 4. 23). Faça da sua adoração uma oferenda de gratidão ao Senhor, com a singeleza com que Maria quebrava aquele rico e precioso frasco, para oferecer o melhor que ela tinha na expressão do tamanho da sua gratidão e da sua fé em Cristo Jesus, o seu Senhor e Salvador.

2 comentários:

Jaqueline Raquel disse...

Achei linda essa mensagem...

E o que mais gosto desta passagem é que Maria teve que perder para ganhar. E muitas das vezes nós só queremos ganhar, sem estar dispostos para se derramar na doce presença de Deus.

Um grande Abraço irmão e tenha um fim de semana abençoado!!!
Jaque - Jardim Secreto do Pai
http://jaquebalbys.blogspot.com

nanda disse...

Olá....
Voltei!
Espero que tenha sido um ótimo aniversário. E com certeza, maio é um mês excelente!!!
Eu nasci era dias das mães..Ótima mensagem! Ela fez O QUE PODIA, quando não pudermos fazer tudo oq queremos, façamos tudo oq podemos!
Adoremos em espirito e em VERDADE (isso tem faltado em muitos ultimamente... honram a Deus com os labios, mas seua coração esta LONGE)
Que nossa vida seja uma demonstração de nosso amor e gratidão por tudo que Deus É e faz...
fik na paz!
=D

Postar um comentário

Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger