sábado, 30 de julho de 2011

JÁ É HORA DE DESPERTARDES DO SONO !



Romanos 13. 11

Como é deliciosa uma noite de um dormir tranqüilo. Aquela noite de um sono só. E quando ao despertar do toque inoportuno do despertador, há!......como queremos ficar mais (cinco minutinhos) que as vezes acabam virando uma hora, e nos complicam frente à nossos compromissos, trabalhistas, sociais, familiares. Este prazer físico o (sono)que é imprescindível para saúde física, por outro lado, (espiritualmente), é citado pela palavra de Deus como algo que nos prejudica nossa vida com Deus. E o apostolo Paulo nos alerta (Efésios 5. 14
)Desperta ó tu que dormes, levanta-te dentre os mortos, e Cristo te iluminará”. Com grande tristeza vemos as multidões passando pela vida inconscientemente como se estive em profundo dormir, (corpos sem vida). Vivem cercados da gloria de Deus, contudo, sem poderem enxergar a beleza do nosso tão grande Deus, que se manifesta através das obras de suas mãos, como por exemplo:. No céu estrelado, nos verdejantes campos, no mar, matas, animais, aves, etc.....O poeta Davi que tinha conhecimento de Deus, escreveu: “Os céus proclamam a gloria de Deus; e o firmamento anunciam as obras de suas mãos”.(Salmos 19. 1).

Como que alguém pode ser insensível diante de uma realidade tão gritante como a natureza criada por Deus?....... Não posso compreender a necessidade maior do que ter olhos abertos, iluminados para poder ver. O apostolo Paulo disse: “Ele vos deu vida, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados”.( Efésios 2. 1). O grande problema é que o homem sem Deus está morto espiritualmente, e um morto não tem reações, iniciativa,sensibilidades e neste estado nada pode sentir, e nem tão pouco ver. Graciosamente Deus tem oferecido as bênçãos comuns a todos como: A vida, a inteligência ,recursos financeiros, alegria temporal, Ele nos dá a chuva, o sol enfim tudo o que é possível para uma vida feliz, mais acima de tudo Deus providenciou as vestimentas branqueadas no sangue do cordeiro, mas os homens cegos preferem os andrajos das suas próprias justiças. Imensuráveis são as belezas que Deus os cercam, porém impossibilitados estão de poderem ver.

Como está a tua visão espiritual? Está vendo a beleza de Deus nas obras de suas mãos? Ou tua visão tem te tornado indiferente a tudo o que vê? . O apostolo Paulo nos adverte, Acorde deste sono de morte, alheio, indiferente a tantas bênçãos que graciosamente Deus disponibilizou pra você, permita o acessar da graça em tua vida abrindo teu coração para Jesus, Ele é fonte de perene luz que vai iluminar tua vida. Jesus disse: “Eu sou a luz do mundo, quem me segue, nunca andará em trevas, mas terá a luz da vida”. (João 8. 12). Liberte-se deste terrível sono que te prende na escuridão do pecado, tornando-o cego espiritualmente, e impossibilitando de poder ver e sentir as riquezas da graça de Deus.

“Desperta, ó tu que dormes, levanta-te de entre os mortos e Cristo te iluminará”(Efésios 5. 14).


Que as misericórdias graciosas do Senhor Jesus ilumine tua vida meu querido leitor(a), fazendo-o despertar deste sono, para que veja e viva, as maravilhas que Deus preparou para ti, e entre elas a maior é a salvação da tua alma. Amém!





quinta-feira, 28 de julho de 2011

MARAVILHOSA GRAÇA !




Navegava eu pela Internet um dia desses, com a finalidade de encontrar um belo hino. Depois de muitas opções encontradas, vi um vídeo que foi gravado por um famoso quarteto nos restos do Coliseu, em Roma. A música é realmente emocionante. “ARMAZING GRACE”. O lugar talvez devidamente escolhido pelo quarteto, segundo os historiadores foi também palco de uma sangrenta perseguição ao evangelho da graça de Deus. Homens cheios de fé diante da morte tinham a opção de salvar suas vidas negando publicamente sua fé em Jesus. Mas, preferiram morrer para que pudessem viver eternamente. E cantando hinos de gloria a Deus eram jogados na arena sendo despedaçados pelos famintos leões. Deste histórico lugar hoje, ainda bem que só resta lembranças, mas a graça de Deus que sustenta a fé, ainda que seja em meio das maiores provações ela jamais será derrotada. Continuou a se fortalecer atuando cada vez com maior intensidade nos corações de milhões de crentes espalhados pelo mundo.

O apostolo Paulo após ouvir de Deus “A minha Graça te basta” passou a viver tão somente fortalecido por essa graça, chegando a afirmar: “ Pela graça de Deus, sou o que sou; e a sua graça, que me foi concedida, não se tornou vã; antes trabalhei muito mais do que todos eles; todavia, não eu, mas a graça de Deus comigo”(I Cor. 15. 10), e mais “Se a nossa esperança em Cristo se limita apenas a esta vida, somos os mais infelizes de todos os homens” ICor.15. 19). Essas palavras de Paulo aplicam-se a todos aqueles que foram alcançados por essa maravilhosa graça de Deus. Somente por meio de Jesus que perdoou nossos pecados é que somos quem somos. Somente pela graça e amor de Deus, somos capacitados a fazer a vontade de Deus e dedicar-nos a Sua obra. Somente pela graça e amor de Deus podemos viver com coração cheio de esperança mesmo em meio das mais terríveis situações. Sempre certos da vitória que começa aqui e concretizará na eternidade.

O hino “Preciosa Graça” foi o divino instrumento que tocou ao coração de um traficante de escravos da África para a Inglaterra, o qual tornou-se Pastor, John Newton. E sua letra diz assim:
Preciosa graça de Jesus
Um infeliz salvou!
Eu cego estava, deu-me luz
Perdido e me buscou!
A graça, então, meu coração do medo libertou
Oh! Quão preciosa salvação
Que a graça me ganhou!
Perigos mil atravessei!
E a graça me valeu;
Eu são e salvo agora irei ao santo lar do céu.
Promessas deu-me o Salvador,
E nEle eu posso crer
É meu escudo e protetor,
Em todo o meu viver!
Não podemos saber porque Deus nos escolheu para a salvação, livrando-nos da condenação eterna, ao passo que outros não são. (Mateus 22. 14)Disse Jesus:”Porque muitos são chamados, mas poucos os escolhidos”. Se você tem consciência da tua salvação, então você foi alcançado por essa irresistível GRAÇA! Glorifique a Deus por tua eleição, porque não foi você que O escolheu mas, foi Ele que escolheu a ti. (João 15. 16).

Que as bênçãos graciosas de Cristo Jesus esteja contigo amado irmão, e amigo! Amém

segunda-feira, 25 de julho de 2011

A GLORIA TRIUNFAL DA NOSSA CARREIRA CRISTÃ!



A tragédia ocorrida no Éden (Gênesis 3) trouxe a humanidade a existência de três grandes agencias promotoras do mal e do crescimento da população que infelizmente tem povoado grandemente o inferno. Essas três agencias estão constantemente em franca atividade, desgraçando ininterruptamente a humanidade, mantendo-as sob a condenação eterna e agravando progressivamente as penalidades da sua eterna condenação.
Por toda a Bíblia, essas três agencias são condenadas reiteradamente, porém aqui, destacaremos somente três passagens para mencioná-las:
1- Satanás, 1 Pedro 5. 8 / 11
2- O mundo, 1 João 2. 15 / 17
3- A carne, Romanos 7. 7 / 25

Esses são os três fatores produtores de pecado. São três fatores do mal. Apenas o crente, nascido de novo, resgatado das entranhas da morte mantém-se em conflito ininterrupto contra essas três agencias. As duas primeiras, buscam constantemente interiorizar-se no coração do salvo. A terceira, a carne, já está no interior do salvo, faz parte de sua vestimenta temporária, mas é mantida em posição subalterna, pelo domínio próprio, pela Palavra de Deus, pelo Espírito Santo e pelo próprio crente regenerado. Não é difícil, pois, compreender as palavras do nosso Salvador: “No mundo passais por aflições; mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.” (João 16. 33). Assim, o crente salvo, ajudado pela Palavra de Deus, fortalecido pelo Espírito Santo e sustentado pela fé, enfrenta uma sucessão de combates, cercado por esse contexto: Os demônios, o mundo e as inclinações da sua carne, durante a sua trajetória nesta vida enquanto aqui viver, em direção à gloria Celestial.

Somos eventualmente fustigados, esfolados, torturados, sangrados, fatigados, desanimados, sem, contudo sermos vencidos. Meu prezado(a) leitor (a) convido a que abram as suas Bíblias e leiam para vossa consolação dois textos: (2 Coríntios 6. 4 /10) e (Romanos 8. 31 a 39). Sedes firmes na fé, porque em breve chegaremos à última batalha, e esta será gloriosamente vitoriosa. Para os que não são de Cristo é o momento da maior tragédia,............ mas, para nós é o momento da maior gloria. É o momento de partir deste campo de batalhas e de entrar na fruição de um gozo glorioso que não pode ser comparado com nada deste mundo. (I Cor. 2. 9) O período da nossa jornada terrena é transitório e temos a garantia das promessas de um Deus que é infalível .

Então, haverá o momento em que nós num piscar e abrir de olhos, estaremos diante da porta Celestial, aberta para a nossa recepção, chegará aos nossos ouvidos aquela doce voz incomparável, repassada de terno amor, falando diretamente a cada um de nós. “Muito bem, servo bom e fiel; foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei: entra no gozo do teu Senhor”.(Mateus 25. 23). Depois, será a gloriosa fruição receptiva e eterna que a linguagem celestial proclamará Aleluia ! Aleluia ! Aleluia!..............Ó gloria!!!!!!!.......pela misericórdia do senhor, e tão somente por ela eu vou estar lá........ E você?.

quinta-feira, 21 de julho de 2011

O MELHOR DO NOSSO TEMPO !


Texto básico: Lucas 10. 42

Jesus ao chegar na cidade de Betânia, Ele foi se hospedar na casa dos três irmãos; Marta, Maria e Lazaro. Jesus conhecia já essa família de outras oportunidades e, quando chegou lá, Marta tendo aquela preocupação com o bem estar de Jesus, procurou de imediato providenciar uma refeição, afinal de contas as viagens eram cansativas, desgastante. Precisava providenciar água para lavar os pés. Era o costume daquela época ao receber um visitante em casa, oferecer água para se lavar, afinal de contas, não era um simples visitante qualquer, era Jesus o Senhor!. (Porém, há o que se ressaltar aqui; que não era só Jesus, mais todos os seus discípulos juntos, o que no mínimo era umas 13 pessoas). Já pensaram na correria para atender toda essa gente?
Eu fico pensando na correria da hospitaleira Marta!, (enquanto ela tirava água do poço, para todas aquelas pessoas tomarem banho, arrumar toalha para se enxugarem, quem sabe; tinha que descascar as batatas, cebolas, temperar a carne, providenciar a lenha pra acender o fogão, amassar a farinha pra fazer o pão, lavar as caçarolas)..... etc,........ e quantas preocupações mais inquietava o coração de Marta!........ E, naquele corre-corre, ela passa enfrente da sala e vê sua irmã Maria tranqüilamente, despreocupa sentada aos pés de Jesus ouvindo seus ensinamentos.
Eu acho que Marta pensou, (eu não acredito no que eu estou vendo!......) eu aqui me matando de trabalhar, e Maria lá sossegada sem fazer nada!........... Marta era uma dessas mulheres de “Pavio curto” porem objetiva, pratica, racional, hospitaleira que demonstrava amor botando a mão na “massa” através de atitudes e de ação. Então, ela não se segurando vai até e sala, e faz uma observação até um tanto indelicada ao ilustre e divino visitante. (Lucas 10- 40) Senhor, Não te importas de que minha irmã tenha deixado a servir sozinha? Ordena-lhe para que venha ajudar-me!.
Então, (penso eu) ela começou a descrever para Jesus todas as suas tarefas, (Olha Senhor Jesus, o pão ainda não foi amassado, a carne do carneiro precisa ser temperada, precisa ir lá fora buscar lenha pra acender o fogão, precisa tirar mais água do poço, a caçarola precisa ser lavada, a batata não foi descascada, etc, etc.......uffa!!!!!!..........) eu acho, que ai Jesus entendendo a aflição de Marta, ele interrompe-a, e no Versículo 41 disse: “Marta!, Marta ! andas inquieta e te preocupas com muitas cousas. Entretanto, pouco é necessário ou, mesmo uma só cousa; Maria, pois escolheu a boa parte, e esta não lhe será tirada.-----Será que se Marta tivesse a mesma atitude de Maria, e assentasse também á seus pés, como ficariam os hóspedes, sem banho, sem comida?. Estava errada Marta por todas essas preocupações? Em querer dar o melhor pra Jesus,? Claro que não! Jesus usou deste episódio todo para nos dar uma importantíssima lição.
(Veja!: Se tudo isso fosse possível acontecer nos nossos dias, o telefone tocasse e nós disséssemos Alô!....., e do outro da linha alguém dissesse alô!......, eu sou Jesus e, estou te avisando que vou na tua casa hoje. O que nós faríamos?.......Acho que seriamos uma verdadeira Marta dos tempos modernos, correríamos no supermercado compraríamos a melhor comida, a melhor bebida, faríamos uma limpeza na casa, colocaríamos a melhor toalha no banheiro, o melhor sabonete, usaríamos o melhor lençol para forrar sua cama, aquele que a gente compra mais nunca usa, faríamos de tudo para agradá-lo, afinal é o Senhor Jesus o nosso visitante.

O que nós aprendemos com todo esse episódio de milênios atrás, mais que nos traz importante lição hoje, que é atualíssima para nossos dias. Que precisamos dosar nossas vidas, nossas atitudes preferencialmente sendo Maria, mas sem esquecer de também ser Marta!........ Nós moramos numa cidade agitada como São Paulo, e vivemos numa correria o dia inteiro e, que nunca tivemos que olhar tanto para o relógio, como nos nossos dias. Tudo é cronometrado, não se pode perder tempo, a vida exige soluções rápidas, desde que saímos na rua somos mais um competidor no transporte, que vive superlotado, existe fila em todos os lugares, as ruas estão congestionadas, você sai cedo de casa para trabalhar, mais não sabe a que horas volta.
E tudo isso é desgastante, cansativo e quando você chega em casa, toma banho, janta tem que atender a esposa com seus problemas familiar, são compras que tem que fazer, contas que tem que pagar, são as preocupações com os filhos no colégio, como foi o dia que passou?.........., enfim, você da uma respirada e quando olha para o relógio já é hora de dormir, porque amanhã tem que levantar cedo para que tudo seja começado de novo.
E ai, você percebe que conseguiu arrumar tempo para resolver todos os seus problemas do dia, só ficou faltando uma coisa que as vezes tem passado até despercebido, na vida de muitos crentes, mas que é o mais importante de todos, (Que é o tempo para ficar com Jesus). Quando Marta entrou naquela sala justificando as suas preocupações, as suas inquietações frente a muito trabalho que tinha para fazer, Jesus interrompeu-a e disse:

Marta!, Marta! uma coisa só é importante, e a Maria escolheu a melhor parte!

Tudo nesta vida passa tão rapidamente, e só o que fica é aquele aprendizado, aquele tempo gasto para o crescimento espiritual, aquele momento passado em comunhão com Deus, no estudo da sua palavra, na oração de gratidão, nos momentos em que podemos contar para Deus dos nossos problemas das nossas dificuldades, das nossas impossibilidades, mais acima de tudo, dizer a Ele da nossa eterna gratidão por Seu amor tão incomensuravelmente maravilhoso, gracioso em ternos amado, buscado, trazido, comprado por preço tão inquantificável do sangue precioso de Cristo Jesus vertido naquela sangrenta Cruz.
Quando Jesus viu a ansiedade do ser humano, com seus problemas da vida, da sua subsistência, o que comeria, o que beberia o que vestiria, ele disse: (Mateus 6-33) “Buscai primeiramente o reino de Deus e sua justiça, e as outras coisas vos serão acrescentadas”. Na matemática de Jesus na administração do nosso tempo, Ele disse (“PRIMEIRO O REINO”), e depois as outras coisas”. Este episódio nos mostra uma coisa muito séria que muitos crentes tem enfrentado nas suas vidas, que é arrumar um tempo dentro das 24 horas de um dia, para ficar com Jesus.

Maria não era uma mulher negligente, insensível, descuidada, como pode ligeiramente parecer o texto, que tendo a honra de ter Jesus em sua casa, ela não procurou como Marta resolver os problemas domésticos de arrumar comida, bebida, banho isso tudo era necessário, porém Maria demonstrou sede de estar com Jesus, de aprender dos seus ensinamentos, ouvir palavras de vida eterna, de poder sentar a seus pés quem sabe em uma rara oportunidade para ouvir dos seus lábios, ensinamentos tão preciosos. Jesus disse:Maria escolheu a melhor parte que dela não lhe será tirada”.

Que privilegiados somos nós! (eu, e você meu querido(a) leitor(a)). Eu por estar agora sentado na frente deste computador e, repartindo com você a palavra do Senhor, e você, por ter acessado esta pagina e, com paciência estar lendo esta mensagem. Isso não é perder tempo, mas, é ter a sabedoria de fazer a melhor escolha, e assim, abastecermos do precioso alimento que nutre a nossa alma, cujo quinhão de nós nunca será tirado.. Que o exemplo da fé de Maria, e o amor na pratica demonstrado por Marta, nos estimule a procurar com sabedoria separar o melhor do nosso tempo, para ser gasto na comunhão com o Senhor.

Que e a graça de Cristo Jesus abençoe a tua vida meu irmão, e amigo. Amém!...........

terça-feira, 19 de julho de 2011

GRACIOSO É O OLHAR DE DEUS PARA O HOMEM!



Texto Básico: Mateus 9. 35/38

Olhando para encarnação de Jesus e o seu viver entre os homens, Ele contemplou pessoas e multidões. Em Sua natureza divina Ele podia ver o distanciamento, a ignorância, os descaminhos com que viviam as pessoas. Também Ele podia ver nos seus olhos, toda a aflição que amargurava suas vidas, por viverem em exaustão e sem uma real esperança. O homem insubmisso a Deus sempre quis encontrar seus próprios caminhos, tomar suas decisões, o ter seu livre arbítrio para dirigir seu destino, achando-se suficientemente capaz de sobreviver sem depender de Deus. Aliás, o homem natural tenta o querer ser livre de qualquer maneira, não acostuma com sujeição, o ter que dar satisfação, e pensam que agindo assim, são livres mas, equivocados estão, porque essa atitude os leva a tornar-se servos de um Senhor cruel e terrível chamado diabo. Então, criou por sua sabedoria a psicologia, a filosofia, a sociologia, a política, querendo com isso muitas vezes, explicar a razão da sua tão sonhada liberdade etc, etc. Entretanto, a visão divina com que Jesus olhava para os homens, o fez diagnosticar seu grave e triste problema: “É rebanho de Ovelhas que não tem pastor”.(Marcos 6.34)

Não era preciso o Senhor Jesus se humanizar para viver entre aos homens, para saber que desde de Adão até aquele momento, milhões e milhões de criaturas humanas já tinham passado pelo mundo, e também, porque Deus jamais precisou se humanizar e viver a vida humana, para saber em que se constitui a Sua frágil e débil criatura. Ele sempre soube. Jesus na proximidade do convívio com os homens sentindo a degradante situação, Ele apela para que seus discípulos rogassem a Deus para que enviasse trabalhadores competentes na Sua seara, para trabalharem na ministração do Evangelho, com o encargo de distribuir esse conhecimento que liberta, que transforma, que regenera a fim de que a humanidade uma vez regenerada por Deus, pudesse viver espiritualmente, desfrutando da graça divina pelas transformações em uma nova criatura humana.

Porque só a misericórdia que vem de Deus pode elevar o homem acima da animalesca condição humana. A divina sabedoria que transpõe os limites que aprisionam a humanidade em níveis restritos de vida, procede de Deus, e o Santo Evangelho de Cristo Jesus é a sua essência graciosa, e regeneradora que pode transformar um miserável pecador caído, indigno num filho amado de Deus. O versículo 36 no original do novo testamento, está escrito em grego, e se refere a Cristo que “Vendo a multidão compadeceu-Se delas”.(Mateus 9.36) E a palavra “Compadeceu-Se”. No grego original é: Splagkinizomai que quer dizer literalmente: “Sentiu ansiedade nas entranhas”. Isso ocorreu quando Jesus olha para aquela multidão premidas de grandes e profundas necessidades, aprisionadas pela ignorância e acima de tudo, pela perversidades de seus corações. Carregando o doloso fardo dos seus pecados. Sem quaisquer recursos que as libertassem, Ele sentiu o Seu coração emocionar-se. Foi este sentimento no coração de Cristo, ao contemplar a miséria decadente da humanidade, ferida gravemente sem condições de por si só se libertar da condenação eterna.

O Senhor Jesus sentiu na própria carne a miserabilidade humana, em que o pecado de nossos primeiros pais nos condicionou. Somos herdeiros dessa nódoa maldita que maculou nossa alma, e por conseguinte trazendo a morte a todos nós. (Romanos 5. 12) Pecado esse, que nos separou de Deus tornado-nos indignos da Sua presença, porque Deus é Santo e Sua natureza é incompatível com o pecado. E sendo assim, não podia relacionar-Se com o homem caído. O Senhor Jesus diariamente vivia cercado por multidões, e Ele olhando para elas sentia paixão por suas almas, e partilhava de suas aflições, porque como homem também vivia as restrições humanas, e entre elas a Morte era uma das mais cruéis. E pela segunda vez as circunstâncias, faz com que Jesus partilhe do nosso sofrer, sinta a nossa dor, chore o nosso choro, só que com uma grande diferença; ali estava quem era Senhor da vida e da morte.

Se para os homens a morte é um poder inflexível, implacável de tristeza, dor, separação não o era para Jesus. E foi por isso que olhando para o túmulo de Lazaro disse: “Lázaro sai para fora”. Que grande conforto, que grande segurança temos nós em Cristo Jesus, porque Jesus que também morreu a nossa morte, ao terceiro dia ressuscitou para garantir-nos a vitória sobre a nossa maior inimiga a morte. E ele disse: “Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra viverá, e todo o que vive e crê em mim não morrerá, eternamente”.

Se por um lado todos nós temos que pagar o preço do pecado morrendo a morte física, temos por antecedência a vitória já garantida, por Cristo Jesus nosso Senhor e Salvador. A Ele seja toda a gloria para sempre, Amém !

sábado, 16 de julho de 2011

ONDE ESTARÁ VOCÊ NA ETERNIDADE ?



Certa feita uma pane ocorreu num vôo onde vários amigos viajavam. O avião desgovernado em queda livre, caia. Os segundos que separava-os da morte, foi rompido por um zombador grito de alguém que disse: “Até daqui a pouco no inferno amigos!....... Existem muitos que zombam do inferno até na hora da sua morte, No entanto, haverão de constatar que ele existe, e que esta terrível realidade será o terror da sua eterna condenação por toda a eternidade
----Como podemos afirmar a existência do inferno ?
A Bíblia amplamente confirma que ele existe! (Salmo 9. 17) “Os perversos serão lançados no inferno”. (Lucas 16. 23)No inferno, estando em tormentos, levantou os olhos e viu ao longe a Abraão”. (Mateus 22. 13)Amarrai-o de pés e mãos e lançai-o para fora, nas trevas; ali haverá choro e ranger de dentes”. Quando no inferno a pessoa estiver não terá o direito de reclamar, porque as suas obras fizeram por merecer. O profeta Jeremias falou disso:” Cada um zomba do seu próximo, e não falam a verdade; ensinam a sua língua a proferir iniqüidades” (Jeremias 9. 5). As nossas obras más praticadas voluntariamente, refletem, a destinação que terá nossas almas. Colhemos o que plantamos. Uma vida irrefletidamente em pecados, uma vida vivida sem Cristo, levará o homem para a perdição eterna. E quando ali chegar, não adianta lamentar, lágrimas derramar, implorar por misericórdia porque nada disso abrandará o teu eterno castigo. Ali, lágrimas de profunda dor serão derramadas contudo, será em vão, porque não haverá mais oportunidades para retroceder.

-----Qual a distancia que nos separa da morte? “Apenas um passo entre mim e a morte”.(1Samuel 20. 3) E essa máxima vale para todas as pessoas, porque o morrer não escolhe idade.-----Como estás prezado amigo leitor?.......Estás em paz com Deus?......Estás preparado se hoje mesmo tiver que encontrá-lO?....... A morte é uma terrível ocorrência que poderá nos acontecer, e por isso nós precisamos estarmos preparados para enfrentá-la. Somente há um homem foi concedida o antecipar dos fatos. (Isaias 38. 1) Disse Deus: “Poe em ordem a tua casa, porque morrerás, e não viverás”. Contudo, a nós essa hora poderá ser inesperada, abrupta, e assim seguirá o juízo ( Hebreus 9. 37) .

A palavra de Deus nos adverte: “Eis que o Juiz está as portas” (Tiago 5. 9) e ao olhar do juiz Ele provará a alma, se ela aceitou a salvação oferecida graciosamente por Cristo. Pois foi predito por Ele; “Quem porém, não crer será condenado”. Não sabemos a que horas deveremos prestar contas da nossa mordomia, e dos nossos pecados que cometemos conscientes, e ou, inconscientemente!. A palavra de Deus nos diz: “A alma que pecar essa morrerá”!. Graças a Deus que pela a obra redentora da cruz, Jesus disse: “Por isso quem crê no Filho tem vida eterna, o que, todavia, se mantém rebelde contra o Filho não verá a vida, mas sobre ele permanecerá a ira de Deus” (João 3. 36). Pois os perdidos sempre existirão confirmando a palavra do senhor Jesus.

Se o pecador ao morrer não tiver entregado sua vida a Jesus, e crendo no Seu sacrifício, estará em igual condição do alucinado passageiro do sinistrado avião; reconhecidamente perdido!. Se porém, abraçares a preciosa graça pela fé em Jesus, o céu se fará tão próximo de ti, quanto o inferno era antes!. Ouça o imensurável conselho de amor do Senhor Jesus: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”.

terça-feira, 12 de julho de 2011

O SUMATANGA !?




(1 Pedro 5. 7)"Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós"
Um dos maiores atores da televisão Brasileira, certa feita numa entrevista foi perguntado a ele se arrependia de alguma coisa que teria feito em sua vida. Então, respondeu: Não me arrependo de nada, se pudesse voltar, faria tudo de novo. Então olhando para ele pensei, tenho que admitir que esse ator é homem verdadeiro, porque arrependimento não é um ato humano, mas é um trabalhar do Espírito Santo que nos convence do pecado, e isso só acontece naquele que Deus o escolhendo vier chamá-lo. Disse Jesus: “Ninguém pode vir a mim, se o Pai, que me enviou, não o “TROUXER”.(João 6. 44). É decisão do Pai disse Jesus, através do trabalhar do Espírito Santo. Por isso, este ator não podia reconhecer como pecado as suas obras, isso só o Espírito Santo é que conscientiza desvenda os olhos para que o homem possa ver.

Você meu irmão, meu amigo já se arrependeu de algo praticado? Nunca confundir arrependimento com remorso. O remorso leva o homem para o desespero, e para o suicídio como Judas praticou. Mas, o arrependimento nos leva a chorar e confessar nossas culpas a Deus e, pedir perdão como o apostolo Pedro fez. Se isso acontecer com você, glorifique a Deus porque é a misericórdia de Deus, é o agir do Espírito Santo que graciosamente está trabalhando em tua vida.
Em certa região da Índia, existem de certa distância a outra, na beira de certos caminhos, uns suportes de pedra que se chamam por lá de sumatanga. Estes são feitos de pilares de pedra fincados no chão, da altura de um homem, os quais foram construídos com uma prateleira em cima. Dizem que esses sumatangas foram mandadas fazer por hindus ricos, para servirem de porta cargas e lugares de descanso e alivio para os carregadores de fardos, que carregavam seus fardos nos ombros.

Qualquer carregador que andando por aquele caminho, encontrasse aquele Sumatanga, respirava aliviado, confortado por poder depositar sobre ele seu fardo. E assim refeito, podia recomeçar sua viagem. Daí, a razão deste nome Sumatanga, que quer dizer porta carga.-----Conta-se que um daqueles carregadores, homem rude, converteu-se a Jesus. Era um homem muito simples pobre e desprovido de escolaridade, que vivia transportando cargas para sobreviver. Contudo, depois da conversão ele se mostrava sempre sorridente, motivo pelo qual foi perguntado por um turista do qual ele estava transportando um grande fardo.
------ Qual é o motivo da sua alegria indiano?
------Ó sahib, mim tão feliz, encontrou Jesus!.
------ O turista em tom de chacota lhe perguntou: E o que você ganhou com isso?
------Ó sahib, mim agora tão feliz! Porque o fardo mais pesado não era o que eu carregava as costas, mas o que carregava no coração, e quando encontrou Jesus, mim ganhou ele por Sumatanga!
----- Ele levou toda a minha carga. Mim largou tudo em cima dEle!
Todo ser humano, está na mesma condição daquele pobre carregador Indiano. Todo homem, de qualquer classe social ou nível cultural é, um carregador de fardo, fardo este, herdado de Adão chamado pecado.

A palavra de Deus diz: “E todos pecaram e destituídos estão da gloria de Deus”. E diz também que;“Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos”. O pecado nos oprime com seu sofrível peso, e se não houvesse quem tirasse esse fardo de sobre nós, estaríamos irremediavelmente perdidos. Parafraseando o humilde carregador Indiano, Deus nos preparou um glorioso e providencial “Sumatanga” colocando-O em nosso caminho que por vez, é árido longo e sofrível no qual podemos depositar nEle o nosso pesado e angustiante fardo!. É o que disse João Batista ao ver o Senhor Jesus (João 1. 29) “Eis o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo”. (Isaias 53. 6)diz: “Deus fez cair sobre Jesus a iniqüidade de todos nós”.

A ação de Deus em nossas vidas é definitiva e completa, mais acima de tudo, é segura e eterna, não corremos o risco de hoje termos salvação e amanhã virmos a perdê-la, porque a segurança não está em nós, mas está nEle. (João 6. 37) Disse Jesus:”Todo aquele que o Pai me dá, esse virá a mim; e o que vem a mim, de modo nenhum lançarei fora”. O que Jesus está dizendo é que, não importa o tamanho do seu pecado, o preço já foi pago, a divida já foi quitada por tão grande preço pago na horripilante Cruz do calvário. Veja ainda a gloriosa promessa de Deus (Isaias 43. 25) Disse Deus: “Eu, eu mesmo, Sou o que apago as tuas transgressões por amor de mim e dos teus pecados não me lembro ”.
Que coisa maravilhosa é a mensagem de salvação oferecida por Deus ao pecador, é algo que depois de compreendida nos faz renunciar o mundo e sua gloria, pela a imensurável certeza da salvação. È a troca do transitório pelo o eterno, é a troca da instabilidade desta vida, pela segurança eterna garantida e comprada por Cristo Jesus.

Para sua meditação (1Pedro 5. 7) “ Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós”.

sábado, 9 de julho de 2011

FAZEI TUDO EM NOME DO SENHOR !



Texto Básico: Colossenses 3. 17

O que significa fazer tudo em nome do Senhor? Antes de tudo, é preciso que saibamos que fazer em nome do Senhor, não é simplesmente usar Seu nome, mas é preciso saber-se, de fato consagrou a Cristo tudo o que é, e tudo que tem. É imprescindível que haja em nós comprometimento, envolvimento, santificação, vida realmente transformada conectada com o Senhor. A santidade do Senhor tem que ser infundida em nós. Ou Deus nos torna um com Cristo, ou não podemos servi-lo. Só depois que somos legitimamente chamados por Seu nome, é que então, estamos aptos a fazer tudo em Seu Nome.
Quando Deus no monte Sinai escrevia os dez mandamentos nas tábuas da lei, Ele acrescentava o devido respeito a Sua soberania divina. E assim determinou: “Não tomarás o nome do SENHOR teu Deus, em vão, porque o SENHOR não terá por inocente o que tomar o Seu nome em vão”.(Êxodo 20.7)

O diabo depois da queda, passou a travar acirrada batalha contra Deus para desacreditá-lO e ou, se fosse possível, tirar-lhe a gloria que lhe é devida ao Seu santo Nome. Desde a fatídica ocorrência do Éden, e até hoje, vemos ele usar as pessoas como instrumento de blasfêmia, lábios profanos que usam o nome do Senhor em vão e indevidamente. É ........muitas vezes por desconhecimento, e até inconsciência com que expressam em suas palavras, e as fazem até como um zarcão popular. “O sangue de Jesus tem poder”-----Se Deus quiser vou fazer isso, ou aquilo”.---“Deus é mais”----jura por Deus” e tantas outras evocações do Nome de Deus por pessoas que não tem nenhum compromisso com Ele, e não O reconhecem como Senhor absoluto de suas vidas.

Nós somos cristãos chamados por Ele. Fomos escolhidos antes da fundação do mundo; para sermos santos e irrepreensíveis perante Ele; e em amor nos PREDESTINOU para Ele para adoção de Filhos, por meio de Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua vontade.(Efésios 1. 4) Não porque decidimos agregar à uma denominação evangélica meramente humana, mas porque somos efetivamente parte do corpo de Cristo que é a Sua igreja. Porque pra viver e agir em Nome de Cristo significa: Na vontade de Cristo e através de Cristo como o mediador. O Crente precisa saber se Cristo aprova e ou, reprova cada ato e cada pensamento de seu viver. Vejam o que disse Paulo: “Finalmente irmãos, tudo que é verdadeiro, tudo que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isto o que ocupe o vosso pensamento” (Filipenses 4. 8).
“Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e apta para discernir os pensamentos e propósitos do coração”(Hebreus 4. 12)

Nós encontramos na Bíblia a palavra FAZER mais de três mil e oitocentas vezes, assim podemos dizer que os atos humanos possuem na Bíblia uma soma de regras que excede tudo quanto possamos pensar. O comportamento Cristão está prescrito e proposto na Bíblia em níveis tais que vão além de tudo que as regras jamais puderam conter. Ao crente basta espelhar em grandes servos de Deus do passado, mas precisamente em Cristo Jesus que viveu aqui humanamente entre nós. E que disse Ser, e realmente o é nosso Mestre, e como discípulos Seus devemos imitá-lo no comportamento de vida enquanto aqui vivermos.
Encontramos na Bíblia o mais completo e o mais perfeito código de ética cristã. A imensurável grandeza de Deus, é o conteúdo da sua Palavra revelada na Bíblia. Por isso, o máximo ideal do nosso coração é: Cristo em Nós, A esperança da gloria! Amém!

quinta-feira, 7 de julho de 2011

ENQUANTO AINDA É TEMPO !




Quando olhamos para o Senhor Jesus no Seu trabalhar à serviço do Seu Pai celestial, tiramos preciosas lições para nossas vidas espirituais. “E, levantando-se de manhã, muito cedo, fazendo ainda escuro, saiu, e foi para um lugar deserto, e ali orava” (Marcos 1. 35). E assim, que terminava a Sua comunhão com o Pai, então, Ele saia para fazer suas obras sociais, curar enfermos, libertar oprimidos do maligno, mais acima de tudo; pregar o reino de Deus, sua missão principal. Não importava o lugar onde estivesse, de Sua boca saia palavras de graça, ensinamento, fé, esperança e salvação.(Lucas 4. 22).
Precisamos aprender com o nosso Mestre, que cada um de nós temos uma missão a cumprir, missão essa de cunho eterno glorioso conferida por Ele mesmo, quando disse: “IDE por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura” (Marcos 16. 15). Nossa conferida fé, que por graça recebemos, não se baseia em sentimentalismos emocionais, fantasiosos mas, em atos que movidos pelo amor que recebemos, nos constrange a disseminar ao mundo. Não fique preocupado meu irmão, quanto as suas lutas, o seu trabalhar parecer obras pequenas, insignificantes mas, se o fizer de todo o seu coração para a gloria do Senhor, Ele irá receber desde que provindo de uma ato de fé. Veja, que também todo o intenso trabalhar do divino Mestre, aparentemente não obteve grande sucesso em Seu ministério público. Pensando nisso, nos dá um grande encorajamento a prosseguir nossa missão, quando olhando para nós, não vemos satisfatórios resultados.

Quando Maria tomando uma simples atitude, em quebrar aquele vaso de alabastro, e ungir os pés de Jesus, foi por Ele recebido como um grande feito, tanto que disse: Ela fez o que pode, e no Versículo 9 disse: “Em verdade vos digo: onde for pregado em todo o mundo o evangelho, será também contado o que ela fez, para memória sua”. A escuridão da noite breve chegará!........, nossos dias passam voando. O que acontecerá quando comparecermos diante do trono do julgamento do supremo Juiz ?.(2Corintios 5. 10) Será que esse momento não vai ser vexatório, de dever não cumprido, de amor não correspondido, quando desnudo estará os nossos desperdiçados tempos, de talentos enterrados, de trabalhos não esmerado, de tempo perdido que jamais poderá ser recuperado.

Contudo, hoje podemos redimir o pouquíssimo tempo que ainda nos resta, enquanto é dia, ouvindo o sábio conselho do grande profeta de Deus, Moisés. (Salmo 90. 12) que disse: “Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos corações sábios”.

Pense nisso!........ E que Deus grandemente te abençoe em nome de Jesus.

terça-feira, 5 de julho de 2011

O DIA QUE A MORTE MORREU !



Texto Básico: 1Corintios 15.54/57

Conta-se que na Polônia em meio a implacável perseguição nazista contra os Judeus, uma mulher israelita, grávida percebendo chegar a sua hora, e não querendo que seu filho caísse nas mãos dos nazistas, pois eles o matariam, abrigou-se dentro de um cemitério escondendo-se em uma sepultura. E ali protegida por um velho coveiro que era cristão, teve o seu filho. Então, o coveiro pegando aquela criança em seus braços, exclamou: “eis a mensagem do evangelho; do sepulcro levantou-se vitorioso o Messias de Deus”.

Todo sentido Bíblico, profético,histórico desde o principio segundo relata (Gen. 3. 15)” Da semente da mulher virá um que esmagará a cabeça da serpente”. Converge justamente para culminância da ressurreição de Jesus. Isso levou o apostolo Paulo a proclamar: “Se Cristo não ressuscitou é vã a nossa fé e ainda permaneceis nos vossos pecados...........se a nossa esperança em Cristo se limita apenas a esta vida, somos os mais infelizes de todos os homens”. Segundo está registrado pelo evangelista (Mateus. 28. 5/ 6) Disse o anjo as mulheres que foram de madrugada ver o sepulcro: ‘Não temais; porque sei que buscais Jesus, que foi crucificado. Ele não está aqui; ressuscitou, como tinha dito !. Talvez, elas não esperassem por tão grande e maravilhosa noticia, então elas de imediato foram tomadas por medo, e também por uma estranha e tão grande alegria.

Cumpria-se cabalmente a profecia divina. A Morte Morreu! E a vida gloriosamente triunfou sobre o obstáculo que nos impedia de aproximarmos de Deus chamado pecado. Por isso o apostolo Paulo extravasa dizendo: “Onde está ó morte a tua vitória? Onde está, ó morte o teu aguilhão ? O aguilhão da morte é o pecado é a lei. Graças a Deus que nos dá a vitória por intermédio de nosso Senhor Jesus Cristo”(Coríntios 15. 55/ 57). O resquício nojento do pecado deixou-nos um preço que todos nós temos que pagar um dia a (MORTE). Mas, ela perdeu o seu poder; ela jamais pode afastar-nos do Senhor Jesus, que é a explicitude imensurável do amor do Pai. A nossa vitória está assegurada, pois Cristo morrendo e vencendo a morte ressurgindo ao terceiro, garantiu-nos a vitória porque a sua morte foi substitutiva, Ele fez isso no nosso lugar.

Por isso o crente vitorioso, consciente tem que ser alegre, contar e cantar a sua conquista em todos os lugares, dizer aos desesperançados que há esperança, aos angustiados, oprimidos que o bem venceu o mal, a justiça venceu a injustiça, que a verdade venceu mentira , a fidelidade venceu a infidelidade, que o amor é maior que o ódio, que a vida é maior que a morte. O mundo precisa saber que a despeito da sua loucura e descaminhos ainda há esperança, ainda há alternativa. Para todo aquele que não está vislumbrando saída, que se senti derrotado, que perdeu as forças, que está sofrendo a violência de uma angustiante depressão, só em Jesus encontrarás conforto e paz. Saiba que um dia a maior de todas as nossas impossibilidades humanas, aconteceu: A Morte, Morreu! foi vencida pela vida que veio do amor imensurável da promessa de Deus. A ressurreição de Cristo trouxe-nos o triunfo sobre nosso pecado, purificando-nos e justificando-nos de todas as nossas iniqüidades.

(João 3. 16) “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha A VIDA ETERNA”!!!!.

sábado, 2 de julho de 2011

NEM A PRATA NEM OURO PODERÁ TE LIVRAR !



Texto Básico: Sofonias 1. 18

Na cidade Italiana por nome Pompéia, ocorreu nos anos 79 D.C. a erupção de um grande vulcão chamado Visúvio, que arrasou toda aquela cidade. Bem mais tarde, pesquisadores fizeram escavações na proximidade daquele vulcão, e acabaram achando um corpo de uma mulher com grande quantidade de preciosas jóias como: Braceletes, colares, brincos, anéis. Isso nos faz pensar que, desesperada pelo sinal do inicio da erupção, ela tenha corrido buscar as suas jóias de grande valor, e não avaliando o tempo perdido foi surpreendida pelas cinzas que a cobriu soterrando-a.

Centenas de anos mais tarde, essa mulher foi a personagem de uma cena impressionante: “Um grande tesouro que ainda se mantinha intacto, sobre um corpo sem vida!”
Insensatamente tem muita gente se apegando as coisas terrenas, transitórias, passageiras, finitas, ainda que seja á um precioso diamante de longa duração. O fato é que tudo vai ficar aqui. Fica aqui seus bens materiais, sua pós-graduação, seu doutorado, seu mestrado ou seja que titulo você possuir, tudo terá fim, só uma coisa que você tem é eterna; “A Sua Alma”, essa é imortal. Essa que talvez você não tenha priorizado, é aquela que vai subsistir por toda a eternidade. Um dia partirás daqui, seu corpo irá baixar a sepultura, e para onde irá a sua alma?.

Vai chegar o dia em que uma catástrofe infinitamente maior que a de Pompéia envolverá o mundo todo na volta do Senhor Jesus, aquele que foi rejeitado pelos homens, virá com poder e gloria para julgar o mundo. Nesse dia não será mais O Salvador, mais sim, Juiz inflexível contra aqueles que o recusaram, não aceitando a sua oferta graciosa de salvação, comprada com o Seu sangue derramado naquela maldita Cruz. A nossa vida é instável, insegura, limitada, e passa tão rápido como um conto que se conta depressa, ou como a flor que de manhã floresce e a tarde murcha e cai.. O grande profeta de Deus Moisés escrevendo o (Salmo 90. 9)diz: “Acabam-se os nossos anos como um breve pensamento, e continuando no (Ver. 10) ele disse: “Os dias da nossa vida sobem a setenta anos ou, em havendo vigor, a oitenta; neste caso, o melhor deles é canseira e enfado, porque tudo passa rapidamente, e nós voamos”.

Se hoje mesmo tiver que encontrar com Deus, como estará? Estas preparado? Ou ainda não tem pensado sobre isso? Sabe, é bom que pense!.......... Porque hoje Jesus é Salvador, mais amanhã Ele poderá ser Juiz, e ai não terás mais nenhuma chance.

Ouça a seguir a musica abaixo “RUDE CRUZ” e que Deus por sua misericórdia e graça grandemente te abençoe, em nome de Jesus.

Rude Cruz

Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger