quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

MINHA GRATIDÃO !




MINHA GRATIDÃO !

NATAL!...dia de festas, dia de manifestarmos alegria pelo maior e mais precioso de todos os presentes que ganhamos do Pai; a sobrenatural, graciosa e divina encarnação de Cristo Jesus o nosso amado Salvador. Mas, também é dia de agradecermos a todos os amigos e amigas, irmãos e irmãs que durante este ano de 2011 passaram por aqui; assídua ou esporadicamente leram meus postes, e que deixaram seus comentários, e assim, incentivaram-me a continuar o meu trabalho. Portanto, prostro-me diante do trono da graça do Pai em oração, pedindo que as ricas bênçãos dos céus recaiam sobre a vida de todos vocês, meus amados .

UM FELIZ NATAL! E PROSPERO ANO NOVO COM CRISTO JESUS, O NOSSO MAIOR PRESENTE, RAZÃO DA NOSSA ETERNA ALEGRIA!!!

Um forte abraço
Enéas C. Lara

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

NÃO FAÇA DA GRAÇA O SEU LEILÃO!!!

"Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie"(Efésios 2. 8-9)


Se tornou comum nas grandes capitais principalmente, a prática de grandes leilões de bens diversos oriundos de bancos, financiadoras, seguradoras que anunciam em jornais com antecedência, o local e os bens a serem vendidos ao sabor de cada batida do martelo. Essas vendas atraem um grande numero de pessoas interessadas na aquisição de bens por um preço bastante reduzido, e daí, o despertar a concorrência de numerosa multidão.
No mundo Espiritual, infelizmente temos visto uma espécie de leilão. Há leilões cujo convencimento, é pregação de que salvação só é possível através de penitencias, muitas rezas, sacrifícios diversos para que o pecador alcance perdão dos seus pecados. Há leilões que afirmam que é pela caridade, e esmolas que fizermos, ou seja; é pelo mérito de boas obras. Há leilões que pregam que só seremos salvos e vitoriosos se dermos o tri-dízimo, além de generosas ofertas porque quem não semeia não colhe.

E há ministérios que para arrebanhar seguidores andam oferecendo o Céu por um preço de uma barata pechincha. Alguns falsos profetas oferecendo prosperidade, riqueza, bens materiais, saúde, a solidez de um matrimônio feliz, a reconstrução de lares destruídos etc. Para isso, dizem aos incautos que postulam conseguir toda essa felicidade que é preciso primeiro semear, porque, quem não semeia não colhe.
Contudo, a palavra de Deus e o seu ensinamento contradiz tais vantajosas ofertas, as quais tem seduzido milhões de pessoas. São leilões fictícios; são balcões de negócios que iludem as almas. (Boas obras não salvam. A caridade não salva. Crenças não salvam.) O demônio também tem fé, e faz caridade como anjo de luz, embora caído, o qual se fez um contumaz mentiroso. E está eternamente perdido para sempre! Só o evangelho genuíno da graça não oferece leilão ao povo.
O evangelho é diferente. Ele traz aos pecadores o convite de um banquete gratuito, sadio, bom, de vida eterna, de águas cristalinas, de pão generoso e abundante, de perdão eterno. (Isaias 55) Este grande profeta de Deus fez ecoar as boas novas da vinda daquele que haveria de vir trazer descanso, refrigério, salvação, esperança para todas as almas. Ele começa no (Ver. 1) “Ah! Todos vós, os que tendes sede, vinde ás águas; e vós, os que não tendes dinheiro, vinde comprai e comei; sim, vinde e comprai, sem dinheiro e sem preço, vinho e leite”.
Assim, quando a bendita promessa se cumpriu na vinda de Cristo Jesus ao mundo, Ele prosseguiu a fazer o mesmo convite: “Vinde a mim......todos!” Pedi, buscai, batei”.......”Quem tiver sede, beba de graça”.........”Eis que estou a porta e bato”.........O evangelho de Cristo Jesus não busca interesses escusos, não engana os homens com falácia, com promessas tendenciosas e desvirtuadas do contexto santo da palavra de Deus. A gloria celestial não é conquistada meritóriamente através de barganha com Deus, por sermos generosos ofertantes, por passarmos noites em vigílias nos montes, fazermos costumeiros jejuns, mas sim, ela nos é oferecida por graça mediante a fé (e isso não vem de nós) é um presente de Deus (Efésios 2. 8)
Agora, quando a graça é acionada por intermédio do agir do Espírito Santo que nos convence de pecados, então somos invadidos por uma grande tristeza que nos traz arrependimento, e assim pela somos salvos através do sacrifício do vertido sangue de Cristo Jesus naquela infamante Cruz.

A grande infelicidade da família Brasileira é viver hoje bombardeado pelos anúncios de atraentes leilões religiosos. Portanto, se faz necessário uma ação urgente, que as igrejas e ministérios realmente compromissados com a verdade do Evangelho genuíno da graça de Deus, que eles apregoem, assim como (Isaias 55) fez, a oferta de graça, sem preço, e sem dinheiro.
Que você meu amado irmão reflita nesta palavra, e como um servo fiel cumpra o seu dever da outorgada missão do “IDE” de Jesus!
Que Ele de nós tenha misericórdia. Amém

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

UM POÇO CHAMADO BEER-LAAI-ROI !



Texto Básico: (Gênesis 16. 14)

A Palavra de Deus nos relata uma emocionante história da vida de um grande servo de Deus, chamado Abrão. Ele era casado com Sarai, e tinha recebido de Deus uma grande promessa de ser Pai de uma grande nação. Contudo, a sua mulher Sarai era estéril. O tempo passava e a promessa não se cumpria. Então, Abrão reclama com Deus dizendo: “Senhor Deus, que me haverás de dar, se continuo sem filhos?(Gênesis 15. 2). Deus então, conduz Abrão até fora da casa e lhe disse: “Olha para os céus e conta as estrelas, se é que o podes. E lhe disse: “Será assim a tua posteridade”.

Contudo, os anos se passaram, e com eles as possibilidades físicas e humanas também. Abrão agora com (100 anos de idade) e sua esposa Sarai com (90 anos) a esperança da divina promessa humanamente tinha-se desvanecido. Então, um pensamento terrível ocorreu no coração de Sarai. Ela disse a Abrão: “Já que Deus tem me impedido de dar a luz filhos,(Gênesis 16. 2)eu vou resolver este problema”. Toma a sua serva egípcia por mulher, e assim a promessa vai ser cumprida. Mas quando Hagar fica grávida, Sarai enciumada, passou a desprezar, e maltratar ela, tanto que teve que fugir para o deserto. Quando Hagar vagando pelo deserto se aproxima de uma fonte de água, eis que lá estava um anjo do Senhor que lhe questionou sobre o porque de ela se encontrar naquele lugar. Ela respondeu: “estou fugindo da minha senhora”. Disse-lhe o anjo: “volte à sua senhora e humilha-te sob suas mãos”, e acrescentou o anjo do Senhor: “Multiplicarei sobremodo a tua descendência, de maneira que, por numerosa, não será contada”

Após ter recebido essas palavras, Hagar chama aquele poço de (Beer-Laai- Roi), o que significa “poço Daquele que vive e me vê”. Há!.......existe em nossas vidas momentos em que sentimos sozinhos e, temos a impressão de estarmos completamente abandonados, e até chegamos a duvidar de que Deus esteja vendo o nosso sofrer, e permitindo a nossa dor. Isso pode ocorrer, quando nós tiramos os olhos de Deus e começamos a olhar para nós mesmos, e então começamos a ter pena de nós e pensar; (eu não merecia isso). Jamais devemos esquecer que os olhos de Deus percorrem toda a terra, e está atento para todas as nossas necessidades.

Meu irmão, amigo, leitor desta mensagem, deixa eu te dizer uma coisa: aquele que investiu em você nada menos do que a vida do Seu unigênito Filho, que pagou o mais alto de todos os preços com a doação da Sua vida, derramando o Seu sangue inocente naquela maldita Cruz do calvário para te salvar, você acha mesmo que depois desta prova imensurável, inquestionável de amor maior, Ele vai- te abandonar?
Fique seguro de que Ele estará com você, seja quais forem as circunstâncias desfavoráveis em que estiver, Ele sempre estará presente. E se puder crer nisso, ainda que a dor e o gemido arranque dos seus olhos quentes e abundantes lágrimas, saiba que os Seus braços eternos estarão abertos para te acolher, e oferecer do Seu bálsamo curador o consolo e conforto para a tua vida.

Não devemos nunca esquecer estas palavras de Hagar:Beer-Laai-Roi”, que significa: “AQUELE QUE VIVE E ME VÊ.”
Que o Deus que nos vê e que sempre está conosco, te abençoe em nome de Jesus!

sábado, 10 de dezembro de 2011

O DIA DA BIBLIA !



BIBLIA; O VIVO E ETERNO MILAGRE DE DEUS !
Texto Básico: (I Pedro 1. 24)
Seca-se a erva, e cai a sua flor; a palavra do Senhor, porém, permanece eternamente
.

É nestas palavras que reside a nossa perseverança e a segurança de nossa caminhada da fé. O termo usado – palavra – significa o registro, o livro, a voz impressa, a promessa amorosa, irrefutável, inquestionável por Deus feita . Que revelação grandiosa, imensurável é a desse livro!. Sobre ele tem passado o fogo, a água e o sangue! Nenhum outro livro jamais foi tão odiado pelos homens perversos e, tratado de modo tão irreverente e abusivo pelos homens chamados de “fiéis”. Ele foi perseguido, proscrito, interditado, excomungado, queimado pelos homens oriundos da era diabólica que, com todo o empenho tentaram destruí-lo; todavia, ele continua sua marcha com toda firmeza. No passar dos tempos surgiram opositores contra ele de várias formas; alguns se gloriando de novas descobertas, ou de encontrar nele alguma falha fatal que viesse comprometê-lo, e desacreditá-lo.

Todavia, os críticos e inimigos passam, suas asseverações dogmáticas são desmascaradas, e, assim, o grande e antigo livro adquire força cada vez mais crescente. Com grande tristeza ainda vejo hoje, quanto abuso tem ele sofrido dos seus supostos amigos e seguidores! Tem sido mal traduzido, distorcido, incompreendido, e erroneamente ensinado. Tem sido adorado como um ídolo e consultado como um oráculo supersticioso. Sua mensagem tem sido torcida, adulterada para provar quase tudo em conformidade com escusos interesses pessoais. Foi usado como justificativa em favor da escravatura, da poligamia, da terrível inquisição, da queima das chamadas bruxas, do poder opressivo e dominante e, conseqüentemente das justificadas depravações em todos os tempos. Não obstante, a despeito de tão ferrenha e obstinada oposição, a Bíblia permanece triunfante, vitoriosa em poder, majestade, gloria porque ela não simplesmente contem a palavra de Deus, mas ele é a palavra de Deus.

O Senhor Jesus falando dela disse: “Examinai as Escrituras, porque julgais ter nelas, a vida eterna, e são elas mesmas que testificam de mim”(João 5. 39).
E ainda (João 5. 24)” Disse: “Em verdade, em verdade vos digo: quem ouve a minha PALAVRA e crê naquele que me enviou tem a vida eterna, não entra em juízo, mas passou da morte para a vida”.

Por tudo isso, é inegável ser a Bíblia o vivo e grande milagre de Deus, que por sua misericórdia e graça nos permitiu tê-la, e dela recebermos ensinamento, admoestação, fé, alimento nutritivo para nossas almas, e a consoladora esperança da nossa eterna salvação.

Com sincera gratidão louvamos ao nosso Deus, por este presente grandioso, esta dádiva de imensurável amor; a BIBLIA SAGRADA.



Que a Ele seja a honra, o domínio, a gloria, poder, majestade para todo o sempre Aleluia..........!

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

ESTE IMPLACÁVEL E PRECIOSO TEMPO !




Existiu em cada um de nós, o momento divino, gracioso, magistral em que recebemos do criador a ordem: “COMEÇA!!!..... Então, o milagre do primeiro pulsar do nosso coração, deu inicio a nossa existência humana. E tão somente por este decreto, o (Tum, Tum,) ritmado do nosso coração começou a marcar a vida e, sua continuidade. Por outro lado, esse mesmo (Tum, Tum,) que pela ordem de Deus começou a funcionar, também implacavelmente marca o tempo regressivo que nos conduz a morte.

Se ao festejarmos a cada acrescido segundo, que o pulsar marca em nossas vidas, não podemos esquecer que também é esse mesmo segundo, que o relógio regressivo implacavelmente, diminui o tempo da nossa existência humana. O qual jamais poderemos recuperá-los. Permita-me fazer-te uma pergunta: Qual é a coisa mais preciosa que você tem em sua vida? Acho que talvez respondesse; é a minha família, ou, minha casa, meu emprego, bens materiais etc, etc. É claro que tudo isso é bastante relevante mas, a pergunta é; qual a mais preciosa? Considerando o (Salmo 139. 16) onde diz: “Que todos os nossos dias, foram escritos e determinados, quando nenhum deles havia” Isto é; quando Deus deu ordem ao inicio da vida, ele também determinou o momento do fim. Estamos circunscritos à limitação do tempo, e isso o faz imensamente precioso para nós, cada segundo desta concessão graciosa.

Não existe nada de maior valor para nós, do que o tempo. Porque cada segundo vivido é irrecuperável. Você pode perder a saúde mas, a recupera, perde bens materiais e torna recuperá-los, perde a família, e pode reconquistá-la novamente. Contudo, o tempo perdido é impossível reconquistá-lo. Tempo é um presente que Deus nos deu para usufruirmos dele, diligentemente com prudência, e com grande alegria e manifestada gratidão. Se você ainda não percebeu o valor do tempo, pense no atleta Olímpico que por causa de um milésimo de segundo perdeu o titulo. No condenado a morte vivendo a véspera da execução. Nos namorados aguardando o reencontro, e coisas assim, que faz com que encontremos no tempo o seu precioso valor.

Se o tempo é algo tão precioso, deixa-me fazer-te outra pergunta: O que você tem feito com o seu tempo? Tem vivido na presença de Deus?, tem usado deste privilégio glorioso para retribuí-lo com incansável trabalhar na sua seara? Todos nós somos servos do Senhor, e haverá um dia em que ele vai pedir conta da nossa mordomia. E aquele que for negligente, improdutivo, já tem o veredicto anunciado. (Mateus 25. 14). A palavra de Deus nos adverte a remir o tempo, porque os dias são maus (Efésios 5. 16)

Que possamos estar alerta com a advertência do Senhor Jesus em (Apocalipse. 1. 3) Diz o Senhor: "Bem-aventurado aqueles que lêem e aqueles que ouvem as palavras da profecia e guardam as cousas nelas escritas, pois o TEMPO está próximo".



Que Deus te abençoe grandemente meu amigo e irmão. Amém !

domingo, 4 de dezembro de 2011

O NATAL !



Texto Básico: (Lucas 2. 10-11)
Hoje vos nasceu, na cidade de Davi, o Salvador, que é Cristo, o Senhor”. Acredite aconteceu!!!.O imensurável amor que se revelou na simplicidade de uma humilde manjedoura.
Para quem conhece Deus, e tem com ele um relacionamento,um compromisso de vida, esta data do Natal (seja ela real ou não), deve ser vista por nós como a prova de um amor imensurável, por Ele um dia ter-nos criado, e amado com amor eterno. Ele preparou um jardim, um pedacinho do Céu aqui na terra, um lugar maravilhoso, e ainda Santo, onde as delicias de frutíferas arvores eram para seu alimento. Um lugar criado pelos dedos de Deus. Você pode imaginar com que carinho e grande amor Deus criou este lugar?

Mas, o homem por seu orgulho em querer ser igual a Deus, se livrar da sujeição do seu criador, ele deu ouvido ao diabo, e assim, trocou a dádiva do presente do glorioso jardim do Éden, por uma enganosa, falsa, e maligna promessa que o diabo fez, e assim, caiu em pecado afastando-se do seu criador. Mas, o amor de Deus ele é verdadeiro profundo eterno, ele poderia ter destruído essa criatura infiel, desobediente, e ter criado outra sem pecado.
Contudo, esse AMOR incompreensível, divino, gracioso que extrapola, a nossa capacidade humana de entender, Ele disse: Gênesis 3-15; “Da semente da mulher virá um que esmagará a cabeça da serpente”. Você pode entender o que prometia Deus por causa do amor a sua criatura? Qual era o tamanho do preço a ser pago? Qual o limite da sua humilhação? Até onde chegou o Criador por causa do pecado do homem? Você pode entender o quanto custou a tua Salvação? Por favor pare aqui!..... reflita?... Pense?.....Que ele um dia viria a este mundo se entregaria para morrer numa cruz, e que se humilharia a tal ponto de se fazer criatura, para morrer por essa criatura, e assim restaurá-la, reerguê-la, refazê-la, lavando o seu pecado no seu sangue vertido naquela até então maldita Cruz, para assim satisfazer a sua justiça..

Sua promessa foi cumprida. Ele veio e nasceu um dia em Belém da Judéia, data esta da nossa comemoração, do nosso jubilo, da nossa alegria, e da nossa eterna gratidão por este amor tão antigo, e tão presente, que nos aquece, que nos da alento, razão e sentido para viver na esperança de reaver, o nosso paraíso que um dia fora perdido. E, por tamanho amor cumpriu a sua missão de resgate, pagando o preço do nosso odioso pecado. Ele vitorioso rompendo as cadeias da morte, triunfante subiu a gloria, e foi preparar-nos lugar, agora para nunca mais perder, mais para que nós possamos ficar com ele por toda a eternidade no gozo eterno.

Que esta noite, seja só de gratidão por nosso Deus que tem um amor fiel, extremado e pede que nós o amemos assim como ele nos amou. Que haja envolvimento, compromisso, renuncia e que seu amor e santidade, seja a transparência viva e refletida em nossos corações, e em nossas ações e atitudes, para glorificação do seu Santo Nome. No entanto, se Deus em seu agir extrapolou a nossa limitada capacidade de compreender seu amor, de igual modo também o é a sua justiça . Disse Jesus: João 3-36Quem crê no filho tem vida eterna; o que todavia se mantém rebelde contra o filho não Vera a vida, mais sobre ele permanece a ira de Deus”.
Que nesta noite de Natal, a nossa razão seja só para agradecer a Deus pelo presente recebido, e por tudo o que ele nos fez, pelo seu nascimento na humilhação de uma manjedoura, pela gloriosa e divina passagem por este mundo, e pela redenção feita na cruz infamante do calvário. Se o seu nascimento é para nós razão de festa, de alegria, de vitória, a sua ressurreição redentora, é o glorioso passaporte pago, selado, e carimbado com o Seu precioso sangue, para a vida eterna, o qual graciosamente ele nos outorgou, para que vivamos com ele harmoniosamente no cumprimento da sua palavra.

A Ele seja toda a gloria, honra, poder, majestade para sempre. Amém !.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

SEPARAÇÃO UMA REALIDADE IMPRESCÍNDIVEL!



"VÓS NÃO SOIS DO MUNDO, DELE VOS ESCOLHI"
Texto Básico:(João 15. 19)


Uma jovem crente que não via qualquer mal ou prejuízo em participar de tardes dançantes em um clube, certa vez enquanto dançava com um jovem quiz evangelizá-lo. Então este perplexo parou, e perguntou: Não me diga que você é crente? Sim respondeu a jovem. “Sou cristã” “Bem, então pelo amor de Deus o que você está fazendo aqui? Pensei que crente fosse alguém diferente. Há!.........O mundo espera que o cristão seja alguém como uma incandescente luz que não se misture com as trevas, porque se não houver uma linha demarcatória, então como é que as pessoas saberão de que lado estamos nós? A separação foi sempre o padrão de Deus.---- Abraão teve de deixar a sua terra, e a casa de seus pais, e em completa separação teve de ir, sem saber para onde. Moisés recusou ser chamado filho da filha de Faraó, escolhendo antes sofrer aflições com o povo de Deus do que gozar durante algum tempo os prazeres do pecado; considerou sobremaneira a sua fidelidade ao Deus do seu povo, do que as riquezas e prazeres do Egito. Assim, também aconteceu com os Israelitas. Eram um povo especial, inteiramente separado das nações representando o Senhor dos Senhores, o Deus todo poderoso.

Também, podemos ver em (Esdras 9- 10) e em (Neemias 13), quando o povo quebrou a linha de demarcação através de casamentos mistos, então, Deus agiu severamente para com o pecado praticado da mistura com povos pagãos. Os casamentos tiveram de serem desfeitos e as esposas tiveram de serem devolvidas. A santificada separação continua hoje a ser o padrão e a chamada de Deus para o seu povo, (Hebreus 12. 14) “Sem santificação ninguém verá a Deus”. Somos peregrinos, estrangeiros numa terra estranha, porque embora nós amemos esta vida, aqui não é o nosso lugar, muito pelo contrario disse Jesus: “Vós não sois deste mundo porque dele vos escolhi” (João 15. 19). E por sermos forasteiros em peregrinação enquanto aqui, foi que os poetas sacro ( E.R.Smart – E.T. Cassel) escreveram este belo hino (288 do Hinário Evangélico)
Sou forasteiro aqui, em terra estranha estou,
Celeste Pátria, sim, é para ponde vou.
Embaixador por Deus, do reino lá dos céus,
Venho em serviço do meu Rei!.

Porque a evidência da vida separada está nas atitudes de um coração transformado.. “Não ameis o mundo nem as cousas que há no mundo. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele”(I João 2. 15) Somos humanos e esta carne que nos reveste é daqui, e se deixarmos ser dominados por nossos corruptos corações, (Jeremias17. 9) então, seremos seduzidos pela irresistível especiarias da mesa de satanás, que fartamente nos é oferecida. E isso tem ocorrido quando copiamos as praticas do mundo e trazemos para dentro das igrejas até por uma boa intenção, mas tendo a aparência das obras pecaminosas do mundo, estaremos cometendo pecado. O apostolo Paulo nos diz: “Fugi de toda a aparência do mal”.
Infiéis, não compreendeis que a amizade do mundo é inimiga de Deus? Aquele, pois, que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus” (Tiago 4. 4). Aquele que ama o mundo não ama a Deus. Qual é pois a tua atitude? Já se fez esta pergunta? Tenho amado mais o mundo, ou a Deus?. Tenho sido imitador de Deus, ou do mundo (Efésios 5. 1)

Que possamos estar refletindo na advertência da palavra de Deus. Que Ele vos abençoe em nome de Jesus. Amém!





Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger