terça-feira, 20 de dezembro de 2011

NÃO FAÇA DA GRAÇA O SEU LEILÃO!!!

"Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie"(Efésios 2. 8-9)


Se tornou comum nas grandes capitais principalmente, a prática de grandes leilões de bens diversos oriundos de bancos, financiadoras, seguradoras que anunciam em jornais com antecedência, o local e os bens a serem vendidos ao sabor de cada batida do martelo. Essas vendas atraem um grande numero de pessoas interessadas na aquisição de bens por um preço bastante reduzido, e daí, o despertar a concorrência de numerosa multidão.
No mundo Espiritual, infelizmente temos visto uma espécie de leilão. Há leilões cujo convencimento, é pregação de que salvação só é possível através de penitencias, muitas rezas, sacrifícios diversos para que o pecador alcance perdão dos seus pecados. Há leilões que afirmam que é pela caridade, e esmolas que fizermos, ou seja; é pelo mérito de boas obras. Há leilões que pregam que só seremos salvos e vitoriosos se dermos o tri-dízimo, além de generosas ofertas porque quem não semeia não colhe.

E há ministérios que para arrebanhar seguidores andam oferecendo o Céu por um preço de uma barata pechincha. Alguns falsos profetas oferecendo prosperidade, riqueza, bens materiais, saúde, a solidez de um matrimônio feliz, a reconstrução de lares destruídos etc. Para isso, dizem aos incautos que postulam conseguir toda essa felicidade que é preciso primeiro semear, porque, quem não semeia não colhe.
Contudo, a palavra de Deus e o seu ensinamento contradiz tais vantajosas ofertas, as quais tem seduzido milhões de pessoas. São leilões fictícios; são balcões de negócios que iludem as almas. (Boas obras não salvam. A caridade não salva. Crenças não salvam.) O demônio também tem fé, e faz caridade como anjo de luz, embora caído, o qual se fez um contumaz mentiroso. E está eternamente perdido para sempre! Só o evangelho genuíno da graça não oferece leilão ao povo.
O evangelho é diferente. Ele traz aos pecadores o convite de um banquete gratuito, sadio, bom, de vida eterna, de águas cristalinas, de pão generoso e abundante, de perdão eterno. (Isaias 55) Este grande profeta de Deus fez ecoar as boas novas da vinda daquele que haveria de vir trazer descanso, refrigério, salvação, esperança para todas as almas. Ele começa no (Ver. 1) “Ah! Todos vós, os que tendes sede, vinde ás águas; e vós, os que não tendes dinheiro, vinde comprai e comei; sim, vinde e comprai, sem dinheiro e sem preço, vinho e leite”.
Assim, quando a bendita promessa se cumpriu na vinda de Cristo Jesus ao mundo, Ele prosseguiu a fazer o mesmo convite: “Vinde a mim......todos!” Pedi, buscai, batei”.......”Quem tiver sede, beba de graça”.........”Eis que estou a porta e bato”.........O evangelho de Cristo Jesus não busca interesses escusos, não engana os homens com falácia, com promessas tendenciosas e desvirtuadas do contexto santo da palavra de Deus. A gloria celestial não é conquistada meritóriamente através de barganha com Deus, por sermos generosos ofertantes, por passarmos noites em vigílias nos montes, fazermos costumeiros jejuns, mas sim, ela nos é oferecida por graça mediante a fé (e isso não vem de nós) é um presente de Deus (Efésios 2. 8)
Agora, quando a graça é acionada por intermédio do agir do Espírito Santo que nos convence de pecados, então somos invadidos por uma grande tristeza que nos traz arrependimento, e assim pela somos salvos através do sacrifício do vertido sangue de Cristo Jesus naquela infamante Cruz.

A grande infelicidade da família Brasileira é viver hoje bombardeado pelos anúncios de atraentes leilões religiosos. Portanto, se faz necessário uma ação urgente, que as igrejas e ministérios realmente compromissados com a verdade do Evangelho genuíno da graça de Deus, que eles apregoem, assim como (Isaias 55) fez, a oferta de graça, sem preço, e sem dinheiro.
Que você meu amado irmão reflita nesta palavra, e como um servo fiel cumpra o seu dever da outorgada missão do “IDE” de Jesus!
Que Ele de nós tenha misericórdia. Amém

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger