sexta-feira, 31 de agosto de 2012

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

A NOSSA ETERNA E GLORIOSA MORADA!!!

QUEM, SENHOR, HABITARÁ NO TEU TABERNÁCULO? QUEM HÁ DE MORAR NO TEU SANTO MONTE?
Salmo 15. 1
Quanta saudade tenho da minha infância, quando ia visitar meu tio João. Morava no campo e tinha no fundo da sua casa um grande pomar. Então me lembro subindo nas grandes mangueiras e ter o privilégio de escolher a fruta mais bonita e poder saborear no embalo da suave brisa daquelas manhãs. E quando chegava a noite sentávamos envolta de uma fogueira, tendo por cobertura um incrível Céu estrelado para ouvir as historias do tio João. Era historias hilárias, mas ao mesmo tempo de grande preocupação, quando então; contava do Lobisomem da meia noite, do Saci de uma perna só, do caipora das matas. etc. etc. Sabe, viver aquele tempo era como desfrutar de um paraíso. Contudo, quando analisamos aquele pedacinho de felicidades, podemos ver que isso era só para nós crianças, mas para os adultos que moravam lá, a coisa era bem diferente. Tinha o labor do capinar o dia todo debaixo de um Sol escaldante de (30 graus) .
 O autor do (Salmo 84) fala do anelo de sua alma pelas moradas do altíssimo. No (Ver. 2) diz: “A minha alma suspira e desfalece pelos átrios do Senhor”. Quando nos lemos estas palavras percebemos que nós muitas vezes temos sido eternas crianças em nossas vidas espirituais. Que só queremos usufruir das bênçãos do Senhor, sem se preocupar com o implícito e árduo labor da sua seara. Tem crentes que amam o (Versiculo. 7)” Vão indo de força em força.(ou seja; de benção em benção, de gloria em gloria). Mas se esquecem que para habitarem nas moradas do Altíssimo, é preciso antes de tudo assumir compromissos e responsabilidades de servo.
Enquanto aqui vivermos, receberemos as copiosas bênçãos que Deus graciosamente as derrama a todos. (Mat.5. 45) “Ele faz nascer o sol sobre maus e bons e vir chuvas sobre justos e injustos”. Entretanto, aqueles que não tem compromisso de vidas transformadas, que não tiveram um real encontro com Cristo Jesus, um nascer de novo, não podem alcançar o galardão glorioso de adentrar no descanso das moradas do Altíssimo.
Quando nós viajamos e ficamos longe de casa por vários dias, começamos a ficar saudoso do nosso lar. Podemos estar hospedados em hotéis (5 estrelas), mas a nossa caminha, que saudade!!!!!. Pode até não ser tão luxuosa, mas não tem nada melhor como um repousar no aconchego da nossa casa.
 Enquanto o  homem não entregar sua vida a Jesus, e não abrir seu coração para ser ocupado por Ele, não encontrará overdadeiro e eterno descanso. Serão como crianças a viverem a momentânea e passageira alegria de uma noite que não só pode virar saudades, como também um eterno e sofrível pesadelo

Para você meditar!
Que Deus ricamente abençoe a tua vida, em nome de Jesus. Amém!!!

domingo, 26 de agosto de 2012

A VOZ DE UM CHAMADO IRRESISTÍVEL !!!

Um fazendeiro caçava certa feita pelas montanhas, quando avistou em uma alta rocha um tufo de ramos que, imediatamente identificou se tratar de ninho de águia. Subiu aquela rocha com muita dificuldade, até que deparou com o ninho e, dentro dele estava um filhote de águia ainda sem penas, coberto apenas por uma fina penugem. Recolheu a ave e colocou-a dentro da camisa. Descendo daquela montanha voltou para a sua fazenda. O filhote foi colocado junto com as galinhas, e ali aprendeu comer comida se galinhas, andar como galinhas, se comportar como galinhas, até que foi crescendo e criando a sua plumagem e se tornou adulta. Os entendidos diziam que ela jamais voaria, pois a musculatura necessária para sustentar o vôo de uma ave tão pesada só teria desenvolvido se, na época do empenamento, a jovem águia tivesse sido treinada por sua mãe. Entretanto se tornou uma bela águia, mas que não sabia voar. Era simplesmente uma águia entre galinhas, e tudo indicava que não ocorreria mudanças. Um dia, contudo, passou voando a grande altura sobre a fazenda, um outra á guia. A qual emitia embora de muito longe o som característico da sua espécie piando. Então, aquele fazendeiro que estava ali, pode ainda que com dificuldades ouvir a sua voz. Para a águia entre galinhas, não foi preciso mais nada. Como que tomada de frenética loucura, começou a debater-se, ora rolando pelo chão, ora vibrando as suas imensas asas, com violência contra o solo, levantando grande quantidade de poeiras. Tanto foi sua insistência, que de repente levanta o seu voar ainda que a principio baixo, mas com vibrantes bater de suas asas ganhou as alturas passando em rítimo cadenciado voando cada vez mais alto desaparecendo para sempre.

 Semelhantemente a vida do homem que é eleito de Deus aquele que foi (predestinado para a salvação, chamado antes da fundação do mundo para ser santo), ocorre da mesma forma (Efésios 1. 4). Quando o chamar do Senhor ressoar em nossos ouvidos, não há nada que nos possa deter frente o poder da doce e misericordiosa voz do seu chamar.

 Aquela águia vivia entre as galinhas, até ao dia que ouviu a voz da sua espécie, aquele apelo das alturas despertou naquela ave, forças desconhecidas. Uma tal afinidade existia naquele chamado, ao ponto de produzir uma transformação radical naquela vida.  Disse Jesus: “As minhas ovelhas ouvem a minha voz; eu as conheço, e elas me seguem. Eu lhes dou a vida eterna; jamais perecerão, eternamente, e ninguém as arrebatará da minha mão”. (João 10. 27. 28).
 A voz de Cristo tem poder, revoluciona o coração.
Antes a águia vivia ciscando as escórias da terra, como vulgares galinhas, mas o chamado ouvido por ela mudou a sua vida. Assim também nós ao ouvirmos o chamar do Senhor despertou em nós uma natureza sobrenatural.
E agora, o céu é nosso destino, o chamar de Deus se fez irresistível, e a graça deste chamar nos fascinou. Nada menos pode nos satisfazer a alma, do que ter com Deus um envolvimento que nos faça participantes do seu glorioso e eterno reino. Aleluia.
Que Deus grandemente te abençoe amigo leitor, em nome de Jesus!!!!!!

25. 08. 2012

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

A METAMORFOSE QUE FAZ DA MORTE O NASCER PARA A VIDA!!!
Texto Básico: (Ezequiel 11. 19) 
“Retirarei deles o coração de pedra e lhes darei um coração de carne"

 Certa vez eu caminhava com meu pai dentro de uma mata, ele era um homem simples que não tinha cursado nenhuma escola superior, entretanto, era um ardoroso pregador da palavra de Deus, e por ter certas limitações se fazia admirável a sua sabedoria e poder de palavra, o qual  foi usado pelo Espírito Santo trazendo para os pés benditos de Cristo Jesus muitas almas para a gloria de Deus. A certa altura da trilha que andávamos ele parou e, olhando para uma pequena arvore, me mostrou horríveis lagartas de aspectos asquerosos e, alguns casulos construídos por elas mesmas e disse: Veja, essa horripilante e asquerosa lagarta, um dia passará pelo processo de transformação numa apreciável e bela borboleta. Assim também, é aos olhos de Deus a vida do homem que ainda não passou pelo novo nascimento; Não da carne, mas do Espírito.
 É imprescindível que o homem para se aproximar de Deus, passe pelo processo de uma transformação total em uma nova criatura. O Senhor Jesus disse: “Aquele que não nascer de novo não entra no reino de Deus”(João 3. 3).
A termologia aqui usada por Jesus (nascer de novo) vai ao extremo comparativo de uma total mudança requerida. Nova vida. “E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura;” as cousas antigas já passaram; eis que se fizeram novas”( Cor. 5. 17). Isto é; tem que haver constatação de visíveis e profundas mudanças, de pensamentos, atitudes, de novos desejos, novos valores, de um sentimento de nojo e grande tristeza ao pecar, mas um sentimento de exultação e alegria em servir a Deus. Tudo isso, se faz pressupor um coração novo renascido, transformado de um estado anterior de pedra e conseqüentemente duro, insensível e morto, para um vivo e de sentimentos acessíveis a graça de Deus.

 O apostolo Paulo disse: “Nós temos a mente de Cristo”(ICoríntios.1. 16) porque não vivemos mais segundo a carne, mas segundo o Espírito. Portanto, se a perceptiva transformação não ocorrer, não se engane, não houve conversão.
 Entretanto, existe por ai ensinamentos anti-Bíblico, afirmando que o crente não pode sofrer porque é filho de Deus. Essa é uma pregação mentirosa, tendenciosa em querer seduzir os incautos seguidores. Essa nova vida que em Cristo Jesus passamos a viver pelo novo nascimento, não nos isenta dos sofrimentos, das lutas, das dificuldades, crises financeiras e econômicas, sociais e até espirituais. Não somos diferentes das outras pessoas, quanto as lutas e sofrimentos, contudo; com um grande e glorioso diferencial . Deus nos assiste e dá forças para passar pelo vale por mais estreito e sombrio que nos pareça, até que venha a vitória.
O Senhor Jesus já nos advertiu: “No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo”.(João 16. 33), e a vitória dEle é a nossa maior e gloriosa conquista, porque nos garantiu vida eterna comprando-nos para Deus com o seu derramado sangue na Cruz infamante do calvário. A Ele seja toda a gloria para sempre. Amém!!!!!

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

O IRRECUPERÁVEL PRIMEIRO JARDIM PERDIDO!!!

Após Deus ter terminado a criação da terra e tudo o que nela há, por ultimo Ele criou o homem. E para essa sua criatura, Ele dispensou toda a sua atenção e amor de tal modo que disse: “Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança”, mas muito mais que isso; Ele do seu hálito Santo, soprou nas narinas humanas o espírito de vida, o qual passou a ser alma vivente e espírito imortal. Como um Deus de amor e providente, Ele preparou um lugar todo especial para a sua tão amada criatura habitar. Não foi uma casa, ou uma mansão, mas Um belo Jardim grinaldado de flores e de deliciosos frutos. Tanto era lindo esse lugar, que Deus vinha todos os dias para estar ali. E Adão foi posto por Deus como jardineiro para cultivar e o guardar o santo lugar.(Gênesis 2. 15)

Mas, a infidelidade do homem motivada pelo orgulho, e cobiça em ser igual a Deus, e sendo tentado por satanás, levou os nossos primeiros pais a pecarem, e assim; como pecadores tornaram indignos de ali estarem, perdendo por isso o habitat do seu paraíso. O pecado cometido pelo homem foi algo brutal de conseqüências eternas, porque não só perderam seu paraíso, como também morreram espiritualmente (Gênesis 2. 17) e neste estado se tornava impossível reconquistarem o paraíso perdido.
 Tudo estava irremediável, e definitivamente perdido. A essa altura o inferno fazia festa por pensar em ter arruinado a criação mais amada de Deus, entretanto cometeram um grande equivoco não avaliando o tamanho do amor com que Deus amou ao homem, quando diante da tremenda tragédia do pecado consumado, prometeu a vinda do seu Unigênito Filho Jesus para reconciliar o perdido pecador desfazendo a separação que o pecado fazia entre Deus e o homem.(Gênesis 3. 15)

O pecado de fato acabou com o sonho do homem, mas não acabou com o sonho de Deus, ainda que o preço a ser pago fosse tremendamente tão grande. Hoje, continuamos a ser jardineiros de Deus com restaurados sonhos de esperança, mediante ao evangelho da graça pregado por Cristo Jesus, a explicitude da beleza imensurável de um amor que chega a ser incompreensível com que Deus nos amou. O Senhor Jesus veio e restaurou nosso sonho de reconquistar o paraíso perdido, agora não mais um jardim do Éden terreno, mais o belo jardim de Deus as moradas do altíssimo, a Jerusalém celestial.
O Senhor Jesus nos incumbiu de anunciar ao mundo a maior de todas as noticias; o reconquistado sonho que pela fé no sacrifício vicário da infamante Cruz do calvário podemos encontrar perdão, restauração, e salvação.
Pense meu amigo e irmão, se nós limitados que somos podemos criar um lugar (jardim) tão lindo como esse aqui ilustrado, como será o Jardim do céu que o próprio Deus criou? O apostolo Paulo falando dele disse: “Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam”(I Cor. 2. 9)

Podemos voltar a ter esperança que já não é propriamente esperança, mas certeza da vitória que foi comprada, paga, e carimbada com o sangue precioso de Jesus Cristo derramado em favor de todos os que crêem. Venha você também fazer parte dos vitoriosos em Cristo Jesus, recebendo-O como salvador de sua alma. Que Deus te abençoe em nome de Jesus!!!!!!!

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

O DIFICÍLIMO AMOR VIVIDO NO PADRÃO DO SENHOR JESUS!!!

Texto Básico: (Mateus 5. 46) Disse Jesus: “Porque se amardes os que vos amam, que recompensa tendes? Não fazem os publicanos também o mesmo?
Como é algo prazeroso o amar aqueles que nos amam. Mas, como se torna difícil amar aqueles que nos ignora, maltrata, ofende e busca sempre uma forma de nos prejudicar. Isso as vezes não acontece só fora do lar, mas até no convívio familiar com os cônjuges os quais muitos tem que conviverem. Já vi casos de desavenças tão grandes que acabaram inevitavelmente nas barras dos tribunais em divorcio. É preciso buscar em Deus o poder de superação. O profeta Oséias recebeu de Deus uma ordem difícil de cumprir. Disse Deus:Volta a viver com sua esposa e ame-a”. Mas como faria isso se ela tornara uma prostituta ? (Oséias 3. 1) Como amar uma mulher adúltera e reconstruir o casamento?
Diante do difícil pedido de Deus o profeta contudo, não hesitou em obedecer, mesmo porque sabia do exemplo, e da razão porque deveria fazê-lo. Era que Deus estava profundamente triste com o seu povo, (o povo de Israel) o qual estava igualmente se prostituindo e traindo o seu Deus, com deuses falsos. O amor de Deus é imensurável e incondicional, mesmo que os homens sejam imperfeitos, inconstantes na fidelidade do seu amor, Ele continuará fiel. Quando Deus criou o homem já sabia que sua criatura faria escolhas erradas, e por isso não mereceria o seu amor, contudo prosseguiu no seu projeto ainda que, estranhamente soubesse do preço tão alto que teria que pagar um dia. “Conhecido, com efeito, antes da fundação do mundo, porém manifestado no fim dos tempos, por amor de vós”(I Pedro 1. 20)

O seu amor é imensurável que se dispôs a entregar o seu unigênito Filho no suplicio de uma horrenda, e maldita Cruz do calvário. Embora nós não fossemos merecedores. Ao olharmos para o amor de Deus, podemos ver o quanto somos imperfeitos, limitados, e acentuadamente egoístas. Sabemos que temos muitas lutas a vencer, e a mais combativa e ferrenha que temos é contra nós mesmos. (Pois somos o nosso maior inimigo), ou seja; a nossa maculada carne humana. Contudo, ainda que seja difícil, temos um meta a ser alcançada, e um mandamento a ser cumprido (João 15. 12), Disse Jesus: O meu mandamento é este: que vos ameis uns aos outros, ASSIM como eu vos amei”. Veja: que Jesus estabeleceu aqui como parâmetro, a grandeza do seu irrestrito amor.

 O profeta Oséias teve que comprar a sua ex-esposa para tê-la de volta (Oséias 3. 2). O amor sempre tem um preço a ser pago, assim como o Senhor Jesus teve que pagar o maior de todos os preços, dando a sua própria vida por nos amar, e assim da mesma forma nos pede que renunciemos a nós mesmos para que alcancemos a suprema vitória, a salvação de nossas almas. O desafio da palavra de Deus é para que nós sejamos diferentes, rompamos com as reações naturais e instintivas do nosso ego, e que possamos dominá-lo, para que passamos amar aquele que não merece o nosso amor, (por ser até nosso inimigo) mesmo que para isso seja preciso nos humilharmos, assim como Jesus fez ao descer a este vale de lágrimas, e humanizando viveu entre nós.
Que possamos experimentar ainda que seja uma fagulha do amor divino com que Deus nos amou, amando e orando por aqueles que se declaram nossos inimigos,ainda que isso nos seja difícil e até traga prejuízo pessoal, porque só assim, estaremos vivendo o verdadeiro evangelho que o Senhor Jesus Cristo pregou, e que nós orgulhosamente ousamos chamá-lO de nosso Senhor e Mestre. O apostolo Paulo exortando-nos disse: “Sede, pois imitadores de Deus, como filhos amados”, (Efésios 5. 1) E por isso foi que o imperativo padrão de Deus se fez registrar: “SEDE SANTOS, PORQUE EU SOU SANTO” (I Pedro 1. 16)

Se somos na verdade filhos de Deus, temos que ser naturalmente parecidos com o nosso Pai, ainda que; trôpegos e vacilantes, contudo, olhando firmemente para o autor e consumador da nossa salvação, Cristo Jesus o SENHOR.
Pense nisso, e que Deus te abençoe em nome de Jesus!!!!!!!.
16. 08. 2012

terça-feira, 14 de agosto de 2012

SEM FÉ É IMPOSSÍVEL AGRADAR A DEUS!!!

Texto Básico: (Hebreus 11. 6)
Sem fé não só é impossível agradar a Deus como também é impossível viver. Existe a fé natural que é comum a todos os homens, essa que é o combustível que nos move a vida, sem ela não poderíamos viver, mover, existir. Mas, existe a outra fé mais excelente que é a fé Espiritual que nos liga a Deus para uma eterna vida.
Quando nós olhamos para Deus dirigir o seu povo, quantas vezes Deus testou a fé dos seus mais consagrados servos. Nós lembramos da situação extrema, sofrível, embaraçosa vivida por Abraão no monte Moriá diante do seu filho amado, amarrado e deitado sobre a lenha daquele altar improvisado. Ele pega o cutelo aquele instrumento(facão) e por amar sobretudo e em primeiro lugar o seu Deus ele em cumprimento da sua ordem levanta os braços para imprimir força para sacrificar o seu filho Isac, quando então, é impedido por Deus, mesmo porque para Deus o ato já teria sido consumado. E por isso recebeu o titulo honroso da Bíblia o de ser o “Pai de todos os que crêem, o Pai da fé”(Romanos 4. 17)
Mas, vamos ainda recorrer a outro personagem Bíblico da maior expressão de vivência por fé, que já existiu em todos os tempos. Mesmo porque, ele não teve uma avaliação humana simplesmente, mas a ele foi atribuída uma qualificação pelo próprio Deus. (Jó 2. 3) Disse Deus: “Porque ninguém há na terra semelhante a ele, homem íntegro e reto, temente a Deus e que se desvia do mal”. Sabe, podemos dizer que Jó era no bom sentido da expressão, a alegria e o “orgulho de Deus”. Entretanto, no final deste versículo tem um mistério que Deus revela quando disse: “ Jó conserva a sua integridade, embora me incitasses contra ele.”(Jó 2. 3) O que Deus disse é que: O diabo vendo a fidelidade de Jó acusava-o tentando fazer com que Deus o destrui-se, é isso que hoje ele continua a fazer com todos nós, acusando-nos diante de Deus.
Mas, há!.........., que consolo imensurável, razão tão grande pra dizermos; Aleluia!  por esse amor tão grande que chega a ser estranho, em nos amar com um amor que não somos capazes de entender, que por amar essa criatura humana que o criador moldou com seus dedos divinos do pó da terra. (somos somente pó da terra, barro na mão do oleiro) Com exceção de um grandessíssimo detalhe: “Ele soprou do seu hálito santo o Espírito de vida nas narinas humanas”, isso nos dá dignidade e nos faz participar de sua natureza divina, por termos recebido dEle um imortal espírito. (Gênesis 1. 27)diz: “Criou Deus, pois, o homem á sua imagem, à imagem de Deus o criou”.

Ao transferir do seu interior divino o seu sopro, ele assumia um compromisso de amor, de proteção de salvação que humana e racionalmente é inexplicável, quando o criador diante do pecado consumado; se prontificou morrer para salvar a sua criatura. Ainda que, pela loucura o homem rebelde, infiel, desobediente preferiu por orgulho, por cobiça em ser igual a Deus, ouvir a voz do diabo, e assim se rebelando, desobedecendo a ordem do seu criador, comeu do fruto proibido.
 Vamos Parar um pouco aqui para refletir no tamanho deste amorApós o pecado consumado, foi estremecido, maculado, corrompido, inviabilizado a continuação do relacionamento com o homem pecador, porque Deus é santo e sempre o será, mas o pecado afastou a criatura do criador.

 O dia que o diabo conseguiu fazer com que o homem pecasse, lá  no inferno ocorreu uma grande festa, por macular a obra mais grandiosa de Deus, só que o diabo errou não avaliando, ponderando no tamanho do amor com que ele Deus amou sua criatura. (Gênesis 3. 15) Disse Deus: “Da semente da mulher virá um que esmagará a cabeça da serpente”
 Há....meu irmão! Nós as vezes não sabemos avaliar a magnitude imensurável dessa promessa, quando Deus diante da sua divina e implacável justiça que condenava eternamente a sua criatura humana, Ele disse: Eu darei o que tenho de mais precioso que é a vida do meu Unigênito Filho para salvar a vida da minha criatura.........! Você pode entender a beleza desta divina declaração que um dia Deus fez por nos amar?
O que o diabo pensava ter conseguido uma vitória contra Deus, em ter maculado a sua mais preciosa criatura, Deus o transforma na expressão mais linda de eterno amor para cada um de nós. E assim nos constituiu Cristo Jesus o nosso defensor, advogado dos advogados para nossa defesa que pagou a nossa divida, resgatou nossa dignidade, limpou a nossa suja ficha de pecados, outorgando a nós o mérito de seu sacrifício vicário naquela maldita cruz, ao derramar ali, o seu precioso sangue que nos purifica e nos torna alvo mais que neve, santos dignos outra vez diante de Deus, e assim; Ele pode receber-nos para habitar diante dEle na gloria eterna para todo o sempre.
 O apostolo Paulo disse: “Desenvolvei a vossa salvação com temor e tremoré na busca de Deus através da sua palavra que nós encontramos o segredo da fé que nos conduz a vitória, e a vida eterna.
“E assim, a fé vem pela pregação, e a pregação, pela palavra de Cristo”.(Romanos 10.17).
Que possamos estar buscando sempre, essa dádiva bendita que se encontra na palavra de Deus e que é a nossa FÉ. Em nome de Jesus. Amém!!!!!!

sábado, 11 de agosto de 2012

SALVAÇÃO: Uma eleição incondicional da Graça!!!.
Básico: (João 17. 1- 26)
O Senhor Jesus reuniu os seus discípulos para estar com eles. Era um momento de despedida, era um momento de grande tristeza, mas acima de tudo, era um momento de manifestação de amor, de santo zelo, de cuidado com aqueles que iriam ficar sem a sua presença física. Então, ele faz aqui a sua oração intercessora dizendo: “Pai é chegada a Hora!. Glorifica o teu filho, para que o filho glorifique a Ti. Assim como lhe conferiste autoridade sobre toda carne, a fim de que ele conceda a vida eterna a todos os que (lhe deste) E a vida eterna é esta; que te conheçam a ti, o único Deus, e a Jesus Cristo a quem enviaste.
 PRESTE MUITA ATENÇÃO NO QUE JESUS FALOU!....... Versículo (6) “ Manifestei o teu nome aos homens (QUE ME DESTE) do mundo. (ERAM TEUS, TU MOS CONFIASTE), e eles tem guardado a tua palavra”. Meu irmão entendeu o que disse Jesus?.  Se você realmente entendeu glorifique a Deus agora. O que nós descobrimos aqui, é a clara distinção da objetividade da sua missão. Jesus orando disse: “manifestei o teu nome aos homens (que tu me deste)”, fica muito claro que ninguém decide por seu livre arbítrio aceitar Jesus, ou rejeitá-lo. A decisão segundo Jesus não é do homem, mas sim, é um presente que Deus escolhendo trás para Ele Jesus salvar. Porque se afirmarmos que a escolha foi nossa, então estaremos chamando Jesus de mentiroso.

 Preste atenção no que Jesus vai dizer agora !...... “PORQUE ELES ERAM TEUS” veja, que o verbo esta colocado no passado (ERAM).  O que Jesus esta dizendo é que quando ele pregou a boa nova de salvação e que aqueles homens creram, eles creram porque eles já pertenciam a Deus, eles eram os seus eleitos, e escolhidos. Isso é o que Paulo diz aos (Efesios 1. 4) “Assim como nos escolheu nele, antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis perante ele; e em amor nos PREDESTINOU PARA ELE. A veracidade da palavra de Paulo quanto a Predestinação é inquestionável ....!.Fomos escolhidos por Deus por seu divino propósito, antes da fundação do mundo.
 A primeira lição que eu aprendo aqui, é saber que Deus tem na terra( filhos distintos) separados, vivendo no meio de tantos outros que não são filhos,(são apenas criaturas).
E o mais importante é saber, que a sua vinda ao mundo foi tão somente para salvar (estes filhos) de Deus que estão vivendo aqui. E por isso foi, que o Senhor Jesus naquela hora orou assim. (Ver. 9)É por eles que eu rogo; não rogo pelo mundo, mas por (AQUELES QUE ME DESTE, PORQUE SÃO TEUS). Isso é; intercessão exclusiva, restrita, gloriosa dos eleitos e Predestinados do Pai. (Quem pode em sã consciência questionar Jesus Cristo?.....)Ele disse:.”Quem não é por mim é contra mim; e quem comigo não ajunta espalha”(Lucas 11.23) e também (João 17. 16) Disse Jesus: “Eles não são do mundo, como eu também não sou”.

 Os verdadeiros filhos de Deus, tem uma origem, tem uma procedência gloriosa que nasceu no coração de Deus lá na eternidade, antes mesmo do mundo ter sido criado (Efesios 1. 4) “Assim como nos escolheu nele, antes da fundação do mundo, para sermos santos irrepreensíveis perante ele; e em amor nos PREDESTINOU para ele” A sua decisão já foi tomada, o eleito de Deus nasce neste mundo já predestinado para a salvação, é o que a palavra está dizendo aqui. Que os verdadeiros filhos de Deus precederam o tempo, a historia, e a própria criação do mundo.
Meu querido irmão(a) que galardão glorioso é saber que nós também fazemos parte da galeria gloriosa dos redimidos de Deus, através da fé no sacrifício vicário de Cristo Jesus ,o qual foi tão somente por graça, de uma incondicional eleição.
---VOCÊ TEM DIFICULDADE PARA ENTENDER ESSA REVELAÇÃO? ENTÃO VAMOS RECORRER A PALAVRA DE DEUS? . Você Crê no que está escrito não é.....? muito bem, então me acompanhe!........... (Jó 38. 4/ 21) Narra a historia quando Jó estava reclamando com Deus, porque de tanto sofrimento, por ter perdido tudo e estar vivendo como um lixo humano. foi tanta reclamação que Deus veio conversar com Jó, e fez-lhe uma pergunta. (Ver. 4) “Onde estava tu, quando eu lançava os fundamentos da terra, quando eu criava o mundo, onde é que você estava Jó?”. E no versículo (7)  A grande revelação!..... diz Deus: “Quando as estrelas da alva, juntas alegremente cantavam, e rejubilavam “TODOS OS FILHOS DE DEUS”.
 Sabe o que Deus estava dizendo? É que naquela semana enquanto Deus criava o mundo, o céu fazia festa. O Termo usado aqui para (Estrelas da alva) é uma atribuição a anjos. Em seguida ele faz a maior de todas as revelações para um crente, (“E REJUBILAVAM TODOS OS FILHOS DE DEUS”). Todos nós os filhos de Deus, fomos criados primeiramente em espírito, por isso é que o apostolo Paulo escreveu em (Efésios 1- 4) que nós fomos escolhidos antes da fundação do mundo, é porque nós em espíritos já existíamos. Nós precisamos conscientizar do grande mistério que disse Jesus; (João 17. 14) Que nós não somos deste mundo, Ora se não somos deste mundo, é porque pertencemos a outro, assim como ele Jesus também não é deste mundo.
 Nós vivemos hoje misturados e confundidos quando andamos na rua como um ser humano qualquer, temos o mesmo corpo, temos as mesmas aparências, sensações, as mesmas necessidades, até as mesmas fraquezas, contudo; com uma grande diferença : O espírito que em nós habita é (Propriedade exclusiva do Deus eterno). (Efesios 1 -14) diz Paulo, que Deus virá um dia fazer o resgate da sua (Propriedade) que somos nós, para louvor de sua gloria. Por isso Jesus disse; (João 6 -37) “Todo aquele que o Pai me dá, esse virá a mim, e o que vem a mim, (De modo nenhum eu lançarei fora)”.

 É a garantia da salvação que o eleito de Deus tem, a qual ele nunca perderá, porque não está nele a segurança, mas, está em Cristo Jesus. Ainda para dar maior certeza da salvação, é saber que ela teve a sua origem dirigida por Deus ainda lá na eternidade, e que essa decisão não é do homem, se fosse do homem ai até poderia perder, porque seria imperfeita, insuficiente, mas, o que a palavra nos diz, é que foi Deus quem decidiu e escolheu. (Números 23- 19) diz: “Deus não é homem, para que minta; nem filho de homem para que se arrependa. Porventura, tendo ele prometido não o fará? Ou tendo falado, não cumprirá?.
O Senhor Jesus ainda disse: (João 6 .44)Ninguém pode vir a mim, se o Pai que me enviou não TROUXER”. Isso é; ninguém por sua livre vontade por seu livre arbítrio pode aceitar o Senhor Jesus, se primeiro não for trazido, buscado por Deus. Não é nós que escolhemos ele, pelo contrario, foi ele que nos escolheu. A decisão nunca é do pecador, mesmo porque nós já vimos que essa decisão foi feita por Deus lá na eternidade. O Senhor Jesus disse que nós não podemos aceitar, e nem tão pouco ir até Jesus, precisamos ser buscado, trazido, muitas vezes até carregado por Deus, o qual nos entrega, nos dá de presente a Jesus para que ele nos salve. (João 6- 37) Jesus disse: “Todo aquele que Pai e dá, esse vem a mim, e o que vem e mim, de modo nenhum, lançarei fora”.

Como é que eu sei, que sou um eleito de Deus, esse escolhido antes da fundação do mundo?. (João 10- 27) disse Jesus; “As minhas ovelhas ouvem a minha vós, e me seguem, de maneira nenhuma me seguirão aquelas que não forem das minhas ovelhas”. Que alegria tão grande nós temos, de um dia termos ouvido a mensagem da salvação em Cristo Jesus, e termos entregado a ele as nossas vidas. Que triste é saber que o mundo hoje tem (+-7 bilhões de pessoas ) e que muitos embora ouçam a pregação da palavra de Deus, a maioria não o aceitam, e não o reconhecem como o salvador e suas almas. Por ser assim uma decisão de Deus com respeito a nossa salvação, ela é imutável, irrevogável podemos até cair, pecar, como fazemos todos os dias de alguma forma, e para tanto, sofremos conseqüências de nossas faltas, mas, jamais perderemos a graça da chancela que Deus um dia colocou nas nossas vidas, por seu chamamento por sua eleição ocorrido lá na eternidade.

 Por isso, o crente tem que ser alegre viver essa alegria com temor e tremor, mas com toda a intensidade, porque ele já é mais do que vencedor, por Cristo Jesus nosso Senhor. !!!

-----Se por acaso tiver dúvida quanto a mensagem lida, responda-me pelo e-mail: eneaslara194@ig.com.br, teremos prazer em atendê-lo!!!

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

A VEREDA DA VIDA !!!

Desperta ó tu que dormes levanta-te dentre os mortos, e Cristo te iluminará.
 Texto Básico; (Efésios 5. 14)
Porque todos pecaram e carecem da gloria de Deus (Rom. 3. 23), e por ser assim, vivem longe de Deus tendo a sua consciência Espiritual entorpecida e vivendo em profundo dormir. Entretanto, somos dotados das faculdades mentais, emocionais, criativas......dentro do contexto exclusivamente humano. Contudo, carregando dentro em nós um Espírito adormecido (morto). Só Deus por sua misericórdia pode mudar este estado inerte, sem reação e dar sentido á nossa vida, bem como; só Ele pode preencher o incomodo vazio, conseqüência da sua ausência dentro do ser humano.
 É por essa razão é que o homem tem a natural tendência para buscar na religião, uma solução, uma resposta para o incomodo vazio que se verifica dentro da vida de muitas pessoas.
 E nessa busca o homem tem abraçado seitas, filosofias de vida entrando num barco na esperança equivocada de chegarem ao porto seguro, no pensamento de que todos os caminhos de alguma forma os levam a Deus.
E assim, muitos tem procurado a paz e a salvação praticando boas obras.

Pensam que para agradar a Deus e conseguir a sua doce paz, e a salvação precisam fazer boas obras, praticar caridade, dar esmolas, acumular méritos e com isso tornarem merecedores da graça de Deus. A palavra de Deus nos diz o contrário: “Pela graça sois salvos mediante a fé e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não de obras para que ninguém se glorie”(Efésios 2. 8).

Outros tem buscado a salvação através de doutrinas ante-bíblicas, como o culto a Maria.

Este ensinamento é firmado na tese de que a Maria como mãe de Jesus, se torna naturalmente “co-redentora” e que devemos rogar a ela para que interceda a nosso favor. A Bíblia nos ensina diferente: “Porquanto há um só Deus e um só Mediador, entre Deus e os homens, Cristo Jesus homem”(I Timóteo 2. 5). As restrições a Maria, bem como á todos os santos, é que para eles atenderem nossas orações, e intercederem por nós precisariam terem atributos divinos como serem; Onipotentes, Oniscientes, Onipresentes assim como o é Jesus. Para tanto se faz necessário a orientação que vem de Deus através da sua palavra, a “Bíblia Sagrada”, que diz: “E não há salvação em nenhum outro nome: porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos” (Atos 4. 12). Só Jesus Cristo Salva!
Outros ainda inadvertidamente confiam na existência do purgatório.

 E por isso deixam para depois da morte as preocupações com sua vida espiritual, achando que as muitas rezas e missas pós-morte podem solucionarem os seus problemas retirando-os do purgatório e levando-os para o céu. A mensagem da palavra de Deus nos diz:”Quem nEle crê não é julgado; o que não crê já está julgado” (João 3. 18). A única chance de ganhar vida eterna é enquanto está vivo.
 Outros ainda crêem na reencarnação.

Achando que precisamos passar por várias reencarnações para assim purificarmos de nossos pecados, e dessa forma alcançarmos a vida eterna. Isso é um grande equivoco. A Bíblia nos diz: “Ao homem está ordenado morrer uma só vez, vindo depois disso o juízo” (Hebreus 9. 27).
Se você ainda tem duvida quanto a sua vida espiritual, ou seja; sua vida pós-morte, leia a palavra de Deus a Bíblia Sagrada, só ela é a verdade e vereda da vida que te mostrará o caminho a seguir, pois nela é que Deus fala contigo e revela o seu imensurável amor ao ter enviado o seu unigênito Filho ao mundo, para que morrendo naquela ignominiosa cruz do calvário, derramando o seu sangue inocente nos purificássemos de todas as nossas iniqüidades .
Vejam a mensagem de Salvação que foi anunciada por Jesus o Único Salvador que disse: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”(João 3. 16).

Se você meu amigo leitor desta mensagem não entendeu, ou tem alguma duvida e quiser maiores esclarecimentos, deixe um comentário, e estaremos a seu inteiro dispor para atendê-lo.
Que Deus vos abençoe em nome de Jesus!!!!!

domingo, 5 de agosto de 2012

OS NOSSOS CONSTRUIDOS CASTELOS !!!

Certa feita eu estava sentado a beira mar. E próximo de mim um garoto construía um "castelo de areia". Era admirável a sua habilidade na divisão dos compartimentos e, até uma bela torre ele construiu. Depois que julgou o trabalho concluído, sentou-se enfrente a sua obra, e sorriu. Mas, uma onda mais forte veio e destruiu o seu castelo. Ao contemplar a cena pensei que ficaria triste, e desistiria do seu intento. Mas, ele olhou para as águas que se afastavam, coçou a cabeça e, recomeçou tudo de novo. A tarde caia quando seus pais chegaram e lhe disseram: Filho..!, vamos pra casa.
 Aquele menino agiu assim porque, embora o castelo de areia fizesse parte da sua fantasia de vida, o que sustentava sua alegria era, a esperança de saber que no final do dia, tinha uma casa para onde voltar, e ali teria o conforto e o abrigo de um lar.

 Quase tudo que construímos em nossa vida é passageiro. São “castelos de areias”. É nosso projeto de vida, é nossa casa própria, é nosso emprego, e infelizmente para muitos até o próprio casamento. Investimos tanto tempo, tanta dedicação, tanta energia, lagrimas, suor para serem construídos . E insensato seremos se depositarmos neles, a nossa maior esperança. Mais cedo ou mais tarde, uma onda inevitável poderá vir e levar para sempre aquilo que demandou tanto tempo para construirmos. E quando isso acontecer, somente aquele que tiver sua esperança no Senhor Jesus, será capaz de como aquele garoto, rir, e começar de novo.
Todo crente tem uma promessa gloriosa e o aguarda com grande expectativa o dia em que será liberto deste corpo mortal, para receber uma nova vida. Essa sim, não será instável, passageira, finita como os “castelos de areias” que construirmos neste mundo, mas será eterna nos Céus. A exemplo daquele menino devemos, continuar se alegrando em tudo o que construirmos, sem depositar neles a razão da nossa vida.
 Nós que confiamos no Senhor, sabemos que os castelos por nós construídos neste mundo, poderão perecer e ser destruídos, assim como o maior de todos que nós temos e amamos que é o nosso corpo que recebemos um dia, mas ele é transitório, finito e passageiro como um conto que se conta depressa.

“Quanto ao homem, os seus dias são como a relva; como a flor do campo, assim ele floresce; pois, soprando nela o vento, desaparece; e não conhecerá, daí em diante, o seu lugar”(Salmo 103. 15-16). Entretanto, temos da parte do Senhor uma mansão na casa do Pai esperando para ser habitada por nós, à qual será para toda a eternidade junto do nosso Pai celestial.
Que possamos seguir os ensinamentos do Senhor Jesus, que disse: “Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a terra...............; mas ajuntai para vós outros tesouro no céu”.......(Mateus 6. 19) O apostolo Paulo disse: “Se a nossa esperança em Cristo se limita apenas a esta vida, somos os mais infelizes de todos os homens” (I Coríntios 15. 19)

Que você meu irmão e amigo leitor desta mensagem tenha decidido viver e lutar pelo eterno e indestrutível castelo que o divino construtor Jesus Cristo já construiu para você morar. Pense nisso.......! e que Deus te abençoe em nome de Jesus !!!

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

ENTREGA O TEU CAMINHO AO SENHOR!!!

Salmo 37. 5
Alguma coisa está lhe afligindo o coração? Seja o que for, vá e conte-o tudo ao Senhor. Entregue toda a sua angustia nas mãos dEle, e você ficará livre daquele peso que te atormenta e tem deixado o coração dividido e perplexo. Quando você estiver sentindo-se numa encruzilhada sem saber a direção a tomar, ou na expectativa de fazer ou sofrer alguma coisa, ou diante de uma decisão a ser tomada em algum negócio ou empreendimento, vai e conte-o a Deus; ponha-O bem a par do assunto; sim, sobrecarregue-O com o assunto; e você estará livre de cuidado.
”Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós”(I Pedro 5. 7).
 Quando fizermos isso com fé, então, não haverá mais o temor, mas sim, haverá uma calma quietude na dependência dEle para o desenrolar das nossas preocupações. Entregue o seu cuidado, e entregue-se também com ele, como um só fardo, nas mãos do Senhor. Veremos que é impossível para nós entregar nosso caminho ao Senhor se for um caminho que Ele não aprova. É só pela fé que alguém é capaz de entregar o seu caminho ao Senhor; se houver a mínima dúvida no coração, de que o “nosso caminho”não é perfeito, a fé se recusará a tomar parte.
 Este entregar do nosso caminho precisa ser um ato continuado, uma atitude de todos os dias, não um ato isolado. Por extraordinária e inesperada que possa parecer a direção de Deus, temos que nEle confiar, ainda que o seu conduzir pareça-nos estar nos levando de frente para o precipício. Contudo, o caminho por onde Ele vai levá-lo, você não pode tomar da mão dEle as rédeas da direção. Estamos prontos a submeter todos os nossos caminhos a Deus, para que Ele nos conduza da forma que quiser os nossos destinos?
Não há nada mais importante que um crente precisa fazer, que é examinar-se tão cuidadosamente a sua vida de santidade diante do Senhor. Muitas vezes hábitos, costumes, arraigados preconceitos estabelecidos, auto confiança julgando merecedor das bênçãos prometidas, e com isso, achando-se mais santo do que o é na verdade. Para que nós possamos entregar o nosso caminho ao Senhor, e dEle receber as suas bênçãos e a pronta resposta é preciso começar a tomar uma atitude imprescindível; Humilhar-se diante do Senhor, e viver na sua total dependência.

“Humilhai-vos, portanto, sob a poderosa mão de Deus, para que ele, em tempo oportuno. Vos exalte” (I Pedro 5. 6).
Tem crentes que estão passando pelo vale estreito de sombrio caminhar, estão ansiosos, temerosos, inseguros, isso evidentemente porque não deixaram o seu caminho nas mãos do Senhor. Levaram o fardo até Ele, mas o trouxeram de volta.
Precisamos ter  fé e a certeza que tinha Davi ao escrever este Salmo 37, e no V.7 ele disse: “Entrega o teu caminho ao SENHOR, confia nele, e o mais ele fará”.
 Creia na instrução da Santa Palavra do Senhor, e surpreso encontrarás a doce paz e o refrigério para sua alma.
Vai alma tristonha, teu pranto depor!
Põe os teus cuidados nas mãos do Senhor!
Ao Mestre confia toda essa aflição,
Pois sempre oferece plena compaixão.

Teus sustos e medos vai, mostra ao Senhor!
 Seu manto transforma a noite em fulgor.
Ergue a tua fronte! Logo há de raiar
O sol que dissipa nuvens de pesar.

 Há tantos que choram dor muito maior;
Há corações tristes por culpa e temor.
 Vai! Leva a mensagem de perdão e luz!
Vai! Deixa as tristezas aos pés de Jesus!

Hino 158 do hinário Evangélico (M.A. Bachelor—S.P. Kaley)
Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger