sexta-feira, 21 de setembro de 2012

A SEGURANÇA DA NOSSA SALVAÇÃO!!!

Ao passar dos milênios ainda persiste a desconfortável e sombria indagação:”Como posso saber se eu sou salvo”?
Disse Jesus: “Não fostes vós que me escolhestes a mim; PELO CONTRÁRIO, EU VOS ESCOLHI A VÓS OUTROS”(João 15. 16). A salvação não é uma opcional escolha humana ,mas sim uma decisão da soberania de Deus. Dessa forma salvação não é pra quem quer, mas para quem Deus quer. “ASSIM, POIS NÃO DEPENDE DE QUEM QUER OU DE QUEM CORRE, MAS DE USAR DEUS A SUA MISERICÓRDIA”(ROMANOS 9.16)
Depois da gravidade da transgressão humana, Deus não tem obrigação de salvar ninguém, contudo por sua misericórdia resolveu salvar alguns, e aos outros aplicar a justiça que seus atos merecem.( Romanos 9. 19 a 23).
 Então como ter certeza da salvação?.
Bem, primeiro precisa saber se você é convertido de fato, se passou pelo processo do inflexível novo nascimento (João 3. 3) “Aquele que não nascer de novo não verá o reino de Deus”. E também se teu viver comprova o ser uma nova criatura que foi amada e escolhida por Deus antes da fundação do mundo (Efésios 1. 4)” Assim como nos escolheu, nele, antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis perante ele; e em amor nos predestinou para ele”.
 Não confundir o ter vindo a Jesus por decisão emotiva e pessoal do seu (Livre Arbítrio), mas que foi escolhido, eleito, e trazido por Deus como um presente para Jesus.”Todo aquele que o Pai me dá, esse virá a mim; e o que vem a mim, de modo nenhum o lançarei fora”(João 6. 37).

 Preste atenção no que disse Jesus: “Todo aquele que o Pai me dá” O crente é um presente que Deus escolheu salvá-lo antes da fundação do mundo exclusivamente por sua soberania e, o trás e dá pra Jesus. ( Veja: isso só ocorre mediante a iniciativa e soberania da graça de Deus) O que Jesus está dizendo é que a decisão e a escolha nunca é do homem, mas de Deus. E por conseguinte, a segurança não está em nós, muito menos no mérito das nossas boas obras, mesmo porque não a temos. E sendo assim, a segurança da nossa salvação não está em nós, mas em Cristo Jesus que nos comprou com seu sangue derramado naquela infamante cruz do calvário, consumando assim o predestinado projeto de Deus, o qual precedeu o tempo, a história e a própria criação do mundo.

 Então, diante disso fica claro que a salvação é um consumado fato que provém de uma eleição incondicional ocorrida antes da fundação do mundo.(Efesios 1. 4) E que nós não tivemos nenhuma participação nela. Contudo, uma vez salvo, nascido de novo, transformado em nova criatura, então ai; algo experimentado, visível, glorioso passamos a sentir, que é o prazer e a alegria de procurarmos a santificação de nossas vidas, vivendo em consonância com a vontade de Deus que é Santo.
Diante de tudo isso se faz incontida a nossa alegria e regozijo pelas confortadoras palavras do Senhor Jesus em oração a Deus: “Não perdi nenhum dos que me deste”(João 18. 9).
Se você foi o presente que Deus deu pra Jesus um dia, e está certo disso; então glorifique-O agora. Aleluia !!!!!!!!!
Que Deus grandemente te abençoe!.
Enéas Lara Lara

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger