sábado, 1 de setembro de 2012

ABRAS OS OLHOS PARA QUE VEJA!!!

Texto Básico: (2 Reis 6. 17)
Nos dias do profeta Elizeu o rei da Síria fez guerra contra Israel. Um dia de manhã o moço de Elizeu o Geazi saindo de manhã porta afora, avistou um grande exercito inimigo que cercava a cidade toda. Então, com muito medo volta para avisar Elizeu e disse: “Ai! meu senhor! Que faremos?(2 Reis 6. 15) Elizeu então vendo a sua aflição disse: Não temas, porque mais são os que estão conosco do que os que estão com eles”. Mas como convencer Geazi o contrário do que via?. Então, orou Elizeu  ao Senhor e pediu: “Abras Senhor os olhos dele para que vejas”. Deus abriu os seus olhos e ele pode ver que o monte estava cheio de carros de fogo, em redor de Elizeu.

Que grande benção é poder ter olhos abertos, desvendados para ver o invisível glorioso de Deus. A Bíblia tem muitas revelações gloriosas que muitas vezes não percebemos, ou seja, não vemos. Nós vamos ver aqui um dos grandes mistérios que a palavra de Deus registra Vejam a história vivida por Jó. Ele depois de ter perdido tudo, ele perdeu a saúde, ficou com uma doença infernal, com todo o corpo chagado, e usava de um caco de telha pra se coçar esfregando nas suas chagas, aquilo exalava mau cheiro, se tornara num lixo humano. Então começou a questionar com Deus o porque de tudo aquilo?. (Cap. 19. 7) Ele disse: “Eis que clamo: Violência ! Mas não sou ouvido; grito socorro! Porém não há justiça.

Então Deus vem falar com ele e não passa a mão na sua cabeça, mas faz uma severa advertência (Cap. 38. 2) Deus lhe disse: “Quem é este que escurece os meus desígnios com palavras sem conhecimento? Jó estava vivendo as terríveis conseqüências sem poder ver e entender as razões delas. Então Deus começa a falar com ele. (Ver 4) Deus disse: “Onde estava Tu, quando eu lançava os fundamentos da terra? Ou seja; quando eu criava o mundo?. E ai foi descrevendo a criação de todas as coisas, até que chegou numa das revelações gloriosas da nossa história. (Ver 7) “Quando as estrelas da alva, juntas alegremente cantavam, e rejubilavam todos os filhos de Deus” O termo usado por Deus para“Estrelas da alva” é uma referencia á anjos, mas o que chama atenção aqui é; Deus ter dito: “Rejubilavam todos os filhos de Deus” Isso quer dizer que Todos nós já existíamos em Espíritos, antes do mundo ter sido criado, é o que disse Deus. E no (Ver. 21) Ele comprova isso ao dizer: “Tu sabes Jó porque neste tempo eras nascido e porque é grande o numero de teus dias”!.

 Depois de todas essas revelações Jó compreendeu, seus olhos foram abertos e ele viu o quanto foi injusto apesar do seu tão grande sofrimento. Então agora, envergonhado, arrependido ele no (Cap.42. 5) disse: “Eu te conhecia só de ouvir, mas agora os meus olhos te vêem” Há....não pode haver gloria maior para um crente do que ter olhos iluminados que olha para as revelações da sua palavra e pode ver e entender compreender através da fria letra do texto as riquezas imensuráveis do seu grande amor manifestado. Por isso o Senhor Jesus nos advertiu dizendo: “Examinai as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testificam de mim”. (João 5. 39)

O povo de Deus aguardava com ansiedade e grande expectativa o cumprimento da mais linda de todas as promessas feitas por Deus ( Gênesis 3. 15) e apregoadas pelos profetas no decorrer dos tempos que era vinda do Messias de Deus, Jesus Cristo seu Filho Unigênito, para salvar e resgatar o seu povo. Um dia o sobrenatural aconteceu, a promessa foi cumprida, Ele chegou nascendo em Belém da Judéia. Ele viveu, e cresceu na presença do seu povo e quando chegou o tempo de pregar o seu reino, foi rejeitado, perseguido e o chamaram até de filho de Belzebu. Embora, para se fazer conhecido, Ele tenha operado sinais sobrenaturais, curas milagrosas de; coxos, aleijados, paralíticos, cegos, expulsou demônios, andou sobre as águas, ressuscitou mortos, mas eles não puderam vendo-O reconhecerem.

Então, diante da oposição que faziam, da manifestada rejeição não recebendo o presente mais precioso de Deus aos homens em cumprimento da sua gloriosa promessa, se fez cumprir a profecia de Isaias que diz: “Ouvireis com os ouvidos e de nenhum modo entendereis; vereis com os olhos e de nenhum modo percebereis. Porque o coração deste povo está endurecido, de mau grado ouviram com os ouvidos e fecharam os olhos; para não suceder que vejam com os olhos, e ouçam com os ouvidos, entendam com o coração, se convertam e sejam por mim curados” A ferrenha rejeição dos Judeus contra Jesus o fez a falar por parábolas de uma forma que eles não pudessem entender. (Mateus.13.16).

Que grande tragédia não poderem ouvir as palavras de salvação, por causa da dureza dos seus corações ! Não há nada mais dramático do que quando o homem fecha seu coração para a oferta mais linda e graciosa que Deus fez, entregando a si próprio na pessoa de Cristo Jesus, seu Filho amado, para salvação de todo aquele que crer. Diante da rejeição da obra redentora de Cristo Jesus, todo o homem que assim se posicionar, estará cometendo o maior de todos os pecados, o qual por sua gravidade não terá perdão de jeito nenhum, porque estará blasfemando contra Deus e, desta forma a sua terrível sentença já foi por Jesus promulgada:.

Mas aquele que blasfemar contra o Espírito Santo NÃO TEM PERDÃO PARA SEMPRE, visto que é réu de pecado eterno”.(Marcos 3. 29).
Que possamos juntarmos ao Salmista e orar: “Desvenda os meus olhos, para que eu contemple as maravilhas da tua lei”(Salmo 119. 18).
 31.8.12

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger