quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Disse Jesus:Vós sois a luz do mundo”

"São os olhos a lâmpada do corpo. Se teus olhos forem bons, todo o teu corpo será luminoso: se, porém, os teus olhos forem maus, todo o teu corpo estará em trevas. Portanto, caso a luz que em ti há sejam trevas, que grandes trevas serão!  (Mateus 6. 22/23).

Os olhos são instrumentos, por meio dos quais o corpo, ou antes, a mente desenvolve notáveis atividades. Quando usados para a pratica do pecado eles desenvolvem atividades sobremaneira malignas. É o que diz o décimo mandamento: “Não cobiçarás”! Disse Jesus: “Qualquer que olhar para uma mulher com intenção impura, no seu coração, já adulterou com ele. (Mateus 5. 28).  Compreendemos que a santificação dos olhos, ou do nosso olhar, seja o domínio sobre o pecado que demanda de nós mais a fé e consagração que qualquer outra forma de auto-domínio. Jesus prometeu que a nossa permanência na Sua palavra nos tornaria em Seus verdadeiros discípulos e o conhecimento da Sua verdade nos libertaria (João 8. 31/36).
 A nossa vitória sobre o pecado da cobiça é absolutamente certa e segura, é a vitória da cruz sobre qualquer forma de pecaminosidade remanescente. Essa luz, que envolve o nosso corpo, libertando-o de toda e qualquer forma pecaminosa é a luz da gloria de Cristo. Podemos dominarmo-nos, em tudo, pelo poder de Cristo que está em nós. A luz de Deus nos livrará de todo o pecado. Ora, a mensagem que, da parte dEle, temos ouvido e vos anunciamos é esta: que Deus é luz e não há nEle treva alguma. Se dissermos que mantemos comunhão com Ele e andarmos nas trevas, mentimos e não praticamos a verdade. Se, porém, andarmos na luz, como Ele está na luz, mantemos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Seu Filho, nos purifica de todo o pecado (1João 1. 5/6).

O teste que prova que estamos vivendo envolvidos pela luz de Deus é a predominante existência do amor fraternal, do salvo para com os salvos. A nossa comunhão com a luz de Deus somente prova a sua existência real com a presença invencível do amor, no coração do crente, por todos os seus irmãos, que constituem a Igreja. Os termos categóricos da Escritura não permitem ressalvas nem exceções. Você pode auto-testar-se. Volte o seu olhar intimo para o seu coração e pergunte: “Existe alguém na igreja que eu não amo?” Se sim, este indicio negativo é prova horrível a seu respeito. Ajoelhe-se, de agora em diante, todos os dias, e clame por misericórdia divina suplicando ajuda e perdão confessando a sua falha intima e dispondo o seu coração à graça divina para que o amor de Cristo seja nele derramado. Leia os textos de: (Romanos 5. 5; João 13. 34/35).

A Bíblia não pode falhar ou mentir. “Todo aquele que odeia a seu irmão é assassino; ora. Vós sabeis que todo assassino não tem vida eterna permanente em si. (1João 3. 15). Somente o poder de Deus que é luz nos livrará das nossas fraquezas. Disse Jesus: “Eu sou a luz do mundo, quem me segue não andará nas trevas; pelo contrario, terá a luz da vida”. (João 8. 12) Disse também Jesus: “Vós sois a luz do mundo......Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que esta nos céus”.(Mateus 5. 14/16).
 Cristo veio da gloria celeste, portanto a Sua luz que é o Seu Evangelho, Iluminou os primeiros discípulos com sua Palavra, salvando-os com sua Cruz. Daí em diante, o salvo é portador da Palavra que salva, o Evangelho, que é a luz de Cristo. Você tem consciência de que essa luz com que iluminou é para iluminar todos os recantos desse mundo? Cristo salvou você e o fez portador dessa luz. Você tem sido fiel a Ele evangelizando o mundo?
 Que o Senhor te abençoe, em nome de Jesus!!!!!!!!

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger