sábado, 24 de novembro de 2012

O SOFRÍVEL RESGATE, POR UM ALTÍSSIMO PREÇO!!!

Disse Jesus: “ Porque eles não são do mundo”. (João 15. 19)
O Senhor Jesus num momento tão difícil da sua vida, quando vislumbrava o horror da Cruz, quando por nos amar assumia o nosso lugar, as nossas culpas e pecados morrendo substitutivamente a nossa morte. A despeito de tanta tristeza, Ele teve um ato de grande amor, ao fazer esta intercessão junto ao Pai celeste, nesta graciosa oração(João 17.1.26)  Aqui, Ele descreve uma síntese de toda a sua gloriosa missão terrena. (A compra sofrível de alto preço, do resgate do perdido pecador).

 Eu quero apenas focalizar hoje a parte final do (Ver 14) quando Jesus disse: “porque eles não são do mundo, como também eu não sou”. Preste atenção aqui para a revelação gloriosa que Jesus faz? Quando Ele referindo-se a (Eles) quer dizer: a seus seguidores, como a nós também hoje que somos seus discípulos. (Porque todos nós que fomos alcançados por sua graça, tocados pelo agir do Santo Espírito deixamos o mundo e sua gloria, seus prazeres, renunciamos a nós mesmos, nascemos de novo, somos novas criaturas e tudo isso porque trazíamos a marca da eleição ocorrida antes da fundação do mundo.(Efésios 1. 4) .
 Fomos despertados e passamos a amar e confiar no seu grande amor manifestado por nós, pelo fato de sua espontânea humilhação, e ter temporariamente deixado a sua gloria, e vindo a esse mundo, nascido numa indigna estrebaria na cidade de Belém, ter submetido a uma vida cheia de dificuldade, de escassez, passou fome, sede, sentiu canseira, tristeza, enfado, dor e acima de tudo foi incompreendido, desprezado, humilhado, perseguido e por fim; preso açoitado, cuspido, escarnecido e crucificado.

Tudo isso, para dizer-nos que Ele não era daqui, que aqui não era seu reino, seu lugar, mas que viera fazer o resgate de algo que lhe pertencia por doação divina. Ou seja; aqueles que o Pai lhe deu (Ver. 6)" Manifestei o teu nome aos homens que me deste do mundo." Aqui Jesus deixa claro a exclusividade seletiva de um número de escolhidos, eleitos, separados que foram escolhidos antes mesmos da fundação do mundo. É justamente o que Jesus confirma a seguir. ERAM TEUS, ( veja que Ele conjuga o verbo no passado) isto dizia Jesus: porque agora TÚ ME DESTE, tu mos confiaste, e eles têm guardado a tua palavra
E por isso que na sua gloriosa e graciosa intercessão Ele disse:; que nós também não pertencemos a este mundo, mas juntamente com Ele pertencemos ao reino dos céus. Quando nós temos a consciência desta gloriosa segurança que não está em nós, mas sim nele, então é razão de grande jubilo, de adoração, gratidão, por saber já antecipadamente da nossa grande vitória que Cristo Jesus nos doou através da sua obra redentora na cruz infamante do calvário.
Que gloriosa revelação está nessas palavras de Jesus quando disse: “ELES NÃO SÃO DAQUI, COMO TAMBÉM EU NÃO SOU” isso, faz regozijar nossa alma de grande júbilo e alegria por sabermos que nEle, e tão somente nEle, somos os mais bem-aventurados de todos os homens da terra. E as suas palavras confirmam essa dotação: “( Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos Filhos de Deus, a saber, aos que crêem no seu nome” (João 1. 12).

 Se você meu amado leitor desta mensagem que ainda não entregou a sua vida a Jesus e, quer fazer parte também desta galeria gloriosa dos redimidos por Cristo Jesus, ainda há tempo, mas não demore muito, pois amanhã pode ser muito tarde.
Que a graça de Cristo Jesus o nosso tão amado Salvador, esteja contigo. Amém!!!!!!!
 Enéas Lara Lara

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger