quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

O ETERNO E INVIOLÁVEL SELO DA SALVAÇÃO!!!

“TODO AQUELE QUE O PAI ME DÁ, ESSE VIRÁ A MIM; E O QUE VEM A MIM, DE MODO NENHUM LANÇAREI FORA”! (JOÃO 6. 37)
Quando eu leio esta promessa do Senhor Jesus, eu descubro uma coisa maravilhosa, é que Deus por Seu amor imensurável quis escolher, eleger, separar e como um presente precioso buscou-me levando-me até Jesus e, tenha dito: “Filho!....Estou te trazendo mais este de presente, minha dádiva, razão da minha graça e misericórdia, para que seu nome seja confirmado no livro da vida pelo mais alto preço do calvário, e seja ele justificado, lavado, purificado no sangue regenerador da nova aliança, e receba a graça que já havia designado antes da fundação do mundo”.(Efésios 1. 4)
Eu creio que tudo isso tenha acontecido um dia na minha vida e, na vida de todo aquele que escolhido e buscado por Deus tenha-se rendido aos pés de Cristo Jesus o Salvador e, aguardam com esperança aquele dia em que haveremos de encontrá-lo na gloria eterna.

Por isso irmãos, não importa a vida que tenhamos que viver aqui, seja ela de lutas, privações, vales sombrios, escabrosos caminhos que tivermos que percorrer, ainda que a dor seja torturante e a aflição nos invada a alma. Há....! como tudo isso fica pequeno, insignificante, sem importância, frente ao vislumbre da magnitude imensurável do galardão que eu e você meu irmão iremos receber naquele dia, o qual por Cristo Jesus já somos detentores.
 A maior honraria, que um mortal jamais poderá receber em toda a sua vida, a condecoração mais preciosa, gloriosa, sublime, vitoriosa é ter sido eleito, escolhido, separado, e buscado pelo supremo Senhor, o nosso Deus que nos amando com amor eterno antes mesmo da fundação do mundo, um dia veio ao nosso encontro como o Bom Pastor que deixando as “ 99 ovelhas” na segurança do aprisco, saiu a procura daquela desgarrada e, procurou até encontrar, e achando-a tomou-a em seus braços e a trouxe de volta para a segurança do Seu Santo Aprisco.

 Disse Jesus: "Todo aquele que o Pai me dá"..........! O que Jesus está dizendo é, que somos o presente que Deus amorosamente lhe deu. Porque é Ele quem escolhe, é Ele quem separa, e vem buscar, nós nada podemos fazer, porque em nós não há nenhum mérito, foi tão somente por antiga e eterna misericórdia do Pai .(Efésios 1. 4) Mas o versículo continua; “Todo aquele que vier a mim” (Trazido por meu Pai, presente querido do meu Pai, manifestação graciosa do meu Pai) “de modo nenhum eu lançarei fora”!.

Ou seja; está selado com o inviolável selo da salvação pelo Espírito Santo.(Efésios 1. 13) Aleluia!

 Há....... meu irmão, se você realmente puder entender a dimensão gloriosa desta promessa, vai concordar comigo que esta é uma das mais lindas e consoladoras mensagens, porque ela é pessoal dirigida a mim e a você. Portanto, não tem nenhum perigo, nenhum contratempo, nenhum inferno, nenhuma tentação que possa mudar a divina chancela que Deus colocou em nossas vidas um dia. O apostolo Paulo escreveu em (Romanos 8. 35)Quem nos separará do amor de Cristo? Será tribulação, angustia, perseguição, fome, nudez, perigo de vida, espada? E terminando disse: “Nada poderá separarmos do amor de Deus que está em Cristo Jesus nosso Senhor”.

----Na minha vida eu tive o privilégio de ganhar alguns presentes, mas tinha um que eu tinha certa predileção por ele, porque tinha ganhado do meu Pai num momento especial da minha vida, mas por mais que o amasse, um dia vim a perdê-lo. A palavra de Deus nos diz que o Senhor Jesus também ganhou do Seu Pai alguns preciosos presentes, e que “ESTES” presentes são exatamente aqueles que o Pai os amou, separou, buscou e os trouxe para Jesus salvar. E Jesus disse: “Aquilo que meu Pai me deu é maior do que tudo, e da mão do meu Pai NINGUÉM PODE ARREBATAR.(João 10. 29).
 Portanto, meu irmão alegre-se o teu coração, sinta o regozijar de tua alma, porque nas mãos onipotentes do Pai estás seguro, e és o presente amado antes da fundação do mundo que Ele o Pai deu para Jesus. E veja a importância tão grande que temos para Jesus, que Ele voluntariamente por amor a mim e a você, quis substitutivamente morrer, para que nós pudéssemos ter vida.
 Este antigo e imensurável amor de Deus foi explicitado por Ele, quando referindo ao seu povo eleito disse: “Com amor eterno eu te amei, por isso, com benignidade te atrai”.(Jeremias 31. 3). Foi isso que aconteceu com as nossas vidas, somos frutos do amor e da misericórdia graciosa do Pai.
Que a Ele seja toda a gloria para todo o sempre. Amém!!!!!!!!.
 Enéas Candido Lara

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger