quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

QUEM É O TEU REI ?

Texto básico:“Tem no seu manto e na sua coxa um nome escrito: REI DOS REIS E SENHOR DOS SENHORES”(Apocalipse 19. 16)

Estamos vivendo na modernidade de uma sociedade humana, em que poucos são os paises em que existem o regime monárquico. Ou seja; com palácios, reis, rainhas, príncipes, princesas, e toda a pompa dos cerimoniais etc. A Inglaterra é um país que mantém essa conservadora tradição. Os súditos sentem afeto, carinho por sua rainha, contudo apesar de toda a sua majestade real, a rainha não tem o poder de decisão, é um honroso posto que se mantém tradicional, porém figurativo. Pois, todo o poder é delegado ao primeiro ministro. A rainha reina, mas não governa! É respeitada, mas não tem autoridade, faz discursos, mas não determina leis.

 A despeito dos regimes governamentais, todo o ser humano quer queira, ou não, é súdito de um reino. De qual reino você é súdito? Do reino deste mundo, ou do reino dos céus? O Senhor Jesus disse: “Quem não é por mim é contra mim; e quem comigo não ajunta espalha”. Ou seja; ou está comigo, ou contra mim” (Mateus 12. 30) Se você é súdito do reino dos céus, tem que obedecer as leis desse reino cujo Rei é o Senhor Jesus. O qual tem todo o poder na terra e céu, e assim, estabeleceu as suas diretrizes: “ Vós sois meus amigos, se fazeis o que eu vos mando” (João 15. 14). No reino dos céus as bênçãos são indescritíveis e eternas e, o gozo é para sempre vivendo não simplesmente como um agregado celestial, mas como filho do amor adotivo na casa do Pai.

Agora se você escolher o reino deste mundo, e a sua gloria e prazeres, saiba que este reino está nas mãos do diabo, foi isso que ele disse a Jesus quando da tentação no deserto: “Tudo isso te darei se, prostrado, me adorares”(Mateus 4. 9) A despeito da beleza, do fascínio sedutor aos nossos olhos carnais; essa gloria do mundo é ilusória, instável, passageira e finita, assim como; um conto que se conta depressa, ou como o desabrochar de uma linda flor no amanhecer, mas a tarde murcha e cai.
Não é preciso ser um matemático para saber que é melhor a estabilidade da eterna vida na gloria dos céus junto a Deus, do que a instabilidade de poucos anos vividos neste mundo e, passar a eternidade na condenação do inferno.
Jesus Cristo é Rei, Senhor absoluto de todo o poder na terra e céu, mesmo porque Ele é o seu criador. “Pois nele foram criadas todas as cousas, nos céu e sobre a terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam soberanias, quer principados, quer potestades, tudo foi criado por meio dEle e para Ele. (Colossenses 1. 16) Ouça a segurança do amável convite que Ele te faz:” Em verdade, em verdade vos digo: quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou tem vida eterna, não entra em juízo, mas passou da morte para a vida”(João 5. 24). E disse mais: "Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim”(João 14. 6).

 De qual reino você é súdito? Se é desse mundo, então está livre e solto, descompromissado para viver a vida aproveitando os prazeres e as alegrias enquanto elas durarem...... Mas, se é do verdadeiro e eterno reino do qual Jesus é Senhor e Rei, então a obediência aos ditames da sua santa lei são imprescindíveis. Porque, quem diz que o ama, mas não obedece, estará zombando do Seu Senhorio e desprezando a Sua oferta sacrificial na cruz do calvário.

 Pense nisso, e decida-se pelo verdadeiro e eterno reino o do Senhor Jesus Cristo!!!!!!
 Enéas Candido Lara

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

COMO ESTÁ TEU BARCO? NAVEGANDO EM CALMARIA, OU EM TEMPESTADE?



                       
Texto básico:(Marcos 4. 35-41)
Depois de Jesus ter estado em Cafarnaúm e feito vários milagres,  Jesus entrou num barco junto com os seus discípulos e, quando estavam à uma certa distancia eis que uma grande tempestade abateu sobre eles, de modo que estavam correndo eminente perigo de naufragarem. Pois, as águas estavam invadindo aquela embarcação, a qual era sacudida de um lado para outro. Pedro e João que eram acostumados com a vida de pescadores do mar da Galiléia, muitas vezes tinham enfrentado as tempestades, mas, esta era diferente, a qual estava levando aquele barco para o naufrágio).  Eles desesperadamente lutavam para equilibrar o barco, tirar as águas que estavam entrando em grande volume, e chegaram a conclusão; Não tem mais jeito, o barco vai afundar!. Em contrapartida, Jesus cansado quando ele entrou naquele barco, ele procurou logo um lugar onde pudesse repousar e, encontrou um travesseiro deitou-se sobre ele, e dormia profundamente.
----Eu posso até imaginar, que algum dos discípulos tenha dito: Vão lá e acordem Jesus, porque senão todos nós juntamente com ele vamos( passar desta para melhor) sem que ele fique sabendo o que aconteceu. Então, foram e tocaram em Jesus dizendo:

NÃO TE IMPORTAS QUE PEREÇAMOS?. Foi  sem duvida, uma dura critica feita ao comportamento de Jesus, que diante de uma situação desesperadora, que não tinha mais solução, o barco estava afundando, e aos olhos dos experientes discípulos de Jesus era um fato irreversível.----Há meus irmãos, quantas vezes nós deparamos com situações que aos nossos olhos, ao ver da ciência médica, da sabedoria dos homens, do poder do dinheiro, da nossa condição social, nada disso pode nos ajudar, e nós então recorremos ao senhor em oração e pedimos: Senhor, eu preciso da tua intervenção Urgentemente!.... não há mais tempo, é para agora, estou perecendo.(Mais a despeito da fé das nossas fervorosas orações, o tempo começa a passar e a resposta não vem, e o perigo aumenta cada vez mais, então as vezes começamos a pensar que ele não está se importando com o nosso grave problema).
 Aqueles discípulos chegam a Jesus e dizem: Jesus! Tu não te importas conosco”? Estamos naufragando!. Eles estavam querendo dizer é:.Ajude JESUS, a fazer alguma coisa!... Até aqui, parece não saberem quem de fato era Jesus.O filho do Deus eterno o criador do céu e da terra.O apostolo Paulo escrevendo aos Colossenses 1-16 diz; “Pois nele foram criadas todas as cousas, nos céus e sobre a terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam soberanias, quer principados, quer potestades, tudo foi criado por meio DELE e PARA ELE.  Por isso; Ele é o senhor dos ventos, senhor dos mares, senhor das tempestades, ( só aquele vento soprou, aquelas ondas se levantaram porque estavam a serviço de um propósito maior, para mostrar a seus discípulos o seu poder,a sua gloria e para que a fé fosse robustecida nos seus corações).
             
Ao ser despertado, Jesus sentindo sacolejar do barco,vendo a fúria dos ventos, a impetuosidade das ondas, disse: “Acalma-te, emudece, silencia, então o vento se aquietou e houve grande bonança”. Então Jesus olhando para seus discípulos, disse: “Por que sois tímidos?  A timidez atribuída por Jesus,era num sentido de falta de confiança, falta de credibilidade, de fé, acima de tudo de conhecimento do poder que ele tinha sobre as forças da natureza, que naquele momento as atormentavam.
Apesar dos discípulos terem visto grandes milagres acontecerem recentemente, de terem sido chamados por Jesus para segui-lo, de crerem na sua pregação,de deixarem tudo para segui-lo, eles estavam acostumados com o homem Jesus, que comia e bebia com eles que repartia com eles as coisas do cotidiano, que sentia fome, sentia sede, cansaço físico.
Eles ainda desconheciam que ali estava o verdadeiro Senhor dos Senhores, o Deus dos exércitos, o criador dos céus e da terra na pessoa de Cristo Jesus, o seu Mestre.
           
Entretanto, só o que eles podiam ver, era que aquela tempestade era real, que aquele impetuoso vento era real, que aquelas impolutas ondas era real, que a eminência do naufrágio também era real, e que eles não podiam fazer mais nada, também era um fato real. E que Jesus o seu Mestre que tantos milagres eles viram ele fazer, agora indiferentemente aos acontecimentos,dormia profundamente sobre um travesseiro na popa da embarcação. Podiam estarem pensando que momento inoportuno inadequado é esse que Jesus esta dormindo, nós estamos precisando dele, nós estamos agora mais do que nunca precisando de um milagre, só um milagre pode salvar as nossas vidas. Então precipitadamente vão lá e chamam: JESUS,JESUS ESTAMOS PERECENDO, E TÚ NÃO TE IMPORTAS ?.
Nós encontramos na Bíblia algumas situações em que o homem quis ensinar Deus a fazer as coisas, ou seja, antecipar as providencias de Deus, e se deram muito mal.(ISAIAS 55-8) diz o senhor: “Os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos,são os meus caminhos.” Nós somos humanos, limitados  só podemos conhecer o hoje, aquilo que nossos olhos podem ver, Deus porem, é Onisciente,onipotente, onipresente, conheceu o ontem, conhece o hoje, e o amanhã .E por mais difícil caminhos que nos pareça fazer andar, o final deles é de vitória e de grande gozo.

 O que aos nossos olhos parece ser uma severidade de Deus, uma resposta tardia em nos socorrer do mal que nos aflige hoje, de uma dor que bate forte, e que as vezes nos faz chorar, e até perder a esperança de dias melhores, lá na frente, quando a tempestade passar, quando a calmaria chegar, nós vamos entender que aquele difícil pedaço percorrido, foi-nos de preciosos ensinamentos para o crescimento de nossa fé.
(Marcos 4-40) disse Jesus: “Por que sois assim tímidos? Como é que não tendes fé”?

Os discípulos de Jesus tiveram que passar por um sufoco, um grande medo para aprenderem a ter fé, confiança, aprenderem a descansar no Senhor, ainda que as tempestades da vida colocasse a vida deles em risco como naquela hora, (Mais uma coisa fazia toda a diferença era que Jesus estava no barco) Há quando a embarcação das nossas vidas navega por turbulência neste mundo, quantos perigos existem em nossa trajetória.
 Quando nós ligamos a TV no jornal Nacional, ficamos atemorizados com a violência em cada esquina, o crescimento assustador  de crimes hediondos, seqüestros, assassinatos, corrupção, prostituição,drogas, insegurança. Não temos em quem CONFIAR HUMANAMENTE FALANDO. Até os governantes, senadores, deputados, prefeitos que deveriam zelar pela ordem e decência da população, são em alguns casos, os primeiros a se corromperem , e com que tristeza  os jornais estampam em manchetes garrafais, a cassação e prisão de alguns deles que deveriam dar exemplo de retidão, e honestidade para com o povo, que forma a nossa querida pátria. Coisas essas que se tornam a naturalidade de fatos que acontecem todos os dias no mundo em que vivemos e, particularmente na cidade em que fazemos morada.                     
Os discípulos de Jesus não deram conta de quem era ele de fato, porque depois do milagre feito, um olhando para o outro começaram a perguntar? “QUEM È ESTE QUE ATÈ O VENTO E O MAR LHE OBEDECEM.?”
Graças a Deus, que eu e você meu irmão, sabemos quem Ele é, e também temos a certeza que ele faz parte da embarcação  das nossas vidas, ainda que esta esteja passando por turbulência. (Hebreus 7-25) diz: Por isso, também pode salvar totalmente os que por ele se achegam a Deus, VIVENDO SEMPRE PARA INTERCEDER POR ELES”. Durante toda    a nossa peregrinação por este mundo, até aquele dia em que haveremos de voltar para casa de onde saímos um dia, para ficar com Ele para todo o sempre 

Que o seu Santo nome seja louvado para sempre, Amém.
Enéas Candido Lara

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

A PAZ VERDADEIRA QUE SOMENTE DEUS PODE DAR!!!

Conheci a historia de um advogado muito próspero e gozando de grande prestigio social, não só como defensor publico, mas também como um político de ilibado conceito administrativo. Em determinado momento da sua vida começou a sentir problemas de saúde e, relutava em ir ao médico. Depois da insistência dos familiares ele resolveu ir. Terminada a bateria de exames, ele foi chamado pelo médico, o qual lhe disse: Não se desespere, mesmo porque, não há nada que se possa fazer para mudar esse quadro. O senhor tem no máximo trinta dias de vida!
Desesperado aquele homem saiu dali, e chegando ao seu escritório pegou um revolver e deu um tiro no ouvido, caindo sobre a mesa na qual havia um bilhete deixado por ele escrito, com a seguinte mensagem: "Esposa querida, e amados filhos, me perdoem a minha extremada decisão em deixá-los, o faço isso porque estou desesperado e em grande agonia, de não ter ninguém neste mundo que possa me ajudar agora". Adeus!!!!.

Que grande tragédia é a vida do ser humano que não tem o Deus de toda consolação e paz, e que nEle não crê, e em suas asas não procura abrigo, até que passe as calamidades. O apostolo Paulo escrevendo aos (Filipenses 4.6-7)”Não andeis ansiosos de cousas alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela suplica, com ações de graça. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus”.

O rei Herodes mandou matar Tiago pelo simples fato de ser ele um Cristão(Atos 12. 1-19). Naquele tempo as pessoas tinham um gosto sádico de assistir a morte de outras pessoas, isso atraia verdadeiras multidões para ver o espetáculo das execuções. Então, Herodes querendo obter popularidade, mandou prender também a Pedro e preparava a sua execução para o dia seguinte. Pedro sabia o que teria que enfrentar. A tortura seguida de morte. Isso era motivo para ele passar as suas ultimas horas em desespero e profunda angustia, mas não foi isso que aconteceu. Ele dormiu tranqüilamente como se nada de mal os aguardava Ele cria no Deus de toda a paz, e estava disposto se fosse da sua vontade morrer, o faria para glorificação do seu santo nome.

Como nós reagiríamos se tivéssemos na mesma condição de Pedro?
 A paz verdadeira através da fé está ao alcance de todo aquele que crê, pois provém do trono da graça de Deus que faz com que todas as coisas cooperem para o bem dos que O amam. Durante aquele noite os crentes da cidade reuniram para orarem incessantemente em favor de Pedro, então Deus mandou o seu anjo para milagrosamente o libertá-lo, abrindo as algemas, assim também como os pesados portões.(Atos 12) Escapar daquela prisão era algo impossível, mas o nosso Deus é o Deus dos impossíveis o qual honra e os livra os que nEle confiam.Os que confiam no SENHOR são como o monte de Sião, que não se abala, firmes para sempre! (Salmo 125. 1)
Gloria seja para sempre ao Santo Nome do SENHOR, que nos dá a vitória em Nome de Jesus!!!!!!!!
Enéas Candido Lara

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

ESTE IMPLACÁVEL E PRECIOSO TEMPO!!!

“Pois tu me formaste o meu interior, tu me teceste no seio de minha mãe. Graças te dou, visto que por modo assombrosamente maravilhoso me formaste” (Salmos 139. 13).
Existiu em cada um de nós, o momento fascinante, divino, gracioso, em que recebemos do criador a ordem: “COMEÇA”!..... Então, o milagre do primeiro batimento cardíaco deu inicio a nossa existência humana. Nós ainda não éramos..., estávamos em formação, e pelo decreto do Deus criador, o “tum.., tum.., tum....” ritmado do nosso coração começou a marcar a fantástica experiência humana da nossa existência terrena. Em contrapartida, esse mesmo “tum...tum...tum..” que pela ordem de Deus começou a funcionar, também implacavelmente marca o tempo regressivo que nos conduz a morte.

 Se festejamos a cada acrescido segundo, que o pulsar de nossos corações marcam em nossas vidas, não podemos esquecer que também é esse mesmo segundo, que o relógio regressivo implacavelmente, diminui o tempo da nossa existência humana. O qual jamais poderemos recuperá-los. Permita-me fazer-te uma pergunta: Qual é uma das coisas mais preciosa que você tem em sua vida? Acho que talvez responda; é a minha família, minha casa, meu emprego, bens materiais etc, etc. É claro que tudo isso é bastante relevante mas, a pergunta é; qual é a coisa mais preciosa?. Considerando o (Salmo 139. 16) onde diz: “Que todos os nossos dias, foram escritos e determinados, quando nenhum deles havia” Isto é; quando Deus deu ordem ao inicio da vida, ele também determinou o momento do fim.
Estamos circunscritos à limitação do tempo determinado pelo criador , e isso o faz imensamente precioso para nós, cada segundo desta concessão graciosa. Não existe nada de maior valor para nossa vida, do que o tempo. Porque cada segundo vivido é irrecuperável. Você pode perder a saúde mas, a recupera, perde bens materiais e torna recuperá-los, perde a família, e pode reconquistá-la novamente. Contudo, o tempo perdido é impossível reconquistá-lo. Tempo é um presente que Deus nos deu para usufruirmos dele, diligentemente com prudência, e com grande alegria e manifestada gratidão.
 Se você ainda não percebeu o valor do tempo, pense no atleta Olímpico que por causa de um milésimo de segundo perdeu o titulo. No condenado a morte vivendo a véspera da execução. Nos namorados aguardando o momento do reencontro, e coisas assim, que faz com que encontremos no tempo o seu precioso valor.

 Se o tempo é algo tão precioso, deixa-me fazer-te outra pergunta: O que você tem feito com o seu tempo? Tem vivido na presença de Deus?, tem usado deste privilégio glorioso para retribuí-lo com incansável trabalhar na sua seara? Todos nós que somos servos do Senhor, haverá um dia em que ele vai pedir conta da nossa mordomia. E aquele que for negligente, improdutivo, já tem o veredicto anunciado. ler; (Mateus 25. 14-30). “A palavra de Deus nos adverte a remir o tempo, porque os dias são maus.
 "Desperta, ó tu que dormes, levanta-te de entre os mortos, e Cristo te iluminará. Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios e sim, como sábios, remindo o tempo, porque os dias são maus. Por esta razão, não vos torneis insensatos, mas procurai compreender qual a vontade do Senhor”. (Efésios 5. 14-17) Que possamos estar alerta com a advertência do Senhor Jesus em (Apocalipse. 1. 3) Diz o Senhor: “Bem-aventurado aqueles que lêem e aqueles que ouvem as palavras da profecia e guardam as cousas nelas escritas, pois o TEMPO está próximo”.
 Que Deus te abençoe meu querido(a) leitor(a) desta mensagem, em nome de Jesus!!!!!!
Enéas Candido Lara

sábado, 16 de fevereiro de 2013

A NOSSA FASCINANTE TRAVESSIA HUMANA!!!

Certa feita depois de muitos anos, voltei na cidade onde passei minha adolescência e, estando lá em conversa com um amigo que conheceu todas as minhas “aventuras”, principalmente quando estudávamos no colégio. De repente ele me chama atenção para duas mulheres que passavam do outro lado da calçada, e me disse: você reconhece aquela que está de vestido azul? Então olhando para aquela mulher, obesa de cabelos curtos e grisalhos, respondi: quem é ela? Ele me disse: a sua primeira namoradinha do colégio! Lembra da Rita? Pois é,.. é a própria! Então, a remanescente recordação me levou ao saudoso passado. Mas..., como? Onde está a doce menina esbelta, de cabelos longos e negros, de olhos amendoados...?. Enquanto divagava em recordações, ele complementou: É meu caro, a vida é como um sonho, passa rapidamente.

Então me lembrei do Senhor Jesus quando disse: eles não são daqui”. (João 15. 19)  Somos estrangeiros e peregrinos em terra estranha, em rápida passagem por este mundo, até que vencido seja o nosso exílio, então voltaremos pra casa. Estamos vivendo esta incrível experiência humana, de uma travessia por este mundo, com um propósito definido por Deus, para que através de nossas obras possamos definir o tamanho do galardão que iremos desfrutar na eternidade. Disse Jesus: Eis que venho sem demora, e comigo está o galardão que tenho para retribuir a cada um segundo as suas obras”(Apocalipse 22. 12).  Há......, que tremenda responsabilidade temos nós!. Que aventura fascinante, estamos vivendo!. Fomos amados por Deus antes da fundação do mundo, escolhidos, eleitos, predestinados para que no presente século passando por esta travessia humana, pudéssemos ser santos irrepreensíveis perante Ele, o qual nos amando adotou-nos como filhos através de Cristo Jesus, segundo a riqueza da Sua misericórdia e graça.

 Mas, preste atenção para a nossa tão antiga e gloriosa existência. Quando Jó reclamava com Deus por sua lamentável e sofrível situação, eis que Deus vem falar com ele e lhe faz uma dura reprimenda, fazendo-o entender a sua ignorância quando lhe pergunta: “Onde estavas tu, quando eu lançava os fundamentos da terra? Dize-mo, se tens entendimento.(Jó 38. 4) Jó não sabia, mas estava glorificando a Deus através da sua grande fé, a qual estava em disputa com o diabo. Muitas vezes queremos questionar com Deus porque do nosso sofrer, e acabamos por nossa ignorância ofendendo aquele que tudo sabe, e que está com nossas vidas em suas mãos. (Salmo 37. 5) diz: “Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele e o mais ele fará”.
Vejamos, Jó 38. 7)  Deus fazendo a grande revelação para Jó. “Quando as estrelas da alva, juntas, alegremente cantavam, e rejubilavam todos os filhos de Deus”. Este termo usado por Deus:”Estrela da alvaé uma atribuição aos anjos, mas a gloriosa revelação vem depois; e “rejubilavam todos os filhos de Deus”. Isso quer dizer que todos nós os escolhidos por Deus para a salvação, em Espírito já existíamos. E quando Deus criava o mundo os anjos juntamente com os eleitos de Deus faziam festa, a cada obra criada por Deus. A confirmação disso está no (ver.21)Tu sabes, porque nesse tempo eras nascido e porque é grande o numero dos teus dias”.
 O que em outras palavras podemos entender Deus falando: (Jó abras os olhos para ver, que o meu amor é eterno, e o nosso relacionamento é antigo, precedeu a história, o tempo, e a própria criação do mundo, Eu não te abandonei, mas te usei como um fiel e valoroso servo para derrotar o diabo) Passados estes momentos de provação, Jó envergonhado, arrependido confessa: “Eu te conhecia só de ouvir, mas agora os meus olhos te vêem”(Jó 42. 5). Que glorioso histórico de vida temos nós. Que fantástica e graciosa travessia humana Deus nos concedeu vivermos.
 Se você puder entender isso, glorifique o nome daquele que é eterno e te amou antes da fundação do mundo, e que espera que tua vivida vida por fé, seja para a honra e gloria do Seu Santo Nome. Aleluia!!!!!!!!
Enéas Candido Lara

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

O QUE É A VERDADEIRA FELICIDADE ?

Texto Básico:Abre-lhes também os ouvidos para instrução e manda-lhes que se convertam da iniqüidade. Se ouvirem e o servirem, acabarão seus dias em felicidade e os seus anos em delicias” (Jó 36. 10-11).

Felicidade é um sentimento incrustado no mais profundo de nossas almas, que nos impulsiona a buscá-la ininterruptamente, assim como, a sede nos faz procurar a água. Mas, onde encontrá-la?
A filosofia grega dos antigos hedonistas, afirmavam que só por meio dos prazeres a encontraremos. E por isso, a busca dos prazeres a qualquer custo, ainda que; violentada seja a saúde, bons costumes, a moral a família, tenha de ser aviltada. É essa máxima que temos visto prevalecer até os dias de hoje. Vejamos por exemplo está semana a euforia da festa do povo; “O CARNAVAL”. Seria o carnaval uma real felicidade?.  A quarta feira de cinzas nos pode responder. É o cansaço, é as noites mal dormidas, é a frustração, é a tristeza pela perda do titulo da sua escola, é desavença, briga etc. A isso podemos chamar de felicidade...?.
O texto básico nos diz que: Felicidade plena e verdadeira é aquela que provém do perdão de Deus. É aquela convivência intima com Deus que nos enche da verdadeira paz. Disse Jesus:A minha paz não vo-la dou como a dá o mundo”(João 14. 27). Ela não é circunstancial, passageira, sobressaltada, finita, mas eterna.  Por outro lado a vida desregrada vivida em pecados afasta o homem de Deus, fazendo-o prisioneiro de si mesmo, e por causa disso passa a viver orientado por seus perversos instintos carnais, os quais o fazem tornar-se em inimigo de Deus.
”Porque os que se inclinam para a carne cogitam das cousas da carne; mas os que se inclinam para o Espírito, das cousas do Espírito. Porque o pendor da carne dá para a morte, mas o do Espírito, para a vida e paz. Por isso, o pendor da carne é INIMIZADE contra Deus, pois não está sujeito à lei de Deus, e nem mesmo pode estar. Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus”(Romanos 8: 5- 8). E ainda (Versículos 13 e 14)Porque se viverdes segundo a carne, caminhais para a morte; mas, se, pelo Espírito, mortificardes os feitos do corpo, certamente vivereis. Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus”.

O homem dominado pelos seus instintos carnais tenta sempre buscar felicidade, mas sempre o faz egoisticamente pensando em si mesmo, no seu prazer, no seu lucro, na sua conquista muitas vezes até em prejuízo de outro alguém. Mas, como então posso encontrar e viver a verdadeira felicidade? Essa terminologia é associada a outra; chamada liberdade. Ninguém pode ser feliz sem liberdade, e essa só encontraremos em Jesus. “Se pois o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres”(João 8. 36). Livres do que? Da morte eterna.
Não precisamos ser nenhum matemático para sabermos fazer a melhor escolha. O (Salmo 90. 10) nos diz: “Os dias da nossa vida sobem a setenta anos ou, em havendo vigor; a oitenta; neste caso, o melhor deles é canseira e enfado, porque tudo passa rapidamente e nós voamos”.
 Então, se esta vida passa rapidamente, a outra disse Jesus: ela é eterna.--- qual pois escolher?. Disse Jesus: “Em verdade, em verdade vos digo: quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou tem vida eterna, não entra em juízo, mas passou da morte para a vida”(João 5. 24)
 Que Deus te abençoe e te faça entender o seu recado.
 Enéas Candido Lara

domingo, 10 de fevereiro de 2013

NÃO FAÇA DA BÍBLIA O SEU AMULETO!

Certo homem muito supersticioso foi a uma clinica médica para fazer alguns exames, e entre eles; algumas radiografias. Então, foi pedido que ele tirasse a camisa e todo tipo de objetos metálicos. Quando o médico voltou lá estava ele deitado ostentando em seu pescoço uma medalha de platina. O médico lhe disse: tem que tirar essa medalha, senão não posso fazer o exame, ao que respondeu o homem: Dr. me desculpe, mas não posso tirar de jeito nenhum, é meu amuleto da sorte que recebi com a promessa de nunca tirá-lo do pescoço.

 Lamentavelmente a fé enganosa e distorcida, tem levado as pessoas a agirem de forma incompatível com a verdade que só se encontra na palavra de Deus. E essa, tem todo o poder quando examinada, lida, manuseada com fome do saber e entender, as riquezas da graça de Deus ali registradas. O Senhor Jesus disse: Examinai as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testificam de mim”(João 5. 39). Veja; Jesus não mandou ler apenas, mas examinar. È muito mais do que simplesmente ler, é meditar incansavelmente com fome do pão do céu, e sede de dessedentar da fonte de águas da vida.

 É comum em certas casas as pessoas manterem na estante ou em cima de mesas, Bíblias abertas principalmente em textos que falam de proteção, como por exemplo o "Salmo 91".
Não vejo nada de errado nisso, desde que não façam disso um amuleto, pensando que aquele texto aberto possa evitar assaltos, invasões, enfermidades ou qualquer tipo de males. A Bíblia em si é um livro como outro qualquer quando aberta e deixada sobre um móvel.
 Mas, quando lida e meditada, então tem o poder irresistível de mudar situações de operar milagres extraordinários, como por exemplo; arrancar do mais profundo do inferno das drogas, dos crimes, da prostituição etc, e transformá-los em filhos amados de Deus.

O (Salmo 119. 11) diz:Guardo no coração as tuas palavras, para não pecar contra ti”. Só quando leio e medito na palavra de Deus (Bíblia Sagrada) é que tomo conhecimento do caminho que devo andar para que Deus me seja por salvação, socorro e fortaleza nas incertezas e tribulações desta vida, acima de tudo; a certeza da Sua companhia, e do Seu grandioso amor manifestado em Cristo Jesus o Seu Filho amado.

Ame a sua Bíblia, pois ela é a disponível fala de Deus que se pode lendo, entender, o Seu amoroso recado, quando lida e meditada, pois pode nos trazer aquela gostosa paz do antegozo da Sua presença.
 Que Deus te abençoe. Amém!!!!!!!
Enéas Candido Lara

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

A SEGURANÇA DA NOSSA SALVAÇÃO!!!

SALVAÇÃO..! Eu ganhei um dia, amanhã  posso  perdê-la....?

É triste constatar que ao passar dos milênios, ainda persista a desconfortável e sombria indagação:” Como posso saber se eu sou salvo”?.   Bem..., isso depende de como foi que você veio para Jesus:
1 ) Se tua vinda a Jesus foi uma escolha tua, movida por exclusiva decisão do teu “Livre Arbítrio” então a segurança da tua salvação não está em Deus, mas em você mesmo.
2)  Agora, se a tua salvação não foi uma escolha sua, mas de Deus, o qual escolheu e buscou-te e como um precioso presente trouxe a Jesus, para que Ele te salvasse então; a segurança não está em você, mas em Deus.  Entendeu a diferença?

Disse Jesus:Não fostes vós que me escolhestes a mim; PELO CONTRÁRIO, EU VOS ESCOLHI A VÓS OUTROS”(João 15. 16).  A salvação não é uma opcional escolha humana ,mas sim uma decisão da soberania de Deus. Dessa forma salvação não é pra quem quer, mas para quem Deus quer. “ASSIM, POIS NÃO DEPENDE DE QUEM QUER OU DE QUEM CORRE, MAS DE USAR DEUS A SUA MISERICÓRDIA”(Romanos 9.16) 
Depois da gravidade da transgressão humana, Deus não tem obrigação de salvar ninguém, contudo por sua misericórdia resolveu salvar alguns, e aos outros aplicar a justiça que seus atos merecem.( Romanos 9. 19 a 23). Então como ter certeza da salvação?.  Bem, primeiro precisa saber se o chamar de Deus de fato ocorreu, e se lhe fez de você um convertido, e o visível vestigio é o  processo do inflexível novo nascimento (João 3. 3)Aquele que não nascer de novo não verá o reino de Deus”. E também se teu viver comprova o ser uma nova criatura que foi amada e escolhida por Deus antes da fundação do mundo  (Efésios 1. 4)” Assim como nos escolheu, nele, antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis perante ele; e em amor nos predestinou para ele”.

Não confundir o ter vindo a Jesus por decisão emotiva e pessoal do seu (Livre Arbítrio), como citamos acima, mas que foi escolhido, eleito, e trazido por Deus como um presente para Jesus.”Todo aquele que o Pai me dá, esse virá a mim; e o que vem a mim, de modo nenhum o lançarei fora”(João 6. 37).  Preste atenção no que disse Jesus:Todo aquele que o Pai me dá” O crente é um presente que Deus escolheu salvá-lo antes da fundação do mundo exclusivamente por sua soberania e, o trás e dá para Jesus.
 ( Veja: isso só ocorre mediante a iniciativa e soberania da graça de Deus)

O que Jesus está dizendo é que a decisão e a escolha nunca é do homem, mas de Deus. E por conseguinte, a segurança não está em nós, muito menos no mérito das nossas boas obras, mesmo porque não a temos. E sendo assim, a segurança da nossa salvação não está em nós, mas em Deus através da Cruz de Cristo Jesus, que nos comprou com seu sangue derramado naquele maldito madeiro do calvário, consumando assim o predestinado projeto de Deus, o qual precedeu o tempo, a história e a própria criação do mundo.

Então, diante disso fica claro que a salvação é um consumado fato que provém de uma eleição incondicional ocorrida antes da fundação do mundo.(Efésios 1. 4) E que nós não tivemos nenhuma participação nela. Contudo, uma vez salvo, nascido de novo, transformado em nova criatura, então ai; algo experimentado, visível, glorioso passamos a sentir, que é o prazer e a alegria de procurarmos a santificação de nossas vidas, vivendo em consonância com a vontade de Deus que é Santo.
Diante de tudo isso, se faz incontida a nossa alegria e regozijo pelas confortadoras palavras do Senhor Jesus em oração a Deus: “Não perdi nenhum dos que me deste”(João 18. 9).  Se você foi o presente que Deus deu pra Jesus um dia, e está certo disso; então glorifique-O agora. Aleluia !!!!!!!!!
Que Deus grandemente te abençoe!.
 Enéas Candido Lara

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

MARAVILHOSA GRAÇA!!!

 “Ninguém pode vir a mim se o Pai, que me enviou, não oTROUXER”; e eu o ressuscitarei no ultimo dia  (João 6. 44)
Se nós um dia viemos para Jesus, isso não ocorreu porque nós quiséssemos, mas porque Deus quis. Não porque nós O escolhêssemos mas, porque fomos escolhidos por ele. Não porque em nós havia algum mérito mas, porque a sua graça maravilhosa nos amou primeiro, e nos elegeu, escolheu, separou, chamou, predestinou antes dos tempos eternos. Veja: (Efésios 1. 4). “Assim como nos (escolheu, nele antes da fundação do mundo), para sermos santos e irrepreensíveis perante ele; e em amor nos “Predestinou para Ele”para adoção de Filhos, por meio de Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua vontade, para louvor da Gloria de sua graça,  que ele nos concedeu gratuitamente no amado".
 Ainda que para isso, tivesse que pagar o maior de todos os preços para nos salvar, entregando a vida do seu unigênito Filho Jesus Cristo. E por ser assim é, que o apostolo Paulo declara em (Efésios 2. 8) “Porque pela graça sois salvos mediante a fé; e isso  não vem de vós  é dom de Deus”.

Preste atenção nestas palavras “Pela Graça”! E graça é favor imerecido. Mais Paulo continuou e disse: (Mediante a fé);  Então ai vem a explicação: “Isso não vem de vós é dom de Deus”. Ou seja; nem graça, nem Fé é algo conquistado por méritos humanos mas, é dádiva é oferta, presente de Deus que ele concede “SOMENTE Á SEUS ESCOLHIDOS”.Veja: (2Tim. 1. 9) “Que nos salvou e nos chamou com santa vocação; não segundo as nossas obras, mas conforme a sua própria “DETERMINAÇÃO E GRAÇA” que nos foi dada em Cristo Jesus, (antes dos tempos eternos)”.
Ou seja; a nossa salvação não foi decidida por nós, mas por Deus, e isso ocorreu antes da fundação do mundo.
Há!............meu querido irmão, você que está lendo esta revelação puder entender o que Deus te fala agora, assim como eu sinto ao escrever esta mensagem, constrangido não sei, se como uma criança em meu escritório agora pulo de alegria, se grito aleluia!, ou se prostro em lágrimas reverentemente diante do amor da maravilhosa graça, que me alcançou e me fez em um redimido, ainda que em mim não houvesse nenhum mérito.

Que emoção tamanha invade o nosso coração em saber que a nossa historia de vida com Deus é tão antiga, o nosso relacionamento começou na eternidade, fomos conhecidos de Deus, amados por Ele antes da fundação do mundo e, que a nossa vida espiritual a nossa existência o nosso relacionamento com o Pai, precedeu a historia, o tempo e a própria criação do mundo e, por isso que aqui chegando, já trazíamos em nosso “DNA” a gloriosa marca da (Determinação da sua Graça e amor ) e a escolha deste amor tão antigo e, tão presente que nos faz em um ser humano diferenciado, eleito, separado propriedade exclusiva do Deus eterno, para proclamar as riquezas da sua gloria através da sua (Maravilhosa Graça).  Aleluia!

Que Deus grandemente te abençoe e, te faça consciente deste privilégio Santo. Amém!!!!!!
 Enéas Candido Lara

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

A SOBERANIA DE DEUS NA SUA ELEIÇÃO!!!

Texto Básico: (Mateus 22. 14) “Porque muitos serão chamados, mas poucos, escolhidos”. ESCOLHIDOS?!.....Quer dizer que Deus salva uma pessoa, mas não salva a outra?

Vamos procurar entender isso A LUZ DA PALAVRA?
 Nesta parábola das bodas, muitas lições maravilhosas nós aprendemos com Jesus, e entre as quais, encontraremos a resposta para a pergunta em questão. Então, vamos começar focalizando o texto básico, o versículo (14)”Muitos serão chamados, mas poucos, escolhidos”.
ABRA SUA BIBLIA NESTA PARÁBOLA PARA MELHOR COMPREENSÃO!

Veja o (Versículo.3), “O rei mandou chamar os convidados”...... isso nos faz entender que seu convite tinha endereço certo, para pessoas escolhidas, e estes eram o povo eleito, nação amada por Deus, contudo eles não aceitaram, preferindo cuidar dos seus afazeres desta vida (ver.5) disse o rei: "Está pronta a festa, mas os convidados não eram dignos”(Ver.8) Então, diante dessa recusa o rei mandou que os seus servos saíssem pelos caminhos e encruzilhadas convidando a todos, maus e bons; e a sala ficou repleta de convidados”.(Ver.10).
Uma grande verdade teológica se verifica aqui. Jesus estava falando a respeito da sua missão terrena como salvador do mundo e, que fora rejeitado por Israel seu povo, através do gracioso convite para a grande festa que era exclusivamente deles, os Judeus. Diante da recusa deles, então as portas foram abertas a todos que não eram povo, e nem merecedores. E entre os quais, estamos nós que não somos Judeus de nascimento (Romanos 9. 25)” Chamarei povo meu ao que não era povo; e amada, á qual não era amada”.
Vejamos o que diz: (Romanos 9. 7) diz: “Nem por serem descendente de Abraão são todos seus filhos; mas, devem ser considerados como descendentes os Filhos da promessa....... Quem são os filhos da promessa? Evidentemente os que Deus escolheu!. E é por eles que Jesus veio ao mundo e morreu naquele sangrenta Cruz e isso, Ele não fez pelos filhos do diabo. (Todos os homens são criaturas de Deus, mas nem todos são filhos!) É isso que Jesus falou:Vós sois do diabo que é vosso pai”(João 8. 44) Então, não podemos confrontar o SENHOR JESUS quando disse: Que no mundo tem os filhos do diabo, para os quais não há salvação e está reservado a condenação eterna.

 É por isso que Jesus salva um, mas não salva o outro considerando genericamente todos os homens. Quanto aos Filhos, Deus os elegeu antes da fundação do mundo. (Efésios 1. 4)” Assim como nos escolheu, nEle, antes da fundação do mundo, para sermos santos”. Jesus veio ao mundo tão somente para salvar os Filhos de Deus, e Ele disse: “ Para se cumprir a palavra que dissera: Não perdi nenhum dos que me deste”.(João 18. 9) Que gloriosa promessa que rejubila a alma do crente! Continuando Paulo diz: (Romanos 11. 5)”Assim pois, também agora, no tempo de hoje, sobrevive um remanescente segundo á Eleição da graça”. Isso é soberania, misericórdia de maneira nenhuma há mérito humano e nem escolha humana, mas eleição da vontade soberana de Deus.

E continuando Paulo diz: (Romanos 11. 7)”Que diremos pois? O que Israel busca, isso não conseguiu; mas a eleição o alcançou; e os mais foram endurecidos”. Veja que afirmação tremenda; os que não creram não foi por dureza própria dos seus corações, mas sim, porque Deus os impediu de crerem .(Ver.8)”Deus lhes deu espírito de entorpecimento, olhos para não ver e ouvidos para não ouvir, até ao dia de hoje. Ò gloriosa soberania de Deus!...... que trás revelação discernimento para entendermos que nossas vidas estão subjugadas em suas mãos, que jamais somos independentes para fazermos escolhas, espirituais e orgulhosamente dizermos que temos livre arbítrio para aceitar a Deus, ou rejeitá-lO.
O homem da parábola de Jesus que entrou na festa do rei sem ser convidado, ele tinha vontade, tinha desejo, sabia que ali era o melhor lugar para se estar, e não mediu esforços para entrar, e o fazia por decisão pessoal movida por seu livre arbítrio. Mas algo o desqualificava para ser um participante da gloriosa celebração. Ele não fora convidado, e por isso não tinha recebido a vestimenta nupcial, e assim qualificava-se como um invasor, um intruso. O ponto mais alto do ensinamento do Senhor Jesus foi quando Ele disse que o rei entrou na festa para ver os seus convidados, e notou aquele homem que estando ali, não tinha veste nupcial, e perguntou-lhe: “Amigo como entraste aqui sem veste nupcial”? Ele emudeceu. Então ordenou o rei que ele fosse amarrado de pés e mãos e lançado para fora nas trevas; ali haverá choro e ranger de dentes”(Mateus 22.11-13)

O precioso ensinamento de Jesus que vejo aqui, é um só: O gracioso e imprescindível CONVITE!!!, para que alguém possa entrar na gloria celestial, na eterna festa dos redimidos por Cristo Jesus, tem que serem: "Filhos; eleitos, predestinados, escolhidos, e buscados” por Deus, através da sua soberania e graça, e que tendo lavado as suas vestiduras as alvejaram no sangue do cordeiro, e por isso ostentando os trajes reais desfrutarão das delicias da eternidade com Cristo Jesus. No ensinamento de Jesus nós podemos ver que para entrar na gloria do céu, tem que primeiro receber o “CONVITE” que provém da sua misericordiosa escolha que antecedeu o tempo, a história, e a própria criação do mundo.(Efésios 1. 4)

O tão sonhado céu não é para quem quer, mas para aquele que Deus quer escolher, e chamar. Veja o que diz o texto: “Assim, pois, não depende de quem quer ou de quem corre, mas de usar Deus a sua misericórdia”(Romanos 9. 16) E Deus disse mais:”Terei misericórdia de quem me aprouver ter misericórdia e compadecer-me-ei de quem me aprouver ter compaixão”. (Romanos 9. 15).  A resposta da questionada pergunta: Porque Deus salva uma pessoa e não salva a outra? É porque nem todos são Seus filhos, os Seus filhos, Jesus os comprou com o Seu sangue, graça essa, que não recebem os filhos do diabo.
 Deus é soberano SENHOR de todas as coisas, e não tem obrigação de salvar ninguém, mas quis por sua misericórdia salvar os seus escolhidos para a salvação e aos outros; aplicar a justiça que pelos seus atos merecem a condenação, os quais para isso foram criados.(Rom.9.22)

Se você meu irmão já recebeu o gracioso “CONVITE” então, glorifique o Seu Santo nome Aleluia!!!!!!.
Enéas Candido Lara
Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger