quarta-feira, 1 de maio de 2013

BUSCANDO NA SANTIFICAÇÃO, A GLORIA DE SE TORNAR FILHO!!!


A imperativa ordem de Deus para os Seus filhos é: “Sede santos, porque eu sou santo”(I Pedro 1. 16).  Como conseguir santificação? 
 Primeiramente; é imprescindível que aprendamos que somos totalmente dependente dEle e, que Ele é o nosso único provedor física e Espiritualmente. E tendo consciência  disso, viver partilhando com Ele toda a nossa vida bem como, o  melhor do nosso tempo.
Para entendermos melhor o nosso relacionamento com Deus, e as benesses da sua graça, vamos recorrer um pouco da história dos nossos irmãos do passado.

Existiu na Alemanha no século 17 e começo do 18, um movimento chamado de Pietismo.  Tanto quanto o Puritanismo e o Pietismo tinham o mesmo objetivo. O Pietismo recebeu este nome dos seus opositores como uma forma de ironizar o estilo de vida desses irmãos do passado. Chegaram mesmo a chamá-los de santarrões, porque viviam de rostos pálidos, magros, com olhar aparentemente tristes, contemplativos voltados para o céu. Mas a verdade era outra.
Com a intenção de despertar a fé dos cristãos, os pietistas pregavam uma maior dedicação na vida devocional de cada um. Pregavam um despertar na oração e um tempo maior de estudos da Bíblia. Cada cristão deveria assumir esse compromisso. August  Francke, discípulo do fundador do pietismo  Jacob Spencer, sintetizou o movimento em quatro aspectos: maior disciplina na leitura da Bíblia, dedicação maior à oração, avaliação pessoal de conduta e o arrependimento.

A conseqüência  para a história foi rápida e notória. Um dos reis da Dinamarca, em 1.705, adepto do movimento, enviou missionários para a Índia a fim de que realizassem um trabalho marcante naquele país.
Assim também hoje como cristãos, devemos buscar uma maior comunhão com Deus. Nossa Bíblia não pode ser usada apenas quando vamos à igreja; nossa oração não pode ser feita apenas quando outros estão olhando; o nosso comportamento deve ser efetivo e diário. Nosso culto a Deus deve ser permanente, bem como nossa comunicação com Deus. A Bíblia é o alimento da alma, e a oração, a respiração da fé, assim como precisamos do alimento e do ar, precisamos da Bíblia e da oração diuturnamente.

 O Senhor Jesus nos aconselhou dizendo: “Examinai as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testificam de mim”(João 5. 39).
Que possamos apossarmos dessas duas fontes de grande poder, que é a leitura da Bíblia e a oração, para que alcancemos a santificação e tornemos filhos do nosso Deus que é Santo.

Que Deus te abençoes em nome de Jesus!!!!!!!!

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger