domingo, 4 de maio de 2014

A SUBMISSÃO A DEUS NOS PROPICIA SÁBIAS ESCOLHAS!!!

                                                                      
Agrada-te do Senhor, e ele satisfará os desejos do teu coração.(Salmo 37. 4)

Todos nós temos  tomado decisões  até por acalentados desejos de nossos corações. Desejamos saúde, projeção social, conquistas financeiras, sermos reconhecidos, amados e tantas outras coisas mais. Uns buscam alcançar o objetivo de seus desejos por meio de seu próprio trabalho, esforços pessoais; outros porém, por  encontrarem dificuldades em obtê-los, recorrem a meios ilícitos, ou ainda, a seres espirituais, crendices, amuletos etc. O homem sentir desejo não é errado, é conseqüência natural  da nossa humanidade. O errado é tomar decisões que contrariem a nossa vida de santidade para com o nosso Deus .

 O próprio Senhor Jesus sentiu  liberdade para pedir ao Pai o que Ele desejava (Mateus 26. 39) quando então pediu:"Pai, se possível, passa de Mim este cálice" Ele  sabia que podia abrir seu coração ao Seu Pai,  e que não seria rejeitado por isso. É o que ele ensina aos seus discípulos no texto da leitura acima. O que diferencia a atitude de Jesus é sua completa submissão ao Pai, e ai  é que entra o versículo em destaque: Ele deixa claro que sua prioridade era a fazer a vontade de Deus, e não a sua própria. Aqui está a grande e preciosa lição que devemos aprender com Jesus para a nossa vida, para sermos felizes e vitoriosos no Senhor.

Entretanto, como somos humanos, nossos desejos muitas vezes se destinam a satisfazer aos apelos da nossa carnalidade . Por isso, a Bíblia nos diz em (Tiago 4.3) " Pedis e não recebeis, porque pedis mal, para esbanjares em vossos prazeres". Por isso, quando pedem, não recebem, pois pedem por motivos errados, para gastar em seus prazeres". Isso quer dizer que nossos desejos devem estar em sintonia harmônica com os princípios de Deus. Deus sempre tem o melhor para os seus filhos, e não nos dará nada que prejudique a nossa vida espiritual, nada que venha interromper nosso relacionamento com ele.

 O nosso Deus é misericordioso e zela por nossas almas, nosso Pai celestial é fiel às suas promessas, mas requer de seus filhos fidelidade, exclusividade na adoração e obediência aos seus mandamentos. Quem assim procede pode estar certo de que Deus o ajudará a direcionar e alcançar seus desejos. "Ora, aquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós"(Efésios 3. 20)
Davi o grande servo do Senhor disse:"Descansa no Senhor e espera nele"(Salmo 37. 7).

Que Ele nos dê a devida porção de fé, para vivermos sabiamente segundo a Sua vontade.
Enéas Cândido de Lara


0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger