sábado, 31 de maio de 2014

O ADMIRÁVEL E CONTAGIANTE AMOR DE SOGRA!!!


Disse, porém, Rute:"Não me instes para que te deixe e me obrigue a não seguir-te; porque, aonde quer que fores, irei eu e, onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus"(Rute 1. 16).

A bela história de Rute, a moabita, nora de Noemi; mulher israelita, viuva de Elimeleque, que era natural de Belém,  é muito conhecida. A vida de Noemi foi cercada de sofrimentos e tristezas. Começou quando ocorreu  uma grande estiagem e fome onde moravam. Então,  Elimeleque procurou abrigo mudando para a terra de Moabe. Inicialmente a situação foi tranqüila. Os seus filhos Malon e Quilion casaram-se com moças moabitas. Mas surgiu algo inesperado; o seu esposo Elimeleque e os dois filhos morreram. Ela ficou só numa terra estranha. Então, resolve voltar para sua própria terra, e as duas noras que amando-a se apegam à ela resolvem acompanhá-la. Mas Noemi diante das suas limitadas condições resolveu aconselhá-las, e disse-lhes: "Voltem para a casa de suas mães! E que o senhor use de benevolência , como  vós usaste com os que morrestes e comigo" Aconselhamento sincero  de uma sogra amorosa. Mas as  suas duas noras insistem em ir com Noemi. Por fim a  Orfa  acaba aceitando o conselho e volta para casa de sua mãe. Rute, porém, insiste em acompanhar Noemi e faz a emocionante declaração: "O teu povo será o meu povo e o teu Deus será o meu Deus"(Rute 1. 16).
 Foi uma difícil decisão tomada por  Rute? Afinal, ela decide deixar o seu povo e adotar o povo de sua sogra. Renunciar a sua confissão de fé, a religião e divindades moabitas para se consagrar ao Deus dos Israelitas, o Deus  criador dos céus e da terra.  Rute seguramente tomou a melhor decisão. Ela sai da idolatria das lendas e crendices daquele povo pagão e passa para a Verdade que liberta e salva. Sai da perdição e trevas e vem para a luz. Essa mudança Jesus qualificou de novo nascimento, e é tão enfático que chega a afirmar:"Quem não nascer de novo não pode ver o reino de Deus"(João 3. 3)
Essa mudança que é tão profunda e radical  jamais o ser humano por si só pode fazer, mas é pelo agir misericordioso do Espírito Santo,  que agindo convence o homem do pecado, injetando nele fé para crer abrindo seus olhos para que veja a graça de Deus e assim, se entregue a Cristo Jesus o Senhor. "(João 16. 8).
 Nós não podemos querer entender os caminhos do Senhor, porque eles são mais alto do que nós e ,não podemos  compreendê-lo.  Ele disse:" Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos, diz o Senhor.(Isaias 55. 8). Muitas vezes não entendemos o agir de Deus diante dos acontecimentos, mas Ele tem conduzido o seu povo através dos tempos, com  amor e sobretudo, com segurança até a conquista da glória.
Que a Ele seja toda honra, louvor, adoração para todo sempre.


Enéas Candido de Lara

1 comentários:

Vanderleia disse...

Parabéns pelo texto, muitas atitude nossas somente pelo Espirito Santo.

Postar um comentário

Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger