segunda-feira, 21 de julho de 2014

OS NOSSOS CONSTRUÍDOS CASTELOS!!!

“Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, eu vo-lo teria dito. Pois vou preparar-vos lugar”.(João 14. 2)

Certa feita eu estava sentado a beira mar. E próximo de mim um garoto construía um castelo de areia. Era admirável a sua  habilidade na divisão dos compartimentos e, até uma bela torre ele construiu. Depois que julgou o trabalho concluído, sentou-se enfrente a sua obra,  e sorriu. Mas, uma onda mais forte veio e destruiu o seu castelo. Ao contemplar a cena pensei  que ficaria triste, e desistiria  do seu intento. Mas, ele olhou para as águas que se afastavam, levando o seu castelo coçou a cabeça e, recomeçou tudo de novo. A tarde caia quando seus pais chegaram e lhe disseram: Filho!, vamos pra casa.
Aquele menino agiu assim porque, embora o castelo de areia que havia construído fizesse parte da sua fantasia de vida, o que na verdade o sustentava sua alegria era, a esperança de saber que no final do dia, tinha uma casa para onde voltar, e ali teria o conforto e o abrigo de um lar.
Quase tudo que nós construímos em nossa vida é passageiro. São “castelos de areias”. Que muitas vezes insensatamente nós construímos.  É nosso projeto de vida, é nossa casa própria, é nosso emprego, é nossos bens materiais e infelizmente para muitos até o próprio casamento. Investimos tanto tempo, tanta dedicação, tanta energia, lagrimas, suor para serem construídos . E insensato seremos se depositarmos neles, a nossa maior esperança. Mais cedo ou mais tarde, uma onda inevitável poderá vir e levar para sempre aquilo que demandou tanto tempo para nós construirmos.
 E quando isso acontecer, somente aquele que tiver sua esperança firmada no Senhor Jesus, será capaz de como aquele garoto,  rir, e começar de novo. Todo crente tem uma promessa gloriosa e o aguarda com grande expectativa o dia em que será liberto deste corpo mortal, para receber uma verdadeira e nova vida. Essa sim, não será instável, passageira, finita como os “castelos de areias” que construirmos neste mundo. A exemplo daquele menino devemos, continuar se alegrando sim, em tudo o que construirmos, contudo, sem depositar neles a razão da nossa vida. Nós que confiamos no Senhor Jesus, sabemos que os castelos por nós construídos neste mundo, poderão perecer e ser destruídos, assim como o maior de todos que nós temos e amamos que é o nosso corpo que recebemos um dia, mas ele é transitório, finito e passageiro como diz a palavra de Deus; é um conto que se conta depressa. “Quanto ao homem, os seus dias são como a relva; como a flor do campo, assim ele floresce; pois, soprando nela o vento, desaparece; e não conhecerá, daí em diante, o seu lugar”(Salmo 103. 15-16). 
  Entretanto, temos da parte do Senhor uma mansão na casa do Pai esperando para ser habitada por nós, à qual será para toda a eternidade junto do nosso Pai celestial. Que possamos seguir os ensinamentos do Senhor Jesus, que disse: “Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a terra...............; mas ajuntai  para vós outros tesouro no céu”.......(Mateus 6. 19) O que Jesus está dizendo é: (Não queiras fazer deste mundo o teu paraíso, não queiras construir morada, palácios, ajuntar riquezas, bens materiais como se nunca fosse morrer e fosse possível morar aqui para sempre.) E Jesus explica o porque desta advertência sua: “Porque, onde está o teu tesouro, ai estará também o teu coração”.  Lembra do moço rico, ele queria ir para o céu, mas quando foi confrontado entre o céu e a sua riqueza a sua riqueza falou mais alto, tanto que fez ele desistir do seu  tão acalentado sonho, e saiu triste porque amava mais a gloria deste mundo, do que a Jesus e a vida eterna.
O apostolo Paulo disse: “Se a nossa esperança em Cristo se limita apenas a esta vida, somos os mais infelizes de todos os homens” (I Coríntios 15. 19) porque a vida aqui passa tão depressa e tudo isso pra nós vai acabar um dia. Mas, a outra disse Jesus: Ela é eterna. Até por uma questão matemática e de coerência temos que escolher ficar com a outra, e não com está. O Senhor Jesus nos ensina como ser um feliz morador das mansões celestiais, Ele disse: “Em verdade, em verdade vos digo: quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou tem vida eterna, não entra em juízo, mas passou da morte para a vida”(João 5. 24). Disse Jesus: “Eu vou preparar-vos lugar” Ele foi e já preparou, um dia seremos gloriosamente surpreendidos quando formos recebidos por Ele e disser: “Vinde bendito de meu Pai entra no gozo do teu Senhor”. 
Um dia isso vai acontecer comigo e com você meu irmão. Que Deus nos abençoe em nome de Jesus!!!!!!


0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger