segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Como viver sendo um verdadeiro filho de Deus ?


"Enganoso é o coração, mais do que todas as cousas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá"?(Jeremias 17. 9).
Depois da queda do homem, ocorrida no Éden, ele se  tornou pecador, indigno e mergulhado em profunda degradação moral e, Espiritualmente está  morto. Isso é muito além do que possamos imaginar. Não foi somente uma desobediência, a quebra da instituída lei do fruto proibido, mas foi  uma rebelião contra Deus, motivada pelo orgulho do suposto poder de se tornar igual a Deus. (Gênesis 3. -6). 
No reinado de Josias o povo de Israel  estava vivendo longe dos caminhos do Senhor, envolvidos com deuses pagãos dos baalins. Então, Josias propôs uma limpeza geral de toda a terra (2 Crônicas 34. 3) Isso porque o rei anterior, "Manassés fez errar Judá e os moradores de Jerusalém, de maneira que fizeram pior  do que as nações que o SENHOR tinha destruído  de diante dos filhos de Israel"(2 Crônicas 33. 9) Então Josias se humilhou, suplicando perdão para o povo, e limpando e purificando a terra.  
Assim também, o povo de Deus hoje precisa estar buscando santificação, reconhecendo o grande privilégio que tem o salvo por Cristo Jesus como escreveu Paulo (I Coríntios 3. 16-17)"Não sabeis que sois santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós? Se alguém destruir o santuário de Deus, Deus os destruirá; porque o santuário de Deus, que sois vós, é sagrado"
 Se temos consciência de que  somos templo do Espírito Santo de Deus, morada do Deus Altíssimo, temos uma grande responsabilidade de cuidar ininterruptamente da purificação,e  da santidade deste lugar, que é o nosso corpo. O apostolo Pedro escrevendo quanto a necessidade de santificação de nossas vidas, disse: "Como filhos da obediência, não vos amoldeis ás paixões que tinheis  anteriormente na vossa ignorância; pelo contrário, segundo é santo aquele que vos chamou, tornai-vos santos também vós mesmos em todo o vosso procedimento, porque escrito está: "Sede santo, porque eu sou santo"(I Pedro 1. 14-16)
Quando o homem se torna ocioso, descuidado, relaxado Espiritualmente, abre brechas para que o inimigo infiltre no seu coração o individualismo, o orgulho, o prazer carnal, a satisfação pessoal, até na forma da sua suposta adoração.
Hoje, tem muitos crentes indo na igreja para buscar bênçãos, e não para adorar. Querem receber, mas não exprimir gratidão através de uma vida santa na presença de Deus. Querem  a benção, mas não o abençoador. Fazem um culto cuja liturgia satisfaz os seus corações, esquecendo que o culto não é para a igreja gostar, mas sim para um único expectador gostar  e receber que é Deus. Muitas vezes cantam musicas apelativas e emocionais para sensibilizar  a igreja, e muitas vezes  usando coreografia, danças que agradam aos olhos e seus corações. Precisamos de adorar com sinceridade na santificação do altar de nossas vidas, voltando ao verdadeiro e genuíno Evangelho da graça, para uma vida inteiramente conectada com Deus.

Que Deus nos ajude a sermos fiéis obreiros no ministério que nos foi proposto por Cristo Jesus, para o louvor da Sua glória.

Enéas Cândido de Lara

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger