quinta-feira, 30 de outubro de 2014

A OBSTINADA INGRATIDÃO DE ISRAEL VIVIDA PELA LOUCURA DE UMA VACILANTE FÉ!!!


"Bem-aventurado aquele que teme ao SENHOR e anda nos seus caminhos"(Salmo 128. 1)

Nos dias do profeta Jeremias o povo  de Israel vivia longe dos caminhos  do Senhor,  afastados de Deus, praticando idolatria com deuses estranhos. Foi tanto o envolvimento que os montes envolta de Jerusalém estavam tomados por imagens de deuses pagãos. Era para estes deuses que eles se prostravam em adoração, esquecendo do Deus  verdadeiro que os tirara do Egito com mão poderosa lhes dando por herança uma terra  fértil onde podiam viver em paz e com grande abundância. Este povo obstinado foi devidamente advertido por Deus quando lhes disse:"Os céus e a terra tomo, hoje, por testemunhas contra ti, que te propus a vida e a morte, a benção e a maldição; escolhe pois, a vida, para que vivas, tu e tua descendência, amando o SENHOR, teu Deus, dando ouvidos à sua vós e apegando-te a ele; pois disto depende a tua vida e a tua longevidade; para que habites na terra que o SENHOR sob juramento prometeu dar a teus pais, Abraão, Isaque e Jacó"(Deuteronômio 30. 19-20).
Entretanto, o profeta Jeremias disse:"O pecado de Judá está escrito com um ponteiro de ferro e com diamantes pontiagudo, gravado na tábua do seu coração e nas pontas dos seus altares" (Jeremias 17. 1)
O reformador do século XVI João Calvino disse certa vez que "o mundo" é um lugar escuro e frio. E continuando disse que não devemos confiar em ninguém. Muitas pessoas por confiarem em certas instituições financeiras não consistentes, acabaram perdendo todo seu investimento. Assim também,  como no tempo do profeta Jeremias um povo obstinado, infiéis, ingratos a Deus, desprezaram-no indo atrás de deuses estranhos, tudo porque o pecado estava entranhado nos seus corações. Quando o homem despreza os conselhos de Deus para seguir os conselhos dos homens é a mais terrível  decisão que poderá tomar de trágicas conseqüências.
Hoje o evangelho é largamente pregado em TVs, rádios, jornais...,  mas no entanto, muitos desses pregadores vive  pregando heresias doutrinárias até por escusos interesses pessoais, em arrebanhar multidões e com isso conquistar dinheiro, fama, poder,  e agindo assim, apenas, honram com a boca mas o coração está longe do caminhos do Senhor. Deus é fiel, não muda em suas promessas. O homem contudo, é um contumaz pecador, que precisa voltar-se para Deus, conectar-se com Ele numa vida de constante consagração e santidade  na fidelidade do seu viver, como luz do mundo e sal da terra.
Disse Deus:"Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e me buscar, e se  converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra"(2 Crônicas 7. 14). Há...como nossa terra está precisando de ser curada, sarada, e nós sabemos o remédio que cura e talvez por causa do nosso comodismo as chagas mortais do inferno está a bater em nossas portas. Pense nisso...!  E que  Deus da nossa terra tenha misericórdia.

Que Deus nos abençoes, em nome de Jesus!!!!!

Enéas Cândido de Lara

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

A NOSSA INÚTIL ANSIEDADE DE CADA DIA !!!

Texto Básico:(" Não andeis ansiosos de cousa alguma"(Filipenses 4. 6).
O Senhor Jesus conhecendo profundamente a criatura humana e, sabendo que é inerente em nós existir algo desconfortável e prejudicial que tem roubado de muitas pessoas, anos de sua existência que é a ansiedade. Então, Ele passou-nos a ensinar segundo o registro do grande sermão do monte.(Mateus 6. 25-34). Porque a ansiedade não controlada, trás acentuada tristeza e isso provoca um desencadear de outras enfermidades do sistema emocional, cujo resultado muito faz sofrer o ansioso, como também a todos que convivem ao seu lado.
Para tanto disse Jesus:"Qual de vós, por mais ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado ao curso de sua vida? 

 (Mateus 6. 27). O que Jesus está nos ensinando é que, ficar ansioso não resolve problema algum. É inútil, é perca de tempo, é como correr atrás do vento. Aqui neste maravilhoso sermão do Monte, Ele disse que a única solução é aprender a confiar nas providências de Deus. No (V.31)"Não inquieteis com o amanhã". ou seja, não sofra por antecedência, confie em Deus as suas impossibilidades. O Salmista Davi nos aconselha dizendo:"Entrega o teu caminho ao Senhor confia nEle". Porque a ansiedade além do natural sofrimento que trás ao homem, é uma violência, uma afronta contra o amor com que Deus cuida de nós. Ser ansioso é mesmo que duvidar das promessas e do amor com que Deus nos ama. Preste atenção no que disse Jesus no (V.32)"Porque é os gentios que procuram essas cousas". São os gentios que vivem correndo pra lá e pra cá atrás do seu pão, e nessa busca obstinada, fazem da vida uma guerra sofrível, que para conseguirem seus objetivos muitas vezes gananciosos usam de meios ilícitos como mentir, trapacear, roubar, matar. Entretanto, a nós que somos filhos de Deus, é inadmissível  tal procedimento, porque será uma grande ofensa perante Deus a nossa manifestada insegurança da nossa ansiedade. É como dizer a Deus, que nós estamos sozinhos, e que Deus nos abandonou. Esse sentimento que é sem dúvida um pecado, uma afronta, uma ingratidão á aquele que nos amou sobremaneira com amor eterno. Infelizmente este mau é universal e que tem abrangência entre todos os povos, o qual é uma grande tolice humana, e uma inútil perda de tempo.

O apostolo Paulo juntamente com o Pedro se preocuparam também com está séria e perturbadora incidência nos corações dos homens, e Pedro nos aconselhou dizendo:"Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós"(I Pedro 5. 7) Tanto Pedro como ultimamente Paulo, viveram e aprenderam com Jesus que a ansiedade é um sentimento inútil. "Qual de vós pode acrescentar um dia, uma hora no curso de sua vida?(Mateus 6. 27) Por outro lado o Senhor Jesus nos conforta dizendo:"Se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada ao fogo, não vestirá muito mais a vós outros, homens de pequena fé?
Aquilo que para nós hoje parece uma grande e irreversível derrota, Deus pode transformar em grande vitória. Estamos vivendo um momento de exercitarmos a nossa fé."Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nEle, e o mais Ele fará"(Salmo 37.5)

Que Deus grandemente te abençoe, em nome de Jesus!

Enéas Cândido de Lara

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

COMO ENTENDER A MISSÃO, O PODER E A GRACIOSIDADE DO AMOR DE JESUS?

Disse Jesus: {....} Eu não rogo pelo mundo, mas por aqueles que me deste, porque são teus" (João 17. 9).

O Senhor Jesus estava vivendo um momento dramático na sua vida, porque Ele vislumbrava  que a sua hora estava chegando e, Ele seria entregue nas mãos dos pecadores e (estes) o crucificariam.   Naquele momento de despedida, de ter que deixar os seus discípulos e  estes é, que teriam a ardorosa e difícil missão de continuar levando aos homens perdidos, a gloriosa mensagem de salvação, e até do sacrifício da vida de alguns deles, para que a sua igreja após sua morte fosse instituída.  E assim, fosse na terra um canal, um meio de graça para levar conhecimento, salvação a todos aqueles que Deus por sua misericórdia tivesse eleito, e escolhido. Por tudo isso, foi que Jesus naquela noite (Orou, intercedeu junto ao Pai em favor dos seus discípulos bem como, em favor de cada um de nós hoje, que também somos discípulos seus). (Ver. 20) disse Jesus:” Não rogo somente por estes, mas também por aqueles que vierem a crer em mim, por intermédio da sua palavra”.Você meu irmão entendeu isso? Que Jesus a mais de 2.000 anos atrás orou ao Pai, em favor da sua vida? Que grande conforto espiritual é sabermos dessa intercessão graciosa do Senhor Jesus.   Abra tua Bíblia neste texto). (João 17. 1/9).
(Ver. 1) Ele disse:Pai é chegada a hora, glorifica o teu filho, para que o filho glorifique a Ti”.  Em seguida ele começa falar da importância maior, gloriosa da sua missão.(Ver. 2)Assim como lhe conferiste autoridade sobre toda a carne, a fim de que Ele conceda a vida eterna (A todos os que lhe deste). Entenderam o que Jesus falou?.  Que a salvação é limitada á aqueles que Deus lhes deu. Que essa escolha não é do homem,(Muito pelo contrario). (João 15. 16) Disse Jesus: “Não fostes vós que me escolhestes a mim, pelo contrario, eu vos escolhi a vós outros”.    Portanto, fica muito claro que não é o homem que aceita Jesus, mas é Jesus que aceita o homem, que elege, escolhe, predestina que vai buscar, e muitas vezes tem que trazer até arrastado.
 Eu sei que essa afirmação pode até chocar certos irmãos, mas é exatamente o que esta escrito aqui. (João 6. 44) disse Jesus:Ninguém pode vir a mim, se o Pai que me enviou, não trouxer”. Na língua original (Grega) a tradução para a palavra “Trouxer”, é exatamente isso: Aplicar força irresistível sobre algo, como que pegar e arrastar. É sem duvida uma afirmação assustadora, tremenda, contudo; sem deixar de explicitar a soberania de Deus em seu divino propósito.
            A palavra de Deus nos diz que, a escolha dos salvos foi feita por Deus antes da fundação do mundo. Entretanto, se um eleito seu que acha hoje que tem (Livre Arbítrio) para fazer escolha, resolver não o aceitá-lo, neste caso Deus acabaria ficando frustrado. Porque Ele escolheu essa pessoa para ser salvo, mas essa pessoa o rejeitou. (Jó 42. 2) diz:Bem sei que tudo podes, e nenhum dos teus planos pode ser frustrados”.  Paulo escrevendo aos (Efesios 1. 4)diz: “Assim como nos escolheu, nele, antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis perante ele; e em amor nos predestinou para ele”. Deus nunca se engana, nunca perde, nunca fica frustrado porque ele é; (Onisciente, onipotente, onipresente).
 Deus é soberano e, quando ele escolhe alguém para a salvação, não há nenhum sobressalto, nenhum empecilho, nenhum inferno com todos os seus diabos juntos, que possa impedir que a sua vontade seja cumprida. Além de tudo graças a Deus, a salvação não é por obras. Não tem participação do homem, porque não é por mérito nosso, não é porque nós somos bonzinhos, crentes fervorosos, dizimistas, ofertantes que nós somos salvos. Mas é por graça, mediante a fé. É o que Paulo nos diz; (Efesios 2. 8) isso não vem de vós, é dom de Deus, não de obras para que ninguém se glorie. (Portanto graça, é  favor imerecido).

Quando chega aqui (João 17. 6)  Disse Jesus: “Manifestei o teu nome aos homens que me “DESTE”.  Quando Jesus pregava muitas pessoas ouviam, porque ele pregava ao ar livre, porém a sua palavra tinha direção certa para aqueles que Deus lhe dera, e (estes) ouviam, e criam. E em seguida  Jesus faz uma gloriosa revelação, veja ai no texto: Porque Eram teus.  Essa expressão esta colocada no passado,(Eram) isto significando que os que criam na pregação de Jesus, era porque já pertenciam a Deus, os quais já de antemão tinham sido eleitos, escolhidos, predestinados antes da fundação do mundo.
Em seguida disse Jesus: ( Tu mos confiaste). (João 14. 6) disse Jesus; “Eu sou o caminho, a verdade e a vida e ninguém vem ao Pai senão por mim”.  O único meio de graça que alguém pode chegar a Deus, é através de Jesus, por isso é que Jesus disse que Deus  lhes confiou os seus escolhidos a Ele.  Mas, Deus fez muito mais do que confiar a Jesus as nossas almas, (João 6. 44) disse Jesus: Ninguém pode vir a mim, se o Pai que me enviou, não Trouxer”. Isso significa que nós fomos um dia procurados, buscados, trazidos, e entregues a Jesus, para que através do seu sacrifício vicário da Cruz, pudéssemos ser    justificados, purificados no seu sangue remidor.
Qual é o mistério?  Como posso ter certeza, que eu sou um eleito de Deus?
(João 10. 27) disse Jesus:As minhas ovelhas ouvem a minha vós, e me seguem”. Isso só pode fazer quem é ovelha, porque ao ouvir a vós do pastor há reconhecimento, há identificação, porque há esperança, porque há confiança na vós do seu pastor, porque quem de fato é ovelha, tem sensibilidade já pré-estabelecida, tem natureza de ovelha, tem ouvidos de ovelha, e assim, confiantemente  pode segui-lo, como nós o fazemos hoje, certos de que o Senhor Jesus é o Bom Pastor, e nos levará em segurança de volta pra casa, após ter vivido esta fantástica experiência  humana.
            Essa é a nossa experiência, porque um dia nós ouvimos a vós do supremo Pastor a nos chamar através da sua palavra, que foi ouvida, pregada, que foi cantada, que foi anunciada e nós ao ouvirmos, o nosso coração se encheu de esperança, e de fé e nossa vida foi transformada. Este é o sinal característico de que somos ovelhas do seu pastoreio, porque ele disse:As minhas ovelhas ouvem a minha vós e me seguem”.(João 10.26) Por outro lado também disse Jesus:Mas vós não credes, porque não sois das minhas ovelhas” o que Jesus diz aqui é, que neste mundo existe os salvos que são chamados de (Ovelhas) e os não salvos chamados de (cabritos) (Mateus 25. 32) "E todas as nações serão reunidas em sua presença, e ele separará uns dos outros, como o pastor separa dos cabritos as ovelhas.
 O Senhor Jesus aqui na sua oração sacerdotal, intercedendo a favor dos seus discípulos, no (Ver. 9) Ele diz: É por eles que eu rogo, não rogo pelo mundo”. O que podemos entender é que Jesus orando a seu Pai dizia; é por ESTES que eu oro---- é por estes que eu intercedo---- é por estes que eu vim ao mundo---- é por estes que eu morro numa Cruz maldita--- é por estes que eu assumo a maldição dos seus pecados---- e em seguida Ele disse: "Eu não faço isso pelo mundo, mas por aqueles que tu me deste”. (Exclusividade gloriosa, restrita dos eleitos do Pai).  Há!........ quando um crente pode entender isso, que alegria indizível  invade seu coração, em  saber, eu também faço parte desta “Galeria gloriosa dos redimidos do Pai, porque um dia Ele abriu os meus ouvidos para que eu pudesse ouvir a sua vós, porque um  dia eu fui chamado, buscado, trazido, por sua misericórdia e graça e levado como um presente precioso aos pés benditos de Cristo Jesus, e recebemos, Salvação, justificação, purificação no Seu sangue, derramado na Cruz infamante do calvário.
 ( 1 João 1. 7) O sangue de Jesus o seu filho nos purifica de todo o pecado”. É garantia inquestionável, segura da nossa vitória, porque ela foi comprada, paga, carimbada com o sangue que nos lava, que nos regenera, purifica, justifica, e que nos da o direito de entrarmos pelas portas no descanso eterno por graça e misericórdia, de um amor tão antigo e eterno de Deus o nosso Pai.

A Ele seja toda gloria para sempre,  Amém.
Enéas Cândido de Lara


                     

domingo, 19 de outubro de 2014

QUAL É A TUA TEMPESTADE?



Quando uma tempestade se aproxima no horizonte, tornando o céu negro, ficamos com medo, inseguros principalmente quando nós lembramos das enchentes, desabamentos, inundações nessas ocasiões. Ficamos atemorizados com a escuridão, os raios e trovões, e ao mesmo tempo admirados diante da força tão grande e incontrolável que a natureza tem, muitas vezes devastadoras.

 Em nossa vida, as vezes temos que enfrentar tempestades de diversas  origens, que nos atormentam e nos fazem ver como somos frágeis e indefesos diante das interperes da nossa  existência. Quando isso acontece, muitas vezes só podemos enxergar apenas a tempestade que nos aflige, e não vemos nem imaginamos que, depois dela, voltará a bonança e o tempo de segurança e paz.

 Quantas tempestades, enfrentamos na vida? Problemas no trabalho, problemas financeiros, , crises conjugais, discriminação, dívidas,{...} tudo isso são tempestades em nossa vida. Diante dessas situações passamos angustias, sofrimentos, dor e medo. E, assim como os discípulos de Jesus, nesses momentos muitas vezes esquecemos que existe alguém controlando o nosso "barco", tal como na cena ilustrativa acima. O pavor daqueles homens é perfeitamente compreensível  em face do grande perigo do eminente naufrágio. Acima de tudo. por considerar que Jesus estava  dormindo numa hora que eles mais precisam dEle. Então, a atitude em irem despertá-lo do sono foi um ato humano e  natural diante das circunstâncias.  Mas ali estava Jesus o Senhor dos mares, dos ventos, das tempestades, não perdeu o controle e interveio no momento certo. 
Não existem ventos fortes, tempestades nem furações em nossa vida que Jesus Cristo não possa conter , aquietar e vencer. A advertência de Jesus aos seus discípulos foi:"Porque duvidaste homens de pequena fé" Se Jesus  ainda não está no controle do seu barco, deixe-o ajudá-lo a guiar a sua vida e a passar pelas tempestades, e perigos com a autoridade que só Ele tem. Pense nisso: embora as tempestades chegam a nos assustar, mas quando vão embora, surge um tempo de paz e alegria. 

Ore para que Deus te abençoe, Cristo guie a sua vida e o Espírito Santo possa oferecer o seu consolo, seja qual for a intensidade do seu medo e da  sua tempestade. A maior de todas as vitórias nós já encontramos em Cristo Jesus, o nosso amado salvador.
Que Deus te abençoe em nome de Jesus!

Enéas Cândido de Lara

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

O PERIGO OCULTO NA TRANSPARÊNCIA DE UMA BELEZA EXTERNA!!!


 "Comigo ninguém pode"
"O salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, Nosso Senhor". (Romanos. 6. 23)

A bela planta ao lado tem o nome científico de: "Dieffenbachia sequine" conhecida popularmente de: "Comigo ninguém pode". Em muitas casas ela é mantida como ornamento em salas de estar, varandas, quintais por ser de uma bela folhagem verde, viçosa que encantam os olhos. Entretanto, essa aparente beleza na verdade oculta um veneno perigoso que se levada a boca pode, provocar alergia e reações diversas, como até a morte. 

Pensando nessa contradição, eu me lembrei do próprio pecado. Ele muitas vezes á nós se apresenta doce, apetitoso, inebriante, sedutor e que muitas vezes convencido pelo sabor dos seus encantos tem levado muita gente a ser contaminado por seu veneno mortífero.
O apostolo Paulo falando desse veneno letal que é o pecado, disse que ele leva o homem a morte moral, e espiritualmente.  Assim, como também tem trazido conseqüências que acabam deformando também  até fisicamente. Qualquer tipo de veneno é uma violenta agressão ao corpo humano o qual pode se tornar  fatal.  O pecado é o veneno da nossa alma. Como ele está no mundo camuflado até de inocentes apresentações acaba iludindo muitas pessoas desavisadas contaminando-as e dominando-as por completo. Uma vez o homem contaminado pelo pecado só existe um antídoto capaz de reverter esse mal. (I João 1. 7) " O Sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo o pecado"
Precisamos sermos vigilantes porque este mundo está mergulhado no maligno, e ele está tentando a todo custo nos afastar da comunhão com Deus, através do pecado que fartamente nos é oferecido da sua mesa de apetitosas e inebriantes oferendas. (I Pedro 5. 8) "Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar"  Temos uma consoladora e  tremenda promessa feita por Cristo Jesus  glorificado. "Sê fiel até a morte, e dar-te-ei a coroa da vida"(Apocalipse 2. 10)

Que Deus vos abençoes, em Nome de Jesus!

Enéas Cândido de Lara

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

O NECESSÁRIO VIVER NA DEPENDÊNCIA DE DEUS!!!

Ora, se  Deus se preocupa com elas,  vestindo-as e  alimentando-as{...} "quanto mais tratando-se de vós, homens de pequena fé!" (Lucas 12. 28) 










Senhor Jesus contou a parábola do rico insensato(Lucas 12. 13-21), sobre um homem que confiava totalmente em suas riquezas. Depois de uma abundante colheita ele reconstruir o seu celeiro, ele olhando-o e vendo cheio, então disse para si mesmo:"Você tem muitos bens armazenados para muitos anos. Descansa, come, bebe e regala-te"(19) Mas Deus o chamou de louco, porque ele seria chamado para eternidade e o que tinha preparado para quem ficaria? Assim também será um insensato, aquele que confiar demais nos seus próprios bens.
Jesus então, passa a contrastar esta atitude usando  o exemplo de pequenos animais e plantas. (V. 24) "Observai os corvos, os quais não semeiam, nem  ceifam, não tem dispensa, nem celeiros; todavia, Deus os sustenta. (V. 27) "Observai os lírios; eles não fiam, nem tecem. Eu, contudo, vos afirmo que nem Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles."
É bom que se diga que; Jesus não está ensinando que não devemos trabalhar ou planejar a nossa vida. Pelo contrário, a Bíblia está cheia de exortações neste sentido(Tiago 4. 13-17; 2 Ts 3. 10). O que o texto ensina é que não devemos confiar demais em nós mesmos, pois somos frágeis, vulneráveis falíveis.  O que o Senhor Jesus está ensinando é; que a vida é muito mais do que comida, bebidas  e roupas. Mesmo que tenhamos muitos recursos, dinheiro, isso pode comprar bens perecíveis, materiais,   mas jamais poderemos comprar a vida. Ainda que os bens materiais nos tragam a ilusão de segurança eles são temporais,instáveis e passageiros. A pergunta de Jesus é:"Quem de vocês, por mais que se preocupe, pode acrescentar um dia, uma hora que seja à sua vida? (V.25)
Embora, seja necessário ocupar-se com as coisas desta vida e trabalhar, há uma preocupação prioritária muito mais importante e urgente do que essa: "Buscar o reino de Deus", isto é, estar a serviço do Reino de Deus, pois para isso é que fomos chamados. Fomos comprados por altíssimo preço, e passamos a ser servos do Senhor Jesus Cristo. Devemos nunca nos esquecer disso.
 Quando tentamos administrar nossa vida conforme nossos interesses pessoais, corremos um sério risco, de se distanciarmos dEle. Buscar o Reino de Deus vai nos garantir a segurança da nossa eternidade, e isso é que faz toda a diferença. Quando nós preocupamos com o que importa para Deus, Ele nos dá as outras cousas de que precisamos, com muito mais alegria do que já faz com as aves dos céus, e com os lírios do campo. O grande mistério é aprender ser dependente de Deus, confiar inteiramente Nele, apesar dos revezes e circunstâncias contraditórias, poder descansar  na segurança dos Seus cuidados.
Que Deus te abençoe, em nome de Jesus!


Enéas Cândido de Lara

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

O SUBLIME PREÇO DO AMOR MAIOR!!!


Disse Jesus: "Não penseis que vim trazer paz à terra; não vim trazer paz, mas espada".(Mateus 10. 34)
.
O Senhor Jesus em seus ensinamentos foi  claro e objetivo, falando a verdade sem maquiar, ocultar dos homens a realidade da Sua missão salvífica e, as conseqüências  que  conflitam com a nossa natureza humana,  corrompida, decaída  pela nódoa  maldita do pecado.   O resgate do homem perdido, foi por um altíssimo preço que somente o imensurável amor de Deus, mediante a Sua graça pode pagar.

Entretanto, ao Seu escolhido para a salvação, Jesus determinou também um preço que  humanamente tem que ser pago. Não é preço  para ganhar salvação,(MUITO PELO CONTRÁRIO) é a conseqüência natural em se tornar  uma nova criatura .Que é a  Renuncia do (EU), na mortificação da carne, para que não vivas mais para si mesmo, mas para Deus. Isso é um preço tão alto em termos humanos que só conseguirá essa transformação, esse novo e real nascimento, para viver sendo nova criatura, aquele que for tocado e convencido pela ação direta do espírito Santo na sua vida. O homem vivendo na carne jamais vai se submeter a tais mudanças, porque isso vai contra a sua natureza humana. Veja a descrição do Senhor Jesus:
 "Não penseis que vim trazer paz à terra; não vim trazer paz, mas espada. Pois vim causar divisão entre o homem e seu pai; entre a filha e sua mãe e entre a nora e sua sogra. Assim, os inimigos do homem serão os da sua própria casa. Quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim não é digno de mim; quem ama seu filho ou sua filha mais do que a mim não é digno de mim; e quem não toma a sua cruz e vem após mim não é digno de mim. Quem acha a sua vida perdê-la-á; quem, todavia perde a vida por minha causa achá-la-á.(Mateus 10. 34-39) 
O que Jesus está dizendo aqui é, que tem que ocorrer nas nossas  vidas  uma renuncia total  de tudo que nos prende a este mundo, sejam os ternos laços familiares, ou, amores desta vida, e até o nosso próprio EU.  O Senhor Jesus falando da exigente e necessária abnegação que temos que ter para tornarmos seus discípulos disse:"Assim, pois, todo aquele dentre vós não renuncia a tudo quanto tem não pode ser meu discípulo"(Lucas 14. 33).
Que se faça entender, que a renuncia requerida não significa abandono, mas que de forma alguma esses valores se tornem em obstáculos que obstruam a nossa santificação em comunhão com Deus, ou seja, devemos viver não mais para nós, mas para fazer a vontade de Deus.   Disse Jesus:" "Buscai, pois,  em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça" (Mateus 6. 33) Deus em nossas vidas tem que ter a primazia em tudo o que somos, ou que temos.

Essa é uma mensagem  dura, porém verdadeira, antipática e até  inaceitável aos olhos humanos, porém graciosa e benfazeja para aqueles que tem ouvidos espirituais revividos da morte pelo  pecado  original, e assim, podem entenderem e alegremente assimilarem. O evangelho é uma mensagem que o homem do mundo não pode entender, porque não é humana, mas espiritual, e por ser assim, o homem natural não encontra racionalidade de conceitos humanos para aceitá-lo. Não é um chamado para o mundo, mas para aqueles que Deus escolheu antes mesmo de haver criado o próprio mundo (Efésios 1. 4).
 Só pode entender  tal mensagem o homem ressuscitado espiritualmente, pelo milagre da intervenção do Espírito Santo na sua vida, e assim, pode com grande tranqüilidade e prazer indizível,  renunciar o mundo e seus prazeres, a  sua glória visível, palpável, por uma promessa de uma conquista futura, de uma glória invisível, porém;  experimentada, sentida, real, imensurável, eterna com Cristo Jesus, que desfrutamos a começar desta vida,  cuja efetiva e gloriosa posse, acontecerá no dia em que formos chamados deste mundo por com Cristo Jesus, para  irmos com  Ele morar  por toda a eternidade.

Que Deus te abençoe em nome de Jesus.

Enéas Cândido de Lara


terça-feira, 7 de outubro de 2014

DISCERNINDO O PRIMEIRO PASSO PARA A SALVAÇÃO!!!

Disse Jesus: Eu repreendo e disciplino a quantos amo. Sê, pois, zeloso e arrepende-te! (Apocalipse 3. 19)

Arrepender-se significa dar meia volta. É uma combinação de voltar-se do pecado e virar-se para Deus (ITessalonicenses. 1. 9) Antes do arrependimento, você está de costas para Deus e caminhando por uma vida de pecados. Contudo, ao arrepender-se que é a meia volta, você passa a ficar de costas para o pecado, e caminhando em direção de Deus. Três condições são fundamentais para que o arrependimento seja genuíno e provoque mudanças realmente de vida.
1)      O elemento intelectual
2)      O elemento emocional
3)      O elemento volitivo.
O elemento intelectual, consiste numa mudança de conceito, num relacionamento em que o pecado envolve culpa pessoal; é o que Paulo chama de “conhecimento do pecado” (Romanos 3. 20). Só este elemento não faz o arrependimento. Se o que você chama de arrependimento foi só algo ocorrido na mente, então você tem temor do castigo, ao invés de ódio do pecado.
O elemento emocional; envolve uma mudança de sentimento, uma tristeza pelo pecado contra Deus, que é santo e justo. Quando acompanhado pelo elemento subseqüente, é tristeza segundo Deus, mas se não for acompanhado por ele, será tristeza do mundo (2Corintios 7. 9- 10), que se manifesta em remorso e desespero. (Mateus 27. 3; Lucas 18.23)
O elemento volitivo; contém uma mudança de propósito, acompanhado de ódio ao pecado; este elemento é que realiza a mudança de 180 graus no nosso caminhar. A junção dos três elementos é que faz um arrependimento ser verdadeiro. Um grande exemplo de arrependimento é do personagem rebelde do filho pródigo. Quando ele caiu em si (Lucas 15. 17), reconheceu que estava errado, sentiu grande tristeza pelo seu ato, e mudou a sua atitude de dá-me (Lucas 15. 12) para faze-me (Lucas 15. 19). É assim que o arrependimento produz mudanças, transformações, nascimento de novo na vida do pecador. 
Esse arrependimento deve ser constante, e não somente no ato da nossa conversão, porque nossos erros e desvios são freqüentes. Devemos nos arrepender do inicio ao fim de nossas vidas, pois sempre existem áreas que precisam de mudanças. Assim como há o lema “Igreja Reformada sempre reformando”. Assim também, para que haja mudanças, reformas constantes é preciso haver também continuo arrependimento. Há contudo, o perigo desta busca tornar-se mecânica. O arrependimento tem que brotar do fundo do coração, assim como veio o pecado. Entretanto, nosso coração endurecido nem sempre produz arrependimento genuíno. Temos a tristeza de constatar, em muitas situações, que do nosso coração não sai qualquer atitude que nos faça abandonar o pecado; sabemos que erramos, as vezes até sofremos,choramos, mas não mudamos nosso proceder. Não devemos parar no desespero, ou no remorso, mas devemos odiar nossos erros que tanto desagradam a Deus; quer seja; por pensamentos, atitudes, omissão, além da doutrina, do culto prestado, ou na vida secular. Só então conseguiremos a mudança, a reforma na vida individual, e conseqüentemente na igreja.

O que nos conforta é saber que o arrependimento é dom de Deus (Atos 11. 18; e Romanos 2. 4) Devemos estar pedindo a Deus que tenha misericórdia da sua igreja principalmente nestes últimos tempos dando-nos forças, intrepidez para combater as heresias doutrinárias que se proliferam em muitos ministérios chamados "cristãos", que abusam da ignorância do povo, para lhes impingirem dogmas, rituais, doutrinas voltadas para a gloria da carne, descartando a gloria de Deus que é soberano sobre todas as coisas.

Rev. Amílcar Ouvídio Borba

Que Deus abençoe a tua vida meu amigo e irmão, em nome de Jesus. 

sábado, 4 de outubro de 2014

O PESADO JUGO QUE SE FAZ PRAZEROSAMENTE LEVE!!!

Disse Jesus:"Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para as vossas almas"(Mateus 11. 29)

A imperiosa ordem do Senhor Jesus: "Tomai sobre vós o meu jugo" O que quis dizer Jesus com o meu jugo? Qual é a implicação em nossas vidas este jugo? 
Bem, esta imposição é uma consequência de todo aquele que pela graça da  outorgada fé, crendo de todo o seu coração, passa pelo milagre da transformação, tendo compromisso de uma nova vida, de amor, fidelidade, ao serviço do seu reino, sendo uma nova criatura, recriada, refeita em Cristo Jesus, sendo santo, mediante o lavar regenerador do Seu sangue derramado naquela infamante Cruz do calvário."{...} O sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo o pecado"(I João 1. 7) 

Conseqüentemente, vivendo essa nova vida, vai enfrentar os embates terríveis das circunstâncias de um mundo corrompido, mergulhado no maligno, e das apetitosas e enebriantes oferendas da mesa de satanás que ardilosamente tenta a todo custo  nos seduzir. Além disso, tem os sofrimentos naturais consequências do pecado original que todos nós temos que sofrer estando aqui.(Gênesis 3. 16-17)
A ligeira apreciação dessa palavra, "JUGO"parece ser antagônica, contrastante com o manifestado amor com que Deus nos tem amado. Entretanto, o homem renascido que não vive  mais para si mesmo, mas para fazer a vontade de Deus, "ele está neste mundo, mas, não é daqui" (João 17. 16) É um exilado temporariamente caminhando em demanda da glória, e que as suas obras definirão o tamanho do galardão que desfrutará na eternidade.(Apocalipse 22. 12) Voltando para o texto, preste atenção no que disse Jesus:"Achareis descanso para as vossas almas", Ele não disse que o descanso seria para o corpo, mas para a alma. Para o corpo Jesus disse que tem uma Cruz para ser carregada.
Mas como alguém com um jugo sobre si pode sentir-se descansado? Preste atenção no que disse Jesus! APRENDEI DE MIM! Tentar carregar este jugo sem  realmente conhecer Jesus, e o seu amor imensurável, gracioso, sacrificial, substitutivo,  não só será impossível, como também, se tornará um verdadeiro inferno o seu viver.
Porque isso só é possível  para aquele que deixou de viver na carne, para viver no espírito, que nasceu de novo, que é nova criatura, e que foi escolhido, separado, eleito antes da fundação do mundo para ser Filho (Efésios 1. 4). Então, pode perfeitamente assimilar o condicional exigido por Jesus, com grande alegria, porque é nova criatura:Veja o que diz a palavra do Senhor:"Que, no tempo que vos resta na carne, já não vivais de acordo com as paixões dos homens, mas segundo a vontade de Deus"(I Pedro 4. 2) 
Veja bem o que O Senhor Jesus  disse:"Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me. Porquanto, quem quiser salvar a sua vida perdê-la-á; e quem perder a vida por minha causa achá-la-á. Pois que aproveitará o homem se ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? Porque o Filho do homem há de vir na glória de seu Pai, com os seus anjos, e, então retribuirá a cada um conforme as suas obras"(Mateus 16. 24-27) 
Essa mensagem é exclusivamente para os escolhidos por Deus para a salvação, que foram eleitos,chamados, predestinados antes da fundação do mundo para ser filhos. "Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus"(João 1. 13)
Que tremenda é essa revelação! Se você  faz parte dessa galeria gloriosa dos eleitos de Deus, então glorifique-O. Aleluia!!!!!!!!!!

 Que Deus te abençoe na leitura dessa reflexão !

Enéas Cândido de Lara 

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

ATÉ ONDE CHEGARÁ A CIÊNCIA HUMANA?


 A imensurável beleza do Deus criador!
Texto Básico:"Quem, pois, conheceu a mente do Senhor? Ou quem foi seu conselheiro? Ou quem  primeiro deu a ele, para que lhe venha a ser restituído?  Porque dele, e por meio dele, e para ele são todas as cousas; A ele, pois, a glória eternamente. Amém" .(Romanos 11. 34-36)

Para onde estará caminhando a ciência humana? Os cientistas estudaram o mundo das moléculas, estudaram os átomos, investigaram o cosmos e avaliaram os imensos espaços das galáxias, começaram a vislumbrar o funcionamento da vida biológica, exploraram o cérebro, nada parece detê-los.....mas, para onde caminha a ciência? O que quer fazer o homem? Os pesquisadores  estão ansiosos por conhecimentos, novas descobertas e avançam com entusiasmo para alcançá-las. Até onde chegarão? Essa constatação nos lembra de um versículo Bíblico:"Eu sei, ó Senhor, que não é do homem o seu caminho; nem do homem que caminha o dirigir os seus passos"(Jeremias 10. 23) 
O homem por desconhecer a palavra de Deus acredita que as coisas acontecem por acidente, casualidade, porém, nós, não somos frutos do acaso! resultado de uma explosão cósmica, descendentes dos macacos{...}. Deus concebeu um plano eterno; e na sua "planilha criativa, celestial"  ainda que, para isso, tivesse de   orçar o alto preço que teria que pagar, a vida do seu Unigênito Filho Jesus Cristo em sacrifício vicário naquela infamante Cruz do calvário.(I Pedro 1. 20)"Conhecido, com efeito, antes da fundação do mundo, porém manifestado no fim dos tempos, por amor de vós" Veja o que diz o apostolo Paulo:"Assim como nos escolheu, nele, antes da fundação do mundo"(Efesios 1. 4). Portanto, nada pode impedi-lo. Ele o Senhor absoluto que arquitetou tal plano antes mesmo que o homem fosse criado. Se confiamos nEle, a nossa vida será conduzida por Sua forte mão. De todos os modos, Ele levará a cabo Seu plano para com os que crêem nEle. A ciência pode encontrar respostas para determinadas coisas, mas Deus é Senhor de todas elas.

"Ninguém se engane a si mesmo: se alguém dentre vós se tem por sábio neste século, faça-se estulto para se tornar sábio. Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; porquanto está escrito: Ele apanha os sábios na própria astúcia deles. O Senhor conhece os pensamentos dos sábios, que são pensamentos vãos. Portanto, ninguém se glorie nos homens; porque tudo é vosso; seja Paulo, seja Apolo, seja Cefas, seja o mundo, seja a vida, seja a morte, sejam as cousas presentes, sejam as futuras, tudo é vosso, e vós de Cristo e Cristo, de Deus"(I Coríntios 3.18- 23).
"Entrega o teu caminho ao SENHOR, confia nele e o mais ele fará" (Salmo 37. 5)
Que a graça do Senhor Jesus esteja contigo, meu leitor(a) dessa palavra. Amém!!!!!


Enéas Cândido de Lara
Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger