domingo, 22 de fevereiro de 2015

A NECESSÁRIA PASSAGEM PELA CASA DO OLEIRO !


 
Disse Deus:“Como barro na mão do oleiro, assim sois vós na minha mão, ó casa de Israel (Jeremias 18. 6)

Todos nós vivendo na carne, somos influenciados pela natureza corrompida e pecadora  da herança dos nossos primeiros pais (Adão e Eva). “Portanto, assim como por um só  homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte” (Romanos 5. 12) essa força carnal, maculada nos leva a querer independência, auto controle em dirigir nossos destinos, achando que, somos capazes de fazermos as melhores escolhas. O apostolo Paulo escrevendo aos (Romanos 8. 5) “Porque os que se inclinam para a carne cogitam das cousas  da carne; mas os que se inclinam para o Espírito, das cousas do Espírito”. Como é difícil nós vivendo na carne; sermos Espirituais. Até podemos orar “Seja feita a tua vontade assim na terra como no céu(Mateus 6. 10), mas na verdade, fazemos de tudo para que a nossa vontade aconteça em primeiro lugar.
Conta-se que uma moça crente e que já tinha passado dos (30 anos de vida) orava insistentemente pedindo a Deus que queria casar. Ela tinha predileção por uma pessoa, e assim orava: Pai me conceda a benção de arrumar um casamento, mas em primeiro lugar eu prefiro que o Senhor me mande o Pedrinho, pois é ele que eu amo.

As vezes as pessoas cometem o grande erro, influenciados pela vontade da carne, a qual é uma má conselheira, porque é imperfeita e degenerada. Somente Deus sabe o que é melhor para nós, e por isso, muitas vezes Deus não permite que nossos sonhos e desejos se realizem – para o nosso próprio bem. As pessoas tem dificuldade em aceitar a direção de Deus em suas vidas, mas seu amor nos conduz no melhor caminho, e as vezes, Ele nos leva para a casa do oleiro para que as imperfeições sejam corrigidas. Deus é o oleiro e nós o barro. Isso, quer dizer que Ele tem sobre nós todo o controle, e com certeza fará uma grande obra em nossas vidas. Acontece que, um vaso nem sempre sai perfeito na  primeira moldagem, é preciso ser trabalhado, aperfeiçoado e muitas vezes é preciso ser quebrado e feito de novo. Disse Paulo:“Aquele que começou a boa obra em vós há de completá-la até ao Dia de Cristo Jesus”(Filipenses. 1. 6).
Deus jamais desiste de concluir seu trabalho, ainda que para isso, Ele nos tenha que levar muitas vezes para casa do oleiro, e lá  tenhamos que ser fustigado, esmerilhado, esfolado até que tomemos a forma em que Ele possa agradar-se de nós. 
Por isso, meu irmão e amigo leitor desta palavra, o autor do livro de (Hebreus 12. 5) nos diz: “Estais esquecidos da exortação que, como Filhos, discorre convosco: "Filho meu, não menosprezes a correção que vem do Senhor, nem desmaies quando por ele és reprovado; porque o Senhor corrige a quem ama e açoita a todo Filho a quem recebe”
Essa é a sabedoria e a forma divina com que Deus nos conduz em demanda da terra prometida, a Jerusalém Celestial, para com Ele reinarmos por toda a eternidade. Se por acaso você está hoje na casa do oleiro,  passando por lutas, dificuldades, dores não desanime, creia que para tudo tem um propósito na tua vida, e se és um filho de Deus, então saibas, que o supremo artífice o Senhor nosso Deus, está a trabalhar fazendo retoques, tirando imperfeições, para que você seja um precioso vaso na sua casa. Pense nisso!

A Deus seja toda  honra, gloria e louvor para todo o sempre. Amém!!!!
Enéas Cândido de Lara


0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger