domingo, 17 de maio de 2015

O CAMINHO DE EMAÚS!


"Aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele"(João 14: 21)

Jerusalém foi palco de uma tremenda tragédiaO Filho Unigênito de Deus foi preso, julgado, condenado,humilhado, xingado,  açoitado e crucificado junto com dois marginais. Os seus discípulos, embora tivessem sido alertados para isso, eles  ficaram "sem chão" com sentimento de frustração, abandono, e temerosos pela sua segurança.  Dai, a razão porque dois discípulos de Jesus desiludidos,iam de volta pra casa, de Jerusalém para Emaús. A distância era cerca de 11 Km. Já era aquele o terceiro dia que Jesus tinha sido crucificado e, eles creram que o Senhor Jesus era o Messias prometido, o grande libertador. Agora a esperança deles estava morta. O que fazer?

Então, alguém veio até eles, o próprio Senhor Jesus! Vivo, ressuscitado. Mas eles não O reconheceram. Jesus lhes perguntou o motivo de tanta tristeza. E, então mostrou que o que acabara de acontecer estava predito no antigo testamento. Era necessário que o Messias morresse pelos homens antes de ser glorificado nos céus. Ao chegar ao seu destino, os dois discípulos insistiram para que o viajante ficasse com eles. Durante a ceia, o Senhor Jesus tomou o pão, agradeceu a Deus e o deu aos seus "hóspedes" (O Senhor Jesus toma o lugar de "dono da casa" nesse momento). Só aí O reconhecerem, mas Ele desapareceu diante deles. Já não era o tempo da fé, mas o da vista!

E nós? Sabemos reconhecer o Senhor? Podemos vê-Lo senti-lo em nós? Ele disse: "E eis que estou convosco todos os dias até a consumação do século"(Mateus 28. 20) Jamais podemos esquecer que a Sua divina presença habita em nós, isso é promessa dEle que não falhará,se nós vivermos em obediência a Sua palavra e em plena comunhão com Ele. Disse Jesus:"Se alguém me ama, guardará a minha palavra; e meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada"(João 14. 23) Não pode haver promessa mais linda que essa, que nos conforta, anima, encoraja a vivermos em nossa trajetória humana , mesmo a despeito das vicissitudes e contrariedades desta vida, já sabemos que somos mais do que vencedores por Cristo Jesus nosso Senhor e Mestre. Precisamos nunca esquecer da oração do profeta Eliseu:"Senhor peço-te que abras os olhos para que veja. O Senhor abriu os olhos do moço, e ele viu( o invisível da glória e do poder de Deus) 2 Reis 6. 17). 

Que possamos aprender por meio das Escrituras, a conhecer o Senhor e a confiar nEle todos os dias  de nossas vidas. Amém !


Enéas Cândido de Lara

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger