quarta-feira, 24 de junho de 2015

A IMENSURÁVEL VITÓRIA DA CARREIRA CRISTÃ !

A grande tragédia que ocorreu  no Éden, segundo (Gênesis. 3)  trouxe para pecadora e maculada humanidade a existência de três grandes fontes que promovem o mal e, que faz crescer   a população do inferno  todos os dias  grandemente . Essas três fontes são forças que estão constantemente em franca atividade, desgraçando ininterruptamente a humanidade, mantendo-as sob a condenação eterna e agravando progressivamente as penalidades da sua condenação.  Em  toda a Bíblia, essas três  fontes são condenadas reiteradamente, e aqui então; vamos mencioná-las:
1-      Satanás  (1 Pedro 5. 8 / 11)
2-      O mundo (1 João 2. 15 / 17)
3-      A carne (Romanos 7. 7 / 25) 
Esses são os três fatores produtores de pecado. São três fontes do mal. Apenas o crente, que é nascido de novo, resgatado das entranhas da morte mantém-se em conflito ininterrupto contra essas três fontes. As duas primeiras, buscam constantemente interiorizar-se no coração do salvo. A terceira, a carne, já faz  naturalmente parte da vida do salvo, como vestimenta temporária, a qual tem que ser mantida em posição subalterna, pelo domínio próprio, pela Palavra de Deus, pelo Espírito Santo e pelo próprio crente regenerado. Não é difícil, pois, compreender as palavras do nosso Salvador: “No mundo passais por aflições; mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.” (João 16. 33). Assim, o crente salvo, ajudado pela Palavra de Deus, fortalecido pelo Espírito Santo e sustentado pela fé, enfrenta uma sucessão de combates, cercado por esse contexto: Os demônios, o mundo e as inclinações da sua carne, durante a sua trajetória nesta vida enquanto aqui viver, em direção à gloria Celestial. 

Somos eventualmente fustigados, esfolados, torturados, sangrados, fatigados, desanimados, sem, contudo sermos vencidos. Meu prezado(a) leitor (a) convido a que abram as suas Bíblias e leiam  para vossa consolação dois textos: (2 Coríntios 6. 4 /10) e (Romanos 8. 31 a 39). Sedes firmes na fé, porque em breve chegaremos à última batalha, e esta será gloriosamente vitoriosa. Entretanto, para os que não são de Cristo é o momento da maior tragédia, de uma eterna dor, separados de Deus e de Suas bençãos, jogados no lago de fogo e enxofre por toda a eternidade. Mas, para os que tem Cristo Jesus como Senhor e Salvador, é o momento da  maior gloria. É o momento de partir deste campo de batalhas e de entrar na fruição de um gozo glorioso que não pode ser comparado com nada deste mundo. (I Corintios. 2. 9) O período da nossa jornada terrena é transitório e, temos a garantia das promessas de um Deus que é infalível . 
Então, haverá o momento em que nós num piscar e abrir de olhos  estaremos diante da porta Celestial, aberta para a nossa recepção, chegará aos nossos ouvidos aquela doce voz incomparável, repassada de terno amor, falando diretamente a cada um de nós. Muito bem, servo bom e fiel; foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei: entra no gozo do teu Senhor”.(Mateus 25. 23).
 Depois, será a gloriosa fruição receptiva e eterna que a linguagem celestial  dos anjos proclamará Aleluia.... ! Aleluia.... ! Aleluia!..............Ó gloria!!!!!!!.......pela misericórdia do senhor, e tão somente por ela, eu vou estar lá!.........  E você?

Pense nessa palavra, e que Deus te abençoe em Nome de Jesus!

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger