sexta-feira, 31 de julho de 2015

DESPERTA Ó TU QUE DORMES !


A Bíblia Sagrada nos adverte seriamente para o grave problema da nossa sonolência espiritual.
Está escrito em (Efésios 5. 14) Desperta ó tu que dormes, levanta-te dentre os mortos e Cristo te iluminará”.

É lamentável observar as multidões humanas passando pela existência com corpos sem vida espiritualmente! Embora, rodeados da glória de Deus, parece que não enxergam as maravilhas criadas as quais denunciam a existência divina e gloriosa do Deus criador. A Bíblia diz:Os céus proclamam a glória de Deus; e o firmamento anunciam as obras de suas mãos”(Salmo 19. 1) Mesmo assim, muitos vivem alheios e indiferentes a Deus. Movimentam-se num mundo cheio de manifestações divinas como; o resplendor enigmático de um céu estrelado, a beleza comovente da natureza; do cantar dos pássaros, o murmurar das cachoeiras e dos rios, o sussurrar das brisas, o despontar da vida, mas parece que nada ouvem, nada percebem- parecem dormir o inerte sono da fria morte.

Não pode existir necessidade maior na vida do ser humano do que poder ter olhos abertos para contemplar a glória de Deus, através das obras de suas mãos. Essa foi á enfática oração do Salmista; “desvenda os meus olhos, para que contemple as maravilhas da tua lei(Salmo 119. 18).Ter olhos desvendados, abertos para ver a magnitude imensurável da glória de Deus, através das obras de Suas mãos, é privilégio daqueles que  vivem no Espírito, conectados com Deus que é também Espírito.  A maioria dos homens inconscientemente vivem carregando um espírito mortificado dentro de si, e não sabem que somente pela fé no sacrifício de Cristo Jesus, é que pode ser revivido, para terem  vida plena e completa. A vida vivida somente na carne é apegada as coisas desta vida, mas é impedida de poderem ver a glória de Deus, porque está escrito: (Tiago 4. 4) diz:Infiéis, não compreendeis que a amizade do mundo é inimiga de Deus? Aquele, pois, que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus”
A misericórdia de Deus é tão grande que Ele enviou ao mundo o Seu Filho unigênito Jesus Cristo, para morrer numa maldita Cruz, afim de que; pelo Seu sangue derramado fosse feita a reconciliação do perdido pecador com Deus. Entretanto, o homem carnal vivendo na carne, por si só é incapaz de poder entender tal grandeza de amor, a não ser na manifestação divina e graciosa, que lhe é oferecida. Se você continua indiferente as coisas espirituais, vivendo num profundo dormir, é hora de despertar e permitir que a luz de Deus brilhe sobre a tua vida. Jesus é fonte de luz conforme Ele mesmo disse:”Eu sou a luz do mundo”quem me segue não andará nas trevas; pelo contrário, terá a luz da vida”(João 8. 12) E também fez uma dura advertência:”Por isso, quem crê no Filho tem vida eterna; o que, todavia, se mantém rebelde contra o Filho não verá a vida, mas sobre ele permanece a ira de Deus”(João 3. 36).

Pense nisso!, e que Deus te abençoe!

Enéas Cândido de Lara 

terça-feira, 28 de julho de 2015

ONDE DEUS FAZ A SUA MORADA ?


Texto básico:Será possível que Deus habite na terra com os homens? Os céus, mesmo os mais altos céus, não podem conter-te. Muito menos este templo que construí ! (2 Crônicas 6. 18).

Geralmente quando as pessoas estão orando, e ou, olhando para o céu, pensam estarem olhando na direção de Deus. Mas, onde Deus mora? Certo astronauta ao chegar na lua disse; onde está Deus que não posso vê-lo? Não adianta o homem voar alto até o infinito,  jamais encontrará as moradas de Deus. O grande Salomão depois de ter construído o belíssimo templo em Jerusalém, ele sabia que, mesmo ali, estaria muito aquém da majestade divina do nosso tão grande Deus habitar. São exatamente as palavras do texto acima. Nós costumamos chamar o templo (Igreja) de casa de Deus. (Atos 7. 48) diz: “Entretanto, não habita o Altíssimo em casas feitas por mãos humanas{...}. Deus é Espírito e não precisa de acomodações físicas, Ele  não tem corpo material, Ele é Onisciente, Onipotente, Onipresente, Ele pode estar em todos os lugares ao mesmo tempo, não é limitado a espaço.  Alias, não é limitado a coisa alguma. Ele é SENHOR de tudo, sendo assim, um Ser Espiritual não pode ser visto pelo homem.
 Moisés tinha um relacionamento intimo com Ele, e certa vez pediu para vê-lO. Veja o texto:”E acrescentou: Não me poderás ver a face, porquanto homem nenhum verá a minha face e viverá. Disse mais o SENHOR: Eis aqui um lugar junto a mim; e tu estarás sobre a penha. Quando eu passar a minha glória, eu te porei numa fenda e com a mão te cobrirei, Até que eu tenha passado. Depois, em tirando eu a mão, tu me verás pelas costas; mas a minha face não se verá”(Exôdo 33.20- 23).Quão grande e tremendo é o nosso Deus! Como poderemos chegar até  Ele? Isso é impossível fisicamente, mas de modo algum é um Deus inacessível, Ele se deixa encontrar e ser conhecido, experimentado, vivido, sentido, e a melhor forma de chegarmos a Ele é com profunda humildade, com submissão, fé, e coração aberto e receptivo para recebê-lo. Então, Ele nos ouve, nos atende, e nos recebe seja qual for a nossa situação vivida. Deus não tem casa terrena, Ele graciosamente escolheu morar nos corações daqueles que o amam, e que com fidelidade o  serve.
Você já teve uma experiência com Deus? Já o conhece? Se ainda Não, não deixe passar a oportunidade de o fazer  agora.Veja o que disse Jesus:”Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que crêem no seu nome; os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus”(João 1. 12-13)

Que Deus te abençoe, em nome de Jesus!

Enéas Cândido de Lara

sábado, 25 de julho de 2015

EM FUGA PARA TARSÍS !

Texto básico: ( Jonas 1. 3)Jonas se dispôs, mas para fugir da presença do SENHOR, para Társis”.


Você já reparou que quando lembramos  do personagem bíblico, Jonas, a primeira coisa de que a gente se lembra é do grande peixe que o engoliu? Mas, esse episódio é muito maior que isso. Deus no passado muitas vezes falou aos Seus servos, através de sonhos e visões, e muitas pessoas que já conversei  me disseram que se Deus  falasse tão diretamente, dando instruções claras sobre o que Ele queria que fosse feito, então certamente haveríam de cumprir.  Mas meditando na história de Jonas e lembrando que ele, embora tenha ouvido clara e explicitamente, a ordem recebida, mesmo assim, foi tratar de achar um lugar para fugir de Deus.
Mas, pensando bem no grande fracasso de Jonas, será que nós somos melhores do que ele?  Será que temos cumprido todos os mandamentos ordenados por Jesus Cristo? Será mesmo que somos  cristãos perfeitos?. Ai, então, particularmente começo a  duvidar de mim mesmo, se eu tenho sido tão diferente de Jonas. Aliás, falando em obediência e vontade explicita de Deus, não pude deixar de me lembrar que, embora Deus não fale sempre de forma tão direta como falou à Jonas, há muitas ordens diretas e claras na palavra de Deus que requerem a minha, e a nossa obediência, e que podemos  entender muito bem. Mas, vivemos  de igual modo a Jonas tentando fugir para Társís, achando justificações em nossas atitudes, em nosso comodismo, em nossa ociosidade para não cumprir aquilo que o Senhor Jesus tão claramente nos ordenou a fazer.

Sempre há uma desculpa, uma criada razão para não cumprirmos o mandamento recebido do Senhor.  Há momentos em que a nossa rebeldia teima em fazer prevalecer a nossa vontade sobre a vontade  divina. Veja, o que moveu Jonas e pode mover também a nós é uma desconfiança não confessada (e geralmente inconsciente) de que Deus não seria assim, tão bom e sábio, mas, que é nós quem sabemos o que é bom pra cada um. Não por acaso, é o que aconteceu no jardim do Éden. Por isso, o apostolo Paulo diz em (Romanos 12. 2)E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus”  Nós precisamos de transformação completa e radical, sermos novas criaturas, nascidas de novo, que deixamos de viver na carne para vivermos no espírito, só assim, encontraremos forças para sermos fiéis no cumprimento das leis de Deus. O caminho de Társis pode estar ocupando lugares e ocasiões, em nossas vidas, mas devemos estarmos  atentos, porque isso é sinônimo de rebeldia, isto é;  gravíssimo  pecado, que devemos evitar, ainda que circunstâncias nos force a pagar um alto preço.  Fugir de Deus, e de Suas leis, jamais! . Rebelar-se  contra Deus que tudo sabe, que tudo pode, que tudo vê,  e que é perfeito em amor e, que só quer nos conduzir sempre no melhor caminho,  é um grande pecado, e uma grande ingratidão contra aquele que nos amou antes mesmo da criação do mundo.

Pense nisso, e que Deus te abençoes!!!!!!

Enéas Cândido de Lara 

quarta-feira, 22 de julho de 2015

A NOSSA TENDA DE CADA DIA !

 Se a limitadíssima capacidade humana pode descrever a
 beleza tão grande do céu, quanto mais o real construído
 por Cristo Jesus ! Pense nisso!


Tem muitas pessoas que nas suas férias, colocam em seus carros tendas (barracas) para passar alguns dias em acampamento, morando junto a natureza.  E quando, os dias de lazer terminam, enrolam a sua temporária habitação colocam no carro e voltam para seu lar. O apostolo Pedro falando dessa temporária habitação, ele as usa para dizer que nós também estamos vivendo numa casa temporária que não é a nossa definitiva habitação. O apostolo Paulo também falou usando a mesma simbologia quando escreveu à igreja de Corinto.Sabemos que, se for destruída a temporária habitação terrena em que vivemos, temos da parte de Deus um edifício, uma casa eterna nos céus, não construída por mãos humanas”(2Coríntios 5.1 )  Todos nós temos a consciência que a nossa vida neste mundo não é para sempre. Um dia vamos morrer, é a lei natural desta vida, mas quando o homem compreende a verdade das promessas de Cristo Jesus, e dedica a Ele a sua vida,  ele passa a ter uma gloriosa esperança que, não é somente esperança, mas uma convicta certeza de que irá morar na cidade Luz, nas mansões celestiais que Jesus foi para nós preparar. “Disse Jesus:” Vou preparar-lhes  lugar (João 14. 2)

 Nunca devemos nos esquecer que a nossa vida neste vale de lágrimas é instável, passageira, finita e que vencido o nosso exílio aqui, voltaremos pra casa. Desde o momento do nosso nascimento começamos a reversa caminhada para a eternidade. O nosso corpo é apenas um revestimento que abriga a nossa alma que é imortal como disse (Jó 10. 11)De pele e carne me vestiste e de ossos e tendões me entretecestes. Vida me concedeste na tua benevolência,e o teu cuidado a mim me guardou” Que grande consolação e, que indescritível aventura vivemos nós na expectativa daquele dia, em que deixaremos este corpo de limitações para tomarmos  posse da nossa eternal herança construída por Cristo Jesus. Pense na beleza deste divinal lugar que Jesus construiu pra mim e pra você. Os homens constroem lindas mansões, mas é incomparavelmente inferior ao construtor dos construtores que é JESUS CRISTO. O apostolo Paulo disse:”{...} Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam”(I Corintios 2. 9).

Se você meu querido irmão,
vive na certeza dessa  imensurável e gloriosa aventura que nos aguarda aquele dia, então onde você estiver, glorifique o nome Santo daquele que nos amou, antes mesmo da criação do mundo. Aleluia....!!!!!
Que Deus te abençoe, em nome de Jesus!

Enéas Cândido de Lara

domingo, 19 de julho de 2015

QUANDO OS JOELHOS SE DOBRAM !


Qual seria a nossa melhor postura diante de Deus? 
A oração feita de joelhos é mais forte? É irreverência orar deitados? Existe uma oração forte e uma fraca ? Deus olha para nossa postura, e ou, para o coração?.
Enfim, qual é a forma que devemos orar e que Deus nos atende?. Bem,  é bom que se diga; que nenhuma forma faz da nossa oração ser mais forte, e ou, mais fraca. Só existe uma forma conhecida de oração que move o coração de Deus. É aquela que provém de um coração que se humilha e reverentemente arrependido clama por misericórdia. Veja, dois homens foram ao templo orar; um deles Deus atendeu, o  outro Não. Porque? (Lucas 18. 14) Disse Jesus: Digo-vos que este desceu justificado para sua casa, e não aquele; porque todo o que se exalta será humilhado; mas o que se humilha será exaltado”.

É interessante notar que Deus ao criar o homem ele o fez ereto, mas este precisa aprender a se curvar, sobretudo diante do seu Criador. O homem não tem facilidade para fazer isso, somos resistentes a qualquer tipo de curvatura. Veja a repreensão de Deus feita a Israel. (Isaias 48. 4) “Porque eu sabia que eras obstinado, e tua cerviz é um tendão de ferro, e tens a testa de bronze”.  O que dizia Deus era ( sois criatura irreverente, incurvável que não se dobra, não se ajoelha, não coloca o rosto em terra, És dura, teimosa, orgulhosa e obstinada). Nós precisamos descobrir a necessidade de se dobrar os joelhos, porque eles devem substituir nossos pés quando estivermos orando. Porque ao fazermos isso, manifestamos humildade, reverência frente a grandeza daquele à quem oramos. 
Os grandes milagres que Jesus operou, nós podemos ver que foram para pessoas extremamente necessitadas que achegavam-se a ele e, punham-se de joelhos para suplicar a sua graça. Vejam o pedido de um leproso que de joelho pediu: Se quiseres, podes purificar-me?.(Marcos 1. 40). E  ainda aquele moço rico que ajoelhando perguntou: “Bom mestre o que farei para herdar a vida eterna”?.(Marcos 10.17).

Há!.......meus queridos como se faz necessário o dobrar os joelhos para chegarmos diante do trono da graça do Pai, numa expressão sincera que parte de um coração compungido e contrito assim, como fizeram os grandes homens de Deus do passado. Veja a inauguração do templo de Jerusalém feita por Salomão: (2 Crônicas 6. 13) Porque Salomão tinha feito uma tribuna de bronze, de cinco côvados de cumprimento, e cinco de largura e três de altura, e pusera no meio do pátio; e  pôs-se em pé sobre ela, e ajoelhou-se em presença de toda a congregação. (para orar).
O Senhor Jesus após ter lavado os pés dos seus discípulos numa demonstrada atitude de humildade ele disse: “Vós me chamais o Mestre e o Senhor e dizeis bem; porque eu o Sou”. Então se para nós Jesus é nosso Mestre, e nós somos aprendizes e discípulos, temos que praticar o que ele nos ensinou em palavras e ações. Veja na agonia do Getsêmani: Jesus se afastou dos discípulos a uma pequena distância de (mais ou menos 30 metros), e ajoelhou-se e começou à orar.(Lucas 22. 41) e o evangelista (Mateus 26. 39) nos diz: “O Senhor prostrou-se com o rosto em terra e orou”. Ele era o Deus Filho encarnado que na presença do Pai, para falar com Ele se ajoelhou e prostrou-se de rosto em terra. Como você esta orando? Como você esta adorando a Deus? Como estão seus joelhos estão flexionados, calejados, e ou, ociosos?. Saiba que nossos joelhos foram feitos também para se dobrarem diante da majestade gloriosa do nosso grande Deus.
O Salmista tendo a convicção da grandeza gloriosa do nosso Deus, ele nos convida: “Venham! Adoremos prostrados e ajoelhemos diante do Senhor, o nosso Criador (Salmo 95. 6).  E para concluir lembramos o que disse Paulo em (Filipenses 2. 10/11) Para que ao Nome de Jesus se dobre todo joelho, nos Céus, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é SENHOR, para gloria de Deus Pai.

Devemos orar constantemente, mas não se prender basicamente numa forma somente, e  sim, na verdade que emana de um coração compungido o qual não desprezará o SENHOR!
Que Deus os abençoes, em nome de Jesus!
Enéas Cândido de Lara

quinta-feira, 16 de julho de 2015

FILHOS DE DEUS, E FILHOS DO DIABO I?


 
TEXTO BÁSICO. (João 10. 27) As minhas ovelhas ouvem a minha voz eu as conheço; e elas me seguem”.
Nós conhecemos a conseqüência desastrosa do pecado de Adão e Eva no paraíso. Nós sentimos hoje os influxos na própria pele, o resultado desta tremenda tragédia . Adão e Eva, foram criados sem pecado e a semelhança dos anjos viviam no paraíso sendo Santos. Entretanto, após o pecado cometido, foram expulsos do jardim, porque agora eram pecadores, indignos, infiéis trazendo para toda a raça humana  a conseqüência desastrosa da sua infidelidade.  Mas, isso, não é todo o mal que aconteceu!. O pecado trouxe a existência de uma nova criatura, (O filho do diabo).  Do ventre agora pecaminoso de Eva,  nasceram duas sementes.Isto é; duas gerações. Os filhos de Deus, e os filhos do diabo. Disse Jesus: Vós sois do diabo, que é vosso Pai, e quereis satisfazer-lhe os desejos.” (João 8. 44)
 
Vamos procurar entender isso? Vejamos o que diz a palavra de Deus.. (1 João 3. 12) diz: “Não segundo Caim, que era do Maligno e assassinou a seu irmão” Veja!... ele não tornou-se do maligno por ter assassinado seu irmão, mas, por já ser do maligno desde o ventre é que matou a seu irmão.
Aqui, começou a existir dois tipos de homens no mundo.(OS FILHOS DE DEUS.e os (FILHOS DO DIABO). Os inscritos no livro da vida para salvação e, que tiveram a sua eleição antes da fundação do mundo. (Efésios 1. 4) diz Paulo; Assim como nos escolheu Nele antes da fundação do mundo, para sermos Santos irrepreensíveis perante ele, para adoção de filhos, por meio de Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua vontade”.
 Assim, depois do pecado Deus ter criado aquele homem procedente da malignidade do ímpio Caím. Os quais, não foram eleitos para salvação, muito pelo contrario, são frutos da resultante desobediência dos nossos primeiros pais.                                   

Sendo assim; Deus criou um homem  e não lhe deu chance nenhuma de salvação? como explicar isso?  Leia com muita atenção porque esse ensinamento é profundo, estamos entrando na esfera da soberania de Deus, e de Seus atributos eternos.
(Romanos 9. 22) diz Paulo:” Que diremos, pois, se Deus querendo mostrar a sua ira e dar a conhecer o seu poder, suportou com muita longanimidade os vasos de ira (PREPARADOS PARA A PERDIÇÃO). ou seja; eles não tem nenhuma chance, por que foram criados para esse fim .  Todo Ser humano é criatura de Deus. Mas, Filhos...... !  são só os eleitos que tiveram a sua escolha antes da fundação do mundo. (Efésios 1. 4)diz:. Assim como nos escolheu, nele, antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis perante ele; e em amor nos predestinou para ele”. Assim, pois, não depende de quem quer, ou de quem corre, mas de usar Deus a sua misericórdia. (Rom. 9. 16).  Aqui então fica muito claro, que Deus criou um homem para ser salvo e, outro para ser condenado.

 Meu irmão, amigo leitor deste texto, se a primeira vista você discorda deste posicionamento que aparentemente é tão drástico tomado por Deus, veja   (Rom.20- 21) Quem és tu, ó homem para discutires com Deus?!. Porventura, pode o objeto perguntar a quem o fez: Por que me fizeste assim?. Ou não tem o oleiro direito sobre a massa, para do mesmo barro fazer um vaso para honra, e outro para desonra?.  Para um homem Deus aplica tão somente a justiça que os seus atos merecem, ou seja; Condenação!. Mas, á outro Deus concede Misericórdia e graça, ou seja, favor imerecido. É a soberania do Pai nos seus divinos propósitos.
Nós temos convivido com as pessoas de raças e de continentes deferentes, de classes sociais também diferentes, num planeta terra que abriga hoje (+- 7Bilhões de pessoas) entretanto, andando pelas ruas muitas vezes não podemos identificar  pela aparência, nenhuma anomalia exterior que indique que aquela pessoa é um inimigo, (Não nosso, mas, que é inimigo de Deus).

No entanto, nós temos convivido com pessoas que são amáveis, caridosas, prestativas, de bom coração, pessoas que até fazem parte da nossa família, cresceram juntos de nós, e que temos estreito relacionamento com eles e, que embora não confesse a mesma fé nossa, é muito melhor relativamente em suas obras, do que muitos crentes que enchem muitas igrejas por ai. E as vezes a gente até diz; “Essa pessoa só falta ser crente”!.
(Mateus 25. 33)disse Jesus; Que no ultimo dia, o do julgamento, Ele como o pastor vai separar os cabritos, das ovelhas. Comece meu irmão a prestar a atenção no significado de cada expressão de Jesus a partir daqui....
Jesus esta dizendo que no mundo tem homens que são completamente diferentes uns dos outros, muito embora, essa diferença não seja visível a nossos olhos, (ou seja, á olhos humanos). Contudo, Jesus disse: Quando vier o filho do homem na sua gloria, ele vai Separar uns dos outros, como o pastor separa os cabritos das ovelhas. Porá as ovelhas a sua direita, mas os “cabritos”, a sua esquerda.  Jesus usou a figura da ovelha para identificar o filho de Deus, como também usou o cabrito para identificar o filho do diabo.

(João 10. 27) disse Jesus: “As MINHAS ovelhas ouvem a minha voz”.
Primeira coisa relevante a observar é, que Jesus só chama ovelha que já lhe pertence.

 Como explicar então a conversão de uma pessoa que pelos seus atos nefastos praticados, indicam ser ela um filho do diabo? E de repente, ela se converte, muda de vida, o que temos visto acontecer com ladrões, assassinos, seqüestradores etc.
 A VERDADE É, QUE NENHUM FILHO DO DIABO SE CONVERTE”!. O que converte é, aquela ovelha que nascendo no meio dos cabritos e, vivendo como cabritos, banqueteando dos manjares dos cabritos e, que tendo ainda que temporário prazer na sua infâmia, ela é ovelha, tem ouvidos de ovelha, tem sensibilidade de ovelha e que um dia a misericórdia graciosa do Senhor vai chamar, buscar, resgatar e quando ela ouvir a sua voz de amor, prontamente vai identificar, reconhecer e imediatamente vai deixar a vida nefasta de cabrito e, correr para  os misericordiosos braços do bom pastor.

Veja Bem meu irmão!. Nunca Jesus disse que chamaria os cabritos do mundo, para os transformar em ovelhas. Mas, Jesus disse que”Chamaria as suas ovelhas”. Mesmo porque, se ele chamasse os cabritos com voz de pastor que ele é, diz nos a história dos grandes criadores de ovelhas, que jamais cabritos vão entender a voz do pastor, pode o pastor ficar o dia inteiro chamando que nenhum cabrito vai atendê-lo, porque, não há compreensão, identificação, entendimento. Mas, as ovelhas entendem porque tem sensibilidade, natureza, ouvidos de ovelhas. Porém, isso não acontece com os cabritos, porque não entendem o chamar de um pastor. (João 10. 26) disse Jesus; Mas vós não credes, porque não sois das minhas ovelhas”.  Graças a Deus, porque um dia nós ouvimos o chamar de amor do supremo pastor e, corremos para os seus braços. E espero que você também tenha tido esta mesma experiência, você que  é ovelha que pertence a ele, você é aquele que Deus o amou antes da fundação do mundo, para que vivendo estes dias aqui  nesta peregrinação terrestre, pudesse testemunhar que é filho do Deus eterno, ovelha do seu pastoreio, até aquele dia em que ele vier nos buscar para com Ele irmos  morar para todo o sempre na gloria eterna. Amém. 
 
 Enéas Cândido de Lara
 
 

 

 

segunda-feira, 13 de julho de 2015

A CONTEMPLATIVA VISÃO DE DEUS !


 
Texto Básico: (Salmo 139. 7)" Para onde me ausentarei do teu Espírito? Para onde fugirei da tua face?
Existem pessoas ingênuas, contumazes, aprisionadas ainda á escravidão do pecado que ainda não foram libertas do poder do maligno e, que procuram as sombras da noite, na penumbra do entardecer protegidos da visão dos homens para cometer seus pecados. (Prov. 7. 9).

  porém outros que, aproveitam a distancia da sua casa, longe dos olhares dos seus amigos, protegidos no anonimato para dar vasão aos desejos mais sórdidos entranhado em seu coração. (Lucas 15. 13).
Também à outros, que pecam em lugares desertos, longe da visão dos homens, onde ninguém possa  denunciá-los.( Ezequiel 8. 12).
 Equivocados estão; todos os que assim procedem, porque Davi no (Salmo 139. v.6) diz: “Para onde me ausentarei do teu espírito? Para onde fugirei da tua face?. Se subo aos Céus, lá estas; se faço a minha cama no mais profundo abismo, lá estas também; se tomo as asas da alvorada e me detenho nos confins dos mares, ainda lá me haverá de guiar a tua mão, e a tua destra me susterá.  (Salmo 94. 9) diz:”O que fez o ouvido, acaso, não ouvirá? E o que formou os olhos será que não enxerga?
O pecador imprudente, desavisado é um  ingênuo que acredita na segurança dos seus esconderijos, e na impunidade dos seus pecados.  Como o Jaazanias e mais setenta anciãos que se abrigaram num esconderijo subterrâneo, onde ali se prostituíam frente as imagens de esculturas cometendo a terrível abominação contra Deus. O anjo de Deus se fez presente para punir com rigor o pecado daqueles homens (Ezequiel 8. 18).

 Não vos enganeis: de Deus não se zomba; pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará. Porque o que semeia para a sua  própria carne da carne colherá corrupção; mas o que semeia para o Espírito do espírito colherá vida eterna.( Gálatas 6. 7).Eu trabalhei alguns anos atrás numa empresa que por motivo de segurança o diretor mandou instalar câmeras  até nos corredores dos sanitários. O que provocou revolta dos funcionários por ter suas vidas vigiadas o tempo todo.
Então pensei, aqui somos vigiados somente pelo período de oito horas de trabalho, mas como escaparemos do olhar de nosso Deus que tudo vê e tudo sabe, o tempo todo e que jamais poderemos se esconder Dele. (Mateus 10. 26) “Pois nada há  encoberto, que não venha ser revelado; nem oculto, que não venha a ser conhecido. (Ver. 28) “Não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma; temei, antes aquele que pode fazer perecer no inferno tanto a alma como o corpo”.  A  Esse sim, deveis temer!. Portanto, segui a paz e a santificação, sem a qual ninguém verá a Deus. (Hebreus 12. 14). 

Pense nessa advertência do Senhor Jesus !
Enéas Cândido de Lara

quinta-feira, 9 de julho de 2015

ARREPENDIMENTO; PRIMEIRO PASSO PARA SALVAÇÃO


Disse Jesus: “Eu repreendo e disciplino a quantos amo. Sê, pois, zeloso e arrepende-te!
Arrepender-se significa dar meia volta. É uma combinação de voltar-se do pecado e virar-se para Deus (I Tessalonicenses. 1. 9) Antes do arrependimento, você está de costas para Deus e caminhando por uma vida de pecados. Contudo, ao arrepender-se que é a meia volta, você passa a ficar de costas para o pecado, e caminhando em direção de Deus. Três condições são fundamentais para que o arrependimento seja genuíno e provoque mudanças realmente de vida.


O ELEMENTO INTELECTUAL; consiste numa mudança de conceito, num relacionamento em que o pecado envolve culpa pessoal; é o que Paulo chama de “conhecimento do pecado” (Romanos 3. 20). Só este elemento não faz o arrependimento. Se o que você chama de arrependimento foi só algo ocorrido na mente, então você tem temor do castigo, ao invés de ódio do pecado.

O ELEMENTO EMOCIONAL; envolve uma mudança de sentimento, uma tristeza pelo pecado contra Deus, que é santo e justo. Quando acompanhado pelo elemento subsequente, é tristeza segundo Deus, mas se não for acompanhado por ele, será tristeza do mundo (2Corintios 7. 9- 10), que se manifesta em remorso e desespero. (Mateus 27. 3; Lucas 18.23)

O ELEMENTO VOLITIVO; contém uma mudança de propósito, acompanhado de ódio ao pecado; este elemento é que realiza a mudança de 180 graus no nosso caminhar. A junção dos três elementos é que faz um arrependimento ser verdadeiro.----Um grande exemplo de arrependimento é do personagem rebelde do filho pródigo. Quando ele caiu em si (Lucas 15. 17), reconheceu que estava errado, sentiu grande tristeza pelo seu ato, e mudou a sua atitude de dá-me (Lucas 15. 12) para faze-me (Lucas 15. 19). É assim que o arrependimento produz mudanças, transformações, nascimento de novo na vida do pecador
Esse arrependimento deve ser constante, e não somente no ato da nossa conversão, porque nossos erros e desvios são frequentes. Devemos nos arrepender do inicio ao fim de nossas vidas, pois sempre existem áreas que precisam de mudanças. Assim como há o lema “Igreja Reformada sempre reformando”. Assim também, para que haja mudanças, reformas constantes é preciso haver também continuo arrependimento. Há contudo, o perigo desta busca tornar-se mecânica. O arrependimento tem que brotar do fundo do coração, assim como veio o pecado. Entretanto, nosso coração endurecido nem sempre produz arrependimento genuíno. Temos a tristeza de constatar, em muitas situações, que do nosso coração não sai qualquer atitude que nos faça abandonar o pecado; sabemos que erramos, as vezes até sofremos, choramos, mas não mudamos nosso proceder. Não devemos parar no desespero, ou no remorso, mas devemos odiar nossos erros que tanto desagradam a Deus; quer seja; por pensamentos, atitudes, omissão, além da doutrina, do culto prestado, ou na vida secular. Só então conseguiremos a mudança, a reforma na vida individual, e consequentemente na igreja. 

O que nos conforta é saber que o arrependimento é dom de Deus (Atos 11. 18; e Romanos 2. 4) Devemos estar pedindo a Deus que tenha misericórdia da sua igreja principalmente nestes últimos tempos dando-nos forças, intrepidez para combater as heresias doutrinárias que se proliferam em muitos ministérios chamados cristãos, que abusam da ignorância do povo, para lhes impingirem dogmas, rituais, doutrinas voltadas para a gloria da carne, descartando a gloria de Deus que é soberano sobre todas as coisas.. 

Que Deus abençoe a tua vida meu amigo e irmão, em nome de Jesus. Amém!

 

segunda-feira, 6 de julho de 2015

A VERDADE INDESEJADA !


 Em um pântano de  águas paradas se pode sentir o mau cheiro
daquele brejo, entretanto; ali  nasce tão  vigoroso de folhas tão
verdes  os Lírios, que de tempos em tempos   nasce uma bela e
perfumada flor, contrastando a existência inóspita da naturalidade
daquele lugar. Assim deve ser o crente vivendo num mundo hostil
onde reina a mentira e o engano.. 
“As palavras dos profetas a uma voz predizem cousas boas para o rei; seja a tua palavra como a palavra de um deles e fala o que é bom” (I Reis 22. 13)

Dizer somente  coisas boas, mesmo quando se deveria dizer uma verdade mais dura; eis um caminho para se estar de bem com a maioria.  Não há quem não goste de ouvir noticias boas ainda que; sejam  promessas,, sem respaldo de verdade. Esse é um perigo que incautos e desavisados correm  no dia a dia, no trato com as pessoas; quando  ouvem o falar lisonjeiramente, muitas vezes por escusos  interesses  pessoais, principalmente  de  pregadores, que usam de estratégias emocionais,  usando indevidamente o nome de Deus, para dar credibilidade nas suas pregações.  Isso, tem  arrastado milhares de pessoas  que estão ávidas de ouvir aquilo que lhes agrada e dão esperança, ainda que seja  uma falácia sem fundamento Bíblico..

 O profeta Micaías, foi  chamado pelo rei para lhe predizer  a sorte em uma batalha. Ele acabou sendo preso porque disse a verdade, ao contrário dos falsos profetas que prediziam coisas boas ao rei. O fim dessa história foi a morte do rei que preferiu dar ouvidos às palavras boas, mas que eram  falsas. .Lembramos aqui, da sabedoria de Salomão em (Provérbios 29. 5)Quem faz elogios falsos a seu amigo está cavando para ele uma sepultura”.    Foi o que fizeram os falsos profetas que mentiram ao rei. Tenho para mim que a consciência limpa de Micaías após a morte do rei, superou os aborrecimentos de chegar a ir preso por ter falado a verdade. Vivemos hoje numa sociedade pervertida, onde  trapacear, ludibriar, mentir na vida mercantil, familiar, nos relacionamentos sociais,  faz ´parte natural  da vida. Ser honesto  e verdadeiro hoje, já não é uma coisa normal e obrigatório, mas chega até ser vergonhoso.  

Vi  uma reportagem em que um homem morador de rua, que vivia abrigado embaixo de uma arvore, achou uma bolsa com (50.000,00 reais) e dentro da bolsa, além do dinheiro tinha apenas um cartão comercial com o endereço de uma loja. Ele foi procurar o lojista para saber se tinha perdido alguma coisa, e certificando se tratar do dono do dinheiro, devolveu o dinheiro achado. Isso mobilizou jornais e reportagens para enaltecer o seu gesto, porém se pode ouvir alguém dizer; grande otário e imbecil, é por isso que é um miserável morando embaixo dessa arvore.
Falar a verdade e ser honesto para os homens maus, não é virtude, mas sim imbecilidade, porque confronta suas praticas e seus ideais distorcidos e perversos de vida . (João 8. 44)
Disse Jesus: ”Vós sois do diabo, que é vosso pai, e quereis satisfazer-lhe os desejos. Ele foi homicida desde o principio e jamais se firmou na verdade, por que nele não há  verdade. Quando ele profere mentira fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira”.
DISSE JESUS“ conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará(João 8. 32)
Que Deus te abençoe, em nome de Jesus!


Enéas Cândido de Lara

sexta-feira, 3 de julho de 2015

OS EMBAIXADORES DO REINO DOS CÉUS!


{.....} Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não imputando aos homens as suas transgressões, e nos  confiou a palavra da  reconciliação.  De sorte  que somos embaixadores em nome de Cristo.....(2 corintios 5. 19).

Há....se todos os redimidos por Cristo Jesus pudesse entender isso! Se todos pudessem ter olhos iluminados para ver a grande e imensurável honraria dessa dotação.EMBAIXADORES DE DEUS NO MUNDO”. Eis ai o glorioso ministério que todo cristão, comprado pelo vertido Sangue de Cristo Jesus, naquela maldita cruz do calvário, tem pela fé sua  vida transformada, renascida em nova criatura e, agora então recebe a maior de todas as promoções que um ser humano poderá ganhar nesta vida; representante de Deus no mundo como embaixador da Sua graça e  Seu misericordioso amor, ao perdido pecador. A missão do embaixador é manifestar a verdade salvadora de que: ”Aquele  que não conheceu pecado, ele o fez pecado por nós (Corintios 5. 21).

Todavia, é necessário que o (embaixador)tenha a experiência deste encontro real com Cristo, que o faça reconciliado com Deus, e assim sendo, possa receber a divina missão de embaixador de Deus, com cidadania celestial, já assegurada por Cristo Jesus . O apostolo Paulo em (Efésios 1. 13-14) diz:” em quem também vós, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação, tendo nele crido, fostes selados com  o Santo Espírito da promessa; o qual é o penhor da nossa herança, até ao resgate da sua propriedade, em louvor da sua glória”. O que significa para você essa gloriosa mensagem? Se você leu e entendeu essa promessa, e ainda não colocou em ação a sua imperiosa dotação a serviço do reino dos céus, você  está com um sério problema espiritual que precisa urgentemente ser resolvido. Porque na matemática de Jesus, segundo (João 15. 8)Ele diz:” Nisto é glorificado meu Pai, em que deis muito fruto; e assim vos tornareis meus discípulos”Ou seja; produzir abundantes frutos na seara do Senhor, não é um pedido, mas uma impostergável  determinação para que diligentemente a cumpramos. Não há lugar no reino de Deus para ociosos, acomodados, covardes, e nem tão pouco também, para insubordinados e improdutivos. Pense nisso!

Que Deus te abençoe, em nome de Jesus!!!!!

Enéas Cândido de Lara
Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger