segunda-feira, 31 de agosto de 2015

A SABEDORIA EM FORMA DE GENTE !

“.....quando (o Senhor) compunha os fundamentos da terra; então eu (a sabedoria) estava com Ele e era seu arquiteto.....” (Provérbios 8. 29-30).

Assim, é a beleza com que encontramos no livro de Provérbios, a personificação da Sabedoria. No (capitulo 1), ela grita nas ruas e praças. Chama. Apela, Exorta, promete segurança e tranqüilidade aos que lhe derem ouvidos. (cap. 2) ela mostra, ela exibe a sua excelência. (cap.3), ela demonstra, que se levada a sério, proporcionará longevidade. (cap.8) depara- nos a sua eternidade. Cada versículo é um poema teológico de verdade e amor!
Nos (versículos 29-30) ela se auto define como arquiteto de Deus ao lançar os fundamentos imensuráveis do edifício cósmico. A sabedoria é tão eterna quanto Deus, pois que ela é parte integrante de Sua personalidade. Ao ouvi-la falar, chamar, dirigir, admoestar no velho testamento, percebemos a própria voz de Deus. A Sua sabedoria nos fascina ao contemplar as obras criativas de Suas mãos. O Seu amor nos constrange a submetê-lo ao Seu querer. E o cumprimento de Suas promessas eternas, que em Cristo Jesus se consumou. Seus pensamentos são infinitamente mais alto do que possamos entender. Na Sua “planilha criativa", a despeito de tão grande preço, não desistiu, pelo contrário, orçou por divina sabedoria, o alto preço do resgate que deveria ser pago, dando seqüência no Seu projeto de criar o mundo(I Pedro 1. 20).

E, hoje, quando abrimos a Sua palavra, privilegiados adentramos aos mistérios revelados misericordiosamente por um amor tão grandioso, que se mostra até estranho, a nosso limitado entender. Porque, por Seu tão grande amor explicitamente encontramos a sabedoria em forma de gente. Não há mais especulações, a figura de mistérios cede lugar à realidade. A sombra se faz luz, a sabedoria encarna-se, corporifica-se. Assim, perfeitamente entendeu o apostolo Paulo, e assim, ele pregou. {....} em Cristo estão ocultos todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento” (Colossenses 2. 3).
Na verdade, Nele (Jesus Cristo) a eterna sabedoria,  assumiu a forma de gente, entrou no tempo finito e limitado dos homens, transformando-nos em participantes da mais linda e emocionante história de amor, quando Se  humilhando fez um de nós, pra viver a nossa vida e morrer a nossa morte, e nos fazer herdeiros, possuidores da tão imensurável, grandiosa conquista que nós, miseráveis pecadores,  poderemos  ganhar nesta vida.  A salvação de nossas  almas.
Se você já é um feliz contemplado por esse amor, então glorifique o seu Santo Nome!


Enéas Cândido de Lara 

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

SENHOR PORQUE NÃO POSSO SEGUIR-TE AGORA?

Texto Básico: (João 13. 37)

Não há nada mais grave na vida de um crente, quando ele não entende a voz de Deus, acima de tudo, quando não entendendo, interpreta usando a sua lógica, a sua razão para justificar suas decisões afirmando que Deus falou, aquilo que Deus não falou.

Isso porque, é difícil entender por que não podemos fazer aquilo que julgamos ser correto, e acima de tudo que nos parece ser justo. Deus muitas vezes nos oferece um espaço em branco, um tempo silencioso para refletirmos, tome muito cuidado com suas decisões não queiras preencher de imediato, faça-o precedido de oração submetendo com humildade a sua vontade. O espaço em branco pode ser que Deus esteja querendo ensinar-lhe o que seja Santificação, ou talvez poderá vir após a santificação para ensinar o que significa serviço. Nunca jamais antecipe à orientação de Deus. Se houver a mais leve dúvida, então, não será Deus a falar com você, porque Deus não usa linguagem obscura e incompreensível.

No começo, pode até ser que veja tão claramente ser a vontade de Deus para realizar tal intento, isso no campo material, como por exemplo: romper um relacionamento comercial, uma amizade que nos pareça prejudicial, uma viagem, uma compra, uma venda etc. Contudo, não faça nada sob o impulso desse sentimento. Se o fizer, terminará criando sérias dificuldades e prejuízos para a sua vida. Em primeiro lugar espere pacientemente a hora de Deus. Não se precipite  diante Dele, mas confie no seu agir, ainda que lhe pareça tardia a sua resposta.
Pedro não esperou em Deus; ele tentou imaginar como sua fé seria provada, mas a prova veio do modo que ele não esperava. Então, movido pela natural rompante carnalidade que lhe era peculiar, disse: “Porque não posso seguir-te agora? Por ti darei a própria vida”. Essa declaração de Pedro foi de verdade sincera, contudo, ingênua confiando em si mesmo. E ai, ele ouve Jesus dizer: “Darás a vida por mim? Em verdade, em verdade te digo que jamais cantará o galo antes que me negues três vezes”.(João 13.38).

Com essas palavras Jesus  revelou um conhecimento mais profundo a Pedro do que o próprio Pedro possuía. Não podia seguir a Jesus porque não conhecia a si mesmo, nem sabia das  conseqüências graves, irresponsáveis, infiéis de que era capaz de cometer. Uma devoção natural pode impelir-nos  para Jesus, ou  fazer-nos sentir o seu fascínio, mas nunca fará de nós verdadeiros discípulos. Dessa forma é o que temos visto ultimamente muitos seguidores de Jesus que começaram a sua vida religiosa com tanto entusiasmo, como aquela semente espalhada pelo o semeador e que caiu em solo pedregoso, nasceu  verdejante, mas como não tinha raiz profunda secou-se. A nossa decisão por Cristo, se ela partiu de nós mesmos, ou de nosso "livre arbítrio", sem ter sido um chamamento movido pela irresistível ação do Espírito Santo, estará de igual modo fadada  ao insucesso, e a frustração.

Agradeça a Deus pela convicção da sua fé, porque ela  atestará que és um eleito de Deus, escolhido, separado, predestinado para a salvação antes da fundação do mundo.(Efésios 1. 4)


Que Deus te abençoe, em nome de Jesus. Amém! 

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

O DEUS ONISCIÊNTE E ONIPOTENTE QUE SE DEIXA CONHECER!

 Para onde me ausentarei do teu Espírito? Para onde fugirei da tua face? (Salmo 139. 7)

Quando o homem descobre o imensurável da grandeza de Deus, e seu olhar que perscruta o recôndito mais entranhado de nossas vidas, é algo desconcertante saber que tudo Ele sabe a nosso respeito, acima de tudo, até aquilo que ainda nem  pensamos, e nem fizemos. Então, isso poderá trazer a consciência um peso que lhe tira a paz, até que essa culpa seja confessada, e assim, encontre descanso e alegria do Seu perdão.
Mesmo porque, como escapar deste penetrante olhar? Para onde fugir do teu Espírito, ou para onde me esconder da tua face? Se dia e noite, em cima e embaixo, “nas extremidades da terra”, em todas as partes, a mesma presença invisível nos cerca. Para não pensar nisso, muitas são as tentativas que os homens procuram como: multiplicar as atividades, os argumentos, as viagens, distrações, sem contudo, poder  encontrar nelas a paz para suas  consciências.
 Entretanto, quando o homem se rende ao poder irresistível, divino, do Seu olhar, e perceber que a ação de Deus não é condenar, reprimir os descaminhos e pecados, mas é amor manifestado de um Deus que nos amou antes mesmo da fundação do mundo. Então, podemos compreender e aceitar alegremente o Seu agir em nós (V. 14)Maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem”. Assim, o homem reconhecendo a sua insignificância, e total dependência que tem Dele, escuta a Sua  palavra e admira os Seus pensamentos. Quando olhamos para o milagre da gestação, e a formação no ventre materno, então podemos fazer “coro” com o Salmista Davi ( v.13-14) Pois tu formaste o meu interior, tu me teceste no seio de minha mãe. Graças te dou, visto que por modo assombrosamente maravilhoso me formaste; as tuas obras são admiráveis”. 
Se o nascer de uma vida humana nos surpreende, quanto mais o nascer da nova vida recebida por graça e fé, através de Cristo Jesus! Aquele que antes fugia temendo o olhar divino, agora vivendo em novidade de vida, se aproxima com profunda reverência e gratidão. Então, pode pedir que Deus o sonde, esquadrinhe, vasculhe todo o seu ser, afim de que nada possa alterar a paz e a alegria da comunhão com Ele. É justamente isso que Davi pediu:Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração”(V.23)
Viver na comunhão com Deus, e tendo a doce paz e a  liberdade de filhos Seus, não tendo nada o que esconder, pois o sangue de Cristo Jesus que pela FÉ já nos lavou de todas as nossas injustiças e pecados. Então, isso, é a maior de todas as conquistas humanas que o homem poderá ganhar nesta vida. Pense nisso!

Que a graça de Cristo Jesus o Senhor, abençoe a tua vida!

Enéas Cândido de Lara

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

O QUE É PECADO ?


Se saíssemos pelas ruas perguntando as pessoas o que elas entendem pela definição do termo pecado; certamente teríamos respostas as mais variadas e até algumas, estranhas. Analisando  por um denominador comum, muitos entrevistados diriam se tratar de crimes contra indivíduos nos seus direitos civis, políticos, sociais, trabalhistas etc. Por outro lado, já ouvi pessoas se vangloriarem de sua ilibada conduta que as governa, as quais se julga possuidor de um irretocável proceder, portanto, sentindo-se justo e impecável. Mas, esse termo embora nós dele apropriemos para julgarmos comportamentos sociais reprováveis, ele tem uma só designação verdadeira: Que é espiritual, ou seja; a transgressão das leis de Deus”( I João 3. 4)Todo o que pratica o pecado também transgride a lei, porque o pecado é a  transgressão da lei”. Portanto, é muito mais sério a implicação deste ato, porque ele tem imutáveis conseqüências eternas. Conversando certa vez com uma pessoa sobre pecado, ele me disse: não tenho pecado nenhum. Nunca matei, nunca roubei, nunca prejudiquei a vida de ninguém, ajudo aos necessitados, sempre faço minhas orações, e portanto, me julgo um homem correto em meu viver. Seria este posicionamento verdadeiro? Veja o que diz a palavra de Deus:”Se dissermos que não temos pecado nenhum, a nós mesmos nos enganamos, e a verdade não está em nós”(João 1. 8).
Quando a Bíblia fala sobre pecado, sempre se trata de uma grave ofensa contra Deus. É bem verdade que nós temos praticado até, involuntariamente muitos de tais atos, uns contra os outros, mas em ultima instância são primeiramente cometidos contra Deus. Como seres humanos, somos responsáveis diante de Deus. E, Ele espera que nós vivamos em obediência a Sua vontade, segundo as Suas leis. E sendo assim, se nossas atitudes não corresponderem a Sua vontade divina, estamos pecando. Portanto, qualquer que seja a desobediência contra a lei de Deus é pecado. Dessa forma, pecado é iniqüidade. E, A palavra de Deus nos diz; que iniqüidade é justamente não fazer a vontade de Deus. Essa é a conseqüência primária de todos os pecados. Daí, a séria afirmação Bíblica segundo (Romanos 3. 23) Porque, todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus”.

 Mas, o amor divino, imensurável de Deus para com a Sua criatura, o fez tomar uma até, estranha e incompreensível atitude, doando o que tinha de mais precioso, de mais caro; a vida do Seu unigênito Filho Jesus, para vir a este mundo e morrer numa maldita cruz, para que o Seu derramado sangue nos purificasse de todas as nossas injustiças e pecados. (I João 1. 7) {...} o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo o pecado”. Entretanto, é preciso aceitarmos pela fé a Sua oferta de amor, se envolvendo, compromissando com Ele numa vida vivida segundo aos ditames de suas leis. Veja a séria advertência que fez Jesus:”Por isso, quem crê no Filho tem a vida eterna; o que, todavia, se mantém rebelde contra o Filho não verá a vida, mas sobre ele permanece a ira de Deus. A missão exclusiva de Jesus foi, vir ao mundo para salvar o perdido pecador, e Ele disse: Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3. 16) Eis ai, o grande amor de Deus manifestado para com a tua vida, meu querido leitor desta mensagem.
Pense nisso! e que Deus te abençoe, em nome de Jesus!


Enéas Cândido de Lara

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

UMA INFELIZ E DESASTRADA TROCA !

Gênesis 25. 34:” Deu, pois, Jacó a Esaú pão e o cozinhado de lentilhas; ele comeu e bebeu, levantou-se e saiu. Assim, desprezou  Esaú o seu direito de primogenitura”.

Qual era o direito de um primogênito? O filho mais velho tinha naquele tempo o direito de receber a benção patriarcal e os bens deixado por seu pai depois de sua morte.  Essa comovente história, vivida por estes dois personagens bíblico, nos trás grandes lições que precisamos aprender. A despeito de amores divididos, de conchavos e armadilhas, a decisão de uma escolha precipitada, trouxe para a vida de Esaú, uma grande tragédia. Como pode trocar o privilégio tão grande da primogenitura por um prato de guisado?  Podia até a fome estar corroendo seu estômago, o cansaço físico fatigante mesmo frente á um saboroso, aromático e convidativo prato de lentilhas, vender a sua benção. Mas, conosco também, algo parecido aconteceu. Através do sacrifício de Cristo Jesus, e pela fé nós fomos feitos filhos de Deus, herdeiros, possuidores de uma imensurável glória, herança preciosíssima e eterna nos céus. “Deus nos libertou do império das trevas e nos transportou para o reino do Filho do seu amor, no qual temos a redenção, a remissão dos pecados”(Colossenses 1. 13)

Que glória tremenda recebemos nós, o perdão de Deus em Cristo Jesus, mas tem muito mais; fomos promovidos  há embaixadores do Rei Jesus, e comissionados por Ele a falarmos ao mundo em Seu nome. Que grandiosa e incomparável honraria de projeção eterna, recebe aquele que pela fé se torna Seu discípulo. A despeito de toda essa glória, muitos acabam trocando essa herança divina e eterna, por uma ilusão temporária, para satisfazer um desejo momentâneo, tendo os olhos seduzidos pela farta mesa de satanás e suas oferendas diabólicas. O diabo é especialista em aproximar das pessoas quando percebe a sua necessidade e fragilidade humana. Ele fez isso com Eva no jardim do Éden, ele tentou fazer com Jesus após (40 dias de jejum) graças a Deus que ele não conseguiu, e nem o poderia, mas como ele continua a seduzir e fazer  com que a humanidade se deixe enredar por suas ardilosas tentações.  É inevitável que a tentação venha de alguma forma, apresentando um inebriante, apetitoso prato de lentilhas, e que se não estivermos seguros da nossa fé,  vamos acabar fazendo uma desastrada troca,a qual poderá trazer-nos dano de conseqüências eternas.
Pense nisso!


Enéas Cândido de Lara

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

O QUE É A FELICIDADE ?


Algum tempo atrás um repórter saiu na rua para fazer a seguinte pergunta: Você é uma pessoa feliz? A maioria dos entrevistados  disseram: Não!. Porque é tão difícil se sentir feliz? Como conquistar essa tal felicidade?

 Um certo homem acabara de matar o seu desafeto e, sendo preso momentos depois, indagado porque fizera aquilo, disse: Estou agora de alma lavada, me sentindo leve, feliz, matei esse “...........” que me traiu. 
Todas as pessoas querem e, buscam a felicidade. É bem verdade que nem todos compreendem o que representa a felicidade, e vivem, tentando encontrá-la, buscando no  seu individualismo a conquista pessoal, ainda que preciso seja; matar, roubar, mentir, trapacear, enganar  seu semelhante, ele o faz com naturalidade. Contudo, essa é uma falsa felicidade, porque é tão transitória, passageira e  finita. Felicidade, é tão fácil e, ao mesmo tempo tão difícil que, muitas são as pessoas que sabendo o seu endereço, e a conseguinte implicação, entretanto, não se atrevem ir buscá-la.

 Sabe onde ela está? Está aqui ! (Mateus 5. 1. 12) Neste majestoso sermão do monte, Jesus disse que se cumprirmos tudo isso, seremos Bem-aventurados, ou seja; abençoados ,e  realmente felizes. Entretanto, na distorcida visão popular, a felicidade é ter muito dinheiro, carro  Ferrari, mansões, ter fama, poder,beleza física... Jamais se concebe a ideia de que falou Jesus:Que os últimos serão os primeiros, a possuírem o reino dos céus, e que essa é realmente a maior glória, a maior felicidade que um ser humano poderá ganhar na vida, porque ela é eterna, nunca mais terá fim.  E por ser assim, disse Jesus:O que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?(Marcos 8. 36) O apostolo Paulo, impoluto servo de Jesus Cristo falando da incomparável glória da sublimidade do amor de Cristo Jesus, Ele disse:”Mas o que para mim, era lucro, isto considerei perda por causa de Cristo. Sim, deveras considero tudo como perda, por causa da sublimidade do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; por amor do qual perdi todas as cousas e as considero como refugo, para conseguir Cristo”.(Filipenses 3. 7-8).

A proposta feita por Jesus, quanto a maior felicidade; é que ela deve ser sentida e vivida como conseqüência da manifestação do imensurável amor à nós manifestado, através do sacrifício vivo e eficaz de Cristo Jesus, que nos salvou da condenação eterna, fazendo-se maldição em nosso lugar.
Disse Jesus:Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”(João 3. 16) Não pode existir felicidade maior do que, pela fé poder descansar esperançoso nessa maravilhosa promessa, que um dia, haveremos  de estarmos adentrando as moradas da cidade Santa, como herdeiro, possuidor dessa indescritível glória, construída e concedida por Cristo Jesus, o nosso tão amado salvador.

Pense nisso! E que Deus te abençoes, em nome de Jesus!!!!


Enéas Cândido de Lara

terça-feira, 11 de agosto de 2015

CAMINHANDO EM DEMANDA DA GLÓRIA!

Texto Básico: (João 14. 6)
Disse Jesus: “Eu sou o caminho, e a verdade e a vida: ninguém vem ao Pai senão por mim”

Um dia desses entrando numa sala de “bate papos”, onde  acirrado debate ocorria, cujo tema era: A vida depois da morte!.  Diante de pensamentos conflitantes notei; heréticos, legalistas, ateus, e até um suposto ortodoxo, pessoas que se intitulavam religiosas, e conhecedoras de assuntos espirituais. Então, por algum tempo fiquei em oculto com grande tristeza a observar tanta ignorância e desconhecimento da palavra de Deus. Quando alguém parecendo liderar o debate disse: Podemos estar em lados opostos, e caminhando separadamente, mais um dia chegaremos num mesmo lugar. Pensamento este, que estranhamente ouve unânime concordância, salvo a intervenção de um silencioso participante que os advertiu dizendo: A única verdade é a da Bíblia Sagrada, somente ela nos mostra o caminho, e a direção segura para o céu. 
Quando vamos viajar para um pais distante, temos que providenciar o passaporte, o visto de concordância com as leis deste pais. Assim, também, se quisermos entrar nas moradas eternas do céu, devemos se portar em conformidade com as leis do Senhor. No texto acima em destaque; Jesus fala das moradas celestiais quando disse:” Eu vou preparar-vos lugar. Então, diante dessa afirmação o cético  Tomé lhe disse: “Senhor não sabemos para onde vais, como saber o caminho? Então Jesus disse: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim”. Com essa afirmação estava declarando que só há um jeito, uma única possibilidade de chegarmos nas moradas eternas do céu; que é crendo na oferta da obra  graciosa e redentora do calvário.

 (Hebreus 19. 23)Pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou pelo véu”. Isto é, pela sua carne. Quando derramando o seu precioso sangue, nos comprou para Deus, e agora na condição de servos, redimidos, resgatados, lavados, purificados podemos achegarmos a Deus, com a dignidade adquirida dos méritos do imolado cordeiro, que se doou morrendo substitutivamente, a todos aqueles que arrependidos se achegarem a ele, confiantes no seu sacrifício, será salvo. 
Preste atenção para o que disse Jesus: “Vós sois meus amigos, se fazeis o que eu vos mando”. (João 15. 14) É um condicional estabelecido por quem é o dono da gloria, Senhor absoluto da vida e da morte, e que pagou com o sacrifício da própria vida o preço do resgate do perdido pecador, que crendo em sua graciosa oferta e obedecendo os seus mandamentos, será salvo. E por isso, ele disse: Que só há um caminho, um só jeito, uma só possibilidade de conseguirmos salvação, que é através dEle, e somente por ele. Nesse caminho não pode haver discrepâncias, divisões e nem tão pouco alternativas. “Agora, porém vos reconciliou no corpo da sua carne, mediante a sua morte, para apresentar-vos perante ele santos, inculpáveis e irrepreensíveis”.

“Porquanto há um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem( I Timóteo 2. 5).


 Que a graça de Cristo Jesus te abençoe meu amigo leitor desta mensagem! Amém

Enéas Cândido de Lara

sábado, 8 de agosto de 2015

COMO VOCÊ TEM VIVIDO? COMO SÁBIO, OU COMO UM LOUCO?

TEXTO BÁSICO: (Lucas 12. 20)Mas Deus lhe disse: Louco, esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens  preparado, para quem será”?

Quando o Senhor Jesus contou  esta parábola do homem rico,(segundo o texto acima) Ele estava falando da loucura do homem em querer ter como meta principal; ajuntar bens materiais, riquezas, a glória desta vida,  como se nunca fosse morrer.  E, quando o homem tem por objetivo principal a gloria e conquistas desta vida, ele acaba perdendo o foco da verdadeira e maior conquista que um ser humano poderá ganhar, que é a vida eterna. Veja bem o ensinamento do Senhor Jesus Cristo, que é Senhor e conhecedor de todas as coisas: Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a terra, onde a traça e a ferrugem corroem e onde ladrões escavam e roubam; mas ajuntai para vós outros tesouros no céu, onde traça nem ferrugem corrói, e onde ladrões não escavam, nem roubam; porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração”.(Mateus 6. 19-21).
 Também, quando olhamos para a oração de Moisés no (Salmo 90. 9-10) encontramos aqui uma realidade que muitas pessoas não querem nela pensar, mas a qual nos alerta a fazer a melhor escolha, que é trocar a inconsistência transitória e passageira de poucos anos aqui vividos, pela eternidade da glória dos céus. Em contrapartida, não é preciso ser um matemático para saber que trocar a glória dos céus pela glória desta vida, é uma grande loucura. Por outro lado, essa troca só é possível com a intermediação do Espírito Santo, que nos convence á fazermos a melhor escolha. Veja bem; não vamos poder levar o nosso ouro, nem a nossa  prata, nem a casa, nem o carro, nem a nossa posição social, nosso titulo de doutorado, fama, poder, nenhuma glória deste mundo. Contudo, tem uma coisa que nós vamos ter que levar nem que nós não queira, que é as nossas Obras. (Apocalipse 14. 13){...}Bem-aventurados os mortos que, desde agora, morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem das suas fadigas, pois as suas obras os acompanham”. Já pensou na seriedade dessa revelação?

Há...Bem-aventurado! é aquele que descobre este mistério de Deus, para sua vida em tempo de se poder redimir!  Porque, quando eu tenho amado a Deus sobre todas as coisas.  Quando eu tenho amado o meu próximo como a mim mesmo.  Quando eu debruçado sobre a palavra de Deus perder horas de sono, buscando conhecimento, sabedoria para melhor viver segundo a vontade de Deus. Quando eu for pregoeiro da boa nova de salvação aos perdidos.  Quando eu estender a mão para socorrer o necessitado e o faminto.  Quando as minhas palavras trouxerem esperança e salvação ao desesperado.  Quando mesmo em lutas e perigo, eu nunca negar a minha fé no meu Deus.  Quando eu esvaziar-me de mim mesmo para que o Espírito Santo possa agir, eu estarei ajuntando tesouros inextinguíveis de eterna glória que transformará em galardão, que o será para toda a eternidade com Cristo Jesus. Essa sem dúvida será a sábia e melhor escolha que um ser humano poderá fazer na sua vida. Pense nisso!

Que Deus os abençoes, em nome de Jesus!

Enéas Cândido de Lara

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

"Peço-te que lhe abras os olhos para que veja" (2 Reis 6. 17)



Quão honrosa, divina, gloriosa foi a outorgada missão, cuja responsabilidade  foi a nós atribuída por Cristo Jesus, quando disse: (Mateus 5.14) “Vós sois a luz do mundo, e o sal da terra”.
Mas, tem muito mais revelação, (João 14. 23) Disse Jesus: "Se alguém me ama, guardará a minha palavra; e meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada".  E assim, nos permitindo partilhar de sua Santidade, muito embora, vivendo aqui neste vale de lágrimas, mas com o coração inundado de sua divina gloria. Porque, por sua imensurável misericórdia nos comprou por preço tão grandioso, através do vergonhoso e sofrível calvário. Precisamos ser fiel a Ele, a este Senhor que não nos obriga, não nos força a fazer a sua vontade, mas simplesmente pede com amor, que andemos em novidade de vida. Não como um escravo que foi comprado por um altíssimo preço, mas sim, como Filho amado. 
(Salmo 119. 18) diz: “Desvenda os meus olhos, para que eu contemple as maravilhas das tuas leis”. Essa deve ser a nossa constante oração, pedindo ao Senhor que nossos olhos sejam abertos, desvendados, para que possamos contemplar a beleza do nosso tão grande Deus, através das obras de suas mãos e, assim, possamos encontrar nEle descanso, proteção, regozijo como Davi, que contemplando a beleza de um céu estrelado, obras grandiosas de Deus o criador, podia ver nelas o próprio Deus. Mas, não só ver, como também ouvir está mensagem real, gloriosa, altissonante proclamada onde Deus continua ininterruptamente a nos dizer: EU SOU O TEU DEUS!”.

(Hebreus 13. 5) “De maneira alguma, te deixarei, nunca jamais te abandonarei


Meu amigo,irmão! Se conscientize da gloria tremenda que é a tua vida. Tire os olhos das restrições circunstanciais sofríveis que limitam o teu viver e, estenda o teu olhar para a infinitude visível da gloria de Deus e, se pela fé puder ver, e sentir em ti gratidão por tudo o que Deus já fez, e por tudo o que Ele continuará a fazer em tua vida; então glorifique-O agora !
Que Deus te abençoe em nome de Jesus!

Enéas Cândido de Lara

sábado, 1 de agosto de 2015

UMA PALAVRA DE GRATIDÃO !


Disse  Jesus:” Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda a criatura(Marcos 16. 15).

Quero compartilhar a minha grande alegria e gratidão a Deus, pelas grandiosas bênçãos recebidas, no criado projeto de levar ao mundo a mensagem de esperança e salvação que, somente em Cristo Jesus se pode encontrar. Faz cinco anos que criei um Blog, chamado Maravilhosa Graça” (site:"eneaslara.blogspot.com"), e passei a postar mensagens evangélicas duas vezes por semana. Hoje, com grande alegria posso ver os resultados desse ininterrupto trabalhar. Já chegamos  aos lugares mais distantes do mundo, e até em países em que o evangelho é perseguido, e que, muitos cristãos estão sendo mortos. Mas pela graça de Deus e o Seu poder, nos abriu uma poderosa estratégia no uso da tecnologia (internet) nos possibilitando  romper as  barreiras de ideologias  e perseguições, e fazer com que a palavra de Deus alcançasse vidas que, pessoalmente seria impossível.

Temos  até o momento o registro de ( 90 países em diversas regiões da terra) que sistematicamente tem recebido as nossas mensagens e, centenas e centenas de irmãos e irmãs que em diversas partes do Brasil e do mundo, também diariamente nos acompanham pelo (FeedBurner) do nosso Blog. Quero aqui agradecer á Deus, e a todos que nos encoraja com suas orações e comentários nas minhas publicações. O meu muito obrigado! E que Deus os abençoes grandemente!

“Com efeito, grandes cousas fez o SENHOR por nós; por isso estamos alegres”(Salmo 126. 3)

Enéas Cândido de Lara


Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger