sexta-feira, 30 de outubro de 2015

A PROGRESSIVA DESTRUIÇÃO DOS FUNDAMENTOS !

A destruição de Sodoma e Gomorra por seus pecados cometidos.
(Gênesis 18-16)


Texto Básico; (Salmo 11. 1){...} "No SENHOR me refugio"

Quando  Davi perseguido pelo rei Saul (1Sm 18. 6-9) Ele ficou temeroso, pois mesmo não sendo  culpado de nada, tinha que fugir para ter sua vida poupada. Davi ficava confuso, pois, como que fugindo poderia se tornar rei de Israel. A benção de Deus para sua vida já não parecia tão evidente assim. Muitas vezes, nós passamos por momentos nebulosos em que fica difícil enxergar direito as promessas de Deus para nossas vidas. Hoje, quando olhamos para nossa sociedade, e vemos a galopante corrupção, violência, crimes hediondos, infidelidades, lares destruídos, crianças abandonadas dormindo nas ruas, as drogas que destroem nossos jovens e crianças, e (é bom que eu pare por aqui), com tudo isso temos por vez a tendência de desanimar, de pensar que essa situação é irreversível, e acabamos cedendo as palavras pessimistas do (Salmo 11. 3) Destruídos os fundamentos o que poderá fazer o justo”?.

É lamentável constatar que os fundamentos éticos, morais, religiosos, estejam tão rapidamente desaparecendo de nossa sociedade, e se refletirmos sobre essa séria situação podemos ter até conflitos espirituais. Nossa era já não mais se preocupa com a busca da verdade; o pluralismo de idéias tem relativo conceito de verdade. Porque, perdeu-se o conceito de certo ou errado. Senão veja: Perdeu-se o valor do ser humano como  criatura feito à imagem de Deus. Hoje, lamenta-se mais a morte de uma baleia, ou de um animal de estimação, do que a morte de um ser humano. Nossa sociedade está preocupada unicamente com nosso bem estar e com o prazer. Se estamos felizes, é só isso que interessa.
A TV, o Cinema,Teatro  com suas programações, tem contribuído e muito para a queda dos padrões morais, além de fazer confundir o real com o fictício. Até as igrejas por um lado tem-se preocupado com a espiritualidade, contudo, por outro tem deixado a verdade. Não é mais essencial que o culto  seja de acordo com a verdade da palavra de Deus. O que importa em muitas igrejas, é que o culto seja feito de maneira que cative as pessoas que pensam diferente, que sintam bem ao ouvirem só palavras de vitória, e promessas de bênçãos, de conquistas, de prosperidade aceitando um evangelho sem vida de santidade, de renuncia, de um nascer de novo. E com promessas mirabolantes, arrebanham multidões. Isso tem sido o principal objetivo.
Este é o triste retrato de nossa sociedade que tem maculado, e destruído os fundamentos. Olhando em nossa volta somos tentados a pensar que a nossa luz não terá mais efeito, e  que seria melhor desistirmos. E assim, como os conselheiros de Davi disseram: Ora destruídos os fundamentos, que poderá fazer o justo?.(Salmo 11. 3). Não podemos agir covardemente diante da decadência de nossa sociedade, precisamos imitar a reação de Davi que respondeu ao apelo feito. O (ver 4) reflete a confiança de Davi num Deus soberano, que tem as rédeas nas mãos: “O Senhor está no seu santo templo; nos céus tem o Senhor seu trono; os seus olhos estão atentos, as suas pálpebras sondam os filhos dos homens”. Quando temos a sensação de que Deus nos abandonou, devemos desviar os nossos olhos das circunstâncias que nos afligem e elevar nossos olhos para os céus a fim de enxergar o seu trono, que é símbolo do seu soberano domínio. Então poder confessar, que Deus está no controle e vigia atentamente a vida de todos nós.

Os (Ver 5-6) mostram que Deus não releva a impiedade dos homens, mas faz distinção clara entre o justo e o ímpio. Para os ímpios Ele derrama juízo como fez com as cidades de Sodoma e Gomorra. Isso significa que, quando achamos que Deus não olha para nossas aflições, a verdade é que o seu favor e graça está nos contemplando. Quando vemos a falta de temor a Deus em vários segmentos da sociedade, temos até vontade de fugir de nossa responsabilidade de sermos Sal e luz deste perverso mundo. Contudo, quando os fundamentos parecem destruídos, podemos voltar os nossos olhos para os céus e professarmos a fé num Deus que tem toda a história nas suas mãos, porque de antemão a escreveu e determinou. Então, a frase com a qual Davi começou o (Salmo 11) ganhará um sentido todo especial de revigoramento em nosso coração: No Senhor me refugio”.

Precisamos crer no agir do nosso Deus, e partilhar das palavras do (Salmo 37. 5)”Entrega o teu caminho ao Senhor confia nele e o mais ele fará. Que Deus Abençoe a tua vida  em nome de Jesus!!!

Enéas Cândido de Lara



segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Colossenses 3. 17:"Fazei TUDO em nome do Senhor"



O que significa fazer tudo em nome do Senhor?

Antes de tudo, é preciso que saibamos que fazer em nome do Senhor, não é simplesmente usar Seu nome, mas é preciso saber-se, de fato consagrou a Cristo tudo o que é, e tudo que tem. É imprescindível que haja em nós comprometimento, envolvimento, santificação, vida realmente transformada conectada com o Senhor. A santidade do Senhor tem que ser vivida e infundida em nós. Ou Deus nos torna um com Cristo, ou não podemos  servi-lo. Só depois que somos legitimamente  chamados por Seu nome, é que então, estamos aptos a fazer tudo em Seu Nome.
Quando Deus no monte Sinai escrevia os dez mandamentos nas tábuas da lei, Ele acrescentava o devido respeito a Sua soberania divina. E assim determinou: “Não tomarás o nome do SENHOR teu Deus, em vão, porque o SENHOR não terá por inocente o que tomar o Seu nome em vão”.(Êxodo 20.7)

O diabo depois da queda, passou a travar acirrada  batalha contra Deus para desacreditá-lo e ou, se fosse possível, tirar-lhe a gloria que lhe é devida ao Seu santo Nome. Desde da tragédia fatídica  do Éden, e até hoje, vemos ele usar as pessoas como instrumento de blasfêmia, lábios profano que usam o nome do Senhor em vão e indevidamente. É muitas vezes por desconhecimento, e até inconsciência com que expressam em suas palavras, e as fazem até como um zarcão popular. “O sangue de Jesus tem poder”;Deus é 10; Deus é mais; jura por Deus;  e tantas outras evocações do Nome de Deus por pessoas que não tem nenhum compromisso com Ele, e não O reconhecem como Senhor absoluto de suas vidas. Nós somos cristãos chamados por Ele, escolhidos por Ele antes da fundação do mundo; {....} para sermos santos e irrepreensíveis perante Ele; e em amor nos PREDESTINOU para Ele para adoção de Filhos, por meio de Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua vontade.(Efésios 1. 4) Não porque decidimos agregar à uma denominação evangélica meramente humana, mas, porque somos efetivamente parte do corpo de Cristo que é a Sua igreja. Porque, pra viver e agir em Nome de Cristo significa: Na vontade de Cristo e através de Cristo como o mediador. O Crente precisa saber se Cristo aprova e ou, reprova cada ato e cada pensamento de seu viver. 

Vejam o que disse Paulo: “Finalmente irmãos, tudo que é verdadeiro, tudo que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isto o que ocupe o vosso pensamento” (Filipenses 4. 8).
“Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e apta para discernir os pensamentos e propósitos do coração”(Hebreus 4. 12)

Nós encontramos na Bíblia a palavra  "FAZER" mais de três mil e oitocentas vezes, assim podemos dizer que os atos humanos possuem na Bíblia uma soma de regras que excede tudo quanto possamos pensar. O comportamento Cristão está prescrito e proposto na Bíblia em  níveis tais que vão além de tudo que as regras jamais puderam conter. Ao crente basta espelhar em grandes servos de Deus do passado, mas precisamente em Cristo Jesus que viveu aqui humanamente entre nós. E que disse Ser, e realmente o é nosso Mestre, e como discípulos Seus devemos imitá-lo no comportamento de vida enquanto aqui vivermos.

Encontramos na Bíblia o mais completo e o mais perfeito código de ética cristã. A imensurável grandeza de Deus, é o conteúdo da sua Palavra revelada na Bíblia. Por isso, o máximo ideal do nosso coração é: Cristo em Nós, A esperança da gloria! Amém!

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

UMA URGENTÍSSIMA E GRITANTE REALIDADE!

 












Entre uma e a outra imagem  acima, existe um precioso presente de Deus chamado "tempo", aproveite-o com sabedoria, fazendo a melhor escolha, escolhendo ficar ao Seu lado no cumprimento da Sua vontade, para que possa ganhar a verdadeira e eterna vida, para habitar nas moradas eternas da glória celestial para todo o sempre. Pense nisso! 

{...} Que é a vossa vida? Sois, apenas, como neblina que aparece por instantes e logo se dissipa"(Tiago 4. 14)
O ser humano está caminhando a largos passos para uma inevitável realidade que terá que enfrentar. A nossa vida é instável, passageira e finita. Os nossos dias passam rapidamente como um breve pensamento, então chegará o momento de enfrentarmos a hora tão decisiva e fatal; que a "hora da morte". O grande profeta Moisés escrevendo o (Salmo 90.10) ele disse:"Os dias da nossa vida sobem a setenta anos ou, havendo vigor, a oitenta; neste caso, o melhor deles é canseira e enfado, porque tudo passa rapidamente, e nós voamos". Essa é uma grande verdade que nós experimentamos na vida. Hoje, pra você arrumar um emprego, tem que ter menos de (40 anos) depois disso não querem mais empregá-lo , porque acham que você é ultrapassado, e já o consideram  descartável.  
A despeito da vida passar rapidamente, como é que estamos encarando esse momento? Eu e você, não vamos escapar  dessa hora de jeito nenhum. Entretanto, ter a atitude da Avestruz que diante do perigo enfia a cabeça na areia para não ver a morte, é insensatez. Mesmo, porque, essa hora tem conseqüências definitivas e acima de tudo eternas. Depois da morte, não há como retroceder, voltar atrás, refazer caminhos, porque a morte ocorre  na rapidez de um piscar de olhos, o nosso espírito deixará  a carne e estaremos diante do Supremo Senhor, Criador de todas as coisas o Deus todo poderoso.(Hebreus 9. 27)"E, assim como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disto, o juízo". Veja bem o que disse Jesus: "VIGIAI" ou seja; esteja atento, precavido, preparado para enfrentar essa hora, porque quando ela chegar não haverá lugar para arrependimento, mas sim, o ser recebido por Deus, ou ser eternamente rejeitado.
 Isso depende de você tomar a decisão certa. Deus por te amar tanto, com amor imensurável e  eterno, Ele preparou uma saída graciosa e gloriosa através da vida do Seu amado Filho Jesus Cristo. (João 3. 16)"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna".  Veja ainda a segurança que Jesus prometeu:"Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim".(João 14. 6) A salvação, o descanso eterno nas moradas  eternas da gloria dos céus, só é possível  através do Unigênito Filho de Deus Jesus Cristo o salvador. Se você ainda não crê nessa promessa, não deixe para amanhã, esta tão importante e urgente decisão, porque amanhã pode ser muito tarde.
Que Deus grandemente te abençoe a tomar a mais sábia decisão, em nome de Jesus!

Enéas Cândido de Lara

sábado, 17 de outubro de 2015

Disse Jesus:Eu sou o caminho e a verdade e a vida, e ninguém vem ao Pai senão por mim"(João 14. 6)


Um dia desses entrando numa sala de “bate papos”, onde  acirrado debate ocorria, cujo tema era: A vida depois da morte!.  Diante de pensamentos conflitantes notei; heréticos, legalistas, ateus, e até um suposto ortodoxo, pessoas que se intitulavam religiosas, e conhecedoras de assuntos espirituais. Então, por algum tempo fiquei em oculto com grande tristeza a observar tanta ignorância e desconhecimento da palavra de Deus. Quando alguém parecendo liderar o debate disse: Podemos estar em lados opostos, e caminhando separadamente, mais um dia chegaremos num mesmo lugar. Pensamento este, que estranhamente ouve unânime concordância, salvo a intervenção de um silencioso participante que os advertiu dizendo: A única verdade é a da Bíblia, somente ela nos mostra o caminho, e a direção segura para o céu.

Quando vamos viajar para um pais distante, temos que providenciar o passaporte, o visto de concordância com as leis deste pais. Assim, também, se quisermos entrar nas moradas eternas do céu, devemos se portar em conformidade com as leis do Senhor. No texto acima em destaque; Jesus fala das moradas celestiais quando disse:” Eu vou preparar-vos lugar”. Então, diante dessa afirmação o cético  Tomé lhe disse: “Senhor não sabemos para onde vais, como saber o caminho? Então Jesus disse: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim”. Com essa afirmação estava declarando que só há um jeito, uma única possibilidade de chegarmos nas moradas eternas do céu; que é crendo na oferta da obra  graciosa e redentora do calvário.

 (Hebreus 19. 23) Pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou pelo véu”. Isto é, pela sua carne. Quando derramando o seu precioso sangue, nos comprou para Deus, e agora na condição de servos, redimidos, resgatados, lavados, purificados podemos achegarmos a Deus, com a dignidade adquirida dos méritos do imolado cordeiro, que se doou morrendo substitutivamente, a todos aqueles que arrependidos se achegarem a ele, confiantes no seu sacrifício, será salvo. 
Preste atenção para o que disse Jesus: Vós sois meus amigos, se fazeis o que eu vos mando”. (João 15. 14) É um condicional estabelecido por quem é o dono da gloria, Senhor absoluto da vida e da morte, e que pagou com o sacrifício da própria vida o preço do resgate do perdido pecador, que crendo em sua graciosa oferta e obedecendo os seus mandamentos, será salvo. E por isso, ele disse: Que só há um caminho, um só jeito, uma só possibilidade de conseguirmos salvação, que é através dEle, e somente por ele. Nesse caminho não pode haver discrepâncias, divisões e nem tão pouco alternativas. Agora, porém vos reconciliou no corpo da sua carne, mediante a sua morte, para apresentar-vos perante ele santos, inculpáveis e irrepreensíveis”.(Colossenses 1. 22)

“Porquanto há um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem( I Timóteo 2. 5).


 Que a graça de Cristo Jesus te abençoe meu amigo leitor desta mensagem! Amém

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

A RELIGIOSIDADE LEVA A MORTE, MAS O CRISTIANISMO GERA VIDA!

Texto básico: Mateus 7.13-27.

Esta é, com certeza, a principal diferença entre Religião e Cristianismo: sua conseqüência final. Uma tem como resultado a morte. O outro trás vida. No contexto de aproximação de Deus existem dois caminhos. O primeiro, largo e espaçoso, leva à perdição, para a morte eterna (Mateus 7. 13). O outro, caminho apertado, conduz para a “vida” (v.14) Pode até parecer contraditório, mas a busca equivocada de Deus pode levar à morte. É isso que a religião faz. Aparentemente conduz à Deus, mas na verdade aprofunda a vivência da morte. Devemos novamente entender essas palavras no contexto da discussão com o judaísmo, mais particularmente com os fariseus. Para Jesus são eles, com seu ensino e prática, que levam as pessoas à morte. Em oposição, Jesus e seu ensino trazem vida àqueles que o seguem. Como se caracteriza a morte gerada pela religião? Primeiramente pelos frutos. Por mais que alguém diga que vive com Deus, se não apresentar frutos visíveis desse relacionamento, em vida, obras e atitudes suas palavras serão enganosas (V.7. 16-18) E, se esse comportamento persistir, essa árvore infrutífera será lançada ao fogo. (V.7. 19) Este é o símbolo do juízo e da condenação eterna.
Outra característica da religiosidade que gera morte é a presença de um sutil “discurso religioso” que não leva à prática da vontade de Deus, principalmente quando omitem a verdadeira mensagem do evangelho pregada por Cristo Jesus, ou seja: O necessário arrependimento, que trás mudança de vida em uma nova  criatura, que renuncia a si mesmo e a conseqüente glória do mundo, para viver pela fé na cruz de Cristo, e o imensurável preço pago para nos salvar.
Na época da igreja primitiva, (e hoje também), muitos reconheciam Jesus como Senhor, falavam bem dele, davam testemunho, mas “não faziam a vontade de Deus”. Isto é, tinham palavras, mas não as colocavam em prática. Não havia obediência a Deus. Por isso essas pessoas não entrarão no reino dos céus (v.7. 21), isso é, não terão vida eterna; pelo contrario, sofrerão a morte eterna, fruto da sua fria religiosidade. De modo ainda mais enfático, Jesus afirma que nem as “práticas cristãs” eram suficientes (v.7. 22). Alguns tinham não apenas palavras bonitas:  ”Senhor, Senhor...., mas também ações aparentemente bonitas: profetizavam, expeliam demônios e faziam milagres como em muitos ministérios hoje. No dia do juízo final, “naquele dia”, essas pessoas apresentarão tais atributos para requerer salvação, mas isso, por incrível que pareça, os levará à condenação eterna. Dirá Jesus;”Apartai-vos de mim”{...}. Tais pessoas não estarão com Jesus no descanso eterno. Por que? Porque elas praticam iniquidades(v. 7. 23). Viviam em pecado, e o pecado gera a morte. Quando não há vida transformada, e nem santidade, o que quer que faça, não vem de Deus. Esses homens tinham atos de poder vindos de outra fonte, e não de Deus. Por fim, a religião gera morte quando ensina que deve-se apenas “ouvir” palavras de Deus, mas não praticá-las(v. 7. 26). Hoje em dia, em meio a tantas expressões religiosas, onde o que vale é ir numa igreja, ter uma religião”. Devemos buscar unicamente orientação bíblica, a este respeito. Existe grande diferença entre Religião e Cristianismo. Uma é um mero esforço humano. A outra é a expressão da revelação de Deus que desceu do céu para trazer salvação aos homens perdidos. Por isso disse Jesus:Examinai as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testificam de mim”(Mateus 5. 39) Que tipo de caminho estas seguindo? Pense nisso!
 "
Que Deus te abençoe em nome de Jesus

 Enéas Cândido de Lara

domingo, 11 de outubro de 2015

A SEGURA ORIENTAÇÃO DE UMA DIVINA BÚSSOLA!



                                                                          Bíblia Sagrada!.A verdadeira  e infalível bússola que pela fé guia o perdido pecador até a conquista da glória. Pode ser que não conquiste  glórias do mundo, mas com certeza,te levará conquistar a glória do céu !.

Texto básico: Deuteronômio 30.20.
Será que existe alguma receita para viver bem e ser feliz?. Muitas são as pessoas que se frustram com orientações de tantas publicações de livros de “auto ajuda”, que são falhos e ineficientes. Quando alguém está afundando numa areia movediça, não adianta receber instruções para sair de lá, sem que receba de fato ajuda de alguém. As pessoas vão levando a vida pra lá e pra cá, como nuvens impelidas pelo vento, sem saber para onde vão, ainda que, muitas vezes persigam grandes objetivos na vida e até, o busquem com persistência, a verdade é que,sem Deus, estas buscas são temporárias finitas e passageiras.   A leitura bíblica no texto acima (Deuteronômio 11. 1- 32)
nos relata o discurso que Moisés fez ao povo de Israel após liderá-los por quarenta anos em sua migração pelo deserto, saindo da escravidão no Egito, em busca da terra prometida. Foi um longo sermão de despedida em que ele expôs aos israelitas tudo o que Deus havia feito por eles e também o que esperava deles daí em diante. Trata-se de tudo o que Deus ensinou, primeiro a Israel e, também (hoje nós ensina por meio da Bíblia toda), justamente para responder à pergunta inicial desta meditação:”O que fazer para viver feliz”? A resposta é: buscar orientação de Deus que tem todo o poder nos céus e na terra e, é Senhor absoluto de nossas vidas.  Veja o que Deus disse: (Deuteronômio 11. 18-21).Ponde, pois, estas minhas palavras no vosso coração e na vossa alma; atai-as por sinal na vossa mão, para que estejam, por frontal entre os olhos. 2)Ensinai-as a vossos filhos, falando delas assentados em vossa casa, e andando pelo caminho, e deitando-vos, e levantando-vos. 3) Escrevei-as nos umbrais de vossa casa e nas vossas portas. 4)Para que se multipliquem os vossos dias e os dias de vossos filhos na terra que o SENHOR, sob juramento, prometeu dar a vossos pais, e sejam tão numerosos como os dias do céu acima da terra.
E quando o povo estava as margens  do rio Jordão, Deus faz-lhes uma séria recomendação, antes que eles atravessando o rio entrassem na terra prometida. Os céus e a terra tomo, hoje, por testemunho contra ti, que te propus a vida e a morte, a benção e a maldição; escolhe, pois, a vida, para que vivas, tu e a tua descendência, “amando o SENHOR, teu Deus, dando ouvidos à sua voz e apegando-te e ele”; pois disto depende a tua vida e a tua longevidade; para que habites na terra que o SENHOR, sob juramento, prometeu dar a teus pais, Abraão, Isaque e Jacó. Disse Deus: (Deuteronômio 11. 26- 28).”Eis que, eu ponho diante de vós a bênção e a maldição. A benção, quando cumprirdes os mandamentos do SENHOR, vosso Deus, que hoje vos ordeno”. A MALDIÇÃO, se não cumprirdes os mandamentos do SENHOR”{....}.Resumo: Só existia para o povo de Deus uma única alternativa; ser fiel e grato ao SENHOR que, com amor eterno os tirara da escravidão no Egito e os levava para uma terra que manava leite e mel. Hoje, também não é diferente, quer ser feliz e abençoado? Então, medite na mensagem do condicional estabelecido por Deus (V.20)Amando o SENHOR, teu Deus, dando ouvidos à sua voz e apegando-te a ele; pois disto depende a tua vida e a tua longevidade”. Pense nisso!

Que Deus te abençoes, em nome de Jesus!
Enéas Cândido de Lara

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

A SUBLIMIDADE DE UM SANTO OBJETIVO!


 Todo o verdadeiro Cristão tem que ter tido
em sua vida, a gloriosa experiencia do encontro com Cristo Jesus, assim como o apostolo Paulo teve, sem o  qual; jamais poderá segui-lo.  
“Fiz-me fraco para com os fracos, com o fim de ganhar os fracos. Fiz-me tudo para com todos, com o fim de, por todos os modos, salvar alguns. Tudo faço por causa do Evangelho, com o fim de me tornar cooperador com ele”(ICorÍntios 9. 22/23).

O apostolo Paulo era um homem com firmes objetivos e determinação em sua vida. Entretanto, encontramos vidas que oscilam entre tantos objetivos ao mesmo tempo. As quais,  se assemelham certos rios que se dividem em tantos canais rasos e estreitos, que não servem para objetivos maiores como por exemplo; a navegação de um barco. Mas, para vida com  um nobre objetivo e inteiramente entregue ao poder de Deus, é como um rio poderoso, fluindo entre as margens, levando rumo ao oceano navios, espalhando fertilidade e progresso em ambas as margens. 
O grande Charles H. Spurgeon disse: “Dêem-me um homem cheio de santo amor em seu coração, cheio de alguns pensamentos santos em sua mente e tal homem será bem conhecido onde quer que esteja e, eu me aventuraria  a profetizar que seu nome seria lembrado muito depois que o lugar do seu sepulcro fosse esquecido”. Esse homem existiu. Esse homem é o apostolo Paulo. Pois foi ele quem disse:Fiz-me tudo para com todos, com o fim de, por todos os modos salvar alguns”.(ICoríntios 9. 22) Seria bom que todos nós crentes em Cristo, chegássemos   aos mesmos resultados que o apostolo Paulo chegou. Porque, nós possuímos também o mesmo Espírito Santo que habitava em Paulo. E, sendo assim, de igual modo,nós também tivemos como Paulo um encontro com Cristo,(um caminho de Damasco) não por certo com a intensidade de sobrenaturais manifestações, mas com certeza com o mesmo efeito. Porque, depois dele fomos transformados em novas criaturas, redimidos no sangue precioso de Cristo Jesus. E passamos como Paulo, ser cheios do Espírito Santo e ter, como perseguido objetivo de vida, a gloria de Jesus Cristo a inundar nosso Ser. Se a plenitude espiritual existe, porque não à buscá-la?, porque não vivê-la?. O Senhor Jesus quer que cada um de nós, a busquemos e possamos desfrutá-la, porque isso é a vitória que nos é oferecida por Ele.!

Como está a tua vida Cristã? Comedida, limitada, sem crescimento?  Então, precisa pedir a Deus a capacidade de (ser e ver) o que o coração do Senhor deseja que você (seja e possua), então, a plenitude da Gloria de Cristo inundará sua vida!

Pense nisso !................


sábado, 3 de outubro de 2015

A NOSSA IMPOSTERGÁVEL E INTRANSFERÍVEL RESPONSABILIDADE !


Disse Jesus:"Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda a
criatura"
(Marcos 16. 15)
Quando nós olhamos para a gloriosa missão  que o Senhor Jesus nos incumbiu, na participação do seu divino projeto de salvação do perdido pecador, isso é sem duvida nenhuma, um tremendo privilégio de conotação eterna em glorioso galardão no céu.

É de se estranhar aquele que se diz Cristão, mas dominado pelo comodismo, insubordinação à ordem expressa e inadiável do Senhor Jesus, faz "Ouvido de mercador". Talvez por cegueira de uma alienação espiritual, ou por  ociosidade de uma vida improdutiva, vazia, qual ramo de uma arvore frutífera  a qual não produz fruto.
O Senhor Jesus foi enfático quanto á isso, falando da nossa responsabilidade para com a sua  obra. Para isso, Ele contou a parábola da "Videira e os ramos"(João 15. 2) "Todo ramo que, estando em mim, não der fruto, ele corta; e todo o que dá fruto, limpa, para que produza mais frutos ainda". Na matemática do Senhor Jesus "FRUTOS SÃO IMPRESCINDÍVEIS". Ele disse: "Nisto é glorificado meu Pai, em de deis "MUITOS FRUTOS", e assim vos tornareis meus discípulos"(João 15. 8). Veja que, aqui o Senhor Jesus estabeleceu um  condicional . Só será seu discípulo, aquele que produz "MUITO FRUTO". Ou seja; aquele que arregaça as mangas para o trabalhar na Sua seara, como um servo produtivo, sobretudo aquele que com amor o faz a Sua obra.{.....} DISSE JESUS: "A seara é grande, mas os trabalhadores são poucos"(Lucas 10. 2) É oportuno enfatizar o (V. 2)que o Senhor Jesus nos comparou á ramos de uma arvore frutífera ligados a Ele, entretanto, a nossa permanência só será possível se nós formos abundantes produtores de frutos, caso contrário Ele diz que o corta.
Você meu irmão e minha irmã já pensaram  nessa tão séria advertência do Senhor Jesus? Já fizeram um balanço dos frutos produzidos?. É bom que o façamos para que naquele dia não seja um dia vexatório de dever não cumprido, e de amor não correspondido, frente ao mais  alto de todos os preços que o Senhor Jesus  pagou para nos salvar.
Que Ele nos ajude em nossa árdua missão de sermos participantes no glorioso resgate de almas perdidas para a graça e misericórdia de sua salvação.


Enéas Cândido de Lara
Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger