sábado, 3 de outubro de 2015

A NOSSA IMPOSTERGÁVEL E INTRANSFERÍVEL RESPONSABILIDADE !


Disse Jesus:"Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda a
criatura"
(Marcos 16. 15)
Quando nós olhamos para a gloriosa missão  que o Senhor Jesus nos incumbiu, na participação do seu divino projeto de salvação do perdido pecador, isso é sem duvida nenhuma, um tremendo privilégio de conotação eterna em glorioso galardão no céu.

É de se estranhar aquele que se diz Cristão, mas dominado pelo comodismo, insubordinação à ordem expressa e inadiável do Senhor Jesus, faz "Ouvido de mercador". Talvez por cegueira de uma alienação espiritual, ou por  ociosidade de uma vida improdutiva, vazia, qual ramo de uma arvore frutífera  a qual não produz fruto.
O Senhor Jesus foi enfático quanto á isso, falando da nossa responsabilidade para com a sua  obra. Para isso, Ele contou a parábola da "Videira e os ramos"(João 15. 2) "Todo ramo que, estando em mim, não der fruto, ele corta; e todo o que dá fruto, limpa, para que produza mais frutos ainda". Na matemática do Senhor Jesus "FRUTOS SÃO IMPRESCINDÍVEIS". Ele disse: "Nisto é glorificado meu Pai, em de deis "MUITOS FRUTOS", e assim vos tornareis meus discípulos"(João 15. 8). Veja que, aqui o Senhor Jesus estabeleceu um  condicional . Só será seu discípulo, aquele que produz "MUITO FRUTO". Ou seja; aquele que arregaça as mangas para o trabalhar na Sua seara, como um servo produtivo, sobretudo aquele que com amor o faz a Sua obra.{.....} DISSE JESUS: "A seara é grande, mas os trabalhadores são poucos"(Lucas 10. 2) É oportuno enfatizar o (V. 2)que o Senhor Jesus nos comparou á ramos de uma arvore frutífera ligados a Ele, entretanto, a nossa permanência só será possível se nós formos abundantes produtores de frutos, caso contrário Ele diz que o corta.
Você meu irmão e minha irmã já pensaram  nessa tão séria advertência do Senhor Jesus? Já fizeram um balanço dos frutos produzidos?. É bom que o façamos para que naquele dia não seja um dia vexatório de dever não cumprido, e de amor não correspondido, frente ao mais  alto de todos os preços que o Senhor Jesus  pagou para nos salvar.
Que Ele nos ajude em nossa árdua missão de sermos participantes no glorioso resgate de almas perdidas para a graça e misericórdia de sua salvação.


Enéas Cândido de Lara

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger