quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

A GLÓRIA DE UMA TREMENDA RESPONSABILIDADE!

 O pregado  sermão do Monte!
DISSE JESUS:"VÓS SOIS MEUS AMIGOS, SE  FAZEIS O QUE EU VOS MANDO".
Texto Básico:  (JOÃO 15. 14)

Em todas as profissões existem um código ético a ser observado. São procedimentos legais, morais, sociais, técnicos que determinam o bom caráter de um  profissional integro e responsável.   Assim, também,  é imprescindível que todos os cristãos vivam em cumprimento a síntese de um "código" pré-estabelecido por Jesus. Quando o Senhor Jesus começou o Seu ministério terreno, os Seus ensinamentos conflitaram com a pré-estabelecida lei, porque eram ensinamentos que iam além da própria lei judaica. Eram ensinamentos mais profundos e abrangentes, como por exemplo o pregado; "O SERMÃO DO MONTE".
Há.....quando olhamos para este determinado "código de ética espiritual" que Jesus estabeleceu, temos a tendência de desanimar, pois, não encontramos forças em nós para que vivamos por ele. O teólogo John Stott  escreveu que esta é parte mais conhecida dos cristãos, porém, a menos observada. As exigências estabelecidas por Jesus, são tão elevadas para o padrão de seres  humanos falhos, imperfeitos e limitados como nós somos. Deus é Santo e para que nós Dele sejamos Filhos, temos que também vivermos parecidos com Ele. Foi isso que Ele pediu:"Sede santos, porque eu sou santo"(I Pedro 1. 16)   Como pois, alcançaremos tal padrão de santificação que  nos faça parecer com Deus? Evidentemente que em nós não há nenhuma possibilidade, pois fomos contaminados, impregnados pela nódoa maldita do pecado que nos afasta completamente de Deus, porque Deus é Santo, a Sua natureza é incompatível  com o pecado.   Entretanto, o que era impossível aos homens, Deus por Seu imensurável amor veio ao nosso encontro, e nos doou o que tinha de mais precioso, a vida do seu Unigênito Filho Jesus, para que todo aquele que Nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.
Entretanto, seguir a Jesus é andar por caminhos estreitos, apertados, pedregosos onde por vez encontramos espinhos, dificuldades, lutas, mas nunca estaremos sozinhos, Ele estará conosco todos os dias até a consumação dos tempos .E nesse caminhar temos justamente que enfrentar a nossa maior luta, ou seja; " nós mesmos". Nós somos o nosso maior inimigo. Porque para vivermos uma vida de santificação, precisamos renunciar a nós mesmos. Disse Jesus:"Se alguém quer vir apos mim,  a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me"(Mateus 16. 24). 
Há um alto preço humanamente a ser pago sim, é evidente que não para ganhar salvação, porque salvação só o Sangue precioso de Cristo Jesus pode fazer isso (I João 1. 7). Entretanto, é necessário nascer de novo, o ser nova criatura, o ser luz do mundo, e sal da terra{......} é uma tão grande conseqüência de transformação em deixarmos  de viver na carne, para vivermos  no espírito.  Veja por exemplo: "O Sermão do monte"(Mateus 5-6-7) Aqui Jesus  nos ensina  determinando-nos como devemos viver a nossa nova vida com Ele. Veja a  outorgada e gloriosa responsabilidade.:"Vós sois a luz do mundo". O que é que temos que refletir? a santidade, o amor misericordioso de Deus através do nosso viver. Preste atenção  para uma séria advertência:  " Se o evangelho que você está seguindo não lhe custa nada, então; não é o evangelho de Cristo Jesus que estás a seguir, mas um outro falso caminho que não te levará a vida eterna. É por isso que o Senhor Jesus disse:"Vós sois meus amigos, "Se fazeis o que eu vos mando"! Tem que haver submissão, humildade, envolvimento, compromisso, renuncia desta vida, para viver a outra, conectados inteiramente com Deus por amor à aquele que morreu para que nós pudéssemos ter vida, e vida eterna.

Que Deus te abençoe, e te dê forças para  ser fiel no cumprimento dos seus mandamentos.

Enéas Cândido de Lara

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger