sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

A NOSSA GLORIOSA E BENDITA ESPERANÇA!


O tempo passado, o presente e futuro são altamente considerados na Bíblia. O passado é tempo vivido longe da graça de Deus, de uma  vida alienada às promessas e caracterizada por um procedimento longe da vontade divina. Esse tempo é descartado a partir da conversão, tendo sua renúncia reafirmada no momento da verdadeira aceitação de Cristo Jesus mediante o batismo e, “profissão de fé”. O presente é o tempo do inicio de uma vida nova. Vida gerada pela graça  através do Espírito Santo (Tito 3. 5)Não por obras de justiça praticadas por nós, mas segundo sua misericórdia, ele nos salvou mediante o lavar regenerador e renovador do Espírito Santo”. A conseqüência dessa transformação milagrosa, são os visíveis frutos que naturalmente passamos a produzir. Frutos de boas obras. E esses frutos, são conseqüências de uma viva  esperança. E tem de estar no futuro, pois esperança presente não é esperança, é realidade ou frustração. É verdade que parte dessa esperança é experimentada desde já. No presente gozamos da paz com Deus, do amor de Cristo e da alegria do Espírito. Mas boa parte reside no futuro. É a esperança de vida eterna (Tito 3. 7)." a fim de que, justificados por graça, nos tornemos seus herdeiros, segundo a esperança da vida eterna"
 A vida eterna é viver sempre na presença de Deus, em continua comunhão e longe do pecado. Muita gente pensa em salvação como um “seguro contra incêndio”, isto é, garantia contra as  ameaças do inferno. Mas, a salvação é muito mais que isso. A salvação nos garante desfrutar por exemplo; aquilo que Adão e Eva desfrutaram no paraíso, na presença de Deus “na viração do dia”(Gênesis 3. 8). Podemos imaginar Deus indo ao encontro do homem e da mulher para conversar no final do dia. Vida eterna é poder sentar diante de Deus e desfrutar de sua presença. Nossa esperança tem um tempo marcado para se tornar realidade. Trata-se da segunda manifestação do Filho de Deus. Essa manifestação será gloriosa e tremenda. “Quando o Senhor mesmo, dada a sua palavra de ordem, e ouvida a voz do arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céu....(I Tessalonicenses 4. 16).
 É um tempo determinado mas que só Deus sabe quando será (Mateus 24. 36). No entanto, essa vinda gloriosa é ponto referencial para nossa vida. Ela deve nos animar  a viver sabiamente o presente e aguardar ardentemente a volta de nosso amado Salvador. A graça salvadora de Deus é a manifestação amorosa de seu Filho dando a vida por nós na cruz. Quando somos alcançados por ela, algo de novo acontece em nosso interior, uma nova vida brota. Se somos de fato alcançados pela graça, renunciamos o velho homem, os velhos caminhos e queremos andar no caminho de Deus. Olhando para frente, desejamos a volta de Cristo Jesus, que virá gloriosamente para que todo joelho se dobre diante dele e o confesse que ele é o Senhor (Filipenses 2. 11). Jesus vai voltar...! 

(Atos 1. 11)Varões galileus, porque estais olhando para as alturas? Esse Jesus que dentre vós foi assunto ao céu virá do modo como vistes subir”.
Se você também crê nessa promessa, então, viva no regozijo dessa esperança!
Que Deus te abençoe, em nome de Jesus!


Enéas Cândido de Lara

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger