segunda-feira, 25 de abril de 2016

UMA PALAVRA DE BENÇÃO PARA O TEU CORAÇÃO!

Texto Básico:(João 6- 37)
“Todo aquele que o Pai me dá, esse virá a mim; e o que vem a mim, de modo nenhum o lançarei  fora”
Eu tenho conversado com muitos irmãos em Cristo, e descobri que cada um tem elegido para si, um versículo, um texto bíblico que lhe fala mais profundamente ao coração, trazendo esperança e conforto. Para alguns é (João 3 -16) Porque Deus amou o mundo de Tal maneira, que deu o seu filho unigênito para que todo aquele, que nele crer, não pereça mais tenha a vida eterna”.                                   
Para outros é (João 5- 24) Em verdade, em verdade vos digo: quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou tem a vida eterna, não entra em juízo, mas passou da morte para a vida. Outros ainda, gostam das belas mensagens dos Salmos por exemplo, o (91): Aquele que habita no esconderijo do altíssimo, a sombra do onipotente descansará.
 ----Mas, para mim, a promessa mais linda, a mais confortante que rejubila minha alma é a afirmação de Jesus aqui em (João 6.37). Porque, quando eu leio esta promessa, eu descubro uma coisa maravilhosa, é que Deus por Sua imensurável graça e amor, quis me escolher, separar, eleger-me, e como um presente levou o meu nome até seu Filho Jesus Cristo, e tenha dito: (Estou trazendo mais este aqui de presente, minha dádiva, razão manifestada da minha misericórdia, para que seu nome seja confirmado no livro da vida, pelo alto preço do calvário, e seja ele lavado, e justificado no sangue da nova aliança, e receba a graça que já havia designado a ele, antes da fundação do mundo.) Efésios 1. 4.
Eu creio que isso tenha acontecido na minha vida, como também na tua meu irmão, nós que cremos, nós que aguardamos com fé e esperança, aquele dia em que haveremos de encontrá-lo na gloria eterna. Por isso, irmãos, não importa a vida que tivermos de viver neste mundo, seja ela de lutas, privações, vales sombrios, escabrosos caminhos, que tivermos de percorrer por dores, enfermidades, perdas, frustrações, ainda que; a aflição invada a nossa alma. Há.... como isso tudo passa a ser suportável, como tudo isso fica pequeno, insignificante, sem importância frente ao vislumbre da magnitude imensurável do galardão, que eu e você, já somos detentores.
A maior honraria que um mortal jamais poderá receber, em toda a sua vida, a condecoração mais preciosa, gloriosa, sublime, vitoriosa, é ter sido Eleito, escolhido, separado um dia, pelo supremo Senhor, o nosso Deus eterno, que quis nos mostrar a explícitude magnânima de Sua graça, em ter trazido o nosso nome até Jesus, para que pudéssemos ser justificado, lavado, purificado no Seu sangue vertido na cruz do calvário.
Disse Jesus; TODO AQUELE QUE O PAI ME DÁ. Essa mesma afirmação Ele repete em (João 17. 9); Eu não rogo pelo mundo, mas por aqueles que Tu me deste. O que Jesus está dizendo, é que existe um seleto grupo, um distinto numero de predestinados, eleitos segundo a eleição da graça do Pai antes de todas as coisas.  (E que com indizível alegria nós podemos dizer, nós também fazemos parte desta galeria gloriosa dos redimidos por Cristo Jesus,) ALELUIA!.   Nós somos o presente que Deus deu para Jesus, uma dádiva do amor eterno, em que nada fizemos para sermos merecedores, foi tão somente misericórdia do Pai.

 Mas, Jesus continuou e disse; Aquele que vem a mim, Ou seja; trazido por meu Pai, presente querido do meu Pai, manifestação graciosa do meu Pai. Jesus diz: DE MODO NENHUM EU LANÇAREI FORA.( Essa é a garantia que Aquele que foi salvo por Cristo um dia, nunca mais perde a  sua salvação)  Meu irmão, você entendeu? Pode realmente compreender a profundidade majestosa, divina, gloriosa desta promessa? A segurança absoluta que é respaldada no sangue precioso de Cristo Jesus, derramado naquela até então, maldita Cruz.  FOI POR MIM E POR VOCÊ!.
O apostolo Paulo escrevendo a (Tito 1. 2) disse: O Deus que não pode mentir prometeu a seus eleitos. Por isso, não existe nenhum perigo, nenhum contratempo, nenhum inferno, nenhuma tentação, nenhum poder das trevas que possa mudar a divina chancela que Deus colocou um dia nas nossas vidas, meu irmão. Tenha sempre em tua vida a certeza desta gloriosa e divina promessa ,que o amor maior do Pai o fez consumar naquela tão rude Cruz.  (Romanos 8.31-39) O apostolo Paulo no (v. 34) pergunta:  Quem nos separará do amor de Cristo?. Será a tribulação? angustia? perseguição? fome? nudez? perigo de vida? espada?. E ele termina dizendo;  nada poderá separar-nos do amor de Deus que esta em Cristo Jesus, nosso senhor. Graças a Deus, que esta segurança está nEle, e não em nós. 
Pense, e regozija-se nessa tão grandiosa revelação do amor de Deus o Pai, manifestado em Cristo Jesus o Filho, para salvação de todo o que nEle crê!
Que Deus te abençoe, em nome de Jesus!

Enéas Cândido de Lara


0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger