sexta-feira, 29 de julho de 2016

O PODER DA MORTE, JAMAIS PODE ROUBAR A ALEGRIA DA NOSSA ETERNAL VITÓRIA!



Certo homem tinha uma bela família, filhos lindos, os seus negócios iam de (vento em popa) tudo correndo as  mil maravilhas, era só felicidades, quando um dia uma forte dor no peito o fez ir ao hospital. Depois de uma bateria de exames feitos saiu o resultado. O médico responsável o chamou para uma conversa, e disse-lhe: O senhor tem uma séria obstrução coronária  a qual já comprometeu seriamente o coração, precisa urgentemente de uma intervenção cirúrgica, mas  em submetendo a isso, terá 10% de chance de sobreviver. Por outro lado, se não o fizer terá poucos dias de vida. Aquele homem diante desta terrível noticia, agarrou-se ao médico suplicando-lhe que fizesse de tudo para o salvar, pois não queria  morrer. E em choro incontrolável dizia da linda família que tinha, dos seus filhos, dos seus familiares, dos seus negócios, da felicidade que é viver.



O ser humano diante da morte, pensa que isso é a pior coisa que lhe possa acontecer, até mesmo certos crentes que dominicalmente ouvem mensagem de conforto, de esperança, contudo, a tristeza  da separação dos nossos familiares é 
momento de muito sofrer. Para aceitarmos a morte é mais fácil quando vivemos realmente conectados inteiramente  com Deus, vivendo na Sua total dependência, ai, muito embora, vivamos a expectativa da nossa separação, nós passamos entender que a morte é um processo normal de necessária  transformação, que se traduz em gloriosa promoção a cidadãos do reino celestial. A morte não é o fim, mas o começo da eternidade .
Veja o que disse o apostolo Paulo: "Porquanto, para mim, o viver é Cristo, e o morrer é lucro" Filipenses 1. 21. A nossa real identidade é Espiritual, somos espíritos que em exílio temporário, somos revestidos desta carne, a qual é apegada aos amores desta vida, e as coisas deste mundo. Por isso, é preciso ter a nossa fé alicerçada na palavra de Deus, que nos revela a eternidade de nossas almas, após deixarmos esta existência humana. Entretanto, um dia nós voltaremos buscar este corpo, juntamente com Cristo Jesus,  no dia do juízo final. E ai; para sempre reinar com Ele por toda a eternidade. O Senhor Jesus disse: "Eles não são do mundo, como também eu não sou"(João 17. 16). Nós não somos daqui, disse Jesus. Um dia terminado o nosso exílio neste mundo, voltaremos pra casa, pra nossa  eterna e definitiva  morada,  a  gloriosa Jerusalém Celestial que Jesus foi  pra nós preparar (João 14. 2)  A nossa partida pode deixar em nossos queridos uma grande dor, tristeza, saudades, mas para nós que partimos que grande  emoção, que imensurável alegria, quando num piscar de olhos depararmos com os portais eternos  da glória se abrindo, então, ouvirmos as melodias celestiais do cantar dos anjos, e contemplarmos pessoalmente a indescritível presença do nosso amado salvador Jesus Cristo, que com doce e mansa vós dizer: Vinde Bendito de meu Pai, entra no gozo do teu Senhor.
  Ó que  gloriosa e bendita esperança, que  pode confortar os nossos corações, na certeza das Suas infalíveis promessas .

 Que Deus te abençoe, amado leitor dessa mensagem, em nome de Jesus!

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger