segunda-feira, 8 de agosto de 2016

O MONTE DA TRANSFIGURAÇÃO !


Texto Básico: (Mateus 17.1-7).

O Senhor Jesus quis fazer conhecer aos homens a Sua gloria, o Seu poder, quem era de fato Ele, o Deus encarnado e, para isso quis revelar-se resolvendo escolher três discípulos para testemunho que seria dado, após sua morte. E, entre os doze discípulos escolheu: Pedro, Tiago e João.
Porque esses três? Qual é o homem, ou a mulher que Deus usa? Com certeza aquele que se dispõem, aquele que se entrega, aquele que é capaz de renunciar a si mesmo e, o mundo e sua gloria por amor a causa de Cristo. Neste caso, o fato é que foram Criados dois grupos. (Os que foram com Jesus, e os que (ficaram sem Jesus.)
E nós vamos ver que ficar sem Jesus é uma coisa terrível, é uma experiência amarga,  frustrante de derrota, impotência e vergonha.
Mas, pensando no grupo que foi com Jesus, quando chegaram no alto do monte, algo glorioso aconteceu ali. A gloria do Céu baixou naquele lugar, e o próprio Deus esteve ali e falou com eles. O rosto de Jesus resplandeceu como o sol, e seu vestido ficou branco como a luz e, apareceram dois personagens celestiais do passado (Moisés e Elias) e conversavam com eles.
 O interessante saber é, que quando nós chegarmos na gloria celestial, nós vamos reconhecer as pessoas. Quem sabe o nosso Pai, que a tanto tempo nos deixou, a nossa saudosa mãezinha, os nossos enti-queridos, como também os grandes personagens Bíblicos que tanto aprendemos a amar, e que serviram de estimulo e coragem para nossa caminhada da fé. Que gloria será esse dia quando chegarmos no céu, e poder conhecer e, cumprimentar Abraão o pai da fé, dar um aperto de mão em Davi, bater um papo com Moisés, dar um abraço em Pedro)  Há.....que gloriosa recepção, que festa maravilhosa será a nossa chegada lá na Gloria. É claro que, tudo isso será, depois de primeiro ter encontrado com Jesus o nosso tão amado Salvador, O galardoador dessa gloria toda que à nós foi conferida por sua imensurável Graça e Amor.
Mas, pensando um pouco no texto, o porque da aparição de Moisés e Elias? Qual seria a importância destes dois homens ali? Porque não apareceu Davi o homem segundo o coração de Deus? porque não Abraão o amigo de Deus? porque não Elizeu, Josué, Daniel, enfim, qual é o significado destes dois homens? Se nós analisarmos suas vidas, talvez possamos entender o porque.  A grande revelação de Jesus nessa montanha, tinha pra mim, um grande ensinamento, e a lição que eu aprendo aqui, é que tudo o que aconteceu lá no monte, não era só Jesus mostrar quem era Ele, a sua gloria, seu poder, mais para preanunciar que aquela gloria toda que ali estava, haveria de voltar outra vez no final dos tempos, quando Ele vier buscar a sua igreja.
Então ai, da para entender o porque da presença de Moisés e Elias. Moisés foi o escolhido de Deus para libertar o povo de Israel que estava oprimido e gemia na escravidão do Egito, ele era o porta voz de Deus, sua palavra era palavra de Deus, sua boca era a boca de Deus, abria para profetizar benção e maldição, para profetizar vitória e derrota, e para fazer o povo viver no sobrenatural do SENHOR.  Moisés foi um servo de Deus muito especial e, tinha com Deus um relacionamento intimo e particular.
 (Números 12. 3-8) Deus disse:Era o varão Moisés, o homem mais manso da terra, e no Ver.8 disse; Boca a boca falo com ele e de vista e não por figura”. Que galardão glorioso teve Moisés nessa missão que era dirigida por Deus, com a participação física de Moisés. Nós conhecemos a luta estressante de Moisés para retirar o povo de Deus do Egito, e muito mais na condução deste povo pelo deserto por 40 anos.
Quando eles chegaram a margem do rio Jordão e que avistaram do outro lado a cidade de Jericó a terra prometida, pelo qual tanto esperaram e sofreram por 40 anos naquele deserto abrasador, Deus diz a Moisés: “Você Moisés, não vai entrar lá, você vai morrer deste lado de cá”. Deus leva Moisés para o monte, e ali, Moisés morreu e Deus o sepultou em algum lugar que ninguém conseguiu achar até hoje.
 Assim, como eu e você meu irmão, estaremos sepultados um dia em um Cemitério qualquer espalhados ai pelo mundo, isso não importa se Jesus não voltar antes, o nosso corpo aguardará o dia glorioso da ressurreição, na volta de Jesus para nos levar para sempre com Ele morar. É isso que para mim representava Moisés no monte da transfiguração, para anunciar que todos os que morrem em Cristo, serão ressurretos naquele dia, quando a gloria do Senhor Jesus vier para buscar a sua igreja, e com Ele nos formos reinar.  Mas, junto com Moisés veio também Elias, e este homem abençoado de Deus, que a meu ver estava ali, representando todos os que estiverem vivos quando Cristo vier buscar Sua igreja, todos serão arrebatados, não vão conhecer a morte, assim como Deus fez com  Elias, subiremos gloriosamente a encontrar com Jesus.
O que Pedro, Tiago e João estavam vivendo ali no monte, era um lampejo da gloria futura, e foi tão bom que Pedro meio sem saber o que dizer, mais entendendo ser ali o melhor lugar do mundo, propôs fazerem tendas para ficarem pra sempre ali na presença do Jesus glorificado. Porém, Jesus disse: Nós temos que voltar, porque lá embaixo tem gente precisando de mim. E COMO ESTAVAM PRECISANDO!

Como é confortante saber que Jesus se preocupa com os que estão aqui embaixo, e providencia socorro, libertação e que prometeu estar conosco todos os dias até a   consumação do mundo. O grupo que foi com Jesus era só alegria, gozo, vitória, mais os que ficaram sem Jesus estavam em grandes apuros.  Um jovem endemoniado estava se debatendo e o diabo estava nele humilhando os discípulos que estavam sem Jesus. Escribas, fariseus possivelmente criticavam os discípulos por eles não poderem expulsar aquele demônio. A situação estava insustentável no sopé daquele monte, a força do inferno prevalecia sobre os discípulos sem poder. Há....como ficar sem Jesus é algo terrível! .Porque sem Jesus a tempestade não passa!  Porque sem Jesus a doença não sara!
 Porque sem Jesus a vitória é só do inimigo! Porque sem Jesus o lázaro não sai do tumulo! Porque ele disse: “Sem mim nada podeis fazer.” Aqueles discípulos ao pé do monte eram os que ficaram sem Jesus, e sabe porque eles não puderam expulsar o demônio?
   01). Eles ainda não tinham fé suficiente, e nem tinham recebido o poder que só Jesus mais tarde lhes concedeu com a descida do Espírito Santo.
   02). "Penso eu" que se eles tivessem conseguido expulsar aquele demônio, estariam orgulhosos dizendo, nós não precisamos de Jesus, sem Ele aqui, nós resolvemos tudo.  "(Nós somos os bons aqui do pedaço)”. Quando Pedro, Tiago e João descessem daquele monte com sorrisos contagiantes, embora nada pudessem falar, o que viram lá encima, os discípulos sem Jesus iriam dizer, vocês não fizeram falta aqui, nós fizemos milagres, expulsamos demônios, fizemos maravilhas, MESMO ESTANDO SEM JESUS! 

Entretanto, o quadro encontrado foi outro, os discípulos ridicularizados, zombados pelos escribas e fariseus, em grande apuro, de repente eles olham para o monte, e vê Jesus descendo.  Há........ que grande alivio, que sentimento de paz, de alegria, de consolação !. Eles não sabiam mais o que fazer, mas agora Jesus vinha chegando, e para Jesus nada é impossível. Jesus é a solução para qualquer problema. Jesus chega, vê aquele situação constrangedora e exprime um desabafo. (Ver.17) Oh geração incrédula e perversa! Até quando estarei convosco! Até quando sofrereis! E, então expulsou o demônio e devolveu a saúde aquele menino.
Disse Jesus: A minha paz vos dou, não vô-la dou como o mundo a dá, porque a paz do mundo é passageira, sobressaltada, insegura, instável, mais Jesus é fonte inesgotável de vida, e Ele disse: “Não quereis vir a mim para terdes vida, e vida em abundancia”. Que nós possamos ser sempre vitoriosos, vencedores abrigando-nos em Cristo Jesus o autor e consumador da nossa fé. Amém.

Que Deus te abençoe meu querido leitor dessa mensagem, em nome de Jesus!
Enéas Cândido de Lara

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2011 Eneas Cândido de Lara. Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger